Videocast – As maiores vitórias da história de Náutico, Santa Cruz e Sport

Os três clubes pernambucanos têm histórias centenárias, colecionando episódios marcantes na construção de suas torcidas, de suas respectivas identidades vitoriosas. Então, num universo de quase 15 mil jogos de futebol envolvendo Náutico, Santa e Sport, você conseguiria escolher a maior vitória de cada um? Entrando neste amplo debate, o 45 minutos analisou cada clube em três vídeos exclusivos com história, análise e humor, chegando aos vereditos nos Aflitos, no Arruda e na Ilha. O que deveria pesar mais, a importância da competição ou a época? Ou uma goleada, uma vitória sobre o rival numa decisão, uma classificação inacreditável… Foco apenas no profissionalismo? Pois é, são várias nuances, devidamente consideradas.

Até hoje, foram 2.300 vitórias do Náutico, 2.555 do Santa e 2.620 do Sport.

Estou nas produções. Assista e opine sobre o maior triunfo do seu clube…

Náutico (34 min)

Santa Cruz (32 min)

Sport (51 min)

O regulamento da Copa do Nordeste 2018, já com os critérios para a edição de 2019

O troféu da Copa do Nordeste. Foto: CBF/divulgação

Com o início da Copa do Nordeste de 2018, através da fase preliminar, a CBF divulgou o regulamento oficial. Pelo novo sistema de disputa, a seletiva com oito clubes (Náutico entre eles) irá relacionar quatro para a nova fase de grupos, que já tem doze pré-classificados (Salgueiro e Santa na lista). Assim, a etapa principal será performada por 16 times. O documento de 16 páginas ainda traz o Sport como um dos vinte participantes, embora o rubro-negro já tenha recebido o aval da entidade sobre a desistência do torneio. Já o artigo 26 detalha, em caráter oficial, o critério de classificação ao Nordestão de 2019.

O regional de 2019 adotará o mesmo sistema de 2018, mas só classificará nove times através dos Estaduais, os campeões, claro. Os outros onze virão do Ranking da CBF, na versão que será publicada em dezembro de 2017. Pernambuco seguirá com três vagas, sendo duas na fase de grupos (o campeão estadual e o melhor rankeado) e uma na seletiva (o segundo melhor rankeado). Ou seja, na prática, o Sport já está classificado à fase de grupos do Nordestão de 2019 – hoje, é o 17º lugar no ranking nacional. Caso não queira jogar, o leão terá que protocolar, novamente, um pedido de desistência…

Confira a íntegra do regulamento do Nordestão 2018.

Classificação da Série A 2017 – 20ª rodada

A classificação da 20ª rodada da Série A de 2017. Crédito: Superesportes

Atuando na Ilha do Retiro, o Sport empatou com a Ponte e perdeu uma grande de chance de ganhar fôlego na classificação do Brasileirão, mesmo subindo da 6ª para a 5ª colocação, devido à derrota do Fla. Afinal, os concorrentes ao G6, a zona da Liberta, encostaram, tanto que o leão pode cair até para o 10º lugar em caso de derrota no Mineirão. Pois é, defender a posição será um teste de fogo nas duas próximas rodadas, em Belo Horizonte e Porto Alegre.

Nas últimas cinco partidas pela Série A, o rubro-negro venceu uma. Pressão?

Esta classificação traz apenas nove jogos da 19ª rodada, pois uma partida foi adiada. Com a Chape disputando o título da Copa Suruga, no Japão, a CBF remarcou o jogo contra o líder para o dia 23 de agosto, após a 21ª rodada.

