Videocast – As maiores vitórias da história de Náutico, Santa Cruz e Sport

Os três clubes pernambucanos têm histórias centenárias, colecionando episódios marcantes na construção de suas torcidas, de suas respectivas identidades vitoriosas. Então, num universo de quase 15 mil jogos de futebol envolvendo Náutico, Santa e Sport, você conseguiria escolher a maior vitória de cada um? Entrando neste amplo debate, o 45 minutos analisou cada clube em três vídeos exclusivos com história, análise e humor, chegando aos vereditos nos Aflitos, no Arruda e na Ilha. O que deveria pesar mais, a importância da competição ou a época? Ou uma goleada, uma vitória sobre o rival numa decisão, uma classificação inacreditável… Foco apenas no profissionalismo? Pois é, são várias nuances, devidamente consideradas.

Até hoje, foram 2.300 vitórias do Náutico, 2.555 do Santa e 2.620 do Sport.

Estou nas produções. Assista e opine sobre o maior triunfo do seu clube…

Náutico (34 min)

Santa Cruz (32 min)

Sport (51 min)

Classificação da Série A 2017 – 20ª rodada

A classificação da 20ª rodada da Série A de 2017. Crédito: Superesportes

Atuando na Ilha do Retiro, o Sport empatou com a Ponte e perdeu uma grande de chance de ganhar fôlego na classificação do Brasileirão, mesmo subindo da 6ª para a 5ª colocação, devido à derrota do Fla. Afinal, os concorrentes ao G6, a zona da Liberta, encostaram, tanto que o leão pode cair até para o 10º lugar em caso de derrota no Mineirão. Pois é, defender a posição será um teste de fogo nas duas próximas rodadas, em Belo Horizonte e Porto Alegre.

Nas últimas cinco partidas pela Série A, o rubro-negro venceu uma. Pressão?

Esta classificação traz apenas nove jogos da 19ª rodada, pois uma partida foi adiada. Com a Chape disputando o título da Copa Suruga, no Japão, a CBF remarcou o jogo contra o líder para o dia 23 de agosto, após a 21ª rodada.

Resultados da 20ª rodada
Atlético-GO 1 x 0 Coritiba
Vitória 0 x 1 Avaí
São Paulo 3 x 2 Cruzeiro
Vasco 1 x 1 Palmeiras
Atlético-MG 2 x 0 Flamengo
Sport 0 x 0 Ponte Preta
Atlético-PR 4 x 1 Bahia
Botafogo 1 x 0 Grêmio
Santos 0 x 0 Fluminense
Chapecoense x Corinthians (a disputar, em 23/08, às 19h30) 

Balanço da 20ª rodada
5V dos mandantes (12 GP), 3E e 1V dos visitantes (5 GP)

Agenda da 21ª rodada
19/08 (16h00) – Corinthians x Vitória (Arena Corinthians)
19/08 (19h00) – Flamengo x Atlético-GO (Luso Brasileiro)
20/08 (11h00) – Grêmio x Atlético-PR (Arena do Grêmio)
20/08 (16h00) – Avaí x São Paulo (Ressacada)
20/08 (16h00) – Bahia x Vasco (Fonte Nova)
20/08 (16h00) – Ponte Preta x Botafogo (Moisés Lucarelli
20/08 (16h00) – Cruzeiro x Sport (Mineirão)
20/08 (19h00) – Palmeiras x Chapecoense (Allianz Parque)
20/08 (19h00) – Coritiba x Santos (Couto Pereira)
21/08 (20h00) – Fluminense x Atlético-MG (Maracanã) 

Histórico de Cruzeiro x Sport em BH, pelo Brasileiro (14 jogos)
2 vitórias leoninas (1978 e 2016), 1 empate e 11 derrotas

Podcast – A análise do empate do Sport e das derrotas de Santa Cruz e Náutico

Os técnicos Givanildo Oliveira (Santa 1 x 2 Criciúma, Peu Ricardo/DP), Roberto Fernandes (América 1 x 0 Náutico, Juarez Rodrigues/EM/D.A press) e Luxemburgo (Sport 0 x 0 Ponte, Peu Ricardo/DP)

Nenhuma vitória pernambucana na largada do returno das Séries A e B do Brasileiro de 2017. Na segundona, o tricolor perdeu a quarta consecutiva e o alvirrubro caiu diante do líder. Na elite, no domingo, o leão perdeu a chance de fazer gordura no G6, ficando num empate sem gols na Ilha. O 45 minutos comentou os três jogos em gravações exclusivas, nas questões técnica e tática, além de análises individuais. Ao todo, 87 minutos de podcast. Ouça!

