As redes sociais dos 40 principais clubes do Brasil até maio de 2017, via Ibope

As redes sociais dos principais clubes do Brasil em 15/05/2017. Crédito: Ibope-Repucom

O Ibope publicou a atualização das bases digitais dos clubes do país, somando os perfis oficiais nas redes sociais mais utilizadas no futebol. O levantamento de maio traz os 20 clubes da Série A e mais 20 clubes com os maiores quadros nas Séries B (13), C (4) e D (3). Ao todo, são dez nordestinos, com o Sport sendo o mais popular – o Sampaio Corrêa foi a baixa neste mês, saindo do Top 40. Das quatro redes quantificadas, entre os times da região, o leão foi quem somou mais torcedores em duas, com o rival da decisão da Lampions 2017, o Bahia, avançando em outras duas. Hoje, na lista combinada, o rubro-negro tem 231 mil pessoas a mais que o Baêa. Só não lidera no face, mas reduziu a diferença de 39 mil para 29 mil. Se no quadro nacional o Trio de Ferro aparece com o Sport em 13º, Santa em 22º e Náutico em 31º, no ranking regional as colocações são 1º, 5º e 9º, respectivamente.

Na briga pelo topo, o Corinthians segue na ponta, mas com a vantagem diminuindo mês a mês. Em maio, o Fla também chegou a 18 milhões.

Diferença entre Corinthians (1º) e Flamengo (2º)
01/2017 – 1.008.259 pessoas
02/2017 – 879.730 pessoas (-12,7%)
03/2017 – 775.363 pessoas (-11,8%)
04/2017 – 704.300 pessoas (-10,0%)
05/2017 – 449.539 pessoas (-36,1%)

Voltando ao Nordeste, o Santa Cruz já se consolidou em 5º lugar, abrindo 19 mil pessoas sobre o Fortaleza na soma das plataformas. Agora, mirando o G4, precisa tirar uma diferença de 164 mil em relação a outro time alencarino, o Vozão. Já o Náutico, o único nordestino que não conta com canal no youtube, segue no pelotão dos times de Natal, com um crescimento muito abaixo dos rivais do Recife. A seguir, a evolução dos times da região a partir da lista divulgada por José Colagrossi, diretor do Ibope-Repucom.

Os nordestinos com mais usuários nas redes e a evolução mensal
1º) Sport (2.668.731 seguidores) +47.337 (maior evolução no mês)
2º) Bahia (2.437.246) +35.258
3º) Vitória (1.550.570) +18.436
4º) Ceará (1.021.486) +11.297
5º) Santa Cruz (857.242) +13.389
6º) Fortaleza (838.076) +3.723
7º) América-RN (382.839) +1.598
8º) ABC (374.201) +4.362
9º) Náutico (356.919) +2.290
10º) CRB (233.907) +6.644

Ranking do NE no facebook
1º) Bahia (1.100.495 curtidores) +5.986
2º) Sport (1.070.652) +15.324 (maior evolução no mês)
3º) Ceará (647.577) +3.352
4º) Fortaleza (582.649) +419
5º) Santa Cruz (574.161) +3.318
6º) Vitória (414.958) +4.791
7º) América-RN (245.177) -135
8º) ABC (223.127) +1.023
9º) Náutico (210.972) +468
10º) CRB (135.529) +1.922

Ranking do NE no twitter
1º) Sport (1.311.636 seguidores) +11.979
2º) Bahia (1.158.993) +14.627 (maior evolução no mês)
3º) Vitória (992.262) +6.589
4º) Ceará (220.054) +2.963
5º) Santa Cruz (148.801) +4.188
6º) Fortaleza (137.658) +1.605
7º) Náutico (102.701) +1.113
8º) ABC (100.150) +2.131
9º) América-RN (81.444) +951
10º) CRB (46.722) +1.910

Ranking do NE no instagram
1º) Sport (258.814 seguidores) +18.346 (maior evolução no mês)
2º) Bahia (150.841) +9.493
3º) Ceará (141.143) +4.429

4º) Vitória (135.672) +6.938
5º) Santa Cruz (112.009) +3.903
6º) Fortaleza (108.681) +1.615
7º) América-RN (53.139) +376
8º) ABC (48.253) +1.133
9º) CRB (48.049) +3.237
10º) Náutico (43.246) +709

Ranking do NE no youtube*
1º) Sport (27.629 inscritos) +1.688
2º) Bahia (26.917) +5.152 (maior evolução no mês)

3º) Santa Cruz (22.271) +1.980
4º) Ceará (12.712) +553
5º) Fortaleza (9.088) +84
6º) Vitória (7.678) +218
7º) CRB (3.607) +120
8º) América-RN (3.079) +406
9º) ABC (2.671) +75
* O Náutico não possui perfil oficial

Obs. Uma pessoa pode ter contas em diferentes plataformas, com a lista contando cada uma delas. E pode seguir perfis rivais, também contabilizados. 

