Premiere mantém o Pernambucano como degustação no pay-per-view em 2015

Canal Premiere FC. Crédito: divulgação

O novo contrato de transmissão na televisão do Campeonato Pernambucano começa a vigorar neste ano. Novamente firmado com a Rede Globo, o Estadual foi negociado pela FPF de 2015 a 2018. Além do sinal aberto, o contrato engloba a exibição via pay-per-view, mas num módulo ainda enxuto.

Transmitido há três anos pelo Premiere FC (PFC), a competição segue como “degustação” nos pacotes de tevê paga, como um bônus ao assinante que comprar o PPV dos campeonatos estaduais do São Paulo e de Rio de Janeiro. A mesma situação ocorre com o campeonato baiano, diga-se.

Em 2015, o PFC irá exibir uma partida exclusiva a cada rodada do Pernambucano. Somente nas finais haverá a transmissão simultânea junto à Globo Nordeste. Além do Brasil inteiro, o sinal do PFC também é enviado para 56 países, através do canal Globo Internacional.

Se ainda não há a transmissão da tabela completa de Náutico, Santa Cruz e Sport, como ocorre no Brasileiro, ao menos a maioria das partidas são transmitidas, somando os sinais aberto e fechado.

Balanço das transmissões do Pernambucano no pay-per-view:

2014
Jogos no Premiere: 15
8 – Sport
7 – Náutico
6 – Santa Cruz

Total de jogos transmitidos (Globo + PFC): 27

2013
Jogos no Premiere: 12
5 – Náutico
5 – Santa Cruz
5 – Sport

Total de jogos transmitidos (Globo + PFC): 27

2012
Jogos no Premiere: 15
8 – Santa Cruz
7 – Sport
4 – Náutico

Total de jogos transmitidos (Globo + PFC): 38

A taça do Nordestão de passagem pelo Recife

Tour da taça da Copa do Nordeste 2015. Crédito: Esporte Interativo/divulgação

O troféu dourado da Copa do Nordeste de 2015 irá percorrer pela primeira vez todos os estados da região, através de uma exposição pública em em dez cidades – as nove capitais e Campina Grande. A inclusão de Piauí e Maranhão na competição refletiu diretamente na taça, que agora tem mais dois anéis, aumentando de sete para nove. Cada um representando um estado.

O tour irá de janeiro a março, com a apresentação ao público mesmo com o torneio em andamento. Começando em Salvador e terminando em Aracaju.

No Recife, a exposição ocorrerá entre os dias 21 e 25 de janeiro, no shopping Rio Mar. O objeto de desejo do futebol nordestino também deverá ser levado a outros locais na capital, incluindo a redação do Diario de Pernambuco.

O estado será representado por Sport, Náutico e Salgueiro.

O clube que erguer a taça este ano embolsará R$ 2,39 milhões em prêmios.

A pré-temporada de amistosos para os clubes pernambucanos em 2015

A pré-temporada instituída no mês de janeiro faz a sua estreia no futebol brasileiro em 2015. Assim, pela primeira vez os grandes times pernambucanos foram beneficiados com um período considerado “adequado” para a preparação, física, técnica e tática. Além da apresentação de jogadores, entre reforços e remanescentes do elenco anterior, os rivais podem experimentar formações distintas antes da estreia oficial, em fevereiro, no campeonato estadual.

Portanto, vamos aos amistosos agendados na pré-temporada do trio, variando tanto na tradição dos adversários quanto no número de partidas preparatórias.

Náutico

Pré-temporada do Náutico no CT da Guabiraba. Fotos: Julio Jacobina/DP/D.A Press

17/01 – Náutico x Decisão (apresentação do elenco)
22/01 – Náutico x Vitória (Supercopa do Maranhão)
25/01 – Náutico x Sampaio Corrêa ou Moto Club (Supercopa do Maranhão)

O Alvirrubro será o primeiro a entrar em campo, num amistoso nos Aflitos. Devido à falta de ritmo, apesar da rotina puxada no CT Wilson Campos, a partida terá dois tempos de 30 minutos. Outra curiosidade é que inicialmente o adversário seria a Ágape, uma associação de atletas profissionais, mas a FPF vetou porque não é um clube filiado. Veio então o Decisão, da segundona local.

A preparação de fato ocorrerá em São Luís, com a Supercopa do Maranhão. A federação maranhense criou o torneio amistoso para abrir a temporada. Além dos dois grandes clubes locais, foram convidados mais dois, Náutico e Vitória. No sistema mata-mata, com semifinal e final, o torneio ainda conta com uma premiação acumulada de R$ 300 mil para os participantes. Em contrapartida, a receita gerada (bilheteria, televisão, publicidade) irá para a federação.

