As probabilidades de título, Libertadores e rebaixamento após o 1º turno da Série A

As projeções de campanha para Libertadores e rebaixamento na Série A de 2017

Só nesta quarta-feira, com Ponte Preta 0 x 0 Fluminense, em Campinas, em jogo adiado da 17ª rodada, o primeiro turno do Brasileirão foi encerrado. Assim, com 190 partidas, ou 50% da edição 2017, vamos às projeções sobre as chances de título, Libertadores (G6) e, também, de rebaixamento à segundona. O blog compilou as estatísticas de cada time em três sites especializados no assunto: Chance de GolInfobola e UFMG, através do departamento de matemática da universidade.

A partir de cálculos sobre o desempenho em casa, histórico em confrontos e campanha atual, o Chance de Gol e a UFMG também projetam as pontuações finais necessárias, com os percentuais que dão mais “garantia” a cada opção. Na elite nacional, a média histórica de pontuação para a 6ª colocação, que hoje vale vaga na Liberta, é de “58,09″ pontos, considerando as onze edições nos pontos corridos. Arredondando para 58, uma campanha deste porte nesta temporada teria entre 50% e 60% de confiança. Em relação ao rebaixamento, o índice histórico para escapar, na 16ª posição, é de “43,81″. Arredondando para 44, significaria 80% de chance de sucesso.

Veja as classificações da Série A após a 19ª rodada clicando aqui.

Obs. Até esta publicação, a UFMG ainda não havia atualizado seu quadro.

Sport
Título: 0% a 0,24%
Libertadores (G6): 17,9% a 38,3%
Rebaixamento: 2,3% a 3,0%

Bahia
Título: 0% a 0,013%
Libertadores (G6): 6,7% a 9,5%
Rebaixamento: 8,8% a 22,0%

Vitória
Título: 0% a 0,009%
Libertadores (G6): 0,4% a 3,0%
Rebaixamento: 47,0% a 50,2%

As oitavas de final da Sul-Americana de 2017 e os possíveis caminhos do Sport

O chaveamento das oitavas da Copa Sul-Americana 2017. Crédito: wikipedia/reprodução

Definidos os 16 clubes classificados às oitavas a Copa Sul-Americana de 2017. Em jogo isolado, adiado devido ao apertado calendário nacional, o Flamengo goleou novamente o Palestino do Chile. Em Santiago, 5 x 2. No Rio de Janeiro, 5 x 0. Com isso, fechou a formatação da terceira fase do torneio, com 6 clubes brasileiros, 4 argentinos, 3 paraguaios, 2 colombianos e 1 equatoriano. Entre os remanescentes, quatro campeões da Sula (Santa Fé, Independiente, Chape e LDU) e três vices (Estudiantes, Ponte Preta e Flu).

A próxima fase começa em 22 de agosto. Para os brasileiros, no entanto, os jogos devem acontecer nos dias 12/13/14 de setembro, na ida, e 19/20/21 de setembro, na volta – a Conmebol ainda irá detalhar a agenda de cada partida.

O Sport segue como um dos representantes do país na copa, chegando pela 3ª vez às oitavas de final. Como os demais do Nordeste, o time nunca foi adiante, ao contrário do adversário campineiro, vice em 2013. A partir do chaveamento estabelecido, o blog compilou os possíveis rivais do leão, caso siga caminhando. Em relação à premiação da Sula, a passagem às quartas valerá, a qualquer participante, o aporte de 450 mil dólares, ou R$ 1,4 milhão.

Possíveis adversários do Sport na Copa Sul-Americana 2017:

1ª fase – Danubio (URU), 3 x 0 e 0 x 3 (4 x 2 no pênaltis)

2ª fase – Arsenal (ARG) , 2 x 0 e 1 x 2

Oitavas – Ponte Preta, a disputar (ida no Recife, volta em Campinas)

Quartas – Junior (COL) ou Cerro Porteño* (PAR)

Semifinal – Chapecoense*, Flamengo, Fluminense* ou LDU (EQU) 

Final – Corinthians*, Racing (ARG), Libertad (PAR), Santa Fe (COL), Nacional* (PAR), Estudiantes (ARG), Atlético Tucumán* (ARG) ou Independiente (ARG) 

* O Sport jogaria a volta do confronto no Recife