Confira o levantamento anterior clicando aqui.

Clássico das Multidões pelo Nordestão passa de 1 milhão de telespectadores

Copa do Nordeste 2017, semifinal: Santa Cruz 0 x 2 Sport. Crédito: Rede Globo/reprodução

Durante duas horas, o jogo de volta da semifinal nordestina entre tricolores e rubro-negros praticamente monopolizou a atenção na capital pernambucana. A cada 100 televisões ligadas no horário, 72 sintonizaram na partida vencida pelo Sport. Ou seja, procede aquela percepção de que todos os seus vizinhos estavam assistindo ao Clássico das Multidões, através de gritos e fogos.

A audiência média na tevê aberta foi de 46,5 pontos, disparada a maior do ano entre os clubes pernambucanos – superou os 33,4 de Náutico 1 x 1 Sport, na definição da semifinal estadual. A transmissão da Globo Nordeste, comandada por Rembrandt Júnior, registrou um pico de 54,5 pontos. Em termos absolutos no Recife, a audiência média foi de 1,129 milhão de telespectadores, flutuando até 1,323 milhão. É gente demais, num nível de Copa do Mundo. E olhe que esse número desconsidera os torcedores que viram pela Globo através da tevê por assinatura (Sky e NET, por exemplo), além do Esporte Interativo.

No cenário local, entre os jogos com dados divulgados pela emissora, pelo Ibope ou pelo Kim Telereport, responsáveis pela medição, uma partida de futebol não alcançava o patamar de um milhão há três anos, desde a semifinal estadual entre Sport e Santa Cruz, na Ilha. Na ocasião, a disputa de pênaltis alavancou ainda mais o dado. Já o recorde absoluto segue com a estreia rubro-negra na Taça Libertadores da América de 2009, lá no Chile. O jogo teve 57 pontos de média. Considerando a medição atual, aquela noite teria correspondido a 1,384 milhão de pessoas diante da telinha.

Jogos com o Trio de Ferro acima de 1 milhão de telespectadores no Recife.

Os jogos do futebol pernambucano com mais de 1 milhão de telespectadores no Recife. Arte: Cassio Zirpoli/DP

Clássico dos Clássicos na Ilha tem maior audiência do Ibope em 16/04: 32 pontos

Pernambucano 2017, semifinal: Sport 3 x 2 Náutico. Crédito: Rede Globo/reprodução

A vitória do Sport sobre o Náutico por 3 x 2, na Ilha do Retiro, registrou a maior audiência média do Brasil em 16 de abril. O horário das 16h no domingo foi reservado às fases decisivas dos campeonatos estaduais, em todos os casos através da Rede Globo e suas afiliadas. Segundo dados do Kantar Ibope, que mensura a audiência televisiva nas 15 principais regiões metropolitanas, incluindo Recife, Salvador e Fortaleza, o Clássico dos Clássicos teve 32 pontos. Isso corresponde a 786.996 telespectadores.

Foi a segunda maior audiência do Campeonato Pernambucano de 2017, superada apenas pelo segundo clássico entre Sport e Santa, também na Ilha, com 33 pontos e 801 mil pessoas sintonizadas na partida. Em termos absolutos, naturalmente a audiência da semifinal paulista foi superior. Afinal, a Grande São Paulo tem uma população cinco vezes maior que a do Grande Recife (20 mi x 4 mi). Ou seja, foram quase 4 milhões de telespectadores.

Porém, a medição clássica na televisão aponta o duelo pernambucano à frente entre os oito exibidos nos mercados estudados pelo instituto.

E foi apenas o primeiro jogo do mata-mata local, finalmente valendo algo…

Pontos no Ibope por Região Metropolitana em 16/04
32,4 – Sport 3 x 2 Náutico (Recife)
29,2 – Grêmio 1 x 1 Novo Hamburgo (Porto Alegre)
25,7 – Ponte Preta 3 x 0 Palmeiras (Campinas)
25,5 – Vasco 2 x 0 Botafogo (Manaus)
23,8 – Ceará 2 x 0 Guarani (Fortaleza)
23,5 – Vasco 2 x 0 Botafogo (Belém)
23,2 – Vasco 2 x 0 Botafogo (Rio de Janeiro)
21,9 – América 1 x 1 Cruzeiro (Belo Horizonte)
21,7 – Ponte Preta 3 x 0 Palmeiras (São Paulo)
19,6 – Atlético-GO 1 x 2 Goiás (Goiânia)
17,6 – Vitória da Conquista 1 x 1 Vitória (Salvador)
17,2 – Vasco 2 x 0 Botafogo (Florianópolis)
15,5 – Vasco 2 x 0 Botafogo (Vitória)
14,6 – Vasco 2 x 0 Botafogo (Brasília)
13,5 – Ponte Preta 3 x 0 Palmeiras (Curitiba)