Santa Cruz

Início da pré-temporada do Santa Cruz, no Arruda. Fotos: Julio Jacobina/DP/D.A Press e Jamil Gomes/Santa Cruz

22/01 – Santa Cruz x Zalgiris Vilnius, da Lituânia (amistoso internacional)
25/01 – Santa Cruz x Campinense

Mesmo com a pré-temporada em Chã Grande, após o início dos trabalhos no Arruda, o Tricolor programou seus dois amistosos para o Arruda. Inicialmente, a diretoria coral tentou contato com o Shakthar Donetsk, da Ucrânia, que organizou um tour no Brasil. Porém, a agenda do rico clube do leste europeu já estava cheia, com cinco jogos. Mas o status internacional se manteve.

Os tricolores aproveitaram a excursão de outro europeu, o desconhecido Zalgiris Vilnius, atual bicampeão da Lituânia e que também jogará contra Goiás e Gama. Três dias após esta partida, os corais tem pela frente o Campinense, campeão da Copa do Nordeste de 2013 e de volta ao regional deste ano.

Sport

Pré-temporada do Sport no CT de Paratibe. Fotos: Sport/assessoria e Edvaldo Rodrigues/DP/D.A Press

24/01 – Sport x Nacional, do Uruguai (Taça Ariano Suassuna)

O Leão programou apenas um amistoso, à parte dos jogos-treino no CT José de Andrade Médicis. A ideia original era fazer um amistoso internacional contra o Boca Juniors, mas o poderoso clubes argentino enfrentará o maior rival, River Plate, em um amistoso numa data próxima. Assim, o Leão acertou com outro clube de tradição no continente, tricampeão da Libertadores.

Para aumentar a atratividade, foi criado um troféu em homenagem ao escritor Ariano Suassuna, torcedor do clube e falecido em 2014. Apesar do caráter amistoso, a organização incorporar o programa Todos com a Nota, com 15 mil ingressos. Obviamente, o fato de a disputa se na Arena Pernambuco pesou na decisão, pois é do interesse do estado viabilizar o empreendimento.

Divisão das torcidas brasileiras via televisão por assinatura – 2015

Ranking de assinantes da Sky no Brasil em janeiro de 2015

O consumo via pay-per-view deve tomar conta futuramente das negociações dos direitos de transmissão na televisão do futebol brasileiro. A partir disso, é interessante constatar a base de torcedores/assinantes. Atualmente, apenas a Sky, a segunda maior operadora de tevê paga do país, detalha os times preferidos em relação à sua base de clientes. De acordo com o dado oficial mais recente, através da Anatel, a operadora tem 5.643.299 assinantes.

O ranking de clubes entre os assinantes é produzido pela própria empresa, com o cadastro online dos clientes – ainda aberto. Nele, o Flamengo, como nas pesquisas tradicionais, está bem à frente, com 1.081.820 assinantes. Observando o quadro de janeiro de 2015, os três grandes clubes do estado aparecem entre os 20 primeiros: Sport 15º, Náutico 18º e Santa Cruz 19º.

Agregado, o trio representa 2,53% de todas as assinaturas do país, com 142.775 titulares. O crescimento bruto em relação ao ano passado, quando o blog enumerou os números pela primeira vez, foi de 0,01% nacionalmente.

Cruzando os dados, é possível projetar a evolução de cada time da capital em um ano, com 4.290 novos rubro-negros, 2.624 tricolores e 503 alvirrubros. O crescimento coral era esperado por causa de seu retorno à Série B, que tem todos os seus jogos exibidos no PPV, ao contrário da Série C.

2015/janeiro (5.643.299 assinantes no país)
Sport: 77.877 (1,38%)
Náutico: 32.731 (0,58%)
Santa Cruz: 32.166 (0,57%)
Total: 142.775 (2,53%)

2014/janeiro (5.371.370 assinantes no país)
Sport: 73.587 (1,37%)
Náutico: 32.228 (0,60%)
Santa Cruz: 29.542 (0,55%)
Total: 135.358 (2,52%)

A Sky também expõe o seu quadro por estado. Em Pernambuco, além dos locais (com 75,19% do bolo) e das principais forças do Sudeste, clubes tradicionais do Nordeste também têm espaço, como Bahia, Vitória, Ceará e Fortaleza. Como surpresa, um representante do Norte, o Remo, em 20º.

Confira os rankings nacional e estadual em janeiro de 2014 clicando aqui.

