Todas as voltas olímpicas do Nordestão, oficiais ou não

Nordeste

Historicamente, a Copa do Nordeste sempre foi um torneio intermitente no calendário do futebol brasileiro. Porém, o revigorado torneio regional inicia nesta temporada uma sequência de pelo menos dez competições consecutivas, até 2022.

O Nordestão de 2013 está sendo tratado no material de divulgação da competição como a 10ª edição, contando a partir de 1994. Até hoje, apenas quatro clubes ergueram a taça de campeão. No entanto, outras torcidas da região contestam os dados e apontam mais competições de âmbito regional, ou até mesmo interregional.

De fato, a gama de campeonatos deste porte seria bem mais ampla, algumas delas até com a chancela da CBD, precursora da Confederação Brasileira de Futebol. O blog listou os principais torneios que em algum momento foram apontados como “Copa Nordeste”. Seriam trinta! Entre parênteses, o número de participantes de cada um. Confira.

No Nordeste:

Copa Cidade de Natal – 1946
O torneio foi realizado para celebrar a instalação do sistema de iluminação do estádio Juvenal Lamartine, em Natal, que abrigou todas as partidas.

1946 Fortaleza (4)

Torneio dos Campeões do Nordeste – 1948
Foi o primeiro torneio com representantes de cinco estados. Todos os jogos ocorreram no Recife. O Santa Cruz , campeão pernambucano no ano anterior, estreou na semifinal.

1948 Bahia (6)

Torneio José Américo de Almeida Filho – 1975/1976
A competição foi organizada em homenagem ao estádio homônimo, o Almeidão, em João Pessoa, inaugurado no mesmo ano. Na temporada seguinte, o torneio foi ampliado, com direito à curiosa participação do Volta Redonda, do Rio de Janeiro.

1975 CRB (6)
1976 Vitória (12)

Copa do Nordeste – 1994/2010
Em 1994, a FPF firmou uma parceria com o governo de Alagoas para organizar a “1ª Copa do Nordeste”, como a competição foi lançada. Com o sucesso, acabou ganhando a chancela da CBF, que passou tomar conta do regional em seu período mais duradouro.

1994 Sport (16)
1997 Vitória (16)
1998 América-RN (16)
1999 Vitória (16)
2000 Sport (16)
2001 Bahia (16)
2002 Bahia (16)
2003 Vitória (12)
2010 Vitória (15)

Nas regiões Norte e Nordeste:

Torneio dos Campeões do Norte-Nordeste – 1952
A premissa do torneio era uma ampliação da competição realizada na capital pernambucana em 1948. Quatro anos depois, o Norte foi incorporado. Campeão estadual em 1951, o Timbu entrou na semifinal do torneio, novamente realizado apenas no Recife.

1952 Náutico (8)

Copa dos Campeões do Norte – 1966
Apesar do nome, a copa reuniu os vencedores da fase Norte-Nordeste da Taça Brasil. Até 1966, apenas clubes nordestinos haviam vencido. Todos os participantes se enfrentaram em jogos ida e volta na Fonte Nova, PV, Aflitos e Ilha do Retiro.

1966 Náutico (5)

Torneio Hexagonal Norte-Nordeste – 1967
Apesar das duas regiões envolvidas, foram incluídos apenas três estados, com dois pernambucanos, dois cearenses e dois paraenses em jogos de ida e volta.

1967 Santa Cruz (6)

Taça Almir de Albuquerque – 1973
A competição foi, na verdade, a primeira fase do Brasileirão. Na ocasião, foi criado um troféu ao melhor time em homenagem ao atacante Almir Pernambuquinho, revelado pelo Sport em 1956 e que faleceu justamente em 1973. A taça foi instituída a pedido da FPF.

