Em jogo insosso, Sport empata com o Junior em Barranquilla e deixa a Sula

Sul-Americana 2017, quartas de final: Junior Barranquilla 0 x 0 Sport. Foto: Conmebol/twitter (@conmebol)

Diante de 31 mil torcedores no estádio Metropolitano de Barranquilla, Junior e Sport disputaram um jogo bem insosso, que não trouxe problema algum ao mandante, já com a ótima vantagem construída no Recife, mas que também parece ter agradado ao visitante, evitando mais uma derrota no exterior. Pois é. Sem as suas principais peças (Diego Souza, André e Rithely não viajaram, poupados para o Brasileirão), o rubro-negro pernambucano foi inofensivo no jogo de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana de 2017.

Assim, com o empate em 0 x 0, o time encerrou a sua 5ª participação. Foi a melhor de um clube nordestino, é verdade, mas a última apresentação, de um total de oito nesta edição, foi frustrante. Sem alma. Agora, fica a expectativa sobre quando o clube voltará a disputar uma copa internacional. Caso se mantenha na Série A, a chance é razoável, pois se Grêmio (Liberta) e Flamengo (Sula) forem campeões sobraria vaga até o 15º lugar, justamente onde encontra-se o leão. Bronca é contar com a permanência, pois é o pior do returno. O futebol na Colômbia é incapaz disso. Com o trio poupado, talvez.

Sul-Americana 2017, quartas de final: Junior Barranquilla 0 x 0 Sport. Foto: Total Sports/twitter (@totalspoorts)

O Sport atuando no exterior em torneios da Conmebol (9 jogos; 3V, 1E e 5D)
18/07/1988 – Universitario (PER) 1 x 0 Sport (Libertadores, Lima)
22/07/1988 – Alianza (PER) 0 x 1 Sport (Libertadores, Lima)
18/02/2009 – Colo Colo (CHI) 1 x 2 Sport (Libertadores, Santiago)
29/04/2009 – LDU (EQU) 2 x 3 Sport (Libertadores, Quito)
25/09/2013 – Libertad (PAR) 2 x 0 Sport (Sul-Americana, Luque)
30/09/2015 – Huracán (ARG) 3 x 0 Sport (Sul-Americana, Buenos Aires)
11/05/2017 – Danubio (URU) (2) 3 x 0 (4) Sport (Sul-Americana, Montevidéu)
27/07/2017 – Arsenal (ARG) 2 x 1 Sport (Sul-Americana, Buenos Aires)
02/11/2017 – Junior (COL) 0 x 0 Sport (Sul-Americana, Barranquilla)

As campanhas do Sport na Copa Sul-Americana
2013 – 1V, 0E e 3D (oitavas, US$ 240 mil/R$ 528 mil)
2014 – 0V, 0E e 2D (16 avos de final, US$ 150 mil/R$ 335 mil)
2015 – 1V, 1E e 2D (oitavas, US$ 375 mil/R$ 1,5 milhão)
2016 – 0V, 1E e 1D (16 avos de final, US$ 300 mil/R$ 974 mil)
2017 – 3V, 1E e 4D (quartas, US$ 1,375 milhão/R$ 4,45 milhões)

Total: 5V, 3E e 12D, com US$ 2,44 milhões em cotas (R$ 7,78 milhões)

Sul-Americana 2017, quartas de final: Junior Barranquilla 0 x 0 Sport. Foto: Conmebol/twitter (@conmebol)

Podcast – A análise da derrota do Sport para o Junior Barranquilla, na Ilha

Sul-Americana 2017, quartas de final: Sport 0 x 2 Junior Barranquilla. Foto: Conmebol/site oficial

O Sport foi derrotado no jogo de ida das quartas da Sula, num resultado bem difícil de ser revertido fora de casa. Sobretudo pela diferença na preparação das equipes, com o time colombiano mostrando técnica e organização. Em uma gravação exclusiva, o 45 minutos comentou o jogo na Ilha do Retiro (o que faltou no trabalho de Luxemburgo?), se estendendo às análises individuais (Mena, André ou Samuel Xavier, quem foi o pior em campo?). Estou neste debate com os jornalistas Fred Figueiroa e Lucas Fitipaldi. Ouça!

