DHPP é exemplo para outros estados

 

 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Pernambuco está servindo de exemplo para as polícias de outros estados do Brasil. Segundo o gestor do departamento, delegado Joselito Kerhle, representantes da área de segurança de vários estados já visitaram o DHPP para acompanhar o trabalho das equipes que investigam os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) para adotarem o mesmo modelo de trabalho. “Já recebemos policiais da Bahia, Ceará, Paraíba e até de São Paulo para observar nossa experiência e passarem a trabalhar da mesma forma em seus estados”, afirmou Kerhle.

Antes do DHPP existir, todos os homicídios registrados no estado era investigados pelas delegacias dos municípios onde as mortes aconteciam. “Recentemente, recebemos a visita da diretora do DHPP da Bahia, que veio acompanhada do comandante da Polícia Militar e do diretor de polícia da capital baiana para ver de perto nosso trabalho. Eles acompanharam desde a saída de uma equipe da Força-tarefa para atender uma ocorrência até o encaminhamento do inquérito criminal para a Justiça”, contou Joselito. No mês de março, o DHPP mandou um total de 102 inquéritos para a Justiça. Desses, 91 estavam com a autoria esclarecida.

“Pernambuco é sinônimo de excelência na redução da criminalidade violenta, mais especificamente no que se refere a homicídio. Já participamos da capacitação de agentes e delegados de outros estados, o que mostra que nosso trabalho tem dado bons resultados”, destacou Kerhle. O DHPP já recebeu também a visita de uma comissão de delegados e oficiais da Polícia Militar de Alagoas. De acordo com Joselito, o Departamento de Homicídios do Ceará foi montado a partir da experiência de Pernambuco. “Eles mandaram um total de 60 policiais para colher informações nossas e depois iniciaram o trabalho no estado deles”, lembrou o gestor do DHPP de Pernambuco.

2 thoughts on “DHPP é exemplo para outros estados

  1. O DHPP foi criado em São Paulo, como o pessoal de lá veio para cá visitar a “iniciativa” pernambucana? Em nenhum momento isso é dito na matéria nem questionado pelo redator quando o delegado informa isso. Apuração fraca.

  2. Oi, José Pedro, tudo bem?
    Realmente o DHPP de Pernambuco nasceu a partir da experiência de São Paulo, no entanto, o modelo daqui tem funcionamento diferente, o que motivou os policiais dos outros estados a conhecerem o trabalho, segundo a polícia pernambucana. Aqui, além dos delegados irem aos locais de homicídios, os agentes já podem fazer projeções de envelhecimento, rejuvenecimento e até imagens em 3D, a partir de fotografias antigas. Realmente faltou essa informação na matéria.
    Obrigado pela observação e colaboração.