PF e INSS descobrem fraude de R$ 1 milhão em benefícios irregulares

A operação da Polícia Federal em Pernambuco (PF-PE) batizada de Citrus Prev, está investigando fraudes praticadas contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Agreste do estado. Segundo a PF e o INSS, as investigações tiveram início há dois anos após uma auditoria que identificou irregularidades na concessão de pelo menos 46 benefícios. Até agora, o prejuízo causado aos cofres da Previdência Social pelo grupo criminoso é de mais de R$ 1 milhão.

Detalhes da operação foram revelados em entrevista coletiva. Foto: Wagner Oliveira/DP

Detalhes da operação foram revelados em entrevista coletiva. Foto: Wagner Oliveira/DP

Nesta terça-feira, foram cumpridos um mandado de prisão temporária, 11 de busca e apreensão e 14 de condução coercitiva, dentre eles, três mandados de busca e apreensão na agência do INSS de Limoeiro. Além disso, foram cumpridas as determinações judiciais de afastamento de dois servidores públicos e de um empregado contratado.

De acordo com a PF, a maioria dos suspeito é formada por moradores do município de Limoeiro. Os benefícios identificados na auditoria foram investigados em 31 inquéritos policiais que atestaram as irregularidades e ainda detectaram a ocorrência de dezenas de outras concessões irregulares, que variam desde auxílio maternidade, auxílio reclusão, benefício assistencial (LOAS) e aposentadorias.

Os mandados expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal do Recife foram cumpridos nas cidades de Limoeiro, Camutanga, Carpina, Lagoa do Carro, Timbaúba e Paudalho. Os suspeitos foram conduzidos à sede da Polícia Federal, no Cais do Apolo, no Recife, para serem ouvidos. “Estamos atuando em parceria com a Previdência Social para evitar que crimes como esses sejam praticados”, destacou o superintendente da PF, Marcello Diniz.

Semana Estadual de Direitos Humanos no Agreste

A partir desta terça-feira (22), os municípios de Santa Cruz do Capibaribe, Limoeiro, Santa Maria do Cambucá, Salgadinho, Vertentes, Vertente do Lério, Casinhas e Taquaritinga do Norte, Agreste Setentrional, recebem a Semana Estadual de Direitos Humanos. O evento, que já contemplou as regiões do Araripe, Agreste Meridional e Sertão Centra, é coordenado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos – SEDSDH, por meio de sua Executiva de Justiça e Direitos Humanos – SEJUDH.

Cidade  de Limoeiro será uma das contempladas. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Cidade de Limoeiro será uma das contempladas. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

No local serão realizado debates; oficinas; capacitações; rodas de diálogo; mutirão de documentação; visita a cadeias públicas e monitoramento de reeducandos; para o público LGBT, haverá oficina de educação e saúde, e o concurso de talentos “Diversidade em Cena”; reunião com a sociedade civil; além de Seminário Regional de Direitos Humanos, Feira de Cidadania e apresentação da Superintendência Estadual de Defesa e Promoção da Pessoa Idosa. As ações são voltadas para gestores, rede parceira e a população em geral.

Destaque para o resgate histórico da exposição: “Anistia e Democracia: para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça”, que marca os 50 anos do Golpe Militar no Brasil. A mostra do Governo Federal vai aportar em Araripina, na terça-feira, 18, na Escola Josias Inojosa. Como acontecia nas edições anteriores, o Seminário Regional “Direitos Humanos e Democracia“, vai promover um grande debate sobre as ações desenvolvidas na área em Pernambuco, além de oferecer um intercâmbio de experiências com os municípios.

Cidadania a céu aberto – Feiras de Cidadania irão oferecer serviços diversos à população, como: vacinação contra HPV e distribuição de preservativos; panfletagem sobre violência doméstica; atendimento jurídico gratuito; oficina de reciclagem de lixo e corte de cabelo. Em Araripina ela acontece no dia 22 de Março, das 08h às 12h, na Secretaria de Desenvolvimento Social do município.

Do Blog do governo do estado.