26/10 – Sport 0 x 2 Junior Barranquilla (52 min)

Sport é dominado pelo Junior e amarga derrota em casa pelas quartas da Sula

Sul-Americana 2017, quartas de final: Sport 0 x 2 Junior Barranquilla. Foto: Conmebol/site oficial

O cartel do Junior Barranquilla era excelente. Na liga colombiana, aparece em 3º lugar. Na copa nacional, é finalista, tendo empatado o jogo de ida, fora de casa. No ataque, conta com dois jogadores convocados para a última partida do país nas Eliminatórias. Para completar, havia perdido apenas um dos últimos seis jogos. Sem dúvida, um nível de confiança bem acima do Sport. Mas não só nisso. Havia bastante organização, o grande diferencial da técnica equipe vista no Recife. Confrontando tudo isso uma atmosfera pulsante. A torcida rubro-negra fez a sua parte, proporcionando o maior público do clube em cinco participações na Sul-Americana. Com o apoio de 21 mil torcedores, cabia ao Sport tentar desarticular o bem armado adversário. Não deu.

Do começo ao fim, o Junior foi superior, propondo o jogo. Se na Série A até as equipes mais qualificadas costumam atuam de forma reativa, o que se viu aqui foi um time com boas triangulações, num ritmo rápido, forçando bastante a defesa leonina, falha há tempos. O placar em branco na primeira etapa foi até aceitável, uma vez que o meio-campo estava perdido – Rodrigo, escalado no lugar do machucado Rithely, só fazia cercar, marcando mal. Nas laterais, Samuel Xavier e Mena deram o espaço necessário ao adversário, com o chileno fazendo a sua pior partida no clube, com erros técnicos primários.

Sul-Americana 2017, quartas de final: Sport 0 x 2 Junior Barranquilla. Foto: Aníbal Monteiro/cortesia

Na etapa complementar, descontando a bola no travessão de Lenis, no único acerto de uma insistente jogada (lançamento da defesa e casquinha de Diego Souza para os atacantes), a frieza do visitante deu resultado. Mantendo a velocidade, seguiu perigoso. A partir das esperadas falhas de cobertura do leão, sobretudo em cruzamentos rasteiros, saíram os gols de González, 0 x 2. Graças a Magrão, não virou goleada. De toda forma, o resultado praticamente apaga o sonho internacional do Sport em 2017. Certeza mesmo, após o apito final, foi a saída de Vanderlei Luxemburgo após a fraca apresentação…

Os maiores públicos do Sport como mandante na Copa Sul-Americana
21.343 – Sport 0 x 2 Junior (COL), em 26/10/2017 (Ilha, quartas)
17.575 – Sport 1 x 2 Libertad (PAR), em 23/10/2013 (Arena PE, oitavas)
16.125 – Sport 2 x 0 Náutico (BRA), em 20/08/2013 (Ilha, 16 avos)
13.582 – Sport 3 x 0 Danubio (URU), em 06/04/2017 (Ilha, 32 avos)
8.201 – Sport 4 x 1 Bahia (BRA), em 27/08/2015 (Ilha, 16 avos)
7.726 – Sport 1 x 1 Huracán (ARG), em 23/09/2015 (Ilha, oitavas)
7.694 – Sport 2 x 0 Arsenal (ARG), em 06/07/2017 (Ilha, 16 avos)
6.570 – Sport 0 x 1 Santa Cruz (BRA), em 31/08/2016 (Arena PE, 16 avos)
6.254 – Sport 3 x 1 Ponte Preta (BRA), em 13/09/2017 (Ilha, oitavas)
6.025 – Sport 0 x 1 Vitória (BRA), em 28/08/2014 (Ilha, 16 avos)

10 jogos; 5V, 1E e 4D (53%); 16 GP e 9 GC; Público médio de 11.109

Sul-Americana 2017, quartas de final: Sport 0 x 2 Junior Barranquilla. Foto: Conmebol/site oficial

O jogo internacional mais importante do Sport em 8 anos. Desde São Marcos…

Sport x Junior (COL), pelas quartas da Sul-Americana 2017. Crédito: Sport/twitter

O confronto contra o Palmeiras, pelas oitavas de final da Taça Libertadores de 2009, foi, sem dúvida, o ponto alto do Sport no cenário internacional. Nas mãos de Marcos, que pegou três pênaltis, o leão parou ali. Desde então, o time voltou cinco vezes às disputas da Conmebol, sempre na Copa Sul-Americana. Após desempenhos bem modestos, enfim uma boa campanha, alcançando as quartas de final. Diante do Junior Barranquilla, torna-se o primeiro nordestino entre os oito melhores da Sula. Vai por mais.