Ranking de assinantes da Sky em Pernambuco em janeiro de 2015

O filho de CR7, fã de Messi

Cristiano Ronaldo e o filho com a Bola de Ouro de 2014. Foto: Fifa/site oficial

Nos bastidores da entrega da Bola de Ouro de 2014, na Suíça, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, rivais no Real Madrid e Barcelona, demonstraram um clima de cordialidade bem distante daquele imposto pelos duelos em campo.

Ainda mais curioso foi o registro do filho de CR7, Cristiano Ronaldo Júnior, de apenas cinco anos, sendo apresentado a Messi nos bastidores da festa de gala, num vídeo captado pela equipe de tevê do Real.

O próprio pai ‘entregou’ o filho ao argentino durante a cena.

“Ele viu um vídeo de nós dois na internet e me perguntou sobre você.”

A criança, claro, ficou acanhada… mas conheceu o outro ídolo, rival do pai.

Clubes pernambucanos no ranking mundial de clubes da IFFHS

IFFHS

A Federação de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), um órgão alemão reconhecido pela Fifa, divulgou o seu ranking anual de clubes, com os jogos oficiais de 1º de janeiro a 31 de dezembro. A lista é atualizada mensalmente, com um balanço geral no início do ano seguinte. Em 2014, o Real Madrid, sem surpresa alguma, foi o líder. Mais do que isso. A pontuação do clube merengue, 381, foi a maior de uma temporada desde a criação da lista, em 1991.

À parte dos primeiros colocados, vale destacar também a presença pernambucana no ranking. Rara, é verdade, mas devidamente registrada. Para fazer parte do levantamento, é necessário disputar a primeira divisão nacional – e cada país tem um peso distinto. Considerando isso, o blog listou apenas os rankings a partir de 2006, na pioneira participação pernambucana na elite do Brasileirão na era dos pontos corridos.

O Santa Cruz, o primeiro representante local neste contexto, acabou não figurando na lista da IFFHS. Contudo, há uma explicação. Em alguns anos a entidade divulgou 200 clubes, enquanto em outros os dados foram de 350 e até 500 times. Em 2006 o número foi restrito.

Outro ponto interessante é que a pontuação referente aos  torneios internacionais é bastante elevada. Não por acaso, a melhor colocação do Sport, e do estado, foi o 89º lugar em 2009, quando participou da Libertadores. Nem a lanterna na Série A evitou a boa colocação no ranking mundial. Em abril daquele ano o Leão chegou a aparecer na 29ª colocação.

2006
1º) Sevilla (295 pontos)
2º) Internazionale (286)
3º) Roma (277)

Nenhum pernambucano listado*

2007
1º) Sevilla (306)
2º) Manchester United (281)
3º) Milan (280)

214º) Náutico (78)
273º) Sport (70)

2008
1º) Manchester United (292)
2º) Bayern de Munique (272)
3º) Liverpool (267)

97º) Sport (118)
343º) Náutico (62)

2009
1º) Barcelona (341)
2º) Chelsea (292)
3º) Manchester United (291)

89º) Sport (125)

2010
1º) Internazionale (300)
2º) Bayern de Munique (268)
3º) Barcelona (266)

Sem time pernambucano na elite

2011
1º) Barcelona (367)
2º) Real Madrid (312)
3º) Vélez Sarsfield (271)

Sem time pernambucano na elite

2012
1º) Barcelona (307)
2º) Chelsea (279)
3º) Boca Juniors e Atlético de Madri (278)

321º) Náutico (72)
413º) Sport (62)

2013
1º) Bayern de Munique (370)
2º) Real Madrid (290)
3º) Chelsea (273)

Nenhum pernambucano listado*

2014
1º) Real Madrid (381)
2º) Bayern de Munique (276)
3º) Atlético de Madrid (267)

247º) Sport (80)

* No estudo da IFFHS, nem sempre a lista divulgada no site é completa.

As novas normas de transferência e registro no futebol brasileiro

Registro de atletas no boletim informativo diário (BID), direitos econômicos fatiados, prazos de transferências etc. Nas últimas temporadas, com um volume de dinheiro envolvido cada vez maior, o futebol brasileiro foi sofrendo uma metamorfose no campo das negociações de jogadores.

Com o objetivo de reorganizar o enorme volume de transações, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), através do seu departamento de registro e transferência, criou o novo o Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol, já devidamente adaptado às novas normas da Fifa.

A principal novidade no documento é o fim dos contratos de jogadores “fatiados” a partir de maio de 2015. Com isso, apenas os clubes poderão deter os direitos econômicos, afastando grupos de investidores.

As 10 maiores audiências televisivas do Campeonato Pernambucano 2014

As maiores audiências do Campeonato Pernambucano de 2014. Crédito: Rede Globo

O Campeonato Pernambucano de 2014 teve uma audiência média de 696 mil telespectadores por jogo no Grande Recife. Ao todo, 14 partidas foram exibidas em sinal aberto na televisão, conforme informado pelo blog (veja aqui).

Mais dados do relatório produzido pela Rede Globo para comercializar a competição foram divulgados pela FPF, com o top 10 entre as maiores audiências domiciliares na capital, segundo o Ibope Media Workstation.

O jogo mais assistido foi o Clássico das Multidões na semifinal decisiva, na Ilha, com 1.050.763 telespectadores e 39,9 pontos no Ibope. A cada 100 aparelhos ligados, 72 estavam sintonizados na partida, vencida pelos leoninos nos pênaltis. Foi a única peleja com mais de um milhão de pessoas diante da tevê.

Já a grande decisão, com o Clássico dos Clássicos na Arena Pernambuco, ficou em segundo lugar, mas mesmo assim foi o que registrou mais pontos, 43.

No balanço dos dez jogos mais vistos, eis o ranking de presença:
7 – Sport
5 – Náutico
4 – Santa Cruz
2 – Porto
1 – Salgueiro e Central

Confira também o top 10 do Estadual de 2010 a 2012 clicando aqui.

Ainda sobre audiência no futebol local, o recorde data de 18 de fevereiro de 2009, no jogo Colo Colo 1 x 2 Sport, na Libertadores, com 57 pontos.

As maiores audiências do Campeonato Pernambucano de 2014. Crédito: Rede Globo

Cristiano Ronaldo chega ao tri da Bola de Ouro. Lógico, mira o tetra de Messi

Cristiano Ronaldo, o melhor do mundo em 2008, 2013 e 2014. Fotos: Fifa/divulgação

“Espero apanhar o Messi já na próxima época”

No português mais ‘lusitano’, Cristiano Ronaldo deixou claro, com a Bola de Ouro de 2014 nas mãos, o quanto é competitivo. Eleito novamente o melhor jogador do mundo, o craque já vislumbrou o futuro e o seu grande objetivo.

Quer ser o jogador mais vezes eleito pela Fifa. Agora, chegou ao terceiro prêmio, somando 2008, 2013 e 2014. De cara, empatou com lendas do futebol do porte de Ronaldo e Zidane, somente.

À frente deste trio, um tal de Lionel Messi, detentor de quatro bolas de ouro, consecutivas, diga-se. Mas enquanto o argentino tenta retomar a sua melhor forma, CR7 segue em alta. Na última temporada, em particular, “só” falhou na Copa do Mundo, quando caiu com a sua seleção na primeira fase.

Com a camisa branca do Real Madrid, deitou e rolou.

Em 60 jogos no ano, marcou 61 gols e ainda deu 22 assistências. Logo, teve participação direta em 83 gols, com uma média de 1,38 gol por partida.

O resultado disso? Empilhou taças…

Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, Copa do Rei e Supercopa Europeia.

Mesmo vitorioso, Cristiano Ronaldo quer algo mais na carreira…

Quer, no mínimo, igualar a galeria de prêmios individuais de Messi. Este, mesmo um pouco abaixo de seu rendimento normal, fez 66 jogos em 2014, com 58 gols e 22 assistências. Por sinal, Cristiano e Messi, juntos, venceram as últimas sete edições da Bola de Ouro. Estão a léguas dos demais.

Na festa de gala na Suíça, onde foi entregue a grande premiação, Cristiano sentou justamente ao lado de Messi. Tão perto, tão longe…

Lionel Messi, o melhor do mundo em 2009, 2010, 2011 e 2012. Fotos: Fifa/divulgação

Podcast 45 minutos (92º) – Preparação local para 2015 e a tecnologia no futebol

Os grandes clubes pernambucanos já iniciaram a pré-temporada de 2015, com reforços chegando e muita especulação. Com o time completo, o 45 minutos debateu esse momento, comentando, entre outros pontos, a contratação de Leandro Euzébio, no Náutico, e a renovação de Diego Souza, no Sport.

Além disso, no embalo da NFL, foi discutido se o sistema tecnológico utilizado pela arbitragem no futebol americano poderia servir no “nosso” futebol.

Estou neste podcast (1h15min) ao lado de Celso Ishigami, Fred Figueiroa, João de Andrade Neto e Rafael Brasileiro. Ouça agora ou quando quiser!