1973 América-RN (16)

Copa Norte – A fase Norte-Nordeste da Taça Brasil – 1959/1968

Agora unificada ao Brasileirão, a pioneira Taça Brasil surgiu em 1959 como a competição que indicaria o representante do país à Taça Libertadores do ano seguinte. Com a precária estrutura de deslocamento de um país continental, o torneio de mata-mata foi regionalizado. Na fase Norte, que compreendia o Norte-Nordeste, o campeão tinha direito a vaga na semi ou na final nacional – sem definição prévia. Os vencedores do zonal celebravam as conquistas regionais, ainda que não fossem um torneio à parte.

1959 Bahia (8)
1960 Fortaleza (9)
1961 Bahia (9)
1962 Sport (11)
1963 Bahia (10)
1964 Ceará (11)
1965 Náutico (11)
1966 Náutico (11)
1967 Náutico (10)
1968 Fortaleza (11)

Torneio Norte-Nordeste – 1968/1970
Paralelamente ao Torneio Roberto Gomes Pedrosa, agora unificado ao Brasileirão, a CBD organizou o interregional para movimentar os clubes, uma vez que não havia sistema de divisão, ou mesmo de classificação, pois a participação no Robertão era via convite.

1968 Sport (23)
1969 Ceará (26)
1970 Fortaleza (36)

Considerando os títulos regionais e interregionais oficiais: Vitória (4), Sport (3), Bahia (2), Ceará (1), Fortaleza (1) e América-RN (1).

Somando todos os campeões do Nordestão e do Norte-Nordeste, oficiais ou não (até o momento): Bahia (6), Náutico (5), Vitória (5), Fortaleza (4), Sport (4), Ceará (2), América-RN (2), Santa Cruz (1) e CRB (1). Boa discussão…

42 thoughts on “Todas as voltas olímpicas do Nordestão, oficiais ou não

  1. E A GENTE SÓ TEM TITULO DE PE ??? KKK TA VENDO DEPOIS VCS DIZEM QUE É O MAIOR DO NORDESTE KKKK, SOMOS  TRI- CAMPEÃO DO NORTE NORDESTE, AGORA DIGAM QUE A GENTE SÓ TEM TITULO PERNAMBUCANO.

  2. Valter Barros,

    Essa conquista do América-PE em 1923 carece de mais registros históricos. Outros clubes não têm os mesmos dados. E até o desempate nos pênaltis precisa ser checado, pois não havia esse desempate naquele tempo.

    Luan Alekchenko’s,

    Esse N-NE de 1971 foi, na verdade, uma parte do Brasileiro da segunda divisão. Em 1973, na Taça Almir, pelo menos o troféu foi instituído na elite…

    Bruno,

    A Taça Leão do Nordeste, conquistada pelo Sport em 1919, foi um duelo em jogo único contra o combinado Remo-Paysandu, em Belém. Ao Sport, valeu a criação de seu mascote, o leão.

  3. Eu acho que deveria começar do zero, pra celebrar uma nova fase de todo o futebol nordestino, esse ano.
    É melhor todos terem zero! 

  4. Sport unico clube de PE com titulo fora do estado, todas Copas Nordeste q o Náutico ganhou não foram oficias, entao não conta como titulo
     
    __X__

  5. Esse Torneio de 67 que a Sarna ganhou, foi a verdadeira piada.

    6 times, 4 do Nordeste e 2 do Norte, e foi nomeado Torneio Hexagonal Norte-Nordeste, como se fosse uma grande batalha de times dessas regiões, mas não, foram 6 times só.

    Os 6 times combinaram e fizeram esse Torneio Amistoso, valendo nada.

    E os ZONAIS da Taça Brasil é outra piada, pois nem TROFÉU dava…

    Campeão, ao menos, tem que ter TROFÉU.

     

  6. Isso só mostra o que sempre foi dito e o que todo mundo sabe, que as TricoBarbies de PE só tem título estadual.

    Pois o que conta é o que é OFICIAL. 

  7. Pingback: COMEÇA HOJE A COPA DO NORDESTE | Santa Terezinha Hoje

  8. é chato, mas, é verdade!!!!!
    eu tento ser humilde, mas, o sport não deixa!!!! 
    pelo sport tudo!!!!!!!!!!!