Resultados da 20ª rodada
Atlético-GO 1 x 0 Coritiba
Vitória 0 x 1 Avaí
São Paulo 3 x 2 Cruzeiro
Vasco 1 x 1 Palmeiras
Atlético-MG 2 x 0 Flamengo
Sport 0 x 0 Ponte Preta
Atlético-PR 4 x 1 Bahia
Botafogo 1 x 0 Grêmio
Santos 0 x 0 Fluminense
Chapecoense x Corinthians (a disputar, em 23/08, às 19h30) 

Balanço da 20ª rodada
5V dos mandantes (12 GP), 3E e 1V dos visitantes (5 GP)

Agenda da 21ª rodada
19/08 (16h00) – Corinthians x Vitória (Arena Corinthians)
19/08 (19h00) – Flamengo x Atlético-GO (Luso Brasileiro)
20/08 (11h00) – Grêmio x Atlético-PR (Arena do Grêmio)
20/08 (16h00) – Avaí x São Paulo (Ressacada)
20/08 (16h00) – Bahia x Vasco (Fonte Nova)
20/08 (16h00) – Ponte Preta x Botafogo (Moisés Lucarelli
20/08 (16h00) – Cruzeiro x Sport (Mineirão)
20/08 (19h00) – Palmeiras x Chapecoense (Allianz Parque)
20/08 (19h00) – Coritiba x Santos (Couto Pereira)
21/08 (20h00) – Fluminense x Atlético-MG (Maracanã) 

Histórico de Cruzeiro x Sport em BH, pelo Brasileiro (14 jogos)
2 vitórias leoninas (1978 e 2016), 1 empate e 11 derrotas

Sport, Náutico e Vitória emplacam 10 das 22 convocadas da lista regional do Brasil

Emily Lima durante o primeiro treino da "convocação de observação", com atletas do Sul e Sudeste, em 02/2017. Foto: Kin Saito/CBF

Emiliy Lima assumiu o comando da Seleção Brasileira feminina em 2016, após os Jogos Olímpicos do Rio. Imersa no cenário da modalidade, a treinadora paulista, então com 36 anos, sugeriu à direção da CBF a criação de convocações regionais para a seleção principal para períodos de observação – à parte das poucas estrelas, como Marta e Cristiane. Então, em 2017, o calendário trouxe quatro momentos pontuais de treinamento na Granja Comary, em Teresópolis, com listas distintas em relação aos estados.

Para isso, a comissão avaliou durante quase um ano os 19 campeonatos estaduais em vigor, com 150 times envolvidos, além das Séries A1 e A2 do Brasileiro. Neste caso, com Sport e Acadêmica Vitória na primeira divisão e Náutico na segunda. E o trio, que já disputou o Estadual de 2017, se destacou na segunda convocação regional do ano, com sete estados nordestinos. Eis a divisão dos 22 nomes: PE 10, RN 5, CE 3, BA 2, AL 1 e PB 1.

Do futebol local foram chamadas Lorena (goleira), Bruna (zagueira), Indryd (meia) e Juliana (atacante) do Sport; Débora (zagueira), Mayara (meia) e Ana (atacante) do Náutico; Stefane (goleira), Joyce (lateral) e Paloma (meia) do Vitória. Na visão do blog, a ideia é interessante, pois dialoga com a categoria, ainda semi-amadora, produzindo uma grande peneira nacional.

Da primeira convocação, sete jogadoras tiveram oportunidades em amistosos.

1ª convocação (6 a 10 de fevereiro): ES, MG, PR, RJ, RS, SC e SP

Corinthians (7), Santos (5), Flamengo (3), Rio Preto-SP (3), Kindermann-SC (2), América-MG (1), Ponte Preta (1), Foz Cataratas-PR (1), Vila Nova-ES (1) e 2 atletas sem clube

2ª convocação (21 a 26 de agosto): AL, BA, CE, PB, PE, RN e SE

Sport (4), Náutico (3), Acadêmica Vitória (3), Vitória-BA (2), Cruzeiro-RN (2), Caucaia-CE (2), Alecrim-RN (2), União Desportiva-AL (1), São Gonçalo-CE (1), Botafogo-PB (1) e União-RN (1)

