Classificação da Série B 2017 – 24ª rodada

A classificação da 24ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Se a rodada anterior foi excepcional para o Náutico, desta vez foi para o Santa Cruz. Após quase dois meses, o time voltou a vencer (e convencer). O tricolor goleou o Goiás e ganhou três posições, saindo da zona de rebaixamento. Do 18º para o 15º lugar. Todos os concorrentes mais próximos saíram derrotados nesta rodada. Inclusive o rival local. No sábado, em Barueri, diante de um time de Itápolis, o alvirrubro perdeu o terceiro jogo seguido como visitante. Mantendo a 19ª posição, o Náutico viu a diferença em relação ao 15º colocado, o primeiro fora do Z4, aumentar de 5 para 7 pontos.

Na próxima rodada, o timbu inicia a série de quatro jogos em Caruaru, no estádio do Central, devido à impossibilidade de utilizar a Arena Pernambuco, alugada para dois eventos religiosos. Começa já diante do líder, o Inter.

Resultados da 24ª rodada
Boa 2 x 2 Guarani
Criciúma 1 x 2 Juventude
Santa Cruz 3 x 0 Goiás
Ceará 1 x 1 América
Paysandu 2 x 0 ABC
Brasil 2 x 0 CRB
Internacional 3 x 0 Figueirense
Oeste 1 x 0 Náutico
Vila Nova 2 x 1 Luverdense
Paraná 2 x 1 Londrina 

Balanço da 24ª rodada
7V dos mandantes (19 GP), 2E e 1V dos visitantes (7 GP)

Agenda da 25ª rodada
19/09 (19h15) – América x Vila Nova (Independência)
19/09 (21h30) – Guarani x Paraná (Brinco de Ouro)
22/09 (19h15) – Juventude x Boa (Alfredo Jaconi)
22/09 (21h30) – Luverdense x Oeste (Passo das Emas)
22/09 (21h30) – Londrina x Santa Cruz (Estádio do Café)
23/09 (16h30) – Figueirense x ABC (Orlando Scarpelli)
23/09 (16h30) – Goiás x Paysandu (Serra Dourada)
23/09 (16h30) – CRB x Criciúma (Rei Pelé)
23/09 (16h30) – Náutico x Internacional (Lacerdão)
23/09 (19h00) – Ceará x Brasil (Castelão)

Classificação da Série B 2017 – 23ª rodada

A classificação da 23ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Dos sete clubes abaixo dos 30 pontos, e potencialmente na briga contra o descenso, apenas um conseguiu vencer na 23ª rodada da segundona. Em jogo suado na arena, o Náutico venceu o Brasil de Pelotas e chegou a quatro vitórias em seis rodadas. Ainda em 19º lugar, o timbu reduziu a diferença em relação ao 16º lugar, o primeiro fora do Z4, de 8 para 5 pontos. Haja luta.

No encerramento da rodada, na noite de sábado, na Arena das Dunas, o Santa empatou com o lanterna e desperdiçou uma ótima chance para deixar a zona de rebaixamento. Como Goiás e Figueirense haviam tropeçado, uma vitória simples tiraria o tricolor da zona, onde já figura há três rodadas.

Em relação à liderança, o Inter deixou o posto apenas uma rodada após assumi-la, no rescaldo da derrota do duelo gaúcho, em Caxias do Sul.

Resultados da 23ª rodada
Guarani 0 x 0 Vila Nova
Goiás 0 x 1 Paraná
Náutico 1 x 0 Brasil
Boa 1 x 1 Figueirense
Paysandu 0 x 1 América
Criciúma 2 x 1 Luverdense
Londrina 3 x 2 Ceará
Juventude 2 x 1 Internacional
ABC 0 x 0 Santa Cruz
CRB 0 x 1 Oeste 

Balanço da 23ª rodada
4V dos mandantes (9 GP), 3E e 3V dos visitantes (8 GP)

Agenda da 24ª rodada
12/09 (19h15) – Boa x Guarani (Dilzon Melo)
12/09 (21h30) – Criciúma x Juventude (Heriberto Hulse)
15/09 (19h00) – Santa Cruz x Goiás (Arruda)
15/09 (21h30) – Ceará x América (Castelão)
16/09 (16h30) – Vila Nova x Luverdense (Serra Dourada)
16/09 (16h30) – Oeste x Náutico (Arena Barueri)
16/09 (16h30) – Internacional x Figueirense (Beira-Rio)
16/09 (16h30) – Paysandu x ABC (Mangueirão)
16/09 (16h30) – Brasil x CRB (Bento Freitas)
16/09 (19h00) – Paraná x Londrina (Durival Britto)

Os grupos da Copa do Nordeste de 2018

Os grupos do Nordestão 2018. Foto: CBF/divulgação

A capital maranhense recebeu o sorteio da 15ª edição da Copa do Nordeste. Após quatro anos, o torneio volta a ter 16 clubes na fase de grupos, a etapa principal. Oficialmente, a Lampions League manteve os 20 participantes, mas com doze pré-classificados à segunda fase e oito times disputando um mata-mata preliminar para as últimas quatro vagas. Por isso, duas bolinhas tinham dois nomes, como Náutico/Itabaiana, cujo confronto ocorrerá em janeiro.