  9. é chato, mas, é verdade!!!!!
    eu tento ser humilde, mas, o sport não deixa!!!! 
    pelo sport tudo!!!!!!!

  10. é chato, mas, é verdade!!!!!
    eu tento ser humilde, mas, o sport não deixa!!!! 
    pelo sport tudo!!!!!!

  11. é chato, mas, é verdade!!!!!
    eu tento ser humilde, mas, o sport não deixa!!!! 
    pelo sport tudo!!!!!

  12. é chato, mas, é verdade!!!!!
    eu tento ser humilde, mas, o sport não deixa!!!! 
    pelo sport tudo!!!!
     

  13. MESMO ESSE BLOG QURENDO DESMERECER OS TITULIUS DO NÁUTICO ESTAMOS NA FRENTE DA COISA. NAQUELA ÉPOCA SÓ NÁUTICO E BAHIA MANDAVAM NO NORTE E NORDESTE. E OS MALUCOS DA COISA AINDA DIZEM QUE SÃO O SMELHORES DO NORDESTE, NÃO ESQUEÇAM DO BAHIA.KKKKKKKKKKKKKK.

  14. O EQUINO, ainda humilhado, tenta reaparecer… hora como Guilherme, hora como aquino e agora como 8708… mas não adianta, o quadrúpede da ilha da fantasia vai continuar a carregar a cangalha da MEDIOCRIDADE e da PICARETAGEM das bandas de lá.
     

  15. O América do Recife foi o primeiro campeão do NE, em 1923, por sinal o primeiro campeão. O Troféu (ou Taça) Nordeste foi disputada em Maceió, teve a participação de CSA e CRB de Alagoas, Sport e América de Pernambuco, Botafogo e Vitória da Bahia além de Cabo Branco e América da Paraíba. A final foi entre CSA e o América do Recife, então a melhor equipe de Pernambuco, e depois de dois jogos com vitória pelo mesmo placar de 1 a 0, o América supera o alviazulino nos penaltis por 3 a 0.

    Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trof%C3%A9u_Nordeste e http://cacellain.com.br/blog/?p=20645 

  16. O TOrneio Norte-Nordeste, de 68 a 70, eram divididos em dois grupos.

    Do Torneio Norte e do Torneio Nordeste.

    No final de cada grupo, os 4 melhores se classificam pra um quadrangular Do Norte e do Nordeste, e o  melhor do Quadrangular era o Campeão do Norte ou Nordeste.

    Aí, no final, havia a disputa do Torneio Norte-Nordeste, com o Campeão do TOrneio Norte e o Campeão do Torneio Nordeste.

    No caso, Sport foi Campeão do Torneio Nordeste em 68, o Ceará em 69 e o Fortaleza em 70.

  17. Esse sistema regionalizado deveria ser estendido ao resto do país e servir como o pré-brasileirão. Um formato tipo NBA. Seria o renascimento de clubes tradicionais e populares, principalmente aqui no nordeste.

  18. se foram consideras na contagem os títulos da fase norte/nordeste da taça brasil,deveria também entrar na contagem os títulos referentes a fase do nordeste no torneio norte/nordeste de 68,69 e 70.fase classificatória por classe classificatória……

  19. Dos 5 do Náutico, só não valorizo o de 1952, mas os outros foram importantes, o Tri da taça Norte, valendo vaga em fases decisivas da maior competição do país, naquela época, a Taça Brasil, e o torneio dos campeões da Taça Norte, tinha os maiores clubes da região, já que o Vitória, apesar da idade, demorou a ter destaque, inclusive no futebol baiano, duvido que a CBF faça algo, até porquê muitos torneios foram amistosos, sem nenhum critério, como em 67, o Santa Cruz poderia ser campeão do NE, se nem entre os dois melhores do estadual ele foi? Mas é uma boa polêmica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>