DHPP terá novo gestor em breve

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) terá um novo gestor muito em breve. À frente de uma das delegacias mais requisitadas do estado desde a metade do ano passado, o delegado Casimiro Ulysses de Oliveira vai ser substituído nos próximos dias. Para ocupar a chefia do departamento estão sendo cogitados, por enquanto, os nomes de quatro delegados. São três homens e uma mulher, todos eles com experiência em crimes de homicídios. Encabeçam a lista os delegados João Brito, Bruno Chacon, Inalva Regina e Edilson Alves. Segundo fontes da cúpula da Secretaria de Defesa Social (SDS), o nome de Inalva Regina é o mais cotado até o momento para o cargo. A policial que hoje é responsável pela Seccional de Olinda, também já foi gestora da Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) por muitos anos.

Casimiro Ulisses chefiou o DHPP por menos de um ano. Foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A.Press

A notícia da saída de Casimiro ainda não foi oficializada, no entanto, já ganhou vida nos corredores do departamento localizado na Avenida Mascarenhas de Morais, no bairro da Imbiribeira. Procurado pelo Diario, o chefe da Polícia Civil do estado, delegado Osvaldo Morais, disse que não teria o que falar sobre o assunto no momento. Porém, a saída de Casimiro estaria ligada a alguns problemas de relacionamento com os seus subordinados. Em novembro do ano passado, este blog publicou nota de que pelo menos seis delegados do DHPP estariam sofrendo perseguição por parte do gestor. Na época, Casimiro perferiu não falar sobre o assunto.

Edilson Alves está como coordenador. Foto: Cecília de Sá Pereira/DP/D.A.Press

Edilson Alves
Atuou como delegado responsável pela Gerência de Polícia da Capital e atualmente está como coordenador da Diretoria de Polícia Metropolitana da Polícia Civil

Bruno Chacon já foi da DP de Homicídios. Foto: Julio Jacobina/DP/D.A.Press

Bruno Chacon
Já foi delegado da divisão de homicídios na GPCA, chefiou a 3ª Delegacia de Homicídios, foi responsável pela Seccional da Várzea e atualmente é assessor da Diretoria de Polícia Metropolitana

Inalva Regina já chefiou a GPCA. Foto: Julio Jacobina/DP/D.A.Press

Inalva Regina
Chefiou a Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), onde conduziu grandes investigações e operações contra crimes sexuais contra adolescentes. Hoje responde pela Seccional de Olinda

João Brito já trabalhou no DHPP. Foto: Lilian Pimentel Esp p/DP/D.A.Press

João Brito
Trabalhou como delegado do DHPP, foi coordenador da Força-tarefa do departamento de homicídios e atualmente desempenha a função de assessor da Diretoria de Polícia Especializada

Leia mais sobre o assunto em:

Delegados estão sofrendo perseguição dentro do DHPP

Delegados do DHPP defendem atuação do gestor

 

18 thoughts on “DHPP terá novo gestor em breve

  1. Wagner, o novo layout do blog está bacana, apenas o “Mural” que fica alternando as últimas notícias, que está desconfigurando a página a todo momento. Dê uma verificada nisso.

    Outra coisa: Não sei se os alunos da PM já receberam a bolsa, mas os alunos da Civil ainda nem viram a conta dos míseros R$ 600,00 referentes ao mês de janeiro. É um absurdo sem tamanho. Além do mais, concluímos o curso de formação e ainda não temos qualquer data para nomeação/posse. Se possível, verifique essa informação para nós, pois estamos todos ansiosos para ingressar na gloriosa Policia Civil (para qual esperamos por tanto tempo), bem como estamos desempregados, precisando pagar nossas contas.

    Grande abraço!

  2. Oi, Aluno Civil, bom dia
    Realmente as chamadas que ficam mudando no topo da página estavam desconfiguradas. Já resolvi a bronca, obrigado pela observação.
    Quanto ao pagamento das bolsas da PC eu vou procurar saber a previsão e ainda quando serão feitas as nomeações.
    Obrigado por acompanhar o blog.
    Abraço.

  3. Wagner, mais uma vez você está prestando um desserviço postando informações inverídicas sobre a gestão do Dr. Casimiro Ulisses. Dizer que a sua saída foi motivada por problemas com os delegados é fabricar uma fofoca que apenas tem a intenção de denegrir a imagem de um profissional íntegro.