08/08 – Santa Cruz 1 x 2 Criciúma (30 min)

11/08 – América-MG 1 x 0 Náutico (22 min)

13/08 – Sport 0 x 0 Ponte Preta (35 min)

Em atuação frustrante, Sport empata com a Ponte e aumenta pressão na sequência

Série A 2017, 20ª rodada: Sport 0 x 0 Ponte Preta. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Historicamente, o returno do Brasileirão é mais complicado. Pelo fim das janelas de transferência, pelo maior encaixe das equipes, pelo afunilamento de torneios paralelos e, também, pela reação da turma de baixo, querendo evitar o descenso. Não por acaso, o Sport já havia terminado quatro vezes entre os dez primeiros colocados do primeiro turno, mas só em uma edição, 2015, se manteve neste patamar até o fim. Nesta temporada, a segunda metade da tabela leonina conta com nove jogos em casa e dez fora. Logo, é bastante clara a necessidade de fazer o dever como mandante, sobretudo em jogos-chaves. Como era este contra a Ponte Preta, desfalcada de algumas peças importantes, com o atacante Emerson Sheik e o meia Renato Cajá.

Embora o 0 x 0 numa Ilha com 13 mil pessoas tenha levado o leão ao 5º lugar, beneficiado pela derrota do Fla, em Minas, a situação a médio prazo ficou complicada. Afinal, o time vai para dois jogos longe do Recife, contra Cruzeiro e Grêmio, num momento em que a disputa pelo G6 tornou-se agrupada, com muitos candidatos. E o Sport vai pressionado por não ter encontrado, em momento algum, uma forma de quebrar as linhas defensivas do adversário.

Série A 2017, 20ª rodada: Sport 0 x 0 Ponte Preta. Foto: Aníbal Monteiro/divulgação (@profanibal)

O Sport teve 66% de posse de bola, segundo o Footstats, num controle de jogo extremamente falso, quase sem assustar o goleiro Aranha – ao contrário de Magrão, se virando bem nos contragolpes. À vera, foram três chances, todas na etapa complementar, num chute cruzado de André após uma jogada fortuita, uma cobrança de falta de Diego Souza na trave (estático na partida, DS foi muito mal) e uma cabeçada de André nos descontos, sem goleiro.

Foi o saldo de um time que cruzou 52 bolas na área. Repetindo: 52! Só acertou 4. E olhe que ainda foram 27 tentativas em lançamentos. De forma surpreendente, o leão jogou desta forma ineficaz desde o primeiro instante. Ou seja, com poucas bolas no chão, pouca criatividade, pouca verticalização e pouca atitude. O empate foi frustrante não pelo desempenho na partida, pois não mereceu mesmo vencer, mas sim pela dura tabela pela frente, que exigia bastante da equipe neste domingo. Não houve resposta efetiva.

Sport x Ponte no Recife, pelo Brasileiro (6 jogos)
4 vitórias do Leão
2 empates

Série A 2017, 20ª rodada: Sport 0 x 0 Ponte Preta. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

As probabilidades de título, Libertadores e rebaixamento após o 1º turno da Série A

As projeções de campanha para Libertadores e rebaixamento na Série A de 2017

Só nesta quarta-feira, com Ponte Preta 0 x 0 Fluminense, em Campinas, em jogo adiado da 17ª rodada, o primeiro turno do Brasileirão foi encerrado. Assim, com 190 partidas, ou 50% da edição 2017, vamos às projeções sobre as chances de título, Libertadores (G6) e, também, de rebaixamento à segundona. O blog compilou as estatísticas de cada time em três sites especializados no assunto: Chance de GolInfobola e UFMG, através do departamento de matemática da universidade.

A partir de cálculos sobre o desempenho em casa, histórico em confrontos e campanha atual, o Chance de Gol e a UFMG também projetam as pontuações finais necessárias, com os percentuais que dão mais “garantia” a cada opção. Na elite nacional, a média histórica de pontuação para a 6ª colocação, que hoje vale vaga na Liberta, é de “58,09″ pontos, considerando as onze edições nos pontos corridos. Arredondando para 58, uma campanha deste porte nesta temporada teria entre 50% e 60% de confiança. Em relação ao rebaixamento, o índice histórico para escapar, na 16ª posição, é de “43,81″. Arredondando para 44, significaria 80% de chance de sucesso.

