Belga preso pela PF em Olinda por tráfico de mulheres

Um homem que era procurado pela Interpol sob acusação de tráfico internacional de mulheres foi preso pela Polícia Federal em Olinda. Descrito por conhecidos como uma pessoa acima de qualquer suspeita pelo seu comportamento cordial, o belga era procurado pela Justiça de seu país desde 2006. Segundo a polícia, ele mantinha um esquema de tráfico de mulheres para prostituição. Havia mandado de prisão contra o foragido, que foi levado para o Cotel.De acordo com a Polícia Federal em Brasília, a organização criminosa mantida pelo suspeito levava mulheres da Romênia para se prostituirem na Bélgica, onde eram mantidas em cárcere privado trabalhando para a organização. Por meio do esquema, o belga construiu um grande patrimônio ilícito. Ele também é suspeito de crimes como falsificação de documentos e lavagem de dinheiro.Desde que sua prisão foi decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 2006, o belga estava foragido. No ano passado, a Justiça belga solicitou o apoio da Interpol e, a partir daí, ele passou a ser procurado nos 190 países que compõe a Organização Internacional de Polícia Criminal (OIPC). Por enquanto, ele aguardará julgamento de seu pedido de extradição apresentado pelo governo da Bélgica. Se a solicitação for acatada pela Justiça brasileira, o acusado será levado para cumprir a pena da sua condenação no seu país de origem.

Saiba maisO QUE É TRÁFICO DE PESSOAS
É quando a vítima é retirada de seu ambiente e privada de liberdade, sofrendo exploração sexual ou laboral ou confinamento para remoção de órgãos ou tecidos

COMO IDENTIFICAR
Duvide de propostas de emprego fácil e lucrativo. Caso alguém perto de você receba uma proposta assim, sugira que busque informações sobre a empresa

QUEM ALICIA
Na maioria das vezes, pessoas do círculo de amizades da vítima ou de membros da família. Alguns se dizem proprietários de casas de show, bares ou agências de modelos

Os comentários estão fechados.