Em São Luís, o sorteio poderia colocar os três representantes pernambucanos na mesma chave, mas ficaram todos separados, com o tricolor, cabeça-de-chave, já tendo a garantia de viagens ao sul de Pernambuco (Alagoas e Sergipe). Ainda aguarda a definição da fase preliminar. Já o carcará, atual vice-campeão pernambucano, foi para o grupo D, onde jogará em três capitais (Fortaleza, São Luís e Maceió). Caso confirme o favoritismo na primeira fase, o alvirrubro ficará na chave do atual campeão, o Baêa. Porém, já chegaria como segunda força. Ao todo, o Nordestão 2018 vai distribuir R$ 22,4 milhões.

Regulamento: jogos em turno e returno dentro das chaves, avançando os dois primeiros; sequência com quartas, semifinal e final, sempre em ida e volta.

A seguir, os times, a origem de cada um e as respectivas cotas:

Grupo A
Santa Cruz (3º em PE) – R$ 1 milhão
CRB (1º em AL) – R$ 850 mil
Confiança (1º em SE) – R$ 775 mil
Treze (2º na PB) ou Cordino (2º no MA) – R$ 750 mil

Grupo B
Vitória (1º na BA) – R$ 1 milhão
ABC (1º no RN) – R$ 850 mil
Ferroviário-CE (2º no CE) – R$ 775 mil
Globo-RN (2º no RN) – R$ 750 mil

Grupo C
Bahia (2º na BA) – R$ 1 milhão
Botafogo (1º na PB) – R$ 850 mil
Altos (1º no PI) – R$ 775 mil
Náutico-PE (4º em PE) ou Itabaiana-SE (2º em SE) – R$ 750 mil

Grupo D
Ceará (1º no CE) – R$ 1 milhão
Sampaio Corrêa (1º no MA) – R$ 850 mil
Salgueiro (2º em PE) – R$ 775 mil
CSA-AL (2º em AL) – R$ 750 mil

Confira o ranking histórico do Nordestão clicando aqui.

Obs. O Sport tinha direito à vaga no torneio, mas abdicou oficialmente…

O sorteio da Copa do Nordeste de 2018. Foto: Douglas Lunardi/CBF

O novo conceito visual para o Nordestão 2018, a partir do sorteio: Sangue tipo N.E

Copa do Nordeste 2018. Crédito: divulgação

A Copa do Nordeste de 2018 começou em 15 de agosto de 2017, com a etapa preliminar, que classificará os últimos quatro clubes à fase de grupos, que volta a ter 16 participantes. O ano ainda reserva o rotativo sorteio das chaves. Desta vez, São Luís recebe o evento (06/09), já com o novo conceito visual do torneio. Na 15ª edição, o foco será o ‘tipo sanguíneo’. Isso mesmo.

“Criado pela agência Crane, ele tem o objetivo de representar de forma singular a terra, o orgulho, a força, a história, a energia e a união do povo nordestino. Desta vez, o conceito extrapola o esporte e lembra que é muito mais que futebol, é coisa de DNA, de um sangue único,  Sangue Tipo N.E.”

O design de todos os produtos do Nordestão deve seguir esta linha, incluindo os periféricos, como a Taça Asa Branca, o Tour da Taça e o Nordeste Cuida, o braço de responsabilidade social dos organizadores, tevê e liga.

Lembrando que Pernambuco será representado por Salgueiro (vice estadual), Santa (3º lugar) e Náutico (4º lugar), que ainda disputará a fase eliminatória contra a Itabaiana. Ao todo, o Nordestão vai distribuir R$ 22,4 milhões.

Obs. Embora o sangue do Sport seja o mesmo, o leão desistiu do torneio.

