Uniforme nem sempre tricolor, rubro-negro ou alvirrubro

Uniformes alternativos de Santa Cruz, Sport e Náutico em 2012. Crédito: Penalty e Lotto

Padrão alternativo, terceiro uniforme, camisa especial. Tanto faz.

É uma fonte de receita quase inesgotável…

Os clubes de futebol passaram a desenvolver padrões especiais a cada ano, além dos dois modelos tradicionais, presentes no estatuto. Apoio total dos fabricantes.

Em algumas ações de marketing, diferenciadas, essas camisas só chegam depois às lojas. Assim, o torcedor acaba induzido a comprar o primeiro uniforme e a nova peça…

Muitos clubes já lançam a cada temporada até mesmo um quarto uniforme.

Nem sempre as cores têm uma relação direta com o distintivo, mas com algum fato histórico. No Recife, os três modelos mais recentes, acima, têm a sua explicação.

Náutico: os rios Capibaribe e Beberibe.

Santa Cruz: a Fita Azul pela invicta excursão internacional de 1979.

Sport: o amarelo simboliza o aniversário do clube, do ano passado.

Qual é a sua sugestão para os próximos uniformes alternativos do seu time? Comente!

No embalo, indique as camisas clássicas que você gostaria de ver novamete nas lojas do seu clube, em outro vetor da economia das marcas de material esportivo, o retrô.

Camisas retrô de Santa Cruz, Sport e Náutico

Penalty e Lotto no difícil mercado recifense

Penalty e Lotto

Uniformes oficiais aprovados no Recife?

Apenas os tricolores aprovam o atual fornecedor de material esportivo do clube. O maior índice de rejeição pertence aos alvirrubros. Curiosamente, os dois rivais são patrocinados pela mesma empresa, a Penalty.

O Sport, com a Lotto, foi o clube com a maior porcentagem “mais ou menos”, mostrando uma certa dúvida dos rubro-negros em relação à fabricante.

A enquete do blog tinha o objetivo de avaliar a qualidade da camisa, design, inovação, oferta de produtos, prazo de entrega…

Os contratos em vigência vão expirar em março de 2013 (Santa Cruz), dezembro de 2013 (Sport) e dezembro de 2014 (Náutico).

Você está satisfeito com a fornecedora de material esportivo do seu clube?

Sport/Lotto – 592 votos
SportSim – 40,54%, 240 votos
Mais ou menos – 34,12%, 202 votos
Não – 25,34%, 150 votos

Santa Cruz/Penalty – 320 votos
Santa CruzSim – 55,94%, 179 votos
Mais ou menos – 23,44%, 75 votos
Não – 20,62%, 66 votos

Náutico/Penalty – 236 votos
NáuticoSim – 35,59%, 84 votos
Mais ou menos – 29,24%, 69 votos
Não – 35,17%, 83 votos

Você aprova a marca de material esportivo do seu clube?

Máquina de costura

Qualidade da camisa, design, inovação, oferta de produtos, prazo de entrega…

Os fabricantes de material esportivo vivem sob eterna pressão dos clubes. Esses, obviamente, já pressionados por seus torcedores, a procura de novos produtos.

No Recife, duas marcas trabalham com os três grandes clubes.

A Penalty tem contrato assinado com Santa e Náutico, enquanto a Lotto é parceira do Sport há quatro anos. Nos três casos, as empresas também são patrocinadoras.

No entanto, qual é o seu grau de satisfação com essas marcas? Participe da nova enquete do blog e dê sugestões para os clubes e seus fornecedores.

Se for o caso, indique a sua marca preferida para produzir o uniforme do seu time.

Os contratos em vigência vão expirar em março de 2013 (Santa Cruz), dezembro de 2013 (Sport) e dezembro de 2014 (Náutico).

Você está satisfeito com a fornecedora de material esportivo do seu clube?

  • Sport/Lotto - Sim (21%, 240 Votes)
  • Sport/Lotto - Mais ou menos (18%, 202 Votes)
  • Santa Cruz/Penalty - Sim (16%, 179 Votes)
  • Sport/Lotto - Não (13%, 150 Votes)
  • Náutico/Penalty - Sim (7%, 84 Votes)
  • Náutico/Penalty - Não (7%, 83 Votes)
  • Santa Cruz/Penalty - Mais ou menos (7%, 75 Votes)
  • Náutico/Penalty - Mais ou menos (6%, 69 Votes)
  • Santa Cruz/Penalty - Não (5%, 66 Votes)

Total Voters: 1.148

Loading ... Loading ...

