Diego Souza entra na Seleção Brasileira no game Pro Evolution Soccer 2018

Diego Souza no game PES 2018. Crédito: reprodução

A versão “2018″ da franquia Pro Evolution Soccer chega ao mercado em 29 de setembro. Além do trailer oficial do game, com o Barcelona estampando a capa, começaram a vazar os novos visuais dos atletas. Neste vídeo, as faces digitalizadas de dez jogadores licenciados da Seleção Brasileira. A lista conta com DS87, com quatro jogos na Canarinha em 2017.

Pela ordem no vídeo: Ederson (goleiro, Manchester City), Gil (zagueiro, Shandong Luneng), Thiago Silva (zagueiro, PSG), Fagner (lateral-direito, Corinthians), Fernandinho (volante, Manchester City), Giuliano (meia, Zenit), Diego Souza (meia-atacante, Sport), Willian (meia, Chelsea), Douglas Costa (meia-atacante, Bayern de Munique) e Firmino (atacante, Liverpool).

Achou parecido? DS deve ter força 79. 
Gabriel Jesus e Neymar são os destaques, com 82 e 92, respectivamente.

O novo jogo produzido pela Konami chega às mesmas plataformas do PES 2017, com Playstation 4, Playstation 3, Xbox One, Xbox 360 e PC.

Grito de gol somente após a confirmação do árbitro de vídeo. O futuro do futebol?

Gol anulado no jogo Camarões 0 x 2 Chile, na Copa das Confederações de 2017. Crédito: Sportv/reprodução

Após um teste mal executado no Mundial de Clubes, em dezembro de 2016, a Fifa voltou ao tira-teima tecnológico com um novo formato na Copa das Confederações de 2017. No jogo entre Chile e Camarões, com vitória da Roja por 2 x 0 na largada do torneio-teste, o árbitro de vídeo (sigla VAR, para video assistant referee) foi acionado duas vezes em lances bem ajustados.

Impedimento ou não? Em ambos, o chileno Vargas balançou as redes…

Uma característica interessante vista na tevê foi a medição do campo com linhas em 3D, ou “grid”, equalizando os ângulos duvidosos das câmeras. Na cabine instalada na arena do Spartak, três árbitros analisaram os lances.

1) No último lance do primeiro tempo (acima), Vargas recebeu um belo passe de Vidal, entre os zagueiros africanos, e finalizou com categoria. Porém, o VAR apontou o atacante adiantado. Gol anulado.

2) No fim da partida (abaixo), Alexis Sánchez foi lançado ainda no círculo central e desperdiçou a chance na sequência, com Vargas marcando no rebote. O VAR paralisou para conferir o passe para Sánchez. Gol validado.

Sobre o tempo gasto em cada lance, considerei aceitável, sem quebrar o ritmo da partida. No entanto, a partir de agora, em jogos de futebol com a função, o gol passa a ser comemorado à vera somente após a a confirmação da cabine. Nada muito diferente do que já vemos na NFL, NBA, tênis etc.

Melhor do que anular um lance legal ou validar um lance irregular…

Gol validado no jogo Camarões 0 x 2 Chile, na Copa das Confederações de 2017. Crédito: TyC Sports/reprodução

As datas da 2ª fase da Sul-Americana

A Conmebol divulgou a tabela com a programação completa da segunda fase da Copa Sul-Americana de 2017, com seis clubes brasileiros envolvidos: Sport, Flamengo, Corinthians, Fluminense, Chapecoense e Ponte Preta.

O rubro-negro pernambucano jogará em duas quinta-feiras, ambas só com transmissão na tevê por assinatura. Ida em 6 de julho, na Ilha do Retiro, às 21h45, e volta em Sarandí, na Argentina, em 27 de julho, às 19h15.

Transmissões a definir: SporTV ou Fox Sports.