Veja as classificações da Série A após a 19ª rodada clicando aqui.

Obs. Até esta publicação, a UFMG ainda não havia atualizado seu quadro.

Sport
Título: 0% a 0,24%
Libertadores (G6): 17,9% a 38,3%
Rebaixamento: 2,3% a 3,0%

Bahia
Título: 0% a 0,013%
Libertadores (G6): 6,7% a 9,5%
Rebaixamento: 8,8% a 22,0%

Vitória
Título: 0% a 0,009%
Libertadores (G6): 0,4% a 3,0%
Rebaixamento: 47,0% a 50,2%

As 31 campanhas nordestinas no 1º turno da Série A com 20 clubes, de 2006 a 2017

Campanhas dos clubes nordestinos no 1º turno da Série A desde 2006. Crédito: Cassio Zirpoli/DP

Legenda: pontos (P), jogos (J), vitórias (V), empates (E), derrotas (D), gols a favor (GP), gols sofridos (GC) e colocação no turno (C)

O formato vigente do Campeonato Brasileiro, disputado em pontos corridos e com vinte clubes participantes, foi implantado em 2006, após um período de transição. Mais enxuto, e bem mais difícil, a Série A teve 31 participações do Nordeste de 2006 a 2017. Foram oito clubes distintos, de quatro estados (PE 15, BA 12, CE 3 e RN 1). Encerrada a participação de Sport, Bahia e Vitória no primeiro turno desta temporada, o blog compilou todas as campanhas na primeira metade da competição, traçando um ranking de desempenho. Vale lembrar que cada turno vale uma taça, oferecidas pelo jornal Lance!, sendo o Troféu Osmar Santos no 1º turno e o Troféu João Saldanha no 2º turno.

Em todos os anos ao menos um nordestino esteve presente, tendo no máximo três times. Na maioria das vezes, numa briga contra o descenso. Tanto que, neste recorte, só duas edições terminaram sem nordestinos no Z4: 2008 e 2015. Ao fim do campeonato, em apenas três vezes os representantes da região ficaram entre os dez primeiros colocados, sendo duas vezes com o Vitória, em 2008 (10º) e 2013 (5º), e uma com o Sport, em 2015 (6º).

O resumo do 1º turno do Campeonato Brasileiro de 2006 a 2017:

Participações
8 – Sport
7 – Vitória
5 – Náutico e Bahia
2 – Ceará e Santa Cruz
1 – Fortaleza e América-RN

Fora do Z4 (19 vezes)
Sport (6), Vitória (5), Bahia (4), Ceará (2) e Náutico (2)

No Z4 (12 vezes)
Náutico (3), Santa (2), Sport (2), Vitória (2), América (1), Bahia (1) e Fortaleza (1)

Melhor colocação
5º lugar, com o Vitória em 2008

Pior colocação
Lanterna (5 vezes), com Santa (2006), América (2007), Sport (2009), Náutico (2013) e Vitória (2014)

Obs. Em 2017, o Bahia ainda pode ser ultrapassados pela Ponte Preta, que tem um jogo a menos, mas não mudaria o quadro sobre o descenso.

Classificação da Série A 2017 – 19ª rodada

A classificação da 19ª rodada da Série A de 2017. Crédito: Superesportes

O primeiro turno foi “encerrado” neste domingo. As aspas são necessárias pois falta uma partida, Ponte x Flu, adiada da 17ª rodada e remarcada para 9 de agosto, em Campinas. No entanto, em termos de classificação, o jogo não mudaria o contexto de título, G4, G6 ou Z4. O que mudaria mesmo, para o leão pernambucano, era o resultado do Mineirão, no domingo. Na noite de sábado, o Sport perdeu do líder Corinthians e precisou secar o Cruzeiro para se manter na zona de classificação à Libertadores pela 5ª rodada consecutiva.

Agora, pausa de uma semana até a largada do returno. E a próxima rodada só será finalizada em 20 de agosto, já após a realização da 21ª, em virtude do adiamento de Chape x Corinthians. Isso porque o clube catarinense recebeu o aval da CBF para disputar um amistoso contra o Barcelona, em 7 de agosto.

É possível tirar o título brasileiro do Corinthians? Quem?
Acredita em mudanças no G4, no G6 e no Z4? Quais?