    A relação do gestor com os delegados diz respeito apenas ao departamento, devendo estar distante da esfera jornalística. Outra vez você postou sem conversar com os envolvidos.

    Aquele que deixa um cargo sem abaixar a cabeça e agindo conforme sua consciência não merece ter sua imagem desgastada por um blog apenas pretensioso. Deveria, na verdade, ter sua gestão elogiada por ter sempre atingido as metas desde a sua chegada ao departamento e agregado cada vez mais um grupo já forte, tendo deixado aqui amigos e um legado importante para aqueles que conviveram de perto com este homem honrado.

    Izaias Novaes
    Delegado do DHPP

  4. Dr. Casimiro não está saindo do DHPP por problemas com seus subordinados. As razões da sua saída não têm nada haver com os delegados que ele geriu nos últimos seis meses, nem com qualquer outro policial que aqui trabalhe. O gestor pode estar saindo, mas por outras questões de interesse apenas da Polícia Civil. O DHPP continuou funcionando com de forma dinâmica com sua presença aqui, e sempre resolvendo os crimes de homicídio e tentativas com qualidade e celeridade.

  5. novamente, como delegado do dhpp, discordo da caro jornalista, pois a saída do Dr. Casimiro não foi ocasionada por problemas de relacionamento com os colegas, muito pelo contrário, o grupo do DHPP é um grupo unido e assim se manteve durante a gestão do nosso nobre colega Casimiro.

  6. Sou Delegada do DHPP e a saída do Gestor não foi motivada por problemas com seus subordinados. A equipe do Departamento é unida e focada na redução da criminalidade e contou durante esses meses com total apoio do Dr. Casimiro.

  7. Considerando o que foi posto nesse blog do senhor WAGNER OLIVEIRA, quero providencialmente manifestar o meu total desapreço ao que ali foi aludido especialmente com referência a minha pessoa e, inclusive, com menção de meu nome.
    Quero deixar bem claro que nunca, em qualquer hipótese, manifestei, de qualquer forma e a quem quer que fosse, a menor insinuação de desapreço ou mesmo queixa à conduta ou forma de se conduzir do senhor gestor Dr. Casimiro nas suas relações profissionais com seus comandados, enquanto à frente do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa.
    Muito pelo contrário, o que tenho, e disso comungo com os demais colegas que integram a equipe tanto da 6ª DPH / DHPP quanto de outras delegacias daquele Departamento, é elogios tanto no que tange à conduta profissional ilibada e competente do referido gestor quanto a sua forma de trato para com todos os policiais e demais profissionais que trabalham no DHPP.

    Em assim sendo, não entendo como meu nome foi aludido no reportado blog, sem que o menor contato houvesse ocorrido entre mim e o responsável por tal blog.
    José do Prado (Delegado de Polícia)

  8. Wagner, como delegada do DHPP venho me unir, aqui em seu blog, mais uma vez aos meus colegas delegados em defesa da pessoa de nosso querido gestor Dr. Casimiro, no intuito de que seja feita justiça ao homem honrado, competente, prestativo, com uma sensibilidade e humanidade maravilhosas para exercer o cargo que tão bem exerceu conosco seus colaboradores, sempre em prol da sociedade e da justiça, em um Departamento do porte e importância do DHPP. As portas de sua sala sempre estavam abertas e seu celular ligado 24 horas por dia para atender demandas, indagações e orientações de todos, sendo o primeiro e último a chegar no DHPP e nos feriados e finais de semana sempre presente fisicamente, caso isso fosse necessário. Se alguma decisão sua desagradou alguém, como em toda gestão acontece, temos a certeza de que a tomou, com a certeza de que naquele momento era necessária para o bom andamento dos trabalhos, em busca da eficiência e lisura! Amante do trabalho, incansável, homem horado, fica aqui registrado minha eterna admiração por Dr. Casimiro, cujas atitudes trarei sempre comigo em minha profissão, como exemplo de profissional de segurança pública exemplar!

    Ficamos sempre a disposição para colaborar com seu blog, em eventuais esclarecimentos que se façam necessários. Abs!