A tabela da 2ª fase da Copa Sul-Americana 2017. Crédito: Conmebol/site oficial

Sport x Arsenal na 2ª fase da Sula, com a definição no estádio de Julio Grondona

Sport x Arsenal de Sarandí, o confronto pela 2ª fase da Sul-Americana 2017. Arte: Cassio Zirpoli/DP

Dois anos após a partida no El Palacio, quando acabou eliminado pelo Huracán, o Sport volta à Argentina. No sorteio para a segunda fase da Copa Sul-Americana de 2017, o rubro-negro ficou na chave “O10″, onde enfrentará o Arsenal Fútbol Club. O clube é sediado em Sarandí, cidade de 60 mil habitantes no sul da região metropolitana de Buenos Aires. Com 60 anos de história, o clube conquistou as suas principais glórias nos últimos dez anos, com um título argentino (2012), uma Copa Argentina (2013) e uma Copa Sul-Americana. Isso mesmo. Em 2007, na segunda de suas seis participações, eliminou clubes como San Lorenzo e River Plate e ficou com a taça.

Hoje, o Arsenal vive um momento turbulento. Num campeonato nacional com 30 times, ocupa da 28ª posição a três rodadas do fim. Apesar da colocação, no país vizinho o rebaixamento é definido pelo “promedio”, com uma média de pontos nas últimas quatro temporadas. Nesta lista, o Arsenal está em 24º lugar, três posições acima do Z4. Na Sula, passou sem trabalho. Enquanto o leão só tirou o Danubio do Uruguai nos pênaltis, o Arsenal venceu os peruanos do Juan Aurich lá e lô, 2 x 0 e 6 x 1. Para conseguir avançar às oitavas, o Sport terá que buscar a vaga como visitante, no acanhado estádio Julio Grondona, sem o mesmo peso histórico da primeira viagem. Embora tenha capacidade oficial para 18 mil pessoas, aparenta nem a metade.

O nome da cancha é uma homenagem ao controverso ex-presidente da AFA (a CBF dos hermanos), fundador e primeiro presidente do Arsenal. Ficou lá 19 anos, até 1976. Pouco depois, assumiu a Asociación del Fútbol Argentino, por longos 35 anos, até a sua morte, em 2014, aos 83 anos.

Atualização: jogos em 06/07 (Recife, 21h45) e 27/07 (Sarandí, 19h15)

Estádio Julio Grondona, do Arsenal. Foto: Arsenal/site oficial

Pela participação em duas fases, o leão já soma 550 mil dólares em cotas, ou R$ 1,74 milhão. A vaga no próximo mata-mata vale mais US$ 375 mil (R$ 1,2 mi). Caso se classifique, todos os possíveis confrontos estão abaixo…

Até hoje, o Sport chegou no máximo às oitavas de final, em 2013 e 2015.

Obs. Na composição do chaveamento, cada duelo foi sorteado de O1 até O16. Os vencedores “levam” a numeração até a decisão, com o menor número em cada chave definindo a vantagem do mando de campo.

Confrontos da segunda fase da Sula (time à direita define em casa):

O1 – Racing x Independiente Medellín
O2 – Deportivo Cali x Junior
O3 – Palestino x Flamengo
O4 – Nacional Potosí x Estudiantes
O5 – Independiente x Deportes Iquique
O6 – Bolivar x LDU
O7 – Ponte Preta x Sol de América
O8 – Fuerza Amarilla x Santa Fe
O9 – Huracán x Libertad
O10 – Sport x Arsenal
O11 – Fluminense x Universidade Católica
O12 – Oriente Petrolero x Atlético Tucumán
O13 – Nacional x Olimpia
O14 – Defensa y Justicia x Chapecoense
O15 – Cerro Porteño x Boston River
O16 – Patriotas x Corinthians

Possíveis adversários do Sport na Copa Sul-Americana 2017:

2ª fase – Arsenal (ARG) 

Oitavas – Ponte Preta ou Sol de América (PAR) 

