Comando da Polícia Militar fala sobre estágio prático dos novos PMs

A assessoria de comunicação da Polícia Militar enviou nota de esclarecimento ao blog a respeito das denúncias feitas pelos alunos do curso de formação. A corporação afirma que o emprego dos concluintes em qualquer evento obedece a um criterioso planejamento prévio.

Na nota, o comando da PM diz que “no tocante ao curso em andamento, a sua matriz curricular prevê a participação dos futuros soldados em estágio prático operacional, nos batalhões da RMR, reguladas por uma Nota de Instrução que regulamentará suas participações no período carnavalesco, observadas, porém, todas as medidas que  salvaguardem as suas condições de estagiários.”

Uma das principais queixas dos alunos do curso de formação era de que eles seriam mandados para a rua sem armas de fogo. Sobre essa queixa, a corporação esclarece o seguinte:

“A exemplo disso, os alunos serão empregados em patrulhas com mais de 10 (dez) policiais militares, fardados, e sempre sob comandamento de Oficiais, além da supervisão de instrutores e monitores, salientando-se que tais discentes não portarão arma de fogo, haja vista que a doutrina operacional não prevê este tipo de armamento para eventos que reúnam multidões, exceção feita a oficiais e graduados, muito embora estejam os alunos, assim como os demais soldados, munidos de colete e tonfa (cassetete), o que se reveste como um armamento de menor potencial ofensivo e apropriado para estes eventos. Todas as medidas cautelares foram adotadas no seu planejamento, conforme atestado em reunião ontem (quinta-feira, 24) com o comandante do Campus de Ensino Metropolitano, local onde estão sendo formados, proporcionando a possibilidade de atuarem nas prévias e no carnaval propriamente dito, enriquecendo a formação dos novos Pacificadores Sociais nesses importantes eventos da história e cultura pernambucanas.”

 

11 thoughts on “Comando da Polícia Militar fala sobre estágio prático dos novos PMs

  1. Engraçado neh essa resposta!!!
    Porque vocês oficiais não vão para aS ruaS com TONFA E COLETE???
    Eu quero ver voces la no CARNAVAL, NO GALO DA MADRUGADA ARRISCADO SUAS VIDAS EM TROCO DE NADAAAAAA, PORQUE TRABALHAR SEM EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS NÃO É ESTÁ SALVANDO VIDAS, E SIM MATANDO A SUAAAAA!!!
    ACORDA GOVERNO DO ESTADO, ELEIÇÃO VAI VIM…..

  2. Só relembrando que foi informado la no Quartel que iriamos trabalhar ARMADOS, porém 1 dia antes de começar o estágio ficamos sabendo que não iriamos mais trabalhar armados.

    Qual seria a justificativa que o GOVERNO TEM PARA NOS PASSAR??
    Porque os alunos da Policia Civil que terminou o curso no dia 15/01/2013, Vão para as ruas no dia 28/01( Segunda-Feira) e já foi informado aos mesmos que iriam receber SALÁRIO DA POLICIA CIVIL NORMAL SEM SER BOLSA DE FORMAÇÃO, KIT DE ARMAMENTO,PASSAGEM E A CARTEIRA FUNCIONAL!!!! E PORQUE A POLICIA MILITAR NÃO VAI TER AS MESMAS REGALIAS??? ISSO É EXTRAMENTE REVOLTANTE, O GOVERNO NÃO TEM A MININA DE CONSIDERAÇÃO, ONDE ESTÃO EXPONDO AS NOSSAS VIDAS EM TROCO DE POLITICAGEM!!!!!!! OS ALUNOS DO CURSO DE FORMAÇÃO ESTÃO REVOLTADOSSSSSSSSSSSS…..

  3. A QUESTÃO PRIMORDIAL NÃO É IR PARA AS RUAS ARMADOS A QUESTÃO É QUE CASO ALGUM ALUNO VENHA SOFRER ALGO COM SUA INTEGRIDADE FISICA OS MESMOS E SUAS FAMILIAS NÃO TERÃO DIREITO A NENHUM TIPO DE ASSISTêNCIA POR PARTE DO GOVERNO, NAÕ TEM NENHUM AMPARO LEGAL QUE ASSEGUREM OS SEUS DIREITOS.

