Recife e Caruaru têm audiência para discutir violência contra mulher

A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria da Mulher, participa de audiência pública nesta quarta-feira para discutir exploração sexual e tráfico de mulheres e crianças. No evento, serão comentadas as ações que estão sendo realizadas, em diversas esferas, para prevenir e combater este tipo de violência e quais os próximos passos para evitar que mulheres e crianças sejam retiradas à força de seus países. A audiência, convocada pela vereadora Isabela de Roldão (PDT), será às 9h, no Plenarinho da Câmara dos Vereadores do Recife.

Já em Caruaru, será realizada nesta quarta-feira (9), a audiência publica que irá abordar a Política de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. O evento acontecerá na Câmara de Vereadores de Caruaru, a partir das 9h. A audiência foi requerida pelo vereador Marcelo Gomes (PSB) após o caso da professora universitária, Amanda Figueiroa, que foi espancada dentro de sua própria casa e na presença da filha.

Crimes geralmente acontecem dentro de casa. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A/Press

Crimes geralmente acontecem dentro de casa. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A/Press

O caso foi noticiado em vários veículos de comunicação no estado e no Brasil. O agressor, seu ex-namorado, Téocrito Amorim foi condenado em abril deste ano, a cumprir pena de um ano, sete meses e 15 dias em regime fechado com base na Lei Maria da Penha. “Quero que com o meu exemplo, outras mulheres possam denunciar este tipo de situação para que o agressor não fique impune”, ressaltou Amanda.

O evento contará com a presença de representantes de vários órgãos a exemplo do Conselho Municipal da Mulher; Polícia Civil; Ministério Publico, secretaria da Mulher de Caruaru; secretaria de Políticas Sociais entre outros.

Com informações da assessoria de imprensa.

Os comentários estão fechados.