Caminhar na Beira Rio tem sido perigoso

Têm sido constantes as reclamações que chegam ao blog sobre a insegurança na Avenida Beira Rio, no bairro da Torre. Quem costuma fazer caminhada na pista de cooper do local afirma que frequentemente tem ouvido falar de casos de assaltos na região.

O último relato, enviado na manhã dessa terça-feira, é de um rapaz que conta ter percebido dois jovens andando de bicicleta enquanto ele caminhava. “Eu estava já no final da pista, do lado da Madalena, quando o porteiro de um prédio me chamou e disse que os rapazes da bicicleta estariam olhando muito para mim e que provavelmente iriam me assaltar. Fiquei parado perto do prédio esperando uma viatura, mas não passou nenhuma. Acabei indo para casa sem terminar os meus exercícios”,  contou.

Área tem sido alvo de diversas investidas. Foto: Laís Telles//Esp. DP/D.A.Press

Os frequentadores do local afirmam ainda que a insegurança está presente em qualquer hora. “Antigamente, nós ainda víamos uma viatura da Polícia Militar nas imediações. Agora, raramente a PM é vista por aqui”, desabafou outra pessoa que faz caminhada na Beira Rio.

Resta saber o que a Polícia Militar tem a dizer sobre a segurança na localidade. Recentemente,  o governo do estado colocou na rua dezenas de viaturas para funcionar como Patrulha do Bairro, que tem como objetivo aumentar o policiamento nasa ruas do estado.

 

3 thoughts on “Caminhar na Beira Rio tem sido perigoso

  1. Na quinta-feira passada (27/09),estacionei meu carro no início da Av. Beira Rio, às 20hs, assim como inúmeros carros estacionados por lá. Este lugar, onde deixei o meu carro, é muito movimentado e bastante iluminado. Mas quando retornei ao local, às 22h20, tive a infelicidade e a tristeza de constatar que o meu carro tinha sido arrombado pelo vidro do lado do passageiro, onde o elemento quebrou e furtou a minha bolsa preta que estava dentro, no tapete, c/ meu crachá do trabalho, livro, etc. Na mesma noite, registrei o fato na delegacia da Várzea, sob o nº 12E0104006776 (B.O.) e no dia segunte (sexta) entreguei uma via do B.O. na delegacia do Cordeiro, a qual está responsável pela investigação. Minha esperança era que este local tivesse câmeras de monitoramento da SDS ou da CTTU para conseguir ver as imagens que identificasse o ladrão a fim de prendê-lo e recuperar o que foi roubado (meus pertences contidos na bolsa). Fui ao CIODS/SDS, perguntei sobre a existência de câmeras naquela área, e tive a decepção de ouvir que NÃO HÁ NENHUMA CÂMERA DA SDS E NEM DA CTTU instaladas neste local onde os bandidos atuam por lá impunemente.

  2. Moro na Beira-rio, e só esse ano tentaram me assaltar 3 vezes na frente do meu prédio! Uma das vezes eles estavam armados, mas, por um ato inconsequente meu, sai do carro correndo e consegui entrar novamente no meu prédio. Ao ligar para polícia, eles disseram que iriam passar com a viatura, e nem isso fizeram. Sem contar as vezes que assaltaram meus vizinhos!!Resolvi ainda perguntar a pessoas da corporação por que o posto permanente que tinha da PM na pista de corrida aqui na Beira-rio, que ficava quase em frente ao meu prédio, teria saído, e eles não sabiam responder. Vale salientar, ainda, que ultimamente aqui também é possível ver pessoas que entram pela pista de corrida, e se escondem à margem do rio para fumarem crack (dá pra ver tudo do meu prédio).Já se foi feito abaixo assinado com todos os moradores daqui para o posto voltar, mas segundo informação da polícia, além disso, é preciso que alguém “influente” ajude. Palhaçadas a parte, a única solução viável para mim e minha família: mudar deste local, infelizmente.