  9. Prezado Wagner,

    Sou delegado da polícia civil lotado atualmente na 5a Delegacia de Homicídios do DHPP.

    Com relação à saída do gestor, Dr. Casimiro Ulisses, desconheço qualquer conduta adotada por ele que tenha levado à perseguição de qualquer colega, inclusive da minha pessoa.

    As razões da saída do gestor ainda não foram divulgadas oficialmente, porém não houve notícia dentro deste dentro departamento que me leve a acreditar que seu desligamento seja por relacionamento com seus subordinados, como você disse.

    No tocante à nota anteriormente publicada e que cita meu nome, informo que não houve qualquer contato comigo por parte deste veículo de comunicação e, inclusive, vale salientar que eu estava de férias quando a mencionada nota foi publicada.

    Apenas a título de sugestão: acredito que você deve rever suas fontes e apurar melhor algo antes de maldizer um profissional como Dr. Casimiro.

    Saudações,

    Victor Rondon

  10. Quem trabalhou e conhece Dr. Casimiro, sabe que ele é uma pessoa cordial que trata todos com respeito e urbanidade. Não faz distinção se é delegado ou se é alguém que trabalha fazendo a limpeza do Departamento. Ninguém de fora tem ideia de como o clima aqui era tranquilo durante a gestão de Dr. Casimiro, o qual é uma pessoa íntegra e profissional, atingindo durante a sua permanência as metas a ele impostas. Eu não iria me pronunciar sobre a nota, pois preferia não dar “ibope” para fofocas, mas diante das inverdades sobre a gestão de Dr. Casimiro só me resta dizer que sua nota mais uma vez foi infeliz.

  11. Vagner Oliveira, sabemos que a imprensa tem o poder da comunicação, porém todo “poder” demanda responsabilidades e a sua é a de informar com base na verdade dos fatos e com imparcialidade.
    Notamos que uma das primeiras postagens sua em 27 de novembro de 2012, a respeito do Gestor do DHPP, citava-o como sendo um chefe desagregador e perseguidor, inverdades rebatidas por vários colegas daquele Departamento, não satisfeito, agora você aproveita a saída do mesmo sem ao menos conhecer o motivo dela, e posta a informação de que seu sucessor trará harmonia ao DHPP, o que nos faz acreditar que suas fontes continuam lhe abastecendo de inverdades que você insiste em publicar.
    Saiba Vagner que este homem a quem você se refere como sendo perseguidor e desarmonizador, na verdade é um dos Delegados que tem em seu currículo grandes feitos gerenciais na SDS, além de ser uma pessoa integra, espirituosa, respeitadora das incapacidades alheias e altamente tolerante com aqueles erram e após seus conselhos, retomam
    a retidão de seus caminhos.
    Portanto Vagner, faça uma análise dos comentários postados em seu blog em favor deste exemplo de honestidade e competência que você insiste em desqualificar e repense; se escrevessem contra você o mesmo que você tem escrito contra ele qual seria sua atitude ? pense nisto.

    Ass. Luciano Santos – Comissário Especial de Polícia

  12. Como estagiaria do DHPP, eu não tenho o quer falar do Dr. Casimiro por ser um homem que não só merece o meu respeito mas também a minha admiração.
    Mas uma vez caro Wagner Oliveira você esta precisando rever suas fontes pois a saída do Dr. Casimiro não foi por causa do seu relacionamento com os seus subordinados muito pelo contrario. Ele é um homem de Fibra que respeita os seus colegas de trabalho como ninguém. Muitas vezes ficamos ouvindo fofocas de pessoas alheias sem se quer procurar a verdade acabamos postando baboseiras a respeito delas. Como se sabe o Jornalismo de Respeito procura saber os dois lados da moeda para chegar a uma conclusão dos fatos pra mostra a sociedade a veracidade deles, um jornalismo que se preze e que merece não só o MEU RESPEITO mais também da sociedade não sai publicando fofocas a respeito das pessoas cujo Caráter não merece esse desrespeito. Cabe a você falar não só a verdade mas mostrar uma realidade verdadeira e não distorce a realidade. Como acabou de acontecer não só com essa reportagem mais também como aquele Infeliz comentário do mês de novembro onde falava que o Dr. Casimiro estava perseguindo seus colegas de trabalho. Suas fontes ou estão agindo de Má Fé ou estão equivocadas como o Senhor.
    Estagiaria do DHPP: Jéssica Rodrigues

  13. Concordo com todos os colegas, acerca da publicação equivocada do jornalista, o qual afirma que a saída do gestor se deu por problemas de relacionamento com os subordinados. Não tinhamos problemas de convivência com Dr. Casimiro, pelo contrário, tivemos uma convivência salutar com o mesmo, que sempre desempenhou o seu mister com muita dediação e ética.

