Ladrões de prédios de luxo tinham lista de apartamentos para furtar

A Polícia Civil está tentando identificar os dois fugitivos comparsas de uma dupla de assaltantes que foi detida furtando objetos de um apartamento do Edifício Akrópolis, na Avenida Boa Viagem. O crime aconteceu no início da tarde da quarta-feira. Segundo o delegado Carlos Couto, que investiga o caso, a quadrilha veio de São Paulo com uma lista de apartamentos para invadir e praticar furtos no Recife.

Edifício Akrópolis foi invadido na quarta-feira. Foto: Ricardo Fernandes/DP

Edifício Akrópolis foi invadido na quarta-feira. Foto: Ricardo Fernandes/DP

“Esses suspeitos usavam informações de bancos de dados da internet e imagens do Google Street View para escolher seus alvos”, explicou Couto. Ainda segundo a polícia, o grupo é especializado em ações em prédios de luxo e pode ter praticado outros dois furtos no Recife recentemente.

“Até agora, sabemos que quatro pessoas participaram do crime em Boa Viagem e estamos trabalhando na identificação dos dois que conseguiram escapar. A quadrilha costumava agir em outros estados do Brasil. Como em São Paulo esse tipo de crime já está ‘batido’, eles começaram a atuar em outros locais. Dois deles têm passagem pela polícia em Belo Horizonte e Rio de Janeiro, onde chegaram a ser presos”, ressaltou o delegado. Ainda de acordo com o Couto, o grupo estava no Recife desde o dia 12.

Há cerca de uma semana, eles monitoravam o Akrópolis. “Da orla eles acompanhavam as luzes do edifício para saber a rotina dos moradores. Aqueles que passavam dias sem ter as luzes acesas indicavam que não havia moradores. O grupo ainda telefonava várias vezes para os apartamentos. Eles descobriam que a moradora do Akrópolis estava viajando”, contou.

Para conseguir entrar no edifício considerado de luxo, os suspeitos se passaram por sobrinhos da moradora. Um dia antes, uma mulher, também integrante do grupo, telefonou para o prédio informando que dois sobrinhos dela estariam em seu apartamento. O porteiro do edifício acompanhou os passos dos dois rapazes e percebeu que estavam furtando o imóvel. Eles foram detidos por funcionários do edifício, que acionaram a polícia.

Com a dupla foram encontradas duas chaves de fenda e uma bolsa contendo todo o material furtado do apartamento. Na bolsa, estavam 22 relógios e várias joias. “Essa quadrilha tem foco também em apartamentos onde moram pessoas orientais”, destacou o delegado.

Ladrões num HB20 roubam clientes em espetinho na Zona Sul do Recife

Depois de correr meus quase cinco quilômetros na orla de Boa Viagem, na noite dessa quinta-feira, resolvi repor as energias comendo alguns espetinhos na barraca de um amigo lá na Avenida Visconde de Jequitinhonha, na Zona Sul do Recife. Depois que terminei meu pequeno lanche e seguia para pegar o meu carro, avistei de longe uma aglomeração estranha e alguns carros dando ré.

Clientes foram obrigados a entregar pertences. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Clientes foram obrigados a entregar pertences. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

A notícia logo chegou onde eu havia parado para acompanhar a movimentação de longe. “É um assalto”, gritou uma mulher que estava trabalhando em outro ponto de espetinho na mesma avenida. Decidi então chegar mais perto para ver o que havia acontecido. Sim, havia acontecido um assalto. Vários clientes que estavam nas cadeiras espalhadas na calçada foram abordados por homens armados que levaram suas carteiras e telefones celulares.

O crime aconteceu por volta das 22h30 dessa quinta-feira (10). Os criminosos, segundo as vítimas, chegaram em um carro HB20, da Hyundai, cor branca, e mandaram todas as pessoas deitarem no chão, ameaçando matá-las. Mais de 30 clientes estavam no local no momento da abordagem. Os consumidores viram uma espingarda com os bandidos, que não estavam de rosto coberto.

Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Vítimas acionaram a PM para tentar pegar os ladrões. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Policiais militares foram acionados e fizeram buscas pelo bairro de Boa Viagem. Os assaltantes fugiram pela Avenida Boa Viagem. “Eu estava mexendo no meu celular quando eles desceram do carro armados e já foram recolhendo tudo. Eles diziam que quem se mexesse iria morrer. Foi um momento de terror”, disse uma das vítimas. Moradores das proximidades afirmaram que falta policiamento na localidade.