3ª convocação (2 a 7 de outubro): GO, PI, MA, MS, MT e TO

4ª convocação (6 a 11 de novembro): AC, AM, AP, PA, RO e RR

Podcast – A análise do empate do Sport e das derrotas de Santa Cruz e Náutico

Os técnicos Givanildo Oliveira (Santa 1 x 2 Criciúma, Peu Ricardo/DP), Roberto Fernandes (América 1 x 0 Náutico, Juarez Rodrigues/EM/D.A press) e Luxemburgo (Sport 0 x 0 Ponte, Peu Ricardo/DP)

Nenhuma vitória pernambucana na largada do returno das Séries A e B do Brasileiro de 2017. Na segundona, o tricolor perdeu a quarta consecutiva e o alvirrubro caiu diante do líder. Na elite, no domingo, o leão perdeu a chance de fazer gordura no G6, ficando num empate sem gols na Ilha. O 45 minutos comentou os três jogos em gravações exclusivas, nas questões técnica e tática, além de análises individuais. Ao todo, 87 minutos de podcast. Ouça!

08/08 – Santa Cruz 1 x 2 Criciúma (30 min)

11/08 – América-MG 1 x 0 Náutico (22 min)

13/08 – Sport 0 x 0 Ponte Preta (35 min)

Em atuação frustrante, Sport empata com a Ponte e aumenta pressão na sequência

Série A 2017, 20ª rodada: Sport 0 x 0 Ponte Preta. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Historicamente, o returno do Brasileirão é mais complicado. Pelo fim das janelas de transferência, pelo maior encaixe das equipes, pelo afunilamento de torneios paralelos e, também, pela reação da turma de baixo, querendo evitar o descenso. Não por acaso, o Sport já havia terminado quatro vezes entre os dez primeiros colocados do primeiro turno, mas só em uma edição, 2015, se manteve neste patamar até o fim. Nesta temporada, a segunda metade da tabela leonina conta com nove jogos em casa e dez fora. Logo, é bastante clara a necessidade de fazer o dever como mandante, sobretudo em jogos-chaves. Como era este contra a Ponte Preta, desfalcada de algumas peças importantes, com o atacante Emerson Sheik e o meia Renato Cajá.

Embora o 0 x 0 numa Ilha com 13 mil pessoas tenha levado o leão ao 5º lugar, beneficiado pela derrota do Fla, em Minas, a situação a médio prazo ficou complicada. Afinal, o time vai para dois jogos longe do Recife, contra Cruzeiro e Grêmio, num momento em que a disputa pelo G6 tornou-se agrupada, com muitos candidatos. E o Sport vai pressionado por não ter encontrado, em momento algum, uma forma de quebrar as linhas defensivas do adversário.

Série A 2017, 20ª rodada: Sport 0 x 0 Ponte Preta. Foto: Aníbal Monteiro/divulgação (@profanibal)

O Sport teve 66% de posse de bola, segundo o Footstats, num controle de jogo extremamente falso, quase sem assustar o goleiro Aranha – ao contrário de Magrão, se virando bem nos contragolpes. À vera, foram três chances, todas na etapa complementar, num chute cruzado de André após uma jogada fortuita, uma cobrança de falta de Diego Souza na trave (estático na partida, DS foi muito mal) e uma cabeçada de André nos descontos, sem goleiro.

Foi o saldo de um time que cruzou 52 bolas na área. Repetindo: 52! Só acertou 4. E olhe que ainda foram 27 tentativas em lançamentos. De forma surpreendente, o leão jogou desta forma ineficaz desde o primeiro instante. Ou seja, com poucas bolas no chão, pouca criatividade, pouca verticalização e pouca atitude. O empate foi frustrante não pelo desempenho na partida, pois não mereceu mesmo vencer, mas sim pela dura tabela pela frente, que exigia bastante da equipe neste domingo. Não houve resposta efetiva.

