A projeção das cotas da Série A de 2018 a partir modelo da Globo previsto para 2019

A distribuição de cotas do Brasileirão a partir de 2019, segundo a Rede Globo. Crédito: Globo/reprodução

O formato de distribuição de cotas do Campeonato Brasileiro, a partir das vendas dos direitos de transmissão na televisão, mudará em 2019. A edição de 2018 será a última com todos contratos possíveis através da Rede Globo – tv aberta, tv fechada, pay-per-view, sinal internacional e internet. A partir de 2019, com a entrada do Esporte Interativo na tevê por assinatura, haverá uma divisão, de clubes e receitas. Forçada pela concorrência, a Globo resolveu adotar um sistema semelhante ao da Premier League. A divisão será 40% em parcelas iguais, 30% em rendimento e 30% em audiência, em vez de 50%, 25% e 25% da liga inglesa. Conforme informado pela empresa em 24 de março de 2017, o modelo valerá por seis edições, englobando a transmissão aberta – o PPV segue à parte. Hoje, 21* clubes estão acordados com a emissora para o período, incluindo NáuticoSanta Cruz e Sport.

Embora clubes como Santos e Inter tenham firmado com o Esporte Interativo, a tendência é que todos sigam com a Globo no sinal aberto. Logo, a regra deve ser geral. Como curiosidade, o blog simulou as cotas da Série A de 2018 com o futuro modelo. O montante de “cotas fixas” é de R$ 1,346 bilhão, já com a ampliação do ‘piso’, de R$ 23 mi para R$ 28 milhões, a partir do acordo feito pelo Ceará, informado pelo repórter Mário Kempes, de Fortaleza – o blog considerou este valor para os demais ‘não cotistas’ oriundos da segundona. Nesta projeção, a única ressalva é a receita do SporTV, incorporada ao montante, mas que seria repassada apenas aos contratados da Globo, claro. Portanto, em vez do atual sistema de (oito) castas, com um hiato de R$ 142 milhões entre a maior cota (Flamengo e Corinthians) e a menor (América, Ceará e Paraná), a diferença máxima seria de R$ 79 milhões, numa redução de 44%. E seria justamente o máximo possível, entre o atual campeão/maior cotista (Corinthians) e 4º lugar da Série B/menor cota (Paraná).

* América-MG, Atlético-GO, Atlético-MG, Avaí, Brasil-RS, Chapecoense, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Inter, Londrina, Náutico, Ponte Preta, São Paulo, Sport, Santa, Vasco, Vila Nova e Vitória.

A projeção de cotas do Brasileiro de 2018 com o modelo a ser adotado a partir de 2019. Quadro: Cassio Zirpoli/DP

No quadro, o blog projetou a cota conferindo os seguintes valores na divisão por classificação em 2017: 20x para o campeão (ou seja, 20 x R$ 1.922.857, o valor base), 19x para o vice, 18x para o 3º lugar e assim sucessivamente, até o 4º da Série B, com 1x. Já na coluna de audiência, o valor considerado foi 30% da verba que cada clube receberá de fato, pois trata-se da única fonte de informação para definir a atual visibilidade de cada um neste momento.

Lembrando que essa demonstração é referente apenas às cotas fixas. É importante reforçar isso pois há o rateio de meio bilhão de reais no PPV, através do Premiere, até então calculado pelo número de assinantes apurado em pesquisa do Datafolha. Esta receita é repartida apenas entre os 16 ‘cotistas da TV’, com os demais somando o valor do PPV já no acordo pontual para a temporada, caso do Vozão. Em 2015, o Sport, com 1,4% dos assinantes, teve um ‘bônus’ de R$ 6,75 milhões. O Fla, com 19,2%, recebeu R$ 68 mi. E aí deve estar o grande segredo sobre a mudança no formato, pois o impacto econômico do PPV segue ascendente no bolo – mantendo Fla e Timão bem à frente. Em 2019, a previsão é de que apenas este contrato represente 33,2% do total, ou 650 milhões de reais. Imagine em 2024…

A projeção de cotas do Brasileiro de 2018 com o modelo a ser adotado a partir de 2019. Arte: Cassio Zirpoli/DP

Classificação da Série B 2017 – 32ª rodada

A classificação da 32ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Empates em 0 x 0 e agonia ampliada. A rodada para os pernambucanos começou com o insosso empate sem gols do alvirrubro, lá em Caxias do Sul. Um resultado que manteve bem distante o sonho de permanência na segundona. Com o ABC vencendo três das últimas quatro partidas, agora ambos têm a mesma pontuação, com a lanterna sendo algo mais próximo do Náutico do que a 16ª posição – hoje a dez pontos de distância. No sábado, os tricolores empataram mais um jogo em casa, desta vez num confronto direto contra a queda. O Santa segue em 18º lugar, mas a diferença para o primeiro time fora do Z4 da Série B do Brasileiro aumentou de cinco para seis pontos.

