Sargento lotado na Casa Militar assassinado em São Benedito do Sul

Uma equipe de policiais militares da Casa Militar de Pernambuco que estava viajando para o interior do estado foi atacada por criminosos no município de São Benedito do Sul, na Zona da Mata do estado, na manhã desta quinta-feira. Segundo fontes do Blog, um sargento foi baleado e morreu na troca de tiros com os criminosos, que fugiram em direção a Palmares. PMs que atenderam à ocorrência informaram que os suspeitos eram quatro homens e que possivelmente alguns deles ficaram feridos na troca de tiros com as vítimas. Os dois PMs da Casa Militar estavam viajando a trabalho.

De acordo com o delegado João Bosco Alves, que investiga o caso, os criminosos estavam em um veículo Strada de cor branca. “Eles tentaram assaltar a Frontier onde os policiais da Casa Militar estavam e houve troca de tiros. Provavelmente, os bandidos queriam o carro para realizar outros assaltos na região. Só não contavam que havia dos policiais dentro da Frontier. No tiroteio, um dos suspeitos também foi baleado e morreu. Os demais conseguiram fugir”, detalhou o delegado.

Carro onde estavam os militares. Foto: Divulgação

Carro onde estavam os militares. Foto: WhatsApp/Divulgação

Além do sargento morto, um cabo da PM chegou a ser internado no hospital de São Benedito do Sul com a perna machucada. À tarde, o PM já estava na delegacia sendo ouvido pela equipe de investigação. A assessoria de comunicação do Governo do estado enviou nota sobre o caso:

A Casa Militar de Pernambuco informa que o Sargento Carlos Roberto da Silva, de 50 anos, e o Cabo Flávio Marcelino Batista, 47, sofreram uma tentativa de assalto, na manhã desta quinta-feira (23), na PE 126, entre os municípios de Jaqueira e São Benedito do Sul, na Mata Sul do Estado. Os policiais trocaram tiros com os assaltantes e foram socorridos para o hospital São Benedito do Sul. Infelizmente, o Sargento Carlos não resistiu aos ferimentos e faleceu. O Cabo Flávio passa bem. As investigações para identificar e prender os autores do atentado já foram iniciadas e o delegado de Maraial, João Bosco, está à frente do caso. A Casa Militar está prestando toda a assistência necessária às famílias dos dois policiais.

No início da noite desta quinta-feira, a Polícia Militar de Pernambuco informou que prendeu um dos homens suspeitos de participar do assalto. Segundo a polícia, Paulo Ricardo da Silva, que seria foragido do Sistema Penitenciário, foi preso na tarde desta quinta-feira por PMs do 10º Batalhão. Ainda segundo a polícia, o suspeito Alex Ivano Firmino da Silva morreu na troca de tiros e outros dois suspeitos conseguiram fugir. A polícia segue em diligências para capturar os dois homens.