As 10 maiores audiências do futebol pernambucano em 2017* (até 16/04)
33,0 – Sport 1 x 1 Santa Cruz (Estadual, 26/03)
32,4 – Sport 3 x 2 Náutico (Estadual, 16/04)
31,0 – Santa Cruz 1 x 1 Sport (Estadual, 18/02)
30,1 – Sport 2 x 1 Joinville (Copa do Brasil, 12/04)

27,6 – Boavista 0 x 3 Sport (Copa do Brasil, 08/03)
26,4 – Sport 1 x 0 Boavista (Copa do Brasil, 15/03)
26,2 – Náutico 1 x 0 Santa Cruz (Nordestão, 12/03)
23,6 – Salgueiro 0 x 1 Santa Cruz (Estadual, 05/03)
23,5 – Central 1 x 3 Sport (Estadual, 09/04)

21,4 – Sport 1 x 1 Náutico (Estadual, 01/03)
* Entre os jogos divulgados pelo Ibope e pela Globo

As redes sociais dos 40 principais clubes do Brasil até abril de 2017, via Ibope

As redes sociais dos principais clubes do Brasil em 17/04/2017. Crédito: Ibope-Repucom

O Ibope publicou a nova atualização das bases digitais dos clubes do país, somando os perfis oficiais nas redes sociais mais utilizadas no futebol. O levantamento de abril traz os 20 clubes da Série A e mais 20 clubes com os maiores quadros nas Séries B, C e D. Ao todo, são onze nordestinos presentes, sendo o Sport o melhor no âmbito nacional. Das quatro redes quantificadas nos últimos 30 dias, o rubro-negro foi o time da região que mais somou torcedores em três, e hoje só não lidera no face – são 39 mil pessoas de diferença em relação o Bahia, o vice nas demais redes. Se no quadro nacional o Trio de Ferro aparece com o Sport em 13º, Santa em 22º e Náutico em 31º, no ranking regional as colocações são 1º, 5º e 9º, respectivamente.

Na briga pelo topo brasileiro, o Corinthians lidera, sendo o único já na casa de 18 milhões, mas o Flamengo vem reduzindo a diferença mês a mês. Na sequência, o São Paulo completa o patamar acima de 10 milhões.

Diferença entre Corinthians (1º) e Flamengo (2º)
01/2017 – 1.008.259 pessoas
02/2017 – 879.730 pessoas (-12,7%)
03/2017 – 775.363 pessoas (-11,8%)
04/2017 – 704.300 pessoas (-10,0%)

Voltando ao Nordeste, o Santa começa a se consolidar em 5º lugar, abrindo 9,5 mil pessoas sobre o Fortaleza na soma das plataformas, depois de meses numa disputa ferrenha. Já o Vitória manteve o maior crescimento mensal no facebook após revitalização de seu perfil oficial. Ainda assim, tem apenas a 6ª torcida nesta rede. No geral, segundo o levantamento, o leão baiano teve o 5º maior crescimento no quadro combinado, com 9,96% – lista liderada pelo Atlético-GO, com 14,64%. A seguir, a evolução dos times da região a partir da lista divulgada por José Colagrossi, diretor do Ibope-Repucom.

Os nordestinos com mais usuários nas redes e a evolução mensal
1º) Sport (2.621.394 seguidores) +47.011 (maior evolução no mês)
2º) Bahia (2.401.988) +32.417
3º) Vitória (1.532.134) +28.110
4º) Ceará (1.010.189) +8.088
5º) Santa Cruz (843.853) +14.631
6º) Fortaleza (834.353) +5.206
7º) América-RN (381.241) +2.717
8º) ABC (369.839) +6.066
9º) Náutico (354.629) +5.560
10º) CRB (227.263) +4.349
11º) Sampaio Corrêa (186.456) -46.777 (saída do perfil oficial no twitter)

Ranking do NE no facebook
1º) Bahia (1.094.509 curtidores) +297
2º) Sport (1.055.328) +5.768
3º) Ceará (644.225) +475
4º) Fortaleza (582.230) +455
5º) Santa Cruz (570.843) +1.960
6º) Vitória (410.167) +8.950 (maior evolução no mês)
7º) América-RN (245.312) -13
8º) ABC (222.104) +898
9º) Náutico (210.504) +808
10º) Sampaio Corrêa (142.255) +395
11º) CRB (133.607) +489