Quartas – Deportivo Cali (COL), Junior (COL), Cerro Porteño* (PAR) ou Boston River* (URU) 

Semifinal – Defensa y Justicia* (ARG), Chape*, Palestino (CHI), Flamengo, Fluminense*, Universidad Católica* (EQU), Bolívar (BOL) ou LDU (EQU) 

Final – Patriotas* (COL), Corinthians*, Racing (ARG), Independiente Medellín (COL), Huracán (ARG), Libertad (PAR), Fuerza Amarilla (EQU), Santa Fe (COL), Nacional* (PAR), Olimpia* (PAR), Nacional Potosí (BOL), Estudiantes (ARG), Oriente Petroleto* (BOL), Atlético Tucumán* (ARG), Independiente (ARG) ou Deportes Iquique (CHI) 

* O Sport jogaria a volta do confronto no Recife

Sorteio da 2ª fase da Copa Sul-Americana. Foto: Conmebol/site oficial

Sorteio da Sul-Americana com 2 potes dividindo 32 clubes. Fórmula secreta

Os 2 potes do sorteio ad Copa Sul-Americana de 2017. Crédito: Conmebol/divulgação

Faltando 24 horas para o sorteio da segunda fase da Copa Sul-Americana, em Luque, finalmente a Conmebol detalhou o formato, através do diretor de competições, Hugo Figueredo. Ao contrário da Libertadores, não havia qualquer critério no regulamento oficial da Sula 2017, conforme observado no blog. Pra variar, pois na primeira fase ocorreu o mesmo. Ou seja, a tal renovação na entidade é mais na embalagem que no conteúdo.

Dos 32 clubes, 22 se classificaram na 1ª fase, incluindo o Sport, e 10 vieram da Libertadores, com os terceiros colocados da fase de grupos e os melhores entre os eliminados na fase Pré. Para a formação do chaveamento definitivo do torneio, com cinco fases até a decisão, foram criados dois potes. No primeiro, os times da Liberta e os seis de melhor campanha no primeiro mata-mata da própria Sul-Americana. No segundo, os 16 restantes da Sula.

Aí, entra um problema grave sobre a não divulgação. O Sport, por exemplo, atuou em Montevidéu com um time reserva, imaginando a administração do 3 x 0 aplicado na Ilha. No sufoco, passou nos pênaltis. Contudo, ninguém sabia que uma eventual vitória lá (com Ronaldo Alves, Rithely e Diego Souza poupados) deixaria o time no pote 1. Fica o recado para 2018…

Pote 1
Estudiantes, Tucumán, Flamengo, Chapecoense, Iquique, Independiente Medellín, Santa Fe, Junior, Libertad, Olimpia, Sol de América, Arsenal, Universidad Católica (Equador), Corinthians, Boston River e LDU

Pote 2
Cerro Porteño, Racing, Independiente, Oriente Petrolero, Potosí, Huracán, Fluminense, Fuerza Amarilla, Sport, Nacional (Paraguai), Deportivo Cali, Bolívar, Palestino, Patriotas, Ponte Preta e Defensa y Justicia.

Os clubes dos pote 1 definem o confronto em casa nesta fase. No entanto, no sorteio dos 16 confrontos serão definidas as nomenclaturas de cada duelo, de O1 até 016. Os vencedores irão “levar” a numeração até a decisão, pois o menor número em cada chave definirá a vantagem do mando de campo.

Ex. Embora na 2ª fase já seja certo que o Sport jogará a volta como visitante, o Sport poderia ser “O1″ e definir as fases seguintes sempre em casa.

Os 10 gols mais rápidos da história da Seleção em 1.078 jogos, com DS87 em 1º

Amistoso, 2017: Austrália 0x4 Brasil. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Gerência de Arquivo e Memória da CBF detalhou a lista com os gols mais rápidos já marcados pela Seleção. Considerando os 1.078 jogos do time principal, contra seleções, clubes ou combinados, o primeiro gol de Diego Souza no amistoso em Melbourne tornou-se o mais ligeiro. O recorde anterior, de Willian, durou exatos 20 meses – curiosamente, o próprio Willian cobraria o escanteio para o segundo gol de DS87 no Melbourn Cricket Ground. Abaixo, o vídeo do histórico gol do craque do Sport, do apito inicial à bola na rede.

