Câmeras de segurança ajudarão polícia a esclarecer morte de bancário

As imagens das câmeras de segurança da Secretaria de Defesa Social (SDS) e de alguns estabelecimentos comerciais próximos à Praça Doze de Março, no Bairro Novo, em Olinda, serão fundamentais para a polícia esclarecer o assassinato do bancário Marconde Cantarelli de Carvalho Correia Júnior, 33.

Cantarelli, que era bancário, foi morto na quinta-feira (FACEBOOK/REPRODUCAO DA INTERNET)

Ele foi morto na noite dessa quinta-feira após participar de um passeio ciclístico com o grupo do qual fazia parte. No momento da execução, Marconde estava guardando sua bicicleta no bagageiro do carro. Como nessa quinta-feira foi celebrado o Halloween, a vítima estava fantasiada de fantasma. O bancário ainda chegou a ser socorrido e levado para um hospital particular em Olinda, mas não resistiu aos ferimentos.

O caso já começou a ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mas ficará sob a responsabilidade da Delegacia de Olinda. O assassinato aconteceu numa área muito movimentada da cidade e na presença de algumas testemunhas. Parte do grupo que estava pedalando com Marconde, que costumava andar de bicicleta todas as terças e quintas-feiras, estava tomando sorvete perto do local do crime junto com ele.

Os comentários estão fechados.