Na briga pela liderança, o Ceará venceu o Internacional em Porto Alegre e ficou a três pontos de distância. O alvinegro cearense ainda não confirmou o acesso, mas vem em ótima fase e tem seis pontos de vantagem sobre o 5º lugar. Na prática, é, hoje, o time nordestino mais próximo da Série A de 2018.

Resultados da 32ª rodada
Juventude 0 x 0 Náutico
Paraná 1 x 0 Vila Nova
Figueirense 3 x 1 CRB
Oeste 1 x 0 Brasil de Pelotas
Paysandu 1 x 0 Criciúma
Boa Esporte 2 x 2 América-MG
Internacional 0 x 1 Ceará
ABC 3 x 0 Londrina
Santa Cruz 0 x 0 Luverdense
Goiás 1 x 1 Guarani 

Balanço da 32ª rodada
5V dos mandantes (12 GP), 4E e 1V dos visitantes (5 GP)

Agenda da 33ª rodada (horários do Recife)
31/10 (18h30) – Goiás x Criciúma (Serra Dourada), SporTV*
31/10 (20h30) – Paraná x Oeste (Durival Britto)
03/11 (18h15) – Internacional x CRB (Beira-Rio), SporTV*
03/11 (18h15) – Juventude x Ceará (Alfredo Jaconi)
03/11 (20h30) – ABC x Luverdense (Frasqueirão), SporTV*
03/11 (20h30) – Paysandu x Vila Nova (Mangueirão), SporTV*
04/11 (15h30) – Figueirense x Brasil (Orlando Scarpelli), SporTV*
04/11 (16h30) – Guarani x América-MG (Brinco de Ouro)
04/11 (16h30) – Santa Cruz x Náutico (Arruda), Globo*
04/11 (16h30) – Boa Esporte x Londrina (Dilzon Melo)
* Considerando as transmissões para o Recife, fora o Premiere (PPV)

Mundial de Clubes reconhecido pela Fifa a partir da Intercontinental. E sempre foi

Os troféus dos campeões mundiais de clubes: Intercontinental, Copa Toyota e Mundial da Fifa (2000 e 2005-2016)

A Copa Intercontinental foi criada num acordo entre a Confederação Sul-Americana, atual Conmebol, e a Uefa, em 1960. O objetivo era medir forças entre os clubes dos continentes mais desenvolvidos do futebol na época. Na Europa, havia a Copa dos Campeões, atual “Liga”, já com quatro edições. Portanto, surgiu aqui a Taça Libertadores. O regulamento era bem simples, com o duelo entre os campeões em jogos de ida e volta. Pelo título mundial.

E o vencedor sempre foi tratado como campeão mundial interclubes, inclusive no velho mundo, onde há uma meia verdade sobre o desdém. Foi assim até 1979, com duas edições canceladas por falta de acordo entre as datas (1975 e 1978). Em 1980, solucionando o impasse, as entidades firmaram um acordo com a federação japonesa, com o patrocínio da montadora Toyota, com a disputa de jogo único, em dezembro. Dali até 2004, o campeão recebeu duas taças, a Copa Intercontinental e a Copa Toyota, ambas valorizadas.

Em 2000, como se sabe, a Fifa organizou pela primeira vez o “Mundial de Clubes”, ignorando o passado. E olhe que, por diversas vezes, a própria entidade avalizou a disputa anterior como mundial – no youtube é possível conferir as placas da Fifa nos jogos disputados no estádio em Tóquio. Desde 2005, com a descontinuação da Copa Intercontinental, o Mundial de Clubes passou a ocupar o calendário, já com os demais continentes, cuja presença é, sim, justa. Porém, não apagou quatro décadas de glórias…

Tanto que a própria Fifa, enfim, reconheceu a antiga disputa como Mundial, com o mesmo peso do seu torneio. Embora apenas por barganha política, legitimou o que Santos, Flamengo, Grêmio e São Paulo sempre foram.

Obs. O blog já considerava a Copa Intercontinental.

Os campeões chancelados pela Fifa (Intercontinental + Mundial de Clubes)

5 – Real Madrid (1960, 1998, 2002, 2014 e 2016) 

4 – Milan (1969, 1989/1990 e 2007) 

3 – Peñarol (1961, 1966 e 1982) , Nacional (1971, 1980 e 1988), Boca Juniors (1977, 2000 e 2003), São Paulo (1992/1993 e 2005), Internazionale (1964/1965 e 2010), Bayern de Munique (1976, 2001 e 2013) e Barcelona (2009, 2011 e 2015) 

2 – Santos (1962/1963), Independiente (1973 e 1984), Ajax (1972 e 1995), Juventus (1985 e 1996), Porto (1987 e 2004), Manchester United (1999 e 2008) e Corinthians (2000 e 2012) 

1 – Racing (1967), Estudiantes (1968), Feyenoord (1970), Atlético de Madrid (1974), Olimpia (1979), Flamengo (1981), Grêmio (1983), River Plate (1986), Estrela Vermelha (1991), Vélez Sarsfield (1994), Borussia Dortmund (1997) e Internacional (2006)

