Carnaval menos violento neste ano

Sessenta e três pessoas foram assassinadas em Pernambuco durante o carnaval deste ano. Ainda assim, a Secretaria de Defesa Social (SDS) considerou o período mais tranquilo em comparação ao ano passado, já que houve redução de 7% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) e de 10,9% nos crimes contra o patrimônio. Ontem, o órgão divulgou um balanço da segurança pública nos seis dias de festa no estado, da sexta-feira (28 de fevereiro) à quarta-feira de cinzas.

Operação foi considerada a mais exitosa desde 2007 (RICARDO FERNANDES/DP/D.A PRESS)

Dos homicídios ocorridos em Pernambuco, 10 foram cometidos na capital, 25 na Região Metropolitana do Recife e 28 no interior. A operação de carnaval foi definida como a mais exitosa desde 2007, quando o programa Pacto pela Vida foi implementado. “Tivemos um carnaval maior, com mais polos e turistas. A redução é ainda mais significativa se considerarmos o crescimento da festa”, destacou o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho.

Dos crimes com mortes, dois aconteceram em focos de folia: o primeiro na véspera do sábado de Zé Pereira, no desfile do Bloco do Tubarão, bairro do Prado, Zona Oeste do Recife, e o outro no Bloco Língua de Seda, no Cabo de Santo Agostinho, na terça-feira. “Apesar de terem ocorrido em focos, os crimes não teriam relação com a festa. No primeiro caso, a vítima seria envolvida com o tráfico de drogas. Já a vítima do crime que aconteceu no Cabo de Santo Agostinho tinha antecedentes criminais”, pontuou o secretário.

Do Diario de Pernambuco

Os comentários estão fechados.