Prêmio pelo título de campeão pernambucano de 2015: R$ 0

Troféu vazio. Arte: Jarbas Domingos/DP/D.A Press

O atual contrato de televisionamento do Campeonato Pernambucano foi assinado por um período de quatro anos, de 2015 a 2018. O acordo prevê uma novidade para os finalistas da competição: nada de premiação. Em 2014, Sport (campeão) e Náutico (vice) receberam R$ 400 mil e R$ 100 mil, respectivamente. Na nova negociação com a detentora dos direitos de transmissão, a Globo, os clubes optaram por aumentar as “luvas” do contrato, em detrimento de uma premiação extra. O objetivo era garantir uma receita fixa, sem a chance de ganhar menos ou mais dependendo da campanha.

Além da parcela anual da luva (R$ 250 mil), entra na jogada a cota fixa de R$ 700 mil, neste edição, segundo informações de bastidores. Ou seja, nesta temporada, alvirrubros, rubro-negros e tricolores receberam, cada um, R$ 950 mil, num repasse de R$ 2,85 milhões. E nenhum tostão a mais pela taça, ao contrário de quase todos os campeonatos, como Nordestão, Série A, Copa do Brasil, Libertadores, Sul-Americana, Champions League e Mundial de Clubes.

Nessas bandas, então, financeiramente não há distinção entre ser campeão ou 6º lugar. Diferença mesmo, só as vagas à Copa do Brasil e à Copa do Nordeste para os três primeiros colocados. Como curiosidade sobre o contrato local em vigor, vale relembrar o ano 2000, quando o locutor Luciano do Valle vendeu os direitos do Estadual à atual detentora por R$ 1,92 milhão (4 edições). Voltando ao presente, lembremos da declaração do presidente da FPF, Evandro Carvalho, na qual o Nordestão seria menos rentável. Aos números…

Campeonato Pernambucano 2015
Campeão: sem prêmio
Vice: sem prêmio
Cota fixa: R$ 700 mil (para Náutico, Santa e Sport)
Luvas: R$ 250 mil*
Jogos como mandante: 7
* A primeira das quatro parcelas (R$ 1 milhão), entre 2015 e 2018

Contrato de transmissão: Rede Globo (até 2018)

Copa do Nordeste 2015
Campeão: R$ 2,74 milhões (todas as fases)
Vice: R$ 1,24 milhão (todas as fases)
Cota fixa: R$ 365 mil (primeira fase)
Luvas: sem luvas
Jogos como mandante: 6

Contrato de transmissão: Esporte Interativo (até 2022)

6 thoughts on “Prêmio pelo título de campeão pernambucano de 2015: R$ 0

  1. não é justo o SPORT receber a mesma quota de participação do náutico e do santa cruz. Além de ter maior torcida e mais títulos, também é o clube com os maiores índices de audiência.

  2. sou gaúcho mas gosto de Pernambuco
    e é lamentável que só o SPORT RECIFE tenha se classificado para
    o CAMPEONATO BRASILEIRO 2015

  3. Cassio, e se por acaso (difícil isso ocorrer) um time do interior ganhar o PE ? tipo um serra talhada, central … Com certeza esses times iriam precisar da grana, como ficariam eles ? e quanto cada um desses times do interior ganham com a participação nesse campeonatosinho de meia de tijela ?

  4. Por que não fazem um triangular com jogos de ida e volta e colocam o nome de Pernambucano? hahahaha 950 mil por um estadual? e ainda tem gente achando ruim?!

    Garanto que se houvesse isonomia e o dinheiro fosse rateado de forma igualitária entre todos os times do campeonato não haveria tanta discrepância no número de títulos.

    Assim realmente fica fácil!

  5. Só 950 mil ??

    Eu Pensava que Náutico, Sport e Santa cruz recebiam Mais, Tipo 1,2 milhões cada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>