Copa do Nordeste 2018. Crédito: divulgação

Podcast – A análise das derrotas de Náutico e Santa Cruz na Segundona

Série B 2017, 22ª rodada: Ceará 1 x 0 Náutico e Santa Cruz 1 x 2 CRB. Fotos: Stephan Eilert/Agif/Estadão conteúdo (PV) e Roberto Ramos/DP (Arruda)

Costumeiramente, o blog compartilha os áudios sobre o Trio de Ferro numa mesma publicação, mas com o adiamento de Grêmio x Sport, para 2 de setembro, este post traz logo as gravações das apresentações de Náutico e Santa Cruz . Foram duas derrotas, pressionando ambos ainda mais no Z4 da Série B. O 45 minutos comentou os dois jogos nas questões técnica e tática, além de análises individuais. Ao todo, 65 minutos de podcast. Ouça!

25/08 – Ceará 1 x 0 Náutico (31 min)

26/08 – Santa Cruz 1 x 2 CRB (34 min)

Classificação da Série B 2017 – 22ª rodada

A classificação da 12ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

A rodada foi péssima para os times pernambucanos em termos de fuga da zona de rebaixamento. Embora tenha começado bem para o contexto local, com a derrota do Goiás, depois saiu do controle nos clássicos regionais. Na noite de sexta, o Náutico perdeu no PV e brecou a sua recuperação. Na tarde de sábado, o Santa Cruz perdeu de virada, outra vez no Arruda, e seguiu no Z4, mas uma colocação abaixo, agora em 18º. À noite, no complemento da 22ª rodada do Brasileiro, o sabor ficou ainda mais amargo, com as vitórias de Luverdense e Figueira, concorrentes diretos. Assim, a distância do timbu em relação ao 16º lugar, o primeiro clube fora da degola, subiu de 7 para 8 pontos. No caso tricolor, neste mesmo contexto, subiu de 1 para 2 pontos.

Na briga pela ponta, o Inter venceu a 6ª seguida e finalmente reassumiu a liderança da Segundona, posição que só havia alcançado na primeira rodada.

Resultados da 22ª rodada
Brasil 2 x 1 Goiás
América 0 x 0 Criciúma
Ceará 1 x 0 Náutico
Paraná 2 x 0 Juventude
Internacional 3 x 2 Paysandu
Oeste 4 x 1 Boa
Vila Nova 2 x 0 ABC
Santa Cruz 1 x 2 CRB
Luverdense 1 x 0 Londrina
Figueirense 2 x 1 Guarani 

Balanço ad 22ª rodada
8V dos mandantes (18 GP), 1E e 1V dos visitantes (7 GP)

Agenda da 23ª rodada
04/09 (20h00) – Guarani x Vila Nova (Brinco de Ouro)
06/09 (19h30) – Goiás x Paraná (Olímpico)
06/09 (21h45) – Náutico x Brasil (Arena Pernambuco)
08/09 (19h15) – Boa x Figueirense (Dilzon Melo)
08/09 (21h30) – Paysandu x América (Mangueirão)
09/09 (16h30) – Criciúma x Luverdense (Heriberto Hulse)
09/09 (16h30) – Londrina x Ceará (Estádio do Café)
09/09 (16h30) – Juventude x Internacional (Alfredo Jaconi)
09/09 (19h00) – ABC x Santa Cruz (Arena das Dunas)
09/09 (19h00) – CRB x Oeste (Rei Pelé)

Santa perde de virada do CRB, chega a seis derrotas seguidas e segue no Z4

Série B 2017, 22ª rodada: Santa Cruz 1 x 2 CRB. Crédito: Premiere/reprodução

O Santa voltou a decepcionar, numa curva descendente cada vez mais perigosa. O time somou a sexta derrota seguida, igualando a pior série do Náutico, quando no Z4. É o q que parece ocorrer com o tricolor, cujo rendimento em campo é bastante irregular. No Arruda, perdeu a terceira seguida com o mesmo script. Diante de Paysandu, Criciúma e CRB fez 1 x 0 e sofreu o 1 x 2. Desta vez, o entrou em campo beneficiado pela derrota do Goiás, fazendo com que uma simples vitória sobre o rival alagoano o tirasse do Z4. O fato de também ter sido o primeiro jogo de Grafite no Mundão, em sua quarta passagem, também contribuiu para o público. Acima da média coral na competição, mas ainda longe do ideal: 8.110 espectadores.

O técnico Givanildo Oliveira apostou no meia João Paulo, centralizando o Grafa, com Bruno Paulo e André Luís nas pontas. Manteve Ricardo Bueno no banco, cuja utilização foi posta em dúvida desde o retorno do camisa 23. E, de fato, a estrutura tática já era a mesma com Bueno. Contudo, o coletivo segue ruim, mesmo com os testes. É um time deserto no meio-campo, cujo setor foi travado pela boa participação do volante Rodrigo Souza, ex-Náutico. Mais organizado, o CRB só não aproveitou as chances na primeira etapa pelas duas furadas do atacante Edson Ratinho, uma pra finalizar e outra pra cruzar.