Resultados da 19ª rodada
Corinthians 3 x 1 Sport
Fluminense 3 x 1 Atlético-GO
Flamengo 0 x 2 Vitória
Palmeiras 0 x 1 Atlético-PR
Cruzeiro 0 x 0 Botafogo
Coritiba 2 x 0 Chapecoense
Grêmio 2 x 0 Atlético-MG
Bahia 2 x 1 São Paulo
Ponte Preta 0 x 0 Vasco
Avaí 0 x 0 Santos 

Balanço da 19ª rodada
5V dos mandante (12 GP), 3E e 2V dos visitantes (6 GP)

Agenda da 20ª rodada
12/08 (16h00) – Atlético-GO x Coritiba (Olímpico)
12/08 (19h00) – Vitória x Avaí (Barradão)
13/08 (11h00) – São Paulo x Cruzeiro (Morumbi)
13/08 (16h00) – Vasco x Palmeiras (Raulino de Oliveira)
13/08 (16h00) – Atlético-MG x Flamengo (Independência)
13/08 (16h00) – Sport x Ponte Preta (Ilha do Retiro)
13/08 (19h00) – Atlético-PR x Bahia (Arena da Baixada)
13/08 (19h00) – Botafogo x Grêmio (Nilton Santos)
14/08 (20h00) – Santos x Fluminense (Pacaembu)
23/08 (19h30) – Chapecoense x Corinthians (Arena Condá)

Histórico de Sport x Ponte no Recife, pelo Brasileiro (5 jogos)
4 vitórias leoninas (1978, 1983, 2012 e 2016), 1 empate e nenhuma derrota

Corinthians leva Troféu Osmar Santos de 2017 e Sport tem melhor colocação de PE

Troféu Osmar Santos, entregue pelo jornal Lance! ao 1º lugar do 1º turno da Série A. Arte: Cassio Zirpoli/DP

Com uma campanha incrível, o Corinthians assegurou a liderança do primeiro turno do Brasileirão de 2017 com duas rodadas de antecedência, invicto. Em casa, chegou à metade do campeonato somando 47 pontos. Superou as marcas mineiras de Atlético (2012) e Cruzeiro (2014), até então recordistas com 43 – desde que o nacional passou a ter 38 rodadas ao todo, em 2006.

Com isso, o clube paulista ganhou o Troféu Osmar Santos, oferecido pelo diário Lance! há mais de uma década. O simbólico título de “campeão de inverno” é uma tradição no futebol europeu. Aqui, a peça em homenagem ao locutor esportivo foi entregue pela 4ª vez ao Timão, o maior vencedor. Nas três anteriores foi o campeão brasileiro. E a estatística é mesmo favorável, pois em apenas três anos o melhor nas 19 primeiras rodadas não ganhou a Série A: Grêmio 2008 (São Paulo), Inter 2009 (Flamengo) e Galo 2012 (Flu).

Em relação ao cenário local, o Sport também alcançou uma marca expressiva. Em 15 participações do Trio de Ferro, nos pontos corridos, esta foi a melhor classificação, com o rubro-negro terminando em 6º lugar, presente na zona de Libertadores. Superou a posição de 2015, quando terminou na 7ª posição. Curiosamente, há dois anos o leão até somou mais pontos (31 x 28).

Ah, vale lembrar que o Lance! também criou o Troféu João Saldanha, com o jornalista emprestando o nome ao simbólico título do segundo turno.

Troféu Osmar Santos (1º turno da Série A)
2003 – Cruzeiro, 47 pontos*
2004 – Santos, 48 pts*
2005 – Corinthians, 42 pts**
2006 – São Paulo, 38 pts (Santa Cruz 20º lugar, 18 pontos)
2007 – São Paulo, 39 pts (Sport 11º, 27 pts; Náutico 18º, 20 pts)
2008 – Grêmio, 41 pts (Sport 9º, 27 pts; Náutico 15º, 21 pts)
2009 – Internacional, 37 pts (Náutico 18º, 18 pts; Sport 20º, 13 pts)
2010 – Fluminense, 38 pts
2011 – Corinthians, 37 pts
2012 – Atlético-MG, 43 pts (Náutico 11º, 24 pts; Sport 19º, 15 pts)
2013 – Cruzeiro, 40 pts (Náutico 20º, 10 pts)
2014 – Cruzeiro, 43 pts (Sport 8º, 28 pts)
2015 – Corinthians, 40 pts (Sport 7º, 31 pts)
2016 – Palmeiras, 36 pts (Sport 12º, 23 pts; Santa Cruz 19º, 18 pts)
2017 – Corinthians, 47 pts (Sport 6º, 28 pts)

