Podcast – A análise da vitória do Sport sobre o Timão e o balanço da Série A

Série A 2017, 38ª rodada: Sport 1 x 0 Corinthians. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

O Sport venceu o campeão brasileiro, com uma formação quase reserva, foi beneficiado pelos resultados paralelos e se manteve na primeira divisão. Para chegar ao 5º ano na elite nacional, o rubro-negro precisou vencer as últimas três partidas, contando na sequência com Diego Souza e André, que, juntos, marcaram 27 gols nesta Série A. Destaque, desta vez, para o camisa 90, com 16 tentos, o recorde do clube. Em dois podcasts, o 45 minutos avaliou a última apresentação do leão e também fez o balanço do campeonato, que termina com a garantia de quatro nordestinos na próxima temporada. Ouça!

03/12 – Sport 1 x 0 Corinthians (47 min)

Balanço do Brasileirão 2017 (144 min)

A classificação final da Série A 2017, com R$ 63 milhões em prêmios e 14 vagas

A classificação final do Brasileirão de 2017. Crédito: Superesportes

Terminou a 47ª edição da Série A do Brasileiro. Embora o Corinthians tenha sido (hepta) campeão de forma antecipada, a 38ª rodada definiu vários pontos da tabela, como o vice (Palmeiras), três classificados à Libertadores (Fla, Vasco e Chapecoense, a ‘campeã’ do returno, com 32 pontos), um classificado à Sula (Fluminense) e dois rebaixados. Além de Atlético-GO, o lanterna com a maior pontuação da história (36), e Ponte, caíram Avaí e Coritiba, com os rubro-negros nordestinos escapando por um triz. Numa Ilha do Retiro lotada, o Sport bateu o campeão e foi ajudado pelos resultados.

Abaixo, a distribuição da premiação oficial da competição, contemplando todos os times que permaneceram na elite. Repassado pela CBF e bancado pela Rede Globo, a detentora dos direitos de transmissão, o montante chega a R$ 63.744.000. Dos 16 times com aporte, 14 (!) se classificaram aos dois torneios internacionais da Conmebol. E olhe que o Leão da Ilha ainda tem chance…

Colocações, premiações e vagas através do Brasileirão 2017
1º) Corinthians – R$ 18.069.300, Libertadores/4ª fase e Copa do Brasil/oitavas
2º) Palmeiras – R$ 11.373.030, Libertadores/4ª fase e Copa do Brasil/oitavas
3º) Santos – R$ 7.759.170, Libertadores/4ª fase e Copa do Brasil/oitavas
4º) Grêmio – R$ 5.633.370, Libertadores/4ª fase e Copa do Brasil/oitavas
5º) Cruzeiro – R$ 4.092.165, Libertadores/4ª fase e Copa do Brasil/oitavas
6º) Flamengo – R$ 2.763.540, Libertadores/4ª fase e Copa do Brasil/oitavas
7º) Vasco – R$ 2.391.525, Libertadores/2ª fase e Copa do Brasil/oitavas*
8º) Chape – R$ 2.072.655, Libertadores/2ª fase e Copa do Brasil/oitavas
9º) Atlético-MG – R$ 1.806.930 e Sul-Americana/1ª fase**
10º) Botafogo – R$ 1.594.350 e Sul-Americana/1ª fase
11º) Atlético-PR – R$ 1.381.770 e Sul-Americana/1ª fase
12º) Bahia – R$ 1.222.335 e Sul-Americana/1ª fase
13º) São Paulo – R$ 1.062.900 e Sul-Americana/1ª fase
14º) Fluminense – R$ 956.610 e Sul-Americana/1ª fase
15º) Sport – R$ 850.320***
16º) Vitória – R$ 744.030 

Caso o Flamengo conquiste a Copa Sul-Americana de 2017, criando o “G9″:
* O Vasco entraria já na fase de grupos (4ª fase) da Libertadores
** O Atlético Mineiro trocaria a vaga da Sula pela Libertadores (2ª fase)
** O Sport herdaria a vaga na Copa Sul-Americana (1ª fase)

No sufoco, Sport vence o Corinthians e se garante na Série A pela 5ª edição seguida

Série A 2017, 38ª rodada: Sport 1 x 0 Corinthians. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

O Sport chegou mais uma vez pressionado à ultima rodada da Série A. E o cenário em 2017 foi ainda pior que o de 2016. Em vez um rival rebaixado, o campeão brasileiro. Em vez de uma vitória simples, a necessidade de triunfo somada ao tropeço de um concorrente. Dando tudo certo, com o time revertendo uma situação na qual chegou a ter apenas 3% de chance, segundo os matemáticos, o leão se manteve na elite. Pouco para quem virou o turno em 6º lugar, numa zona de classificação à Libertadores que se estenderia à 8ª posição. Contudo, uma enorme derrocada quase resultou em descenso, só brecada pelas três vitórias nas últimas três rodadas, com o Sport assegurando a 5ª participação seguida. É o recorde na região na era dos pontos corridos.

O cenário foi facilitado, em parte, devido ao nível técnico apresentado pelo Corinthians. O técnico Fábio Carille trouxe apenas três titulares, o goleiro Cássio, o zagueiro Balbuena e o volante Gabriel. Nem mesmo Jô, almejando a artilharia, veio ao Recife. apesar disso, ao fim do domingo o centroavante terminaria na ponta, junto ao Ceifador, com 18 gols. Mesmo esfacelado, time paulista mostrou muita organização, mas sem a mesma eficiência do titular, naturalmente. Com jogadores mais experientes, e em máxima rotação, o Sport se aproveitou, num jogo mais complicado do que se desenhava.

Série A 2017, 38ª rodada: Sport 1 x 0 Corinthians. Foto: FPF/instagram

No primeiro tempo, os leoninos abusaram do jogo aéreo (de praxe) e desperdiçaram duas boa chances, indo para o intervalo pressionados – embora um dos resultados paralelos já fosse suficiente. Diante de quase 30 mil torcedores, o Sport chegou à vitória aos 11 minutos da segunda etapa. Diego Souza recebeu na área, atraindo a marcação de Cássio, e tocou voltando para Mena, que cruzou alto para André. O camisa 90 foi ao terceiro andar para cabecear para as redes, 1 x 0. Foi o 16º gol do atacante na competição, recorde do clube, fazendo explodir a Ilha como nos bons tempos. Sem querer se expor a partir dali, o mandante se contentou com a vantagem magra, trabalhando o placar com muita ocupação de espaço e marcação segura – Anselmo fez grande partida. Com as derrotas de Vitória e Coxa, nos descontos, a partida terminou em festa, num claro sinônimo de alívio…

A sequência leonina na Série A (colocação + campanha + premiação)
2014 – 11º lugar (14v, 10e e 14d) e R$ 600.000
2015 – 6º lugar (15v, 14e e 9d) e R$ 1.400.000
2016 – 14º lugar (13v, 8e e 17d) e R$ 900.000
2017 – 15º lugar (12v, 9e e 17d) e R$ 850.320
2018 – a disputar

Série A 2017, 38ª rodada: Sport 1 x 0 Corinthians. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife