As chuteiras mais leves do mundo estão próximas do limite

Chuteiras Mercurial Superfly (Nike), V1.10 (Puma), AdiZero (Adidas) e Green Speed (Nike). Crédito: divulgação

As fabricantes de material esportivo têm um tino especial no futebol.

A cada ano volta a corrida pela chuteira mais leve do mercado.

São eventos cinematográficos para o lançamento de um novo modelo, dotado de extrema tecnologia e boas doses avanço renovável, atendendo a uma demanda atual.

Cada grama a menos é digno de comemoração pelos departamentos de marketing.

Em 2009 a Nike surpreendeu ao quebrar a barreira das 200 gramas, com a chuteira Mercurial Superfly, de apenas 185 gramas.

Com material sintético e direito a “raspagens” para cortar qualquer peso extra, a Puma lançou no ano seguinte a V1.10, de 150 gramas.

O dado assustou o mercado. Em 2011, cercada de expectativa, a Adidas, tendo Lionel Messi como garoto propaganda, colocou nas prateleiras a AdiZero.

Na balança, o modelo do craque do Barcelona ficou em 165 gramas. Agora, em 2012, a Nike tentou recuperar o posto, com a Green Speed. Chegou perto, com 158 gramas.

Assim como se discute até quando os recordes continuarão sendo batidos no esporte, como no atletismo e na natação, quanto mais pode cair o peso de uma chuteira?

Chegará a menos de 100 gramas? O atleta ficará quase descalço…

Essa corrida acelerou na década de 1970, com a produção focada no design e no peso.

A primeira chuteira específica para o futebol, de couro e madeira, foi desenvolvida pelos ingleses no final do século XIX, algumas décadas depois da criação da modalidade.

Pesava 500 gramas e ficava com o dobro do peso em jogos na chuva…

Chuteira antiga

2 thoughts on “As chuteiras mais leves do mundo estão próximas do limite

  1. Quando o pelé jogava os zagueiros eram mais faceis de fintar que uma trave só sabia
    quebra

  2. AGORA SE ENTENDE PORQUE NA MINHA TERRA CHAMAM DE ‘BOTAS’ DE FUTEBOL…

    O MAIS INTERESSANTE DISSO É QUE HÁ PESSOAS QUE DEFENDEM QUE JOGAR FUTEBOL ANTIGAMENTE ERA MAIS FACIL! VEJAMOS OUTROS DADOS;

    AS BOLAS- ERAM DE COURO QUASE CRU, ERAM COSTURADAS A MÃO, ALÉM DO                       COURO E O PITO ENORME AINDA TINHA CORDÃO! JA ERAM                                  PESADAS E QUANDO MOLHAVA…

    OS UNIFORMES- ERAM DE UM TIPO DE PANO, CREIO QUE ALGODÃO, QUE SO                                      BASTAVAM 5 MINUTOS DE SUOR PRA PESAREM UMA TONELADA.

    OS NÚMEROS- ERAM DO MESMO TECIDO DAS CAMISAS, COM O SUOR TAMBÉM                             PESAVAM, FICAVAM SENDO JOGADOS DE UM LADO PARA O OUTRO
    NAS COSTAS DOS ATLETAS.

    ESTÁ AÍ UM BOM MATERIAL, CASSIO, PARA FAZER MAIS PESQUISAS…
    PELÉ É REI PORQUE ERA BOM DEMAIS. JOGANDO HOJE ELE SERIA MUITO MAIS QUE O REI, SERIA O dEUS DO FUTEBOL!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>