* Turno com 23 jogos
** Turno com 21 jogos

Títulos do 1º turno: Corinthians (4), Cruzeiro (3), São Paulo (2), Santos (1), Grêmio (1), Inter (1), Fluminense (1), Atlético-MG (1) e Palmeiras (1)

Podcast – A análise da vitória do Náutico e das derrotas de Santa Cruz e Sport

Jogos pela 19ª rodada: Náutico 1 x 0 Luverdense (Ricardo Fernandes/DP), Juventude 2 x 1 Santa Cruz (Arthur Dallegrave/E.C. Juventude) e Corinthians 3 x 1 Sport (Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Encerrando o primeiro turno das Séries A e B do Brasileiro 2017, os times pernambucanos foram a campo na sexta-feira e no sábado. Primeiro, com o alvirrubro, que venceu a primeira como mandante nesta segundona. No dia seguinte, duas derrotas, com o tricolor se aproximando perigosamente do Z4 e o leão sem forças do diante do superlíder da elite. O 45 minutos comentou os três jogos em gravações exclusivas, nas questões técnica e tática, além de análises individuais. Ao todo, 111 minutos de podcast. Ouça!

04/08 – Náutico 1 x 0 Luverdense (54 min)

05/08 – Juventude 2 x 1 Santa Cruz (25 min)

05/08 – Corinthians 3 x 1 Sport (32 min)

Corinthians vence o Sport em Itaquera e termina invicto o 1º turno do Brasileirão

Série A 2017, 19ª rodada: Corinthians 3 x 0 Sport. Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Pela primeira vez na era dos pontos corridos, um time terminou invicto o primeiro turno do Brasileirão. Com 19 jogos, igualou o próprio recorde de invencibilidade neste recorte. Méritos para o Corinthians, de uma organização impressionante e cirúrgico com a bola nos pés, que em sua arena, tomada por 41.522 torcedores, fez mais uma vítima nesta arrancada para o hepta. O time paulista venceu o Sport por 3 x 1, chegando a 47 pontos, também a maior marca já atingida desde que a competição passou a ter vinte clubes, em 2006.

Luxemburgo sabia que não podia errar contra o Corinthians, onde já foi campeão. E o empate estava longe de ser mau negócio. Tanto que o time pernambucano começou totalmente atrás da linha da bola (abaixo). Tentaria acalmar a pressão inicial do mandante, para depois se articular melhor à frente. A ideia precisou ser antecipada, pois aos 8 minutos, num erro coletivo de posicionamento, após um cruzamento de Fágner, a bola sobrou para o outro lateral do líder, Arana, que bateu no cantinho de Magrão. A partir dali, o Corinthians fez que sabe muito bem e que todos os outros participantes do campeonato tiveram que aturar, com a posse de bola sem produtividade, pois defensivamente o time paulista deixa pouco espaço e erra bem abaixo da média. Tanto que dos 18 jogos anteriores havia terminado 13 sem ser vazado.

Série A 2017, 19ª rodada: Corinthians 3 x 0 Sport. Crédito: Premiere/reprodução

Mesmo com Diego Souza puxando as jogadas, o Sport teve dificuldades, até mesmo pela falta de mobilidade da equipe, com Everton Felipe e Osvaldo pouco participativos nas pontas. E olhe que o Timão terminou o primeiro tempo sem cometer uma falta sequer! Na volta do intervalo, qualquer lampejo de reação foi logo frustrado. Com apenas 19 segundos, o Corinthians já havia roubado a bola em seu campo, trocado três passes e finalizado através de Rodriguinho, no ângulo de Magrão. Golaço. Com o resultado quase consumado – e não era fora da curva – , Luxa passou a mexer no time, reforçando o meio-campo. Sacou os dois pontas, corretamente.

Mesmo com a posse próxima de 60%, o leão não conseguia se aproximar à vera da meta de Cássio. Pior, numa cobrança de escanteio, outro gol, com Pedro Henrique. Na reta final, com Juninho até melhorando o time à frente, André ainda ficou frente a frente com Cássio em duas oportunidades, parando as duas no goleiro corintiano. Havia luta, apesar da derrota consumada. No fim, o volante Thalysson, que entrara há pouco, bateu da intermediária e marcou um golaço, evitando a “goleada” na Arena Corinthians. E foi só.

Corinthians x Sport em São Paulo, pelo Brasileiro (14 jogos)
7 vitórias do Timão
4 empates
3 vitórias do Leão

Série A 2017, 19ª rodada: Corinthians 3 x 0 Sport. Foto: Alan Morici/Estadão conteúdo