A diferença de Arruda e Ilha através dos laudos de engenharia e dos bombeiros

Arruda e Ilha do Retiro via Google Maps

Em 25 de setembro de 2015, o Corpo de Bombeiro emitiu dois atestados de regularidade, um sobre o Arruda e outro sobre a Ilha do Retiro. Em ambos, reduziu a capacidade de público dos estádios. Não por questão de espaço físico para o público, mas pela estrutura oferecida para a evacuação da torcida, apontando escadas, portas e corredores afunilados. Com um ano de validade, os documentos seguem em vigor. A diminuição (55 para 50 mil no José do Rego Maciel e 32 para 27 mil no Adelmar da Costa Carvalho) foi aceita pelos clubes, sob protesto. Sete meses depois, ocorreu na sede da FPF uma “reunião de adequação dos estádios pernambucanos”.

Na prática, foi um debate apenas sobre os palcos de Santa Cruz e Sport, com representantes dos clubes, claro, do Ministério Público de Pernambuco, que em novembro passado recomendou a redução dos estádios, dos bombeiros, órgão responsável pela elaboração do documento, e da Vigilância Sanitária. Ajustes já pedidos no laudo em vigor para esta temporada foram reforçados – solução prática: mais saídas para o público, sobretudo nos setores populares. O atual redimensionamento tem validade até 25 de setembro de 2016. No Arruda, cujo alvará indicava 16 de abril, o status reduzido foi mantido.

Sobre a capacidade de público, há um impasse. A atual portaria do Ministério do Esporte, de nº 290, de 27 de outubro de 2015, consolidou os requisitos mínimos para serem contemplados nos laudos técnicos previstos. Resumindo, dá ao laudo de engenharia a voz oficial sobre a capacidade. Não por acaso, ao blog uma fonte informa que as cargas de 55 mil (Arruda) e 32 mil (Ilha) seguem à disposição dos clubes, que vêm evitando os montantes para se resguardarem sobre qualquer imprevisto legal, devido ao parecer dos bombeiros.

Laudo dos Bombeiros sobre o Arruda, com validade em 2016.

Laudo do Corpo de Bombeiros, de 2016, sobre o Arruda. Crédito: FPF/reprodução

Laudo dos Bombeiros sobre a Ilha do Retiro, com validade em 2016.

Laudo do Corpo de Bombeiros, de 2016, sobre a Ilha do Retiro. Crédito: FPF/reprodução

5 thoughts on “A diferença de Arruda e Ilha através dos laudos de engenharia e dos bombeiros

  1. A seleção brasileira jogou no arruda com um público de 90 mil espectadores.
    Tá na hora de arrumar a casa e fazer o que tem de ser feito pra evitar complicações futuras!
    #scfc

  2. O ARRUDA CABE MAIS DE 80 MIL PESSOAS O JOGO DE QUARTA FEIRA TINHA UMAS 55 MIL PESSOAS PORQUE CRIANÇA ATÉ 10 ANOS NÃO PAGA E NÃO ENTRA NA CONTABILIDADE E TINHA MAIS AO MENOS MAIS DE 5 MIL CRIANÇAS EU NÃO SEIO POR QUE OS DIRIGENTES DO SANTA CRUZ NÃO DIVULGA O PUBLICO CERTO O SANTA NÃO ESTA MAIS MENDINGANDO JÁ TEM MAIS 20 MILHÕES DE PATROCINADORES ANUAL FORA O DIREITO DE IMAGEM EU ACHO QUE JÁ ESTA NA HORA DE DEVULGAR O PUBLICO CORRETO

  3. Segundo algumas reportagens de arquivo de parte da imprensa o Arruda já comportou mais de 73 mil pagantes em uma decisão do Santa Cruz contra o Naútico em 1983 depois de algumas reformas o estádio diminuiu em sua capacidade?

  4. ACHO QUE O ESTÁDIO DA ILHA É O MAIOR DO BRASIL E DO NORDESTE. AQUELE MUNDO DE ESTÁDIO INAUGURADO EM 1937 É MUITO CONFORTÁVEL, VEJA-SE AS CADEIRAS QUE TOMAM CONTA DE TODO O ESTÁDIO, POR EXEMPLO. VEJA-SE OS DEGRAUS QUE EM DIVERSOS LOCAIS CHEGA A 01 METRO DE ALTURA, SENDO NECESSÁRIO QUE ALGUÉM PEGUE NA MÃO DO OUTRO PARA SUBIR. É MUITO INTERESSANTE. O MELHOR

  5. O governo do estado está se utilizando dos corpo de bombeiro para forçar o Sport ir jogar na arena. A arena tem capacidade para 46 mil torcedores e a Ilha tem 27 mil, então em grande jogos a Ilha é inviável. Ilha já coube recentemente em 35.500 torcedores, depois baixou para 32 mil e agora para 27 mil. Não vai demorar e o governo do estado vai baixar a capacidade da Ilha para 20 mil e os Aflitos pra 9 mil pra forçar de ver a Sport e Náutico jogarem na arena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>