Ranking do NE no twitter*
1º) Sport (1.299.657 seguidores) +28.579 (maior evolução no mês)
2º) Bahia (1.144.366) +26.471
3º) Vitória (985.773) +13.736
4º) Ceará (217.091) +3.817
5º) Santa Cruz (144.613) +8.676
6º) Fortaleza (136.053) +2.135
7º) Náutico (101.588) +3.247
8º) ABC (98.019) +3.310
9º) América-RN (80.493) +1.564
10º) CRB (44.812) +1.909
* O Sampaio Corrêa não possui perfil oficial

Ranking do NE no instagram
1º) Sport (240.468 seguidores) +10.833 (maior evolução no mês)
2º) Bahia (141.348) +4.948
3º) Ceará (136.714) +3.262

4º) Vitória (128.734) +5.149
5º) Santa Cruz (108.106) +2.810
6º) Fortaleza (107.066) +2.508
7º) América-RN (52.763) +1.061
8º) ABC (47.120) +1.864
9º) CRB (45.357) +1.892
10º) Sampaio Corrêa (42.850) +996
11º) Náutico (42.537) +1.505

Ranking do NE no youtube*
1º) Sport (25.941 inscritos) +1.831 (maior evolução no mês)
2º) Bahia (21.765) +701

3º) Santa Cruz (20.291) +1.185
4º) Ceará (12.159) +534
5º) Fortaleza (9.004) +108
6º) Vitória (7.460) +275
7º) CRB (3.487) +59
8º) América-RN (2.673) +105
9º) ABC (2.596) +94
10º) Sampaio Corrêa (1.351) +65
* O Náutico não possui perfil oficial

Obs. Uma pessoa pode ter contas em diferentes plataformas, com a lista contando cada uma delas. E pode seguir perfis rivais, também contabilizados. 

Confira o levantamento anterior clicando aqui.

A bilheteria móvel do Santa Cruz dialoga com uma parcela considerável da torcida

A bilheteria móvel do Santa Cruz

Em temos de otimização da venda de ingressos para jogos de futebol, com compra online, prioridade aos sócios e vendas em pontos físicos descentralizados, o Santa Cruz recorreu a um formato bem antigo, visando as decisões em abril. O clube disponibilizou dois carros de som, um circulando na zona norte do Recife, e outro se revezando entre Olinda e Paulista. Ao todo, 26 bairros. Locais com histórico de forte presença coral. E aí está ponto-chave desta ideia, o diálogo com uma parcela menos favorecida da torcida.

Considerando o último raio-x da massa tricolor, produzido pelo Ibope, 74% da torcida recebe no máximo dois salários mínimos. Quase 1/3 é formado pelas classes D e E, nas quais o plano de sócios dificilmente alcança, nas quais o pagamento via cartão de crédito/débito dificilmente é possível, nas quais o deslocamento ao Arruda acaba gerando uma despesa extra. Por isso, a venda através de uma “bilheteria móvel”, somada a uma venda casada, com R$ 15 pelos bilhetes das semifinais do Campeonato Pernambucano (vs Salgueiro, 15/04) e da Copa do Nordeste (vs Sport, 30/04). Desconto de R$ 5.

Ponto para o tricolor, estimulando a sua torcida, que, como as demais do estado, segue devendo bastante nesta temporada.

Média de público do Santa Cruz em 2017
Estadual – 5.571 pessoas (5 jogos)
Nordestão – 9.851 pessoas (4 jogos)
Geral – 7.473 pessoas (9 jogos)

Torcida do Santa Cruz por classe social (Ibope 2014)
A/B: 265.206 (ou 12% dos torcedores)
C: 1.237.629 (ou 56% dos torcedores)
D/E: 707.216 (ou 32% dos torcedores)

As localidades da bilheteria móvel do Santa Cruz

Clássico das Multidões na Ilha tem maior audiência do Ibope em 26/03: 33 pontos

Pernambucano 2017, 8ª rodada: Sport 1 x 1 Santa Cruz. Foto: Rede Globo/reprodução

O empate em 1 x 1 entre Sport e Santa Cruz, na Ilha do Retiro, registrou a maior audiência média do Brasil em 26 de março. O horário das 16h no domingo foi reservado aos campeonatos estaduais país afora, em todos os casos através da Rede Globo e suas afiliadas. Segundo dados do Kantar Ibope, que mensura a audiência televisiva nas 15 principais regiões metropolitanas, incluindo Recife, Salvador e Fortaleza, o Clássico das Multidões teve 33 pontos. Isso corresponde a 801.570 telespectadores.