Historicamente, como mandante, o rendimento é bom diante de adversários estrangeiros: 70%. Com média de 15 mil pessoas, foram 5 vitórias em 8 jogos.

Assista ao vídeo do Sport sobre a convocação para o jogo de 26/10…

O leão como mandante contra os gringos nas copas internacionais
16/08/1988 – Sport 5 x 0 Alianza (Peru) – Libertadores (15.213)
23/08/1988 – Sport 0 x 0 Universitario (Peru) – Libertadores (22.628)
04/03/2009 – Sport 2 x 0 LDU (Equador) – Libertadores (20.184)
22/04/2009 – Sport 2 x 1 Colo Colo (Chile) – Libertadores (20.050)
23/10/2013 – Sport 1 x 2 Libertad (Paraguai) – Sul-Americana (17.575)
23/09/2015 – Sport 1 x 1 Huracán (Argentina) – Sul-Americana (7.726)
06/04/2017 – Sport 3 x 0 Danubio (Uruguai) – Sul-Americana (13.582)
06/07/2017 – Sport 2 x 0 Arsenal (Argentina) – Sul-Americana (7.694)
26/10/2017 – Sport x Junior (Colômbia) – Sul-Americana (a disputar)

8 jogos; 5V, 2E e 1D; 16 GP e 4 GC. Público médio de 15.581

Libertadores e Copa Sul-Americana com jogos de janeiro a dezembro de 2018

Taça Libertadores e Copa Sul-Americana; Crédito: Conmebol/site oficial

A Conmebol divulgou os calendários, fase por fase, da Libertadores e da Sul-Americana de 2018, com jogos já em 22 de janeiro, pela Pré-Libertadores, seguindo até 12 de dezembro, na decisão da Sula. A agenda precisou acomodar os dois torneios e ainda liberar datas para as confederações nacionais, fora as quatro paradas para os amistosos das seleções, sempre com dois jogos, e, sobretudo, o período para a Copa do Mundo na Rússia.

De forma simultânea, as copas internacionais vão ocorrer de fevereiro a novembro, repetindo o formato adotado em 2017. Entretanto, apesar do cronograma oficial, há uma data “pendente”. A entidade ainda estuda a mudança da final da Liberta para “jogo único”, que seria realizado em 1º de dezembro, num sábado, em vez de 7 e 28 de novembro, duas quartas-feiras.

Imitação da Champions League? Na América do Sul o cenário não parece propício, primeiro pela quebra da tradição histórica do torneio, e também devido às distâncias maiores e à pior infraestrutura de transporte.

Vale lembrar que o Brasil tem 7 vagas na Libertadores (Série A, do 1º ao 6º, e Copa do Brasil, com o campeão Cruzeiro) e 6 na Sul-Americana (Série A, do 7º ao 12º), fora as vagas extras em caso de títulos continentais na temporada vigente. Na Liberta, os brasileiros estreiam na 2ª fase, em 31 de janeiro. Na Sula, jogos a partir de 14 de fevereiro, com a 1ª fase até 9 de maio!

Com a divulgação deste calendário, a direção de competições da CBF deve se apressar em formular o cronograma do país para 2018. Depois, será a vez da FPF, com um novo formato do Campeonato Pernambucano

Participações pernambucanas na Conmebol
Liberta: Sport (1988 e 2009) e Náutico (1968)
Sula: Sport (2013, 2014, 2015, 2016 e 2017), Náutico (2013) e Santa (2016)

O calendário oficial da Conmebol para 2018. Crédito: Conmebol/site oficial

Conmebol divulga calendário das quartas da Sula, sem o Sport na televisão aberta

A Copa Sul-Americana. Foto: Conmebol/site oficial

A direção de competições da Conmebol divulgou a agenda completa das quartas de final da Copa Sul-Americana de 2017, com jogos de 24 de outubro a 2 de novembro. O Sport jogará em duas quintas-feiras, ou seja, fora da grade da tevê aberta – mas com exibição na Fox ou no SporTV. Para a tabela, a entidade entrou em acordo com as emissoras detentoras dos direitos, com o Fla-Flu caindo para o horário nobre da Globo em duas quartas-feiras.

Sobre o duelo entre o leão pernambucano e o tubarão colombiano, o confronto irá encerrar esta fase da Sula, cuja premiação, em caso de passagem à semi, é de R$ 1,7 milhão. O jogo de ida será na Ilha do Retiro, enquanto a volta será disputada no Estádio Metropolitano. No horário do Recife, ambos os jogos são às 21h45. Contudo, em Barranquilla são duas horas a menos no fuso.

A agenda do Leão durante a 4ª fase da Sula
23/10 (20h00) – Atlético-PR x Sport (Série A)
26/10 (21h45) – Sport x Junior (Sul-Americana)
29/10 (n/d) – Sport x Coritiba (Série A)
02/11 (21h45) – Junior x Sport (Sul-Americana)
05/11 (n/d) – Chapecoense x Sport (Série A)

A programação das quartas de final da Sul-Americana de 2017. Crédito: Conmebol/divulgação

As quartas de final da Sul-Americana de 2017 e os possíveis caminhos do Sport

As quartas de final da Copa Sul-Americana de 2017. Arte: Cassio Zirpoli/DP

Definidos os 8 clubes classificados às quartas da Copa Sul-Americana 2017. Em jogo isolado, o Fluminense eliminou a LDU em Quito, diminuindo o trauma dos vices em 2008 (Liberta) e 2009 (Sula). Com isso, fechou a formatação da quarta fase do torneio, com 3 clubes brasileiros, 2 argentinos, 2 paraguaios e 1 colombiano. Entre os remanescentes, apenas um campeão da Sula, o Independiente, e um vice, o próprio tricolor carioca, que terá agora um Fla-Flu.

Eis os confrontos (definem em casa os times à esquerda):
Racing (Argentina) x Libertad (Paraguai)
Independiente (Argentina) x Nacional (Paraguai)
Junior (Colômbia) x Sport (Brasil)
Flamengo (Brasil) x Fluminense (Brasil)

Na próxima fase, os jogos de ida devem acontecer nos dias 24, 25 ou 26 de outubro, enquanto os de volta serão na semana seguinte, em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro – a Conmebol ainda irá detalhar a agenda de cada partida.

Sport segue como um dos representantes do país na copa, chegando pela 1ª vez às quartas, cenário inédito em todo o futebol do Nordeste. A partir do chaveamento estabelecido, o blog compilou os possíveis rivais do leão, caso siga caminhando. Em relação à premiação da Sula, a passagem à semifinal valerá, a qualquer participante, o aporte de 550 mil dólares, ou R$ 1,7 milhão.

Possíveis adversários do Sport na Copa Sul-Americana 2017:
1ª fase – Danubio-URU, 3 x 0 e 0 x 3 (4 x 2 no pênaltis)
2ª fase – Arsenal-ARG, 2 x 0 e 1 x 2
Oitavas – Ponte Preta-BRA, 3 x 1 e 0 x 1
Quartas – Junior-COL, a disputar (ida no Recife, volta em Barranquilla)
Semifinal – Flamengo-BRA ou Fluminense-BRA*
Final – Racing-ARG, Libertad-PAR, Independiente-ARG ou Nacional-PAR*
* O leão jogaria a volta do confronto em Pernambuco

Participações (e melhores desempenhos) na Sula:
13 – Libertad (semifinal em 2013)
8 – Independiente (campeão em 2010)
6 – Fluminense (vice em 2009)
6 – Flamengo (quartas em 2017)
5 – Sport (quartas em 2017)
4 – Junior (quartas em 2004, 2016 e 2017)
4 – Racing (quartas em 2002 e 2017)
4 – Nacional (quartas em 2017)

Podcast – A análise da classificação do Sport na Sula, mesmo perdendo da Ponte

Sul-Americana 2017, oitavas de final: Ponte Preta 1 x 0 Sport. Foto: Fábio Leoni/Ponte Press

Após fazer 3 x 1 na Ilha do Retiro, jogando um bom futebol, o Sport voltou a mostrar apatia como visitante, perdendo em Campinas por 1 x 0. Nos 180 minutos, o leão se classificou diante da Ponte, chegando às quartas de final da Sul-Americana. Apesar da vaga, não escapou das críticas, com o sistema defensivo desorganizado e o ataque sem criatividade, sem apetite. O 45 minutos analisou o jogo, os desempenhos individuais e o coletivo, e já projetou o próximo confronto na copa internacional, contra o Junior de Barranquilla.

