Morte de MC durante apresentação expõe falta de segurança em shows

O funkeiro Daniel Pedreira Sena Pellegrin, 20 anos, conhecido como MC Daleste, morreu após ser baleado durante um show em Campinas (SP) na noite desse sábado. O artista chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal de Paulínia, em São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada deste domingo.

A informação da morte foi confirmada pelo produtor do músico, Glauco Gabriel, pela redes sociais. O assassinato aconteceu no CDHU de Campinas. Um fã que estava no show registrou o momento em que MC Daleste levou o tiro no tórax, em cima do palco. A morte de Daleste levanta a discussão sobre a atenção para as revistas das pessoas durante a entrada nos shows.

A pessoa que efetuou o disparo conseguiu entrar sem problemas no local e deve ter chegado perto do palco para atirar com precisão. Outras pessoas poderiam ter sido atingidas também, o que tornaria a tragédia ainda maior. É preciso ter bastante atenção na hora de revistar o público que entra em casas de show, porque depois que uma pessoa consegue entrar com algum tipo de arma no local, fica praticamente impossível descobrir quem é o responsável por um tiro como o que matou o MC.

Confira o vídeo com imagens do momento que o artista caiu após ser baleado:

Os comentários estão fechados.