Série B 2017, 22ª rodada: Santa Cruz x CRB. Foto: Roberto Ramos/DP

Mesmo mal, o Santa abriu o placar, a partir de um erro do CRB, com Nininho esperto. Dominou a bola e cruzou para Grafite que, em posição adiantada, balançou as redes. O ídolo coral chegou a 48 gols em 110 partidas, somando todas as passagens. Ainda faria outro, também adiantado, mas desta vez anulado pela arbitragem. No segundo tempo, a chuva apertou demais. A condição do gramado estava melhor, mas ficou bem pesado e com algumas poças. Curiosamente, quem se adaptou logo foi o visitante. Ou seja, passes mais altos e arremates de longe, como no golaço de Tony, aos 14.

O tricolor acusou o golpe, exalando nervosismo. Giva mudou nove minutos depois, de forma dupla. Saíram os dois pontas e entraram Bueno e Léo Lima. Ou seja, mais um meia para dar qualidade ao último passes e dois atacantes de área. Embora o zagueiro alagoano Adalberto tenha falhado bisonhamente duas vezes na entrada da área, os corais não aproveitaram. No finzinho, todas as boas chances passaram a ser do CRB, como uma falta no travessão de Neto Baiano. Aos 43, o ex-atacante do Sport iniciaria a jogada decisiva, cruzando para Marion, que, na linha de fundo, devolveu de cabeça para Chico, que completou para o gol vazio, 1 x 2. Assim, aumentou para sete o jejum de vitórias do Santa e aumentou a incerteza sobre a capacidade de reação…

O jejum de vitórias do tricolor na Série B
21/07 – Santa Cruz 1 x 1 Boa
29/07 – Paraná 4 x 0 Santa Cruz

01/08 – Santa Cruz 1 x 2 Paysandu
05/08 – Juventude 2 x 1 Santa Cruz
08/08 – Santa Cruz 1 x 2 Criciúma
19/08 – Guarani 2 x 0 Santa Cruz
26/08 – Santa Cruz 1 x 2 CRB

Série B 2017, 22ª rodada: Santa Cruz x CRB. Foto: Roberto Ramos/DP

Classificação da Série B 2017 – 21ª rodada

A classificação da 21ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Esta rodada da Série B aponta o pior cenário para os pernambucanos até o momento, com ambos na zona de rebaixamento. Embora a semana até tenha começado com o alvirrubro ensaiando uma reação, fato. O Náutico venceu o Figueirense, chegando a três vitórias em quatro partidas, saindo da lanterna após 15 rodadas. Ainda assim, está em 19º lugar, a sete pontos de distância do 16º colocado. É muita coisa. Em Campinas, o Santa perdeu do Guarani e agora faz companhia ao timbu. Foi a 5ª derrota consecutiva do tricolor, que acabou entrando no Z4 após o empate do Luverdense, que perdia por dois gols de diferença no Rei Pelé. Com isso, os corais, que chegaram a frequentar o G4 em cinco oportunidades, agora brigam à vera contra o descenso.

No topo, o Inter emendou a 5ª vitória seguida e já está a um ponto do América Mineiro, ainda líder do Campeonato Brasileiro. Até quando?

Resultados da 21ª rodada
Londrina 4 x 1 Brasil
Náutico 2 x 0 Figueirense
Juventude 1 x 0 Vila Nova
Criciúma 1 x 1 Oeste
Goiás 1 x 1 América
ABC 0 x 3 Internacional
Guarani 2 x 0 Santa Cruz
Boa 3 x 1 Ceará
CRB 2 x 2 Luverdense
Paysandu 0 x 0 Paraná 

Balanço da 21ª rodada
5V dos mandantes (16 GP), 4E e 1V dos visitantes (9 GP)

Agenda da 22ª rodada
22/08 (19h15) – Brasil x Goiás (Bento Freitas)
22/08 (21h30) – América x Criciúma (Independência)
25/08 (19h15) – Ceará x Náutico (Castelão)
25/08 (20h30) – Paraná x Juventude (Durival Britto)
25/08 (21h30) – Internacional x Paysandu (Beira-Rio)
26/08 (16h30) – Vila Nova x ABC (Serra Dourada)
26/08 (16h30) – Oeste x Boa (Arena Barueri)
26/08 (16h30) – Santa Cruz x CRB (Arruda)
26/08 (19h00) – Figueirense x Guarani (Orlando Scarpelli)
26/08 (19h00) – Luverdense x Londrina (Passo das Emas)