20/09 – Ponte Preta 1 x 0 Sport (44 min)

Conmebol divulga calendário das oitavas da Sula, sem o Sport na televisão aberta

Os confrontos das oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017. Crédito: Conmebol/site oficial

Atualizado em 15/08, após o novo comunicado da Conmebol

A direção de competições da Conmebol divulgou a agenda completa das oitavas de final da Copa Sul-Americana de 2017 no dia 11 de agosto. Inicialmente, os jogos entre Sport e Ponte Preta entrariam no horário nobre da televisão brasileira, às 21h45, mas acabaram antecipados para as 19h15.

As partidas foram marcadas em duas quartas-feiras, com a ida no Recife, na Ilha do Retiro, e a volta em Campinas, no Moisés Lucarelli. Com o novo horário, divulgado quatro dias após o cronograma original, a exibição ficará por conta da tevê por assinatura, com Fox ou SporTV. Entre os brasileiros, apenas o Corinthians deve ir para a grade da Globo nesta fase.

A agenda do Leão durante a 3ª fase da Sula
10/09 (16h00) – Sport x Avaí (Série A)
13/09 (19h15) – Sport x Ponte Preta (Sul-Americana)
17/09 (16h00) – Flamengo x Sport (Série A)
20/09 (19h15) – Ponte Preta x Sport (Sul-Americana)
25/09 (20h00) – Sport x Vasco (Série A)

As datas das oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017. crédito: Conmebol/site oficial

As oitavas de final da Sul-Americana de 2017 e os possíveis caminhos do Sport

O chaveamento das oitavas da Copa Sul-Americana 2017. Crédito: wikipedia/reprodução

Definidos os 16 clubes classificados às oitavas a Copa Sul-Americana de 2017. Em jogo isolado, adiado devido ao apertado calendário nacional, o Flamengo goleou novamente o Palestino do Chile. Em Santiago, 5 x 2. No Rio de Janeiro, 5 x 0. Com isso, fechou a formatação da terceira fase do torneio, com 6 clubes brasileiros, 4 argentinos, 3 paraguaios, 2 colombianos e 1 equatoriano. Entre os remanescentes, quatro campeões da Sula (Santa Fé, Independiente, Chape e LDU) e três vices (Estudiantes, Ponte Preta e Flu).

A próxima fase começa em 22 de agosto. Para os brasileiros, no entanto, os jogos devem acontecer nos dias 12/13/14 de setembro, na ida, e 19/20/21 de setembro, na volta – a Conmebol ainda irá detalhar a agenda de cada partida.

O Sport segue como um dos representantes do país na copa, chegando pela 3ª vez às oitavas de final. Como os demais do Nordeste, o time nunca foi adiante, ao contrário do adversário campineiro, vice em 2013. A partir do chaveamento estabelecido, o blog compilou os possíveis rivais do leão, caso siga caminhando. Em relação à premiação da Sula, a passagem às quartas valerá, a qualquer participante, o aporte de 450 mil dólares, ou R$ 1,4 milhão.

Possíveis adversários do Sport na Copa Sul-Americana 2017:

1ª fase – Danubio (URU), 3 x 0 e 0 x 3 (4 x 2 no pênaltis)

2ª fase – Arsenal (ARG) , 2 x 0 e 1 x 2

Oitavas – Ponte Preta, a disputar (ida no Recife, volta em Campinas)

Quartas – Junior (COL) ou Cerro Porteño* (PAR)

Semifinal – Chapecoense*, Flamengo, Fluminense* ou LDU (EQU) 

Final – Corinthians*, Racing (ARG), Libertad (PAR), Santa Fe (COL), Nacional* (PAR), Estudiantes (ARG), Atlético Tucumán* (ARG) ou Independiente (ARG) 

* O Sport jogaria a volta do confronto no Recife