    EX: CASO ALGUM ALUNO LEVE UMA GARRAFADA, FACADA OU DISPARO DE ARMA DE FOGO, E FIQUE EM CIMA DE UMA CAMA HOSPITALIZADAO, INVÁLIDO OU MORRA SUA FAMILIA TERÁ QUE ARCAR COM TUDO E NÃO TERÁ DIREITO A RECEBER ABSOLUTAMENTE NADA POR PARTE DO GOVERNO, FATOP ESSE QUE NUNCA ACONTECEU EM UM CURSO DE FORMAÇÃO E A IMPRENSA NÃO PODE E NÃO EVE FECHAR OS OLHOS PARA ISSO.

  4. O MOTIVO DE REVOLTA NÃO É A QUESTÃO DE USAR ARMA A QUESTÃO É QUE NÃO TEMOS NENHUM AMPARO LEGAL , CASO ACONTEÇA ALGO COM A INTEGRIDADE FÍSICA DE QUALQUER ALUNO NEM O ALUNO NEM SUA FAMÍLIA TERÁ DIREITO A ABSOLUTAMENTE NADA.

  5. nessa parte do edital fica bem claro que teriamos que ser nomeado soldados para poder realizar o estágio
    8.8. O aluno que concluir o Curso de Formação, com aproveitamento, satisfeitos os demais
    requisitos previstos na Lei Complementar nº 108, de 14/05/2008, realizará um estágio
    probatório como Soldado da Polícia Militar, conforme previsto no Estatuto dos Militares do
    Estado de Pernambuco.

  6. Caros alunos! Aproveitem a oportunidade de atuarem apenas com armas não letais e com policiais mais experientes frente às tropas , pois quando formados irão atuar armados e perceberam que não é pouca a responsabilidade de portar uma arma. Em eventos com elevadas aglomerações como são os eventos carnavalescos o uso de técnicas de imobilização e materiais não letais ou de baixa letalidade são os mais adequados e mais utilizados. Caso seja necessário a utilização de armas de fogo, um dos policias mais experientes que estarão frente às tropas agiram, e e consequentemente responderão pela utilização, da qual vocês serão eximidos da responsabilidade. Aproveitem este momento de colaboração e aprendizagem. passei por situações de elevado risco em meu estagio operacional, onde tivemos que ir as ruas sem experiência e sem o auxilio de outros profissionais mais experientes.
    vocês terão muito tempo pra sentir a responsabilidade de portar uma arma, e tudo acontecerá em seu tempo. Desejo a todos um excelente estágio, operacional, muita proteção divina e votos de boas vindas.

  7. Sd PMPE, não minimize os fatos, o problema não é apenas portar uma arma, é toda uma conjuntura de falta de respaldo aos alunos por parte da SDS, iniciando pela falta de matrícula, na qual consta no edital do concurso que é obrigatória para o alunos irem às ruas e falta de assintência a seus parentes em caso do pior acontecer. Também não se iluda que esses alunos estão indo às ruas com policiais mais experientes a frente de tropas.

  8. Muito madura e pertinente a participação do “Sd PMPE”.
    Quanto a questão da possibilidade de algum acidente deixar desamparado o concurseiro, este fato existe até quando se desloca para o CEMET. O risco faz parte do concurso. Ainda há tempo de desistir. Nem entraram e já tão com medo assim , imagine numa situação mais crítica e tensa……

  9. O risco faz parte do concurso quando se têm todos os parâmetros do edital atendidos, é uma pena que alguém se posicione desse jeito. Mas, uma coisa “Sd PMPE” está correto os alunos têm que pedir “muita proteção divina”.

  10. Isso é um absurdo!!! Esse governo é uma palhaçada!! A nossa preucupação não é ir desarmado e sim sem amparo nenhum por parte do governo, já que estamos “representando” , se quer temos o poder de policia, e estamos cometendo um crime em apenas vestir a farda da gloriosa PMPE, que diga-se de passagem está sendo manchada por esse governo!!