A largada do Nordestão 2018 em agosto de 2017, com a recém-criada preliminar

A fase preliminar da Copa do Nordeste 2018. Crédito: CBF/reprodução

Sem alarde, começa a Copa do Nordeste de 2018. Isso mesmo, a primeira partida oficial da 15ª edição será em 15 de agosto de 2017, durante o Campeonato Brasileiro. No Estádio Mão Santa, em Parnaíba, o time da casa abre a recém-criada fase preliminar contra o CSA, envolvido também na Série C. Com a reformulação do Nordestão, o torneio volta a ter 16 clubes na fase de grupos, em vez de 20. Para isso, foi preciso criar esta seletiva, na qual o Náutico enfrentará a Itabaiana, em data a ser detalhada pela confederação.

Definidos em sorteio, com potes divididos pelo Ranking da CBF, os confrontos Náutico x Itabaiana, Treze x Cordino, CSA e Parnahyba e Globo x Flu de Feira vão relacionar os últimos classificados à fase principal da Lampions. A próxima etapa começa em fevereiro, seguindo o fluxo normal do calendário.

Vale lembrar que a lista de participantes foi modificada após a desistência do Sport, influenciando até na distribuição de cotas – inicialmente, o Santa Cruz disputaria a etapa preliminar, mas foi alçado à fase seguinte, já no subgrupo 1 dos cotistas, de porte milionário. Com a vaga aberta, o Náutico entrou na competição na condição de 4º colocado no Estadual, o único neste contexto.

Obs. O sorteio da fase de grupos será em 6 de setembro, em São Luís.

Fase preliminar (8 clubes, passando 4)

Náutico (4º de PE) – 29º lugar no Ranking da CBF
Treze (vice da PB) – 69º
Globo (vice do RN) – 77º
CSA (vice de AL) – 90º
Panahyba (vice do PI) – 100º
Itabaiana (vice de SE) – 117º
Fluminense de Feria (3º na BA) – 131º
Cordino (vice do MA) – s/r

Fase de grupos (16 clubes, com 4 grupos de 4 clubes – abaixo, os potes do sorteio e as respectivas cotas)

Pote 1 (R$ 1 milhão)
Vitória (campeão na BA) – 20º
Bahia (vice na BA) – 21º
Ceará (campeão no CE) – 23º
Santa Cruz (3º de PE) – 26º

Pote 2 (R$ 850 mil)
ABC (campeão no RN) – 31º
Sampaio Corrêa (campeão do MA) – 36º
CRB (campeão em AL) – 37º
Botafogo (campeão na PB) – 46º

Pote 3 (R$ 775 mil)
Salgueiro (vice do PE) – 49º
Confiança (campeão em SE) – 56º
Altos (campeão no PI) – 136º
Ferroviário (vice no CE) – s/r

Pote 4 (R$ 750 mil)
Os quatro classificados da fase preliminar

O regulamento da Copa do Nordeste 2018, já com os critérios para a edição de 2019

O troféu da Copa do Nordeste. Foto: CBF/divulgação

Com o início da Copa do Nordeste de 2018, através da fase preliminar, a CBF divulgou o regulamento oficial. Pelo novo sistema de disputa, a seletiva com oito clubes (Náutico entre eles) irá relacionar quatro para a nova fase de grupos, que já tem doze pré-classificados (Salgueiro e Santa na lista). Assim, a etapa principal será performada por 16 times. O documento de 16 páginas ainda traz o Sport como um dos vinte participantes, embora o rubro-negro já tenha recebido o aval da entidade sobre a desistência do torneio. Já o artigo 26 detalha, em caráter oficial, o critério de classificação ao Nordestão de 2019.

O regional de 2019 adotará o mesmo sistema de 2018, mas só classificará nove times através dos Estaduais, os campeões, claro. Os outros onze virão do Ranking da CBF, na versão que será publicada em dezembro de 2017. Pernambuco seguirá com três vagas, sendo duas na fase de grupos (o campeão estadual e o melhor rankeado) e uma na seletiva (o segundo melhor rankeado). Ou seja, na prática, o Sport já está classificado à fase de grupos do Nordestão de 2019 – hoje, é o 17º lugar no ranking nacional. Caso não queira jogar, o leão terá que protocolar, novamente, um pedido de desistência…

Confira a íntegra do regulamento do Nordestão 2018.