Em relação ao tempo dos gols, conforme ressalvado pelo blog no post anterior, durante muitos os anos não foram considerado os segundos para os registros dos tentos, nem cronômetro nem na súmula. Apenas os minutos. Por sinal, três dos gols mais rápidos estão neste contexto, com 1 minuto.

Os 10 gols mais rápidos da seleção principal
0min10s – Diego Souza (Brasil 4 x 0 Austrália, 13/06/2017)
0min35s – Willian (Brasil 3 x 1 Venezuela, 13/10/2015)
0min46s – Jairzinho (Brasil 2 x 1 Argentina, 08/03/1970)
0min47s – Ronaldo (Brasil 3 x 1 Bolívia (05/09/2004)
1min00s – Gil (Brasil 4 x 3 Pumas, 02/06/1976)
1min00s – Toninho Baiano (Brasil 2 x 2 Seleção Gaúcha, 25/05/1978)
1min00s – Romário (Brasil 8 x 2 Honduras, 08/06/1994)
1min20s – Miranda (Brasil 2 x 1 Colômbia, 06/09/2016)
1min40s – Denilson (Brasil 7 x 0 Peru, 26/06/1997)
1min50s – Jonas (Brasil 2 x 0 Panamá, 29/05/2016)

Brasil goleia a Austrália com dois gols de Diego Souza, o primeiro aos 10 segundos

Amistoso, 2017: Austrália x Brasil. Foto: Brasil Globar Tour/twitter (@BGT_ENG)

Início de jogo com a Austrália trocando passes para trás. No primeiro toque à frente, Giuliano interceptou e enfiou para Diego Souza. O camisa 21 entrou na área pela direita e tocou apenas uma vez na bola. Bastou para abrir o placar no Melbourn Cricket Ground, com apenas 10 segundos. Simplesmente o gol mais rápido da história da Seleção Brasileira, em sua 1.078ª apresentação desde 1914, considerando partidas contra clubes e países. Desde que a cronometragem passou a marcar os segundos dos gols, no futebol, ninguém havia precisado de tão pouco tempo. O recorde pertencia a Neymar, embora num contexto mais amplo, com a Seleção Olímpica. Em 2016, nos Jogos do Rio, o craque do Barça marcou sobre Honduras com 14 segundos.

Voltando ao amistoso, o gol do meia do Sport, jogando como centroavante na Canarinha, abriu a goleada por 4 x 0. Foi um jogo com muitas mudanças na equipe, começando pelo ataque brasileiro, sem Neymar, que não foi convocado, e Gabriel Jesus, que se machucou contra a Argentina. Com o país confirmado na Copa do Mundo de 2018, Tite aproveitou para testar outras peças, como Diego Souza, que nunca ficara tanto tempo em campo pelo Brasil nesta temporada. Titular e presente o jogo inteiro, o jogador anotou dois gols, desperdiçou outra boa chance e trabalhou muito bem como pivô. Inclusive, participou de forma direta do terceiro gol, numa jogada iniciada por Willian, com Paulinho tabelando com Diego e tocando para Taison marcar – Thiago Silva, de cabeça, marcara o segundo tento. No último lance, em cobrança de escanteio, Diego fez de cabeça. Deixou boa impressão.