Originalidade à parte, vale o lucro 3 x 4

Camisa "Timão é a sua cara", de 2008

Marketing de lá, cópia de cá e lucro proporcional para todos…

Em 2008, durante a sua primeira passagem na Série B, o Corinthians lançou uma forte campanha de marketing, potencializada pela camisa com fotos de torcedores.

O projeto “O Timão é a sua cara” comercializou 750 imagens por R$ 1.000 cada uma. Detalhe: na camisa só há espaço para pouco mais de 300 fotos. Portanto, foram criados dois modelos para dar conta da procura da Fiel.

No Sport, também no embalo do acesso à elite, apenas um lote foi lançado por enquanto, com 300 fotos estampadas no uniformes, por R$ 230 (veja aqui).

O Corinthians faturou só com a venda do espaço R$ 750 mil.

Caso o Leão negocie todos os “lotes”, a arrecadação será de R$ 69 mil.

Se a procura for grande, como foi com o clube paulista, a expectativa é de chegar a pelo menos R$ 150 mil, até porque o valor de uma segunda camisa seria mais alto.

Só a camisa de Magrão ficou de fora… Marketing, marketing, goleiro à parte.

Por sinal, a camisa abaixo poderá ser diferente. Mudança aprovada ou não?

Camisa do Sport com foto de torcedores para 2012

Ah, é Fumagalli… É crise… É decepção…

Série B 2011: America 2x1 Sport. Foto: Americana/divulgação

Sete, a conta de mentiroso. Será?

Pois nos últimos sete jogos na Série B o Sport perdeu cinco e venceu apenas dois, ainda por cima contra rivais pernambucanos, na Ilha do Retiro.

Uma campanha pífia, digna de quem briga pelo rebaixamento.

Sim, o time que custa mais de R$ 1,3 milhão por mês não está lutando pelo acesso à elite nacional, mas contra o descenso à Terceirona.

Após 17 jogos, o Sport soma apenas 23 pontos, três acima da ZR e cinco abaixo do G4.

Na noite desta terça-feira, nova derrota, por 2 x 1, de virada, contra o Americana num estádio deserto, com apenas 908 pessoas.

Até ali, o time paulista não vencia há sete rodadas. Pois é, sete. Mas o jejum acabou diante dos comandados de Mazola, perdido no comando técnico do Rubro-negro.

O primeiro tempo do Sport, estreando o uniforme amarelo, foi horrível.

O time foi amplamente dominado pelo veterano adversário, que criou uma chance atrás da outra (foram 9), pelos dois lados do campo e através da bola parada, com Fumagalli.

Sem posse de bola e sem conseguir encaixar uma sequência de passes, o esbaforido Leão parecia esperar pelo intervalo, para tentar recriar a sua formação.

Marcelinho não funcionava, Williams estava perdido e Saci com uma perna só. Mas a justiça não faz parte do futebol. Para alívio dos leoninos… Que viram Marcelinho Paraíba acertar um chutaço antes do apito do árbitro, a 145 km/h, abrindo o placar.

No entanto, o sonho da primeira vitória longe da Ilha durou apenas o intervalo.

Logo no recomeço, a postura de sempre, sem variação de jogo. O Leão, que não vinha bem, sequer teve tempo para pelo menos segurar o placar.

Tocando a bola como quis, aos 8 minutos, o Americana empatou. O meia Fumagalli, ex-ídolo da Ilha, recebeu na entrada da área e marcou um golaço.

Depois, não restou nem mesmo o empate, pois aos 38 minutos o árbitro Pablo dos Santos Alves/ES assinalou um pênalti mandrake, numa queda espírita.

Fumagalli chamou a responsabilidade e cobrou forte, bem diferente daquela cafofa nas oitavas de final da Libertadores há dois anos, na Ilha.

O meia empurrou o Sport para a crise. Beirando o abismo.

A conta não é de mentiroso, pode apostar…

Camisa amarela pré-clube…

Camisa amarela do Sport. Crédito: Mercado Livre/reprodução

Novidade no clube, a camisa amarela do Sport foi um dos modelos preferidos da torcida durante o lançamento dos uniformes de 2011.

O padrão, porém, ainda não chegou na loja do Leão, a Espaço Sport (veja AQUI).

Já no Mercado Livre…

No site de vendas na internet a camisa já está sendo negociada.