    Paulo Furtado
    4ª DPH-DHPP

  14. Wagner Oliveira
    Nos conhecemos desde quando você fazia matéria na GPCA, e eu trabalhava na Divisão de Homicídios. Fica difícil acreditar que é você quem anda publicando inverdades sobre Dr. Casimiro, que é um HOMEM, honesto, íntegro, de caráter ilibado. Com certeza mandaram você postar essas notícias, até porque você não conhece Dr. Casimiro e se o conhecesse, jamais publicaria uma injúria dessas, e ainda lhe digo mais, se um dia você tiver a felicidade de conhecer Dr. Casimiro, você vai sentir decepcionado consigo mesmo, e vai dizer a si próprio, que “pisou na bola”. Ficamos tristes em saber que Dr. Casimiro vai embora do DHPP e mais tristes ainda de existir um jornalista querendo denegrir a imagem do nosso Gestor para justificar a saída do mesmo. Sei que vocês jornalistas precisam de matérias, mas presta a atenção Wagner, você não somente feriu Dr. Casimiro como aqueles que o conhecem de perto. É lamentável.

  15. Prezado,

    Posso definir o Dr. Casimiro como uma pessoa cordial, dedicada e leal. Uma pessoa que sempre buscou o melhor para o DHPP, que manteve um padrão alto, com reduções significativas no número de homicídios. Um chefe que mantinha sua tropa alimentada de informações, que ajudava no que fosse preciso para o cumprimento da missão. Mesmo assim, a imprensa jamais exaltou suas qualidades, apenas alimentou falácias que visavam denegrir a imagem de uma pessoa que contribuiu como poucos para que tivéssemos uma sociedade mais justa. Aconselho o jovem repórter que pesquise, antes de realizar suas publicações, pois, caso contrário, continuará a construir matérias que serão contestadas por aqueles que realmente conhecem do que falam.

  16. Causou-me grande indignação ler as baboseiras que foram publicadas a respeito de Dr. Casimiro, homem de convicções, muita personalidade, extremamente educado e especialmente dedicado ao seu labor. Quem não tem matéria para trabalhar,
    deveria, por respeito a toda a sociedade, não publicar falácias…

  17. Wagner
    Lendo as informações constantes neste blog onde atribui a saída do Delegado Casimiro Ulisses do DHPP por problemas de relacionamento com os seus subordinados tenho a esclarecer que tal assertiva não corresponde a verdade. quem verdadeiramente conhece o gestor Casimiro Ulisses sabe da sua competência, austeridade, seriedade e, acima de tudo, o respeito e a consideração dispensada no trato diário com seus colegas, subordinados, servidores contratados e o publico em geral. qualquer coisa dita diferente disso só demonstra que o autor não conhece e nem teve o privilégio de conviver com um profissional da melhor estirpe, que é o Dr. Casimiro Ulisses.
    WALCIR MARTINS
    DELEGADO DE POLICIA, LOTADO NO DHPP

  18. Sr. Wagner Oliveira, espero que, diante de todos os comentários aqui feitos, você reveja os seus conceitos e procure se informar melhor, antes de postar qualquer coisa em seu blog. Da próxima vez, procure valer-se de fontes fidedignas antes de publicar qualquer coisa sobre quem quer que seja, já que esse tipo de jornalismo não se presta a nada, a não ser a criar factóides, que nada acrescentam. Observe que colegas citados pelo senhor como “perseguidos” por Dr. Casimiro, contestaram o teor de suas afirmações, fazendo com que seus argumentos caíssem por terra. Da próxima vez, procure ouvir antes de criticar apenas por criticar.

    Cordialmente,

    Del. Ricardo Silveira – Assessor DHPP