Convocado três vezes, para cinco partidas, o craque do Sport totaliza 169 minutos na Seleção Brasileira sob o comando de Tite. Agora, para voltar a ser lembrado, DS87 precisa retomar o ritmo na Ilha. Ah! Um rubro-negro não fazia um gol pelo Brasil desde 23/09/1981, com Roberto Coração de Leão, no 6 x 0 sobre a Irlanda, no Rei Pelé. Foi, também, a primeira vez que um atleta do clube marcou 2 gols num jogo da Canarinha. No futebol pernambucano, não acontecia desde Nunes, do Santa Cruz, em 1978. Manhã histórica…

Participação de Diego Souza na Seleção em 2017
25/01 – Brasil 1 x 0 Colômbia (titular, 64 minutos)
23/03 – Uruguai 1 x 4 Brasil (reserva, 5 minutos)
28/03 – Brasil 3 x 0 Paraguai (reserva, 6 minutos)
09/06 – Brasil 0 x 1 Argentina (reserva, não entrou)
13/06 – Austrália 0 x 4 Brasil (titular, 94 minutos e 2 gols)

Amistoso, 2017: Austrália x Brasil. Foto: Brasil Globar Tour/twitter (@BGT_ENG)

Austrália x Brasil ao vivo via CBF TV

A CBF liberou o sinal de transmissão do amistoso entre Brasil e Austrália, em Melbourne, através do compartilhamento de seu perfil oficial no Livestream. Um jogo marcado pela titularidade de Diego Souza, do Sport, na vaga do machucado Gabriel Jesus. O camisa 21 da Seleção assume o ataque.

Como ocorreu na sexta-feira, diante dos argentinos, a confederação não negociou os direitos com a Rede Globo. Além da exibição online, comprou espaços na tevê aberta, na TV Brasil (TV Universitária no Recife, canal 11) e TV Cultura (TV Nova no Recife, 22). Assista, a partir de 7h05.

Atualização: o Brasil goleou por 4 x 0, com dois gols de Diego Souza.

Brasil x Argentina ao vivo via CBF TV

A CBF liberou o sinal de transmissão do amistoso entre Brasil e Argentina, em Melbourne, através do compartilhamento de seu perfil oficial no Livestream.

A curiosa situação deve-se à política da confederação, que não negociou os direitos com a Rede Globo, parceira há décadas. Assim, acabou comprando espaço em duas emissoras menores, TV Brasil (TV Universitária no Recife, canal 11) e TV Cultura (TV Nova no Recife, 22). Assista, a partir de 7h05…

Atualização: a Seleção foi até superior, mas os hermanos venceram por 1 x 0.

Fifa 18 x Pro Evolution Soccer 2018

As capas dos games Fifa 18 e Pro Evolution Soccer 2018. Crédito: divulgação

Trailer lá e trailer cá. Confira os vídeos e compare. Qual a maior expectativa?

As versões de 2018 das maiores franquias de futebol nos videogames, Fifa Football e Pro Evolution Soccer, foram apresentadas pelas fabricantes, EA Sports e Konami, respectivamente. Com lançamento mundial agendado para setembro, o Fifa (dia 29) e PES (dia 14) vão disputar o mercado em plataformas como Playstation 4, Playstation 3, Xbox One, Xbox 360 e PC.

Possivelmente, ambos devem contar com Sport e Santa Cruz licenciados.

A EA Sports foi cirúrgica no timing, lançando o primeiro trailer do Fifa 18 no embalo da festa do Real Madrid, que conquistou o 12º título da Liga dos Campeões. Afinal, Cristiano Ronaldo, que participou da captura de movimentos, é a estrela do game, com direito à capa especial “Ronaldo Edition”. O jogo também volta a apostar no “modo história”, com a segunda temporada da trajetória do jogador fictício Alex Hunter.

Para a rivalidade ser completa, a capa do PES tinha que contar com o antagonismo do Real (e vice-versa, dependendo da ordem de leitura). Ou seja, o Barcelona e a força do trio MSN, com Messi, Suárez e Neymar à frente. Há também palcos exclusivos, como é o caso do Camp Nou, só disponível nesta franquia – o Fifa 17 já veio sem o maior estádio de futebol da Europa. O Brasileirão também está licenciado somente no PES.