Pelo menos seis unidades estão sendo comercializadas por R$ 150 (veja AQUI).

No início do ano, a Penalty colocou o padrão timbu antes do lançamento. Dois episódios em tão pouco tempo mostram que falta um pouco mais de lançamento nesse segmento.

Venda antes do clube? Como…?!

Dossiê sobre marcas esportivas no futebol

Confira a pesquisa completa da empresa de marketing esportivo Global Sports Network sobre as fabricantes de material esportivo mais populares entre os clubes.

A informação bruta já havia sido postada no dia 26 de maio (veja AQUI).

Porém, estudo de 29 páginas, com 1.665 clubes e 209 seleções, acaba de ser divulgado. A Adidas lidera as duas listas, enquanto a Nike é vice nas duas.

No dossiê, os dados também estão separados por continentes.

Os uniformes mais populares do mundo

Camisas dos times do Campeonato Pernambucano de 2012

Qual é a fabricante de material esportivo mais usada no mundo?

A agência de marketing esportivo Global Sports Netwok (GSN) realizou uma pesquisa em todo o planetacontemplando 1.665 clubes e 209 seleções nacionais com o objetivo de saber quais eram as marcas mais utilizadas na temporada 2010/2011.

Ao todo, 171 marcas foram encontradas no estudo. A concentração de receita é visível na lista, com 40% das equipes agregadas em apenas cinco marcas esportivas.

Confira os melhores colocados considerando apenas o estudo com os clubes.

1º) Adidas – 12,3% (205 times)
2º) Nike – 9,5% (158)
3º) Puma – 7,5% (125)
4º) Umbro – 6,5% (108)
5º) Lotto – 3,5% (59)
Demais marcas – 60,7% (1.010)

Abaixo, as marcas usadas na 1ª divisão do Pernambucano de 2011. Da imagem acima, apenas o Náutico mudou o seu fornecedor durante a competição, de Lupo para Penalty.

6 – Rota do Mar: Porto, Araripina, América, Cabense, Ypiranga e Vitória
2 – Penalty: Santa Cruz, Náutico
2 – Orangotango: Salgueiro e Petrolina
1 – Lotto: Sport
1 – Tronadon: Central

Pré-produção do Sport para 2012

Projetos para as camisas do Sport em 2012

Camisas de 2010 em liquidação, de 2011 nas vitrines e de 2012 em pré-produção.

Edições especiais para os sisudos uniformes dos clubes sempre geraram boas receitas. O Sport acaba de lançar dois modelos extras além dos padrões titular e reserva.

No caso, as camisas vermelha (3º padrão) e amarela (4º). Veja todas as peças AQUI.

Apostando no sucesso desses uniformes alternativos, o Leão já estuda novos modelos.

O blog teve acesso a três dessas opções, todas para o terceiro padrão, também rubro-negro, mas flertando com as listras verticais, uma raridade na história do clube.

As peças ainda contam com a marca Lotto, fornecedora do clube há três anos. Porém, o contrato expira nesta temporada. Penalty e Adidas já demonstraram interesse.

Veja a imagem acima em uma resolução maior clicando AQUI.

Qual das três camisas você gostaria de ver na coleção 2012 do Sport? Comente!

Modelo rubro-negra, camisa 2011

Camisa nova do Sport, versão 2011, com Nicole Bahls. Foto: Sport/divulgação

Rubro-negro de camisa nova em 2011.

O uniforme, produzido pela Lotto, foi revelado nesta quinta-feira.

Na festa para 650 pessoas, com ingresso a R$ 250, a presença especial da modelo Nicole Bahls, do programa Pânico na TV.

Acima, os três uniformes oficiais do Sport, incluindo um todo vermelho, o regra 3.

O tradicional vermelho e preto apresenta como novidade para a temporada as faixas com tamanhos diferentes, realçando o tom vermelho.

Tudo bem que os patrocínios alimentam o caixa do clube, na falta de apenas uma empresa forte, mas a camisa ficaria mais bonita com menos poluição visual…

O clube ainda lançou um 4º e inédito uniforme, todo amarelo, inspirado no Peñarol.

Gostei da camisa amarela, até mesmo porque os patrocínios ficaram iguais, pretos.

Veja o álbum de fotos do lançamento no site do Sport clicando AQUI.

Camisa amarela do Sport para 2011. É o quarto uniforme oficial do clube. Foto: Sport/divulgação