Sinpol e Apoc irão procurar diretor do IC para falar sobre o caso Sérgio Falcão

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol), Cláudio Marinho, e o presidente da Associação dos Peritos Criminais de Pernambuco (Apoc), Jairo Brito, irão, nesta segunda-feira procurar o diretor do Instituto de Criminalística (IC).
O encontro acontecerá às 8h, mesmo horário em que está marcada visita do promotor e do advogado da família do empresário da construção civil Sérgio Falcão, encontrado morto com um tiro na boca no apartamento em que morava, no dia 28 de agosto deste ano, na Avenida Boa Viagem. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
O principal suspeito pela morte era um ex-funcionário do empresário, que estava no local no momento em que ele morreu, no entanto, o Instituto de Criminalística (IC) não encontrou nenhum vestígio de enfrentamento entre os dois. Também nada foi levado do apartamento. Imagens das câmeras de segurança do prédio mostram o momento em que o ex-funcionário entra e sai do apartamento guardando uma pistola na cintura.
“Queremos que a perícia trabalhe de forma imparcial. Os peritos de Pernambuco são profissionais competentes. Não aceitamos nenhum tipo de pressão sobre o trabalho que eles fazem”, defende Cláudio Marinho.
Com informações da assessoria de imprensa do Sinpol

Os comentários estão fechados.