Sport x Ponte no Recife, pelo Brasileiro (6 jogos)
4 vitórias do Leão
2 empates

Série A 2017, 20ª rodada: Sport 0 x 0 Ponte Preta. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Conmebol divulga calendário das oitavas da Sula, sem o Sport na televisão aberta

Os confrontos das oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017. Crédito: Conmebol/site oficial

Atualizado em 15/08, após o novo comunicado da Conmebol

A direção de competições da Conmebol divulgou a agenda completa das oitavas de final da Copa Sul-Americana de 2017 no dia 11 de agosto. Inicialmente, os jogos entre Sport e Ponte Preta entrariam no horário nobre da televisão brasileira, às 21h45, mas acabaram antecipados para as 19h15.

As partidas foram marcadas em duas quartas-feiras, com a ida no Recife, na Ilha do Retiro, e a volta em Campinas, no Moisés Lucarelli. Com o novo horário, divulgado quatro dias após o cronograma original, a exibição ficará por conta da tevê por assinatura, com Fox ou SporTV. Entre os brasileiros, apenas o Corinthians deve ir para a grade da Globo nesta fase.

A agenda do Leão durante a 3ª fase da Sula
10/09 (16h00) – Sport x Avaí (Série A)
13/09 (19h15) – Sport x Ponte Preta (Sul-Americana)
17/09 (16h00) – Flamengo x Sport (Série A)
20/09 (19h15) – Ponte Preta x Sport (Sul-Americana)
25/09 (20h00) – Sport x Vasco (Série A)

As datas das oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017. crédito: Conmebol/site oficial

As probabilidades de título, Libertadores e rebaixamento após o 1º turno da Série A

As projeções de campanha para Libertadores e rebaixamento na Série A de 2017

Só nesta quarta-feira, com Ponte Preta 0 x 0 Fluminense, em Campinas, em jogo adiado da 17ª rodada, o primeiro turno do Brasileirão foi encerrado. Assim, com 190 partidas, ou 50% da edição 2017, vamos às projeções sobre as chances de título, Libertadores (G6) e, também, de rebaixamento à segundona. O blog compilou as estatísticas de cada time em três sites especializados no assunto: Chance de GolInfobola e UFMG, através do departamento de matemática da universidade.

A partir de cálculos sobre o desempenho em casa, histórico em confrontos e campanha atual, o Chance de Gol e a UFMG também projetam as pontuações finais necessárias, com os percentuais que dão mais “garantia” a cada opção. Na elite nacional, a média histórica de pontuação para a 6ª colocação, que hoje vale vaga na Liberta, é de “58,09″ pontos, considerando as onze edições nos pontos corridos. Arredondando para 58, uma campanha deste porte nesta temporada teria entre 50% e 60% de confiança. Em relação ao rebaixamento, o índice histórico para escapar, na 16ª posição, é de “43,81″. Arredondando para 44, significaria 80% de chance de sucesso.

Veja as classificações da Série A após a 19ª rodada clicando aqui.

Obs. Até esta publicação, a UFMG ainda não havia atualizado seu quadro.

Sport
Título: 0% a 0,24%
Libertadores (G6): 17,9% a 38,3%
Rebaixamento: 2,3% a 3,0%

Bahia
Título: 0% a 0,013%
Libertadores (G6): 6,7% a 9,5%
Rebaixamento: 8,8% a 22,0%

Vitória
Título: 0% a 0,009%
Libertadores (G6): 0,4% a 3,0%
Rebaixamento: 47,0% a 50,2%

As oitavas de final da Sul-Americana de 2017 e os possíveis caminhos do Sport

O chaveamento das oitavas da Copa Sul-Americana 2017. Crédito: wikipedia/reprodução

Definidos os 16 clubes classificados às oitavas a Copa Sul-Americana de 2017. Em jogo isolado, adiado devido ao apertado calendário nacional, o Flamengo goleou novamente o Palestino do Chile. Em Santiago, 5 x 2. No Rio de Janeiro, 5 x 0. Com isso, fechou a formatação da terceira fase do torneio, com 6 clubes brasileiros, 4 argentinos, 3 paraguaios, 2 colombianos e 1 equatoriano. Entre os remanescentes, quatro campeões da Sula (Santa Fé, Independiente, Chape e LDU) e três vices (Estudiantes, Ponte Preta e Flu).