Foi a maior audiência do Campeonato Pernambucano de 2017, superando justamente o primeiro confronto entre rubro-negros e tricolores, no Arruda, com 31 pontos e 753 mil pessoas sintonizadas na partida. Em termos absolutos, naturalmente a audiência do clássico paulista foi superior. Afinal, a Grande São Paulo tem uma população cinco vezes maior que a do Grande Recife (20 mi x 4 mi). Ou seja, foram mais de 4 milhões de telespectadores.

Porém, a medição clássica na televisão aponta o duelo pernambucano à frente nos dez jogos exibidos entre os mercados estudados pelo instituto.

E o jogo, esvaziado, não valia quase nada em termos de classificação…

Pontos no Ibope por Região Metropolitana em 26/03
33,0 – Sport 1 x 1 Santa Cruz (Recife)
27,4 – São José 1 x 2 Internacional (Porto Alegre)
25,7 – São Paulo 1 x 1 Corinthians (São Paulo)
24,0 – Atlético-MG 2 x 0 URT (Belo Horizonte)
20,9 – Chapecoense 2 x 0 Avaí (Florianópolis)
20,5 – Vila Nova 0 x 0 Goiás (Goiânia)
20,0 – Bangu 0 x 2 Botafogo (Rio de Janeiro)
19,2 – Flamengo-BA 0 x 0 Bahia (Salvador)
16,8 – Horizonte (2) 1 x 1 (4) Ferroviário (Fortaleza)
14,4 – Toledo 0 x 5 Paraná (Curitiba)

Maiores audiências do futebol pernambucano em 2017 (até 26/03)
33,0 – Sport 1 x 1 Santa Cruz (Estadual, 26/03)
31,0 – Santa Cruz 1 x 1 Sport (Estadual, 18/02)
27,6 – Boavista 0 x 3 Sport (Copa do Brasil, 08/03)
26,4 – Sport 1 x 0 Boavista (Copa do Brasil, 15/03)
26,2 – Náutico 1 x 0 Santa Cruz (Nordestão, 12/03)
23,6 – Salgueiro 0 x 1 Santa Cruz (Estadual, 05/03)
21,4 – Sport 1 x 1 Náutico (Estadual, 01/03)

As redes sociais dos 40 principais clubes do Brasil até março de 2017, via Ibope

As redes sociais dos principais clubes do Brasil em 15/03/2017. Crédto: José Colagrossi/Ibope-Repucom

Ibope publicou a nova atualização das bases digitais dos clubes do país, somando os perfis oficiais nas redes sociais mais utilizadas no futebol. O levantamento de março traz os 20 clubes da Série A e mais 20 clubes com os maiores quadros nas Séries B, C e D. Ao todo, são onze nordestinos presentes, sendo o Sport o melhor colocado no âmbito nacional, em 13º lugar. Das quatro redes quantificadas nos últimos 30 dias, o rubro-negro foi o time da região que mais somou torcedores em três, e hoje só não lidera no face – são 44 mil pessoas de diferença em relação o Bahia, o vice nas demais redes.

No ranking absoluto, a Chapecoense segue crescendo. Foram mais 105 mil pessoas em seus perfis, sendo a maioria formada por solidários torcedores de outros clubes, chegando a 5,6 milhões ao todo. Com isso, ultrapassou o Grêmio e assumiu a 6ª colocação. Na briga pelo topo, ainda que o líder Corinthians já esteja na casa de 18 milhões, o Flamengo vem reduzindo a diferença mês a mês. Desta vez, de 879 mil para 775 mil. Na sequência, o São Paulo, completando o patamar acima de 10 milhões.

Voltando ao Nordeste, Santa e Fortaleza travam uma disputa ferrenha há tempos em busca do 5º lugar na região. Neste mês, o tricolor pernambucano enfim passou o tricolor cearense na soma de todas as plataformas. Por fim, o Vitória, cuja torcida é a 6ª no facebook, a maior rede social. Após o aumento fora da curva na lista anterior, com 90 mil pessoas a mais em suas bases, agora o leão soteropolitano somou 19 mil, voltando a ficar abaixo, neste quesito, de Sport e Bahia. A seguir, a análise dos times da região a partir da lista divulgada por José Colagrossi, diretor do Ibope-Repucom.

