Número de homicídios caem em Pernambuco após 14 meses

Depois de 14 meses registrando aumento no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), Pernambuco conseguiu conter a alta em maio de 2015. Mesmo sem atingir a meta estipulada do Pacto pela Vida, de 12%, o estado apresentou redução de 4,5% na taxa de homicídios por 100 mil habitantes, e de 3,4% nos númros absolutos, em relação ao mesmo período do ano passado.
Crime aconteceu no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife. Fotos: TV Clube/Reprodução

Pernambuco vinha registrando uma média de 320 mortes por mês. Fotos: TV Clube/Reprodução

Nos últimos seis meses, Pernambuco vinha registrando uma média acima de 320 homicídios. No primeiro mês deste ano, por exemplo, houve aumento de 26,29% nos CVLIs, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Nos meses subsequentes, o ritmo diminuiu. Em abril, o aumento foi de 9,1%.

Cresceram as Áreas Integradas de Segurança (AISs) que conseguiram atingir redução de 12% na taxa de CLVIs por 100 mil habitantes. Em janeiro, eram seis, enquanto em maio a quantidade saltou para 11. Dentre as quais, 10 evoluíram com taxas de CVLIs menores que a taxa nacional (29,17 por 100 mil habitantes).

Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

No acumulado dos primeiros meses do ano, o estado registrou um aumento de 11,7% nos homicídios em relação ao mesmo período do ano passado. O dado, porém, é comemorado pelo secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho, pois é menor se comparado aos outros meses. “Ainda não está naquilo que a SDS pretende, mas é a reversão de uma tendência. Estamos começando a colher os frutos das correções que anunciamos no começo deste ano.”

Entre as medidas, estão o aumento no valor da gratificação por apreensão de armas de fogo e a apreensão de bombeiros e policiais militares. “A diminuição é atribuída a dois indicadores importantes: a apreensão de armas aumentou em mais de 20% depois da alteração das regras de bonificação e a prisão de autores de delito já passa de oito mil. A gestão também está mais focada”, pontuou Carvalho.

Em agosto, 1,1 mil novos policiais militares começarão a trabalhar. Também haverá a criação do 25º BPM, do Batalhão de Polícia Especializada do Interior e da Companhia Independente de Goiana.

Saiba Mais
Comparação entre os maios de 2014 e 2015
Redução de 3,4 % nos números absolutos
Redução de 4,5% na taxa de CVLIs por 100 mil habitantesCVLIs

Variação do acumulado de janeiro a maio de 2014 e 2015

Janeiro

Aumento de 26,5%

Fevereiro

Aumento de 25,1%

Março

Aumento de 18,5%

Abril

Aumento de 16%

Maio

Aumento de 11,7%

Operações entre 2014* e 2015**

Armas apreendidas

Aumento de 22,1%

Recolhimento

Aumento de 0,8%

Pontos debelados

Aumento de 24,2%

*até o dia 25/05/2014
** até o dia 24/05/2015

Operações qualificadas realizadas

2014*

6

*até o dia 09/04

2015**

10

**até o dia 16/04

Por Área Integrada de Segurança (AIS)

11 AISs conseguiram redução de 12% na taxa de CVLIs em maio

10 AISs apresentaram em maio de 2015 taxas de CVLIs menores que a taxa Brasil (29,17 por 100 mil habitantes)

Afogados da Ingazeira
Salgueiro
Limoeiro
Arcoverde
Espinheiro
Boa Viagem
Cabrobó
Serra Talhada
São Lourenço
Petrolina

2 AISs apresentaram em maio de 2015 o melhor resultado da série histórica

Arcoverde
Olinda

83 municípios apresentaram taxa de CVLIs abaixo da taxa Brasil em maio de 2015

32 municípios não registraram CVLIs até maio de 2015

Fonte: Secretaria de Defesa Social (SDS-PE)