A próxima fase começa em 22 de agosto. Para os brasileiros, no entanto, os jogos devem acontecer nos dias 12/13/14 de setembro, na ida, e 19/20/21 de setembro, na volta – a Conmebol ainda irá detalhar a agenda de cada partida.

O Sport segue como um dos representantes do país na copa, chegando pela 3ª vez às oitavas de final. Como os demais do Nordeste, o time nunca foi adiante, ao contrário do adversário campineiro, vice em 2013. A partir do chaveamento estabelecido, o blog compilou os possíveis rivais do leão, caso siga caminhando. Em relação à premiação da Sula, a passagem às quartas valerá, a qualquer participante, o aporte de 450 mil dólares, ou R$ 1,4 milhão.

Possíveis adversários do Sport na Copa Sul-Americana 2017:

1ª fase – Danubio (URU), 3 x 0 e 0 x 3 (4 x 2 no pênaltis)

2ª fase – Arsenal (ARG) , 2 x 0 e 1 x 2

Oitavas – Ponte Preta, a disputar (ida no Recife, volta em Campinas)

Quartas – Junior (COL) ou Cerro Porteño* (PAR)

Semifinal – Chapecoense*, Flamengo, Fluminense* ou LDU (EQU) 

Final – Corinthians*, Racing (ARG), Libertad (PAR), Santa Fe (COL), Nacional* (PAR), Estudiantes (ARG), Atlético Tucumán* (ARG) ou Independiente (ARG) 

* O Sport jogaria a volta do confronto no Recife

As primeiras imagens do Sport no game PES 2018, com as marcas Adidas e Caixa

Sport no game Pro Evolution Soccer 2018. Crédito: officialpes/youtube

Sport no game Pro Evolution Soccer 2018. Crédito: officialpes/youtube

Sport no game Pro Evolution Soccer 2018. Crédito: officialpes/youtube

Pela 6ª consecutiva o Sport foi licenciado no game Pro Evolution Soccer, produzido pela Konami. No PES 2018, o leão vem com o seu uniforme rubro-negro atual, lançado pela Adidas para a temporada 2017/2018, com as faixas horizontais na parte frontal, vermelho dominante nas costas e as três listas douradas da fornecedora no ombro. Desta vez, o padrão do clube também vem com a patrocinadora-master, a Caixa Econômica Federal.

No trailer para o mercado brasileiro, a produtora confirmou o licenciamento do Brasileirão, com os vinte participantes da edição de 2017, incluindo Flamengo e Corinthians, que assinaram contratos de exclusividade. Durante as cenas sobre a jogabilidade, o Sport aparece em três momentos, em simulações contra Coritiba e São Paulo. No fim, na comemoração de um gol, um jogador troca de camisa rapidamente com os times licenciados. O blog captou os frames de cada momento para mostrar, num primeiro momento, como será a nova versão rubro-negra no game. Em relação aos nomes dos atletas, a tendência é que sejam genéricos. Por outro lado, Diego Souza aparece no PES 2018 como jogador da Seleção Brasileira, com imagem já digitalizada.

Clubes brasileiros licenciados no PES
2008 – 1 time
2009 – 1 time
2010 – 1 time
2011 – 5 times
2012 – 6 times
2013 – 20 times (Náutico e Sport)
2014 – 24 times (Náutico e Sport)
2015 – 21 times (Náutico e Sport)
2016 – 24 times (Sport)
2017 – 20 times (Sport e Santa Cruz)
2018 – 22 times (Sport)