Os nordestinos com mais usuários nas redes e a evolução mensal
1º) Sport (2.574.383 seguidores) +28.342 (1º lugar em evolução no mês)
2º) Bahia (2.369.571) +20.934 (2º)
3º) Vitória (1.504.024) +19.761 (3º)
4º) Ceará (1.002.101) +5.655 (5º)
5º) Santa Cruz (829.222) +10.901 (4º)
6º) Fortaleza (829.147) +5.579 (6º)
7º) América-RN (378.524) +2.712 (11º)
8º) ABC (363.773) +4.895 (8º)
9º) Náutico (349.069) +5.065 (7º)
10º) Sampaio Corrêa (233.233) +4.799 (9º)
11º) CRB (222.914) +3.831 (10º)

Ranking do NE no facebook
1º) Bahia (1.094.212 curtidores) +545 (9º)
2º) Sport (1.049.560) +4.470 (2º)
3º) Ceará (643.750) +213 (10º)
4º) Fortaleza (581.775) +930 (7º)
5º) Santa Cruz (568.883) +1.940 (4º)
6º) Vitória (401.217) +4.553 (1º lugar em evolução no mês)
7º) América-RN (245.325) +23 (11º)
8º) ABC (221.206) +950 (6º)
9º) Náutico (209.696) +1.301 (5º)
10º) Sampaio Corrêa (141.860) +2.173 (3º)
11º) CRB (133.118) +680 (8º)

Ranking do NE no twitter
1º) Sport (1.271.078 seguidores) +17.080 (1º lugar em evolução no mês)
2º) Bahia (1.117.895) +16.368 (2º)
3º) Vitória (972.037) +11.820 (3º)
4º) Ceará (213.274) +2.716 (5º)
5º) Santa Cruz (135.937) +6.508 (4º)
6º) Fortaleza (133.918) +2.025 (8º)
7º) Náutico (98.341) +2.527 (6º)
8º) ABC (94.709) +2.376 (7º)
9º) América-RN (78.929) +1.550 (9º)
10º) Sampaio Corrêa (48.233) +1.381 (11º)
11º) CRB (42.903) +1.446 (10º)

Ranking do NE no instagram
1º) Sport (229.635 seguidores) +5.061 (1º lugar em evolução no mês)
2º) Bahia (136.400) +3.531 (2º)
3º) Ceará (133.452) +2.378 (5º)

4º) Vitória (123.585) +3.203 (3º)
5º) Santa Cruz (105.296) +1.840 (6º)
6º) Fortaleza (104.558) +2.511 (4º)
7º) América-RN (51.702) +1.042 (11º)
8º) ABC (45.356) +1.468 (8º)
9º) CRB (43.465) +1.616 (7º)
10º) Sampaio Corrêa (41.854) +1.102 (10º)
11º) Náutico (41.032) +1.237 (9º)

Ranking do NE no youtube*
1º) Sport (24.110 seguidores) +1.731 (1º lugar em evolução no mês)
2º) Bahia (21.064) +490 (3º)

3º) Santa Cruz (19.106) +613 (2º)
4º) Ceará (11.625) +348 (4º)
5º) Fortaleza (8.896) +113 (7º)
6º) Vitória (7.185) +185 (5º)
7º) CRB (3.428) +89 (10º)
8º) América-RN (2.568) +97 (9º)
9º) ABC (2.502) +101 (8º)
10º) Sampaio Corrêa (1.286) +143 (6º)
* O Náutico não possui perfil oficial

* Uma pessoa pode ter contas em diferentes plataformas, com a lista contando cada uma delas. Inclusive, pode seguir perfis rivais, também contabilizados. 

Confira o levantamento anterior clicando aqui.

Os patrocínios privados e estatais dos clubes da Série A de 2017, via Ibope

Patrocinadores dos clubes da Série A de 2017. Fonte: Ibope-Repucom

A dois meses do início do Campeonato Brasileiro de 2017, o Ibope-Repucom fez um levantamento com todos os patrocinadores fixos dos vinte clubes da elite. Ao todo, são 38 marcas estampadas nos uniformes (master, manga, ombro e barra) e 8 fornecedoras de material esportivo, considerando o critério do instituto: “A análise abrange apenas patrocínios de camisa, sem patrocínios pontuais”.

A marca mais presente é, de forma disparada, a da Caixa Econômica Federal, exposta em 16 clubes, incluindo os três nordestinos. Sport, Bahia e Vitória devem ganhar na faixa de R$ 6 milhões/ano, o mesmo montante desde 2014. Entre os patrocinados da Caixa, quatro só contam com a instituição bancária na camisa – o Flu também tem uma marca, a Frescatto, mas com o master vago.

