Empresariais do Centro do Recife são alvos de bandidos

 

Do Diario de Perambuco

Comerciantes e moradores de dois dos mais importantes prédios da Avenida Conde da Boa Vista convivem com uma rotina de assaltos. As investidas têm ocorrido no Edifícios Duarte Coelho, que abriga o Cinema São Luiz, e no Empresarial Pessôa de Melo, do outro lado da via. Nessa terça-feira, os bandidos fizeram mais uma vítima: uma cabeleireira que trabalha no empresarial há mais de 40 anos. A Polícia Civil chegou a prender dois assaltantes na semana passada, mas isso não foi suficiente para conter a onda de violência.

Pessôa de Melo voltou a ser alvo de bandidos ontem, quando cabeleireira foi abordada por uma dupla (ANA CLAUDIA DOLORES/DP/D.A PRESS)

Assalto aconteceu no Pêssoa de Melo. Foto: Ana Cláudia Dolores/DP/D.A/Press

Segundo a polícia, os criminosos agem em dupla, portando armas e em pleno horário comercial. As vítimas geralmente são pequenos comerciantes ou profissionais liberais que trabalhem sozinhos, por  terem poucas chances de defesa. Foi o caso da cabeleireira de 53 anos que há 45 trabalha no segundo andar do empresarial. Ela pediu para não ter seu nome revelado. Por volta das 12h de ontem, dois homens aproveitaram que uma cliente estava saindo do salão de beleza e entraram no local. “Eu estava de costas fazendo o cabelo de uma cliente quando um deles mandou que eu ficasse parada e não olhasse para trás. Pensei que fosse uma brincadeira, mas logo senti um objeto na barriga e percebi que era um assalto”. A dupla levou celulares, relógios, alianças e R$ 350 em dinheiro da profissional e da cliente.

Quando saíram do salão, os bandidos tentaram assaltar um consultório odontológico no primeiro andar. “Eles chegaram a forçar a porta, mas viram que estava difícil e desistiram”, contou um técnico em odontologia de 25 anos que trabalha no local. Há dois meses, o consultório foi alvo de outra dupla, que levou objetos e dinheiro de três funcionários e dois pacientes e trancou todos no banheiro. “Primeiro, veio um se passando por paciente e, em seguida, chegou o comparsa e os dois fizeram o assalto. A gente não se sente seguro aqui. Há câmeras na portaria, mas não funcionam”, reclamou.

O Diario procurou a administração, mas os empregados não estavam autorizados a informar o telefone do síndico. Um deles negou que tivesse ocorrido um assalto, dizendo que se tratou de uma briga de vizinhos. Ele disse que as câmeras estariam em processo de modernização. A falta de segurança também predomina no Duarte Coelho. Na semana passada, um escritório foi assaltado de forma semelhante ao caso do salão de beleza. O Diario tentou falar com o síndico, mas a ligação não foi atendida. Nos dois edifícios, não há controle de entrada. Ambos já foram nobres endereços comerciais do Centro, mas hoje estão sucateados e desprotegidos.

One thought on “Empresariais do Centro do Recife são alvos de bandidos

  1. Pingback: Empresariais do… | Santa Terezinha Hoje