Sobre as fabricantes, a Umbro tomou a dianteira da Adidas (7 x 5), com a Nike, outra gigante global, representada apenas pelo Corinthians – que, coincidência ou não, detém o maior acordo anual. Já o Leão da Ilha  segue com a Adidas pelo 4º ano, mas com a cifra ainda não detalhada no balanço financeiro. Enquanto Timão, Fla e São Paulo ganham mais das fabricantes que dos patrocinadores regulares, o Palmeiras vai totalmente na contramão, com a Crefisa valendo quase 4x a verba da Adidas. No atual campeão brasileiro, a empresa (de uma conselheira do alviverde) paga por espaços na parte frontal, costas e ombros.

A seguir, os valores dos contratos já divulgados (ou estimados) na imprensa…

Maiores contratos com fornecedoras de material esportivo em 2017:
1º) R$ 40,0 milhões/ano – Corinthians/Nike (2016-2025)
2º) R$ 35,0 milhões/ano – Flamengo/Adidas (2013-2022)

3º) R$ 27,0 milhões/ano – São Paulo/Under Armour (2015-2019)
4º) R$ 20,0 milhões/ano – Palmeiras/Adidas (2017-2018)
5º) R$ 17,0 milhões/ano – Grêmio/Umbro (2015-2018)
6º) R$ 14,5 milhões/ano – Vasco/Umbro (2014-2017)
7º) R$ 13,0 milhões/ano – Botafogo/Topper (2016-2018)
7º) R$ 13,0 milhões/ano – Atlético-MG/Topper (2017-2020)
9º) R$ 10,0 milhões/ano – Cruzeiro/Umbro (2016-2019)

Nº de clubes por fornecedoras de material esportivo:
7 – Umbro
5 – Adidas
2 – Topper e Under
1 – Numer, Nike, Kappa e Puma

Maiores contratos de patrocínio-master em 2017:
1º) R$ 72,0 milhões – Palmeiras (Crefisa – privado)
2º) R$ 30,0 milhões – Corinthians (Caixa)
3º) R$ 25,0 milhões – Flamengo (Caixa)*
4º) R$ 15,7 milhões – São Paulo (Prevent Senior – privado)
5º) R$ 15,0 milhões – Santos (Caixa)
6º) R$ 12,9 milhões – Grêmio (Banrisul)
7º) R$ 12,5 milhões – Cruzeiro (Caixa)
7º) R$ 12,5 milhões – Atlético-MG (Caixa)
9º) R$ 9,0 milhões – Vasco (Caixa)
* O contrato prevê até mais R$ 5 milhões por desempenho esportivo

Nº de clubes por patrocínio-master:*
16 – Caixa Econômica
1 – Banrisul, Crefisa e Prevent Senior
* O Fluminense é o único com o espaço vago

Confira o levantamento do Ibope-Repucom numa resolução melhor aqui.

Patrocinadores dos clubes da Série A de 2017. Fonte: Ibope-Repucom

Audiência do Clássico das Multidões teve 753 mil telespectadores no Grande Recife

Pernambucano 2017, 4ª rodada: Santa Cruz 1 x 1 Sport. Crédito: Rede Globo/reprodução

O primeiro duelo entre tricolores e rubro-negros na temporada, válido pelo campeonato estadual, não representava tanto em termos de classificação. Com os times ainda sob ajustes e a uma semana do carnaval, o público foi de 12.408 pessoas. Embora o visual do Mundão tenha ficado esvaziado, o jogo de futebol (acima) dominou a audiência televisiva durante duas horas no Grande Recife.

Segundo o KIM MW Telereport, que fornece dados à Globo Nordeste, que transmite o Pernambucano, o jogo registrou 31 pontos de audiência, ou cinco vezes mais que a emissora vice-líder no período. Em termos absolutos, a audiência média foi de 753 mil telespectadores (60x o público no estádio), com 2/3 de todas as televisões ligadas sintonizadas no clássico.

Vale lembrar que a medição na região metropolitana é estimada pelo instituto em 3.668.200 indivíduos. Portanto, mesmo num jogo sem caráter decisivo, 20,5% do público assistiu ao empate. Ainda que seja um número considerável, foram 100 mil telespectadores a menos que o primeiro Clássico das Multidões no hexagonal anterior – na ocasião, num domingo, dia de maior apelo.

O 1º Clássico das Multidões em…

…2017
Santa Cruz 1 x 1 Sport, Arruda (18/02)

753 mil telespectadores
63% de participação

…2016
Sport 2 x 1 Santa Cruz, Ilha (21/02)

853 mil telespectadores
62% de participação

As 10 maiores audiências no Estadual desde 2010*

1.153.620 – Sport 1 x 0 Náutico (05/05/2010) – final (volta, abaixo)**
1.050.763 – Sport 1 (5) x (3) 0 Santa Cruz (13/04/2014) – semifinal (volta)
1.040.976 – Santa Cruz 0 x 1 Sport (15/05/2011) – final (volta)
988.773 – Náutico 0 x 1 Sport (23/04/2014) – final (volta)**
969.817 – Santa Cruz 1 x 1 Sport (26/03/2014) – hexagonal
961.620 – Sport 2 x 0 Náutico (16/04/2014) – final (ida)**
942.762 – Sport 0 x 2 Santa Cruz (08/05/2011) – final (ida)
887.984 – Náutico 1 x 0 Santa Cruz (28/04/2010) – semifinal (volta)
863.818 – Santa Cruz 0 x 0 Sport (06/05/2012) – final (ida)
853.000 – Sport 2 x 1 Santa Cruz (21/02/2016) – hexagonal

* Número de telespectadores considerando os jogos já divulgados pela emissora. Entre os não revelados, destaque para as decisões de 2013 e 2016

** Jogos realizados na noite de quarta-feira, pico de audiência no futebol

Pernambucano 2010, final: Sport 1 x 0 Náutico. Imagem: Rede Globo/reprodução

As redes sociais dos 40 principais clubes do Brasil até fevereiro de 2017, via Ibope

As redes sociais dos principais clubes do Brasil em 16/02/2017. Crédito: José Colagrossi/Ibope-Repucom

O Ibope vem atualizando mês a mês as bases digitais dos clubes do país, somando os perfis oficiais nas redes sociais mais utilizadas no futebol. O levantamento traz os 20 clubes da Série A e mais 20 clubes com os maiores quadros nas Séries B e C. Ao todo, são onze nordestinos presentes, sendo o Sport o melhor colocado no âmbito nacional, em 13º lugar. Em relação à janeiro, o balanço de fevereiro traz o rubro-negro pela primeira vez na liderança regional do youtube. Ou seja, das quatro redes sociais quantificadas, só não lidera no facebook (hoje, com 48 mil pessoas a menos que o Bahia, vice nas demais).

No ranking absoluto, a Chapecoense segue crescendo. Foram mais 146 mil pessoas (a maioria formada por torcedores de outros clubes) curtindo seus perfis, chegando a 5,5 milhões ao todo. Está a 4 mil do Grêmio, o 6º colocado. Na briga pelo topo, ainda que o líder Corinthians esteja quase na casa de 18 milhões, o Flamengo reduziu a diferença de 1 milhão para 879 mil.

Voltando ao Nordeste, há outra briga ferrenha, entre Santa e Fortaleza, com o tricolor cearense à frente por apenas 5 mil pessoas. Há um mês o hiato era de 10 mil, o que comprova a evolução da plataforma digital dos corais, já na dianteira no insta e no youtube. Por fim, o Vitória, cuja torcida no facebook é só a 6ª da região. Não por acaso, aumentou a divulgação da página. Somando os perfis, o clube registrou o maior aumento no mês, 90 mil. A seguir, listas com os times da região divulgados por José Colagrossi, diretor do Ibope-Repucom.

Os nordestinos com mais usuários nas redes sociais e a evolução no mês*
1º) Sport (2.546.041) +43.105
2º) Bahia (2.348.637) +28.756
3º) Vitória (1.484.263) +90.877
4º) Ceará (996.446) +15.368
5º) Fortaleza (823.568) +13.348
6º) Santa Cruz (818.321) +17.998
7º) América-RN (375.812) +4.435
8º) ABC (358.878) +6.510
9º) Náutico (344.004) +10.688
10º) Sampaio Corrêa (228.434) +2.128
11º) CRB (219.083) +5.162

Top 5 do NE no facebook*
1º) Bahia (1.093.667)
2º) Sport (1.045.090)
3º) Ceará (643.537)
4º) Fortaleza (580.845)
5º) Santa Cruz (566.943)

Top 5 do NE no twitter*
1º) Sport (1.253.998)
2º) Bahia (1.101.527)
3º) Vitória (960.217)
4º) Ceará (210.558)
5º) Fortaleza (131.893)

Top 5 do NE no instagram*
1º) Sport (224.574)
2º) Bahia (132.869)
3º) Ceará (131.074)

4º) Vitória (120.382)
5º) Santa Cruz (103.456)

Top 5 do NE no youtube*
1º) Sport (22.379)
2º) Bahia (20.574)

3º) Santa Cruz (18.493)
4º) Ceará (11.277)
5º) Fortaleza (8.783)

* Uma pessoa pode ter contas em diferentes plataformas, com a lista contando cada uma delas. Inclusive, pode seguir perfis rivais, também contabilizados. 

Confira o levantamento anterior clicando aqui.