Classificação da Série B 2017 – 31ª rodada

A classificação da 31ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Na 31ª rodada da segundona, os times pernambucanos tiveram vários motivos para lamentar. Em Caruaru, na abertura, o alvirrubro foi derrotado pelo lanterna, afundando de vez da competição. Se havia a possibilidade de finalmente subir uma posição, o time se manteve em 19º e agora está a nove pontos para deixar o Z4. Na verdade, viu a aproximação do último colocado, a apenas dois pontos. No sábado, lá no Rio Grande do Sul, o Santa esteve próximo de quebrar o jejum de vitórias (hoje em sete partidas). Contudo, o tricolor acabou empatando após um pênalti mal marcado, gerando muita reclamação da partida, até pelo estrago feito na tabela coral. Segue a cinco pontos do 16º lugar, o primeiro fora da zona. Porém, o 15º colocado, outro possível adversário a ser miado, se descolou, ficou a sete pontos.

Resultados da 31ª rodada
Guarani 2 x 0 Juventude
Náutico 1 x 2 ABC
CRB 1 x 1 Boa Esporte
Ceará 2 x 2 Figueirense
Criciúma 2 x 3 Internacional
Vila Nova 0 x 0 Oeste
Londrina 2 x 0 Paysandu
Brasil 1 x 1 Santa Cruz
América-MG 1 x 1 Paraná
Luverdense 1 x 2 Goiás 

Balanço da 31ª rodada
2V dos mandantes (13 GP), 5E e 3V dos visitantes (12 GP)

Agenda da 32ª rodada (horários do Recife)
24/10 (18h15) – Juventude x Náutico (Alfredo Jaconi), SporTV*
24/10 (20h30) – Paraná x Vila Nova (Durival Britto), SportTV*
27/10 (18h15) – Figueirense x CRB (Orlando Scarpelli), SporTV*
27/10 (19h30) – Oeste x Brasil (Arena Barueri)
27/10 (20h30) – Paysandu x Criciúma (Curuzu), SporTV*
28/10 (15h30) – Boa Esporte x América-MG (Dilzon Melo), SporTV*
28/10 (16h30) – Internacional x Ceará (Beira-Rio)
28/10 (16h30) – ABC x Londrina (Frasqueirão)
28/10 (16h30) – Santa Cruz x Luverdense (Arruda)
28/10 (18h00) – Goiás x Guarani (Serra Dourada), SporTV*
* Considerando as transmissões para o Recife, fora o Premiere (PPV)

Classificação da Série B 2017 – 30ª rodada

A classificação da 30ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Dois resultados idênticos, mas com construções e sentimentos distintos entre os representantes pernambucanos durante a “terça-feira cheia” da segundona. A avaliação sobre o empate coral no Arruda e o empate timbu no Rei Pelé segue a partir da classificação, ruim para ambos. No Santa, a chance desperdiçada numa conta interna de cinco vitórias nos cinco jogos como mandante para conseguir escapar da queda. Hoje, se vê mais pressionado do que nunca, inclusive com a 18ª posição já ameaçada! Pois é, ameaçada pelo rival Náutico, que, durante um instante nesta rodada, chegou a ficar à frente. Mas, após lutar o jogo inteiro e ficar em vantagem, coisa que o tricolor não conseguiu, tomou um gol aos 40 do segundo tempo, numa falha do goleiro após cobrança de lateral. Um reflexo da campanha complicada.

Resultados da 30ª rodada
Londrina 1 x 0 Figueirense
Guarani 1 x 1 ABC
Boa Esporte 0 x 0 Internacional
Santa Cruz 2 x 2 Oeste
Criciúma 0 x 1 Vila Nova
Brasil 0 x 0 América-MG
Ceará 1 x 0 Paraná
CRB 2 x 2 Náutico
Luverdense 1 x 1 Paysandu
Goiás 1 x 0 Juventude 

Balanço da 30ª rodada
3V dos mandantes (9 GP), 6E e 1V dos visitantes (7 GP)

Agenda da 31ª rodada (horários do Recife)
20/10 (18h15) – Guarani x Juventude (Brinco de Ouro), SporTV*
20/10 (19h30) – Náutico x ABC (Lacerdão)
20/10 (19h30) – CRB x Boa Esporte (Rei Pelé)
20/10 (20h30) – Ceará x Figueirense (Castelão), SporTV*
21/10 (15h30) – Criciúma x Internacional (Heriberto Hulse), SporTV*
21/10 (16h30) – Vila Nova x Oeste (Serra Dourada)
21/10 (16h30) – Londrina x Paysandu (Estádio do Café)
21/10 (16h30) – Brasil x Santa Cruz (Bento Freitas)
21/10 (18h00) – América-MG x Paraná (Independência), SporTV*
21/10 (20h00) – Luverdense x Goiás (Passo das Emas)
* Considerando as transmissões para o Recife, fora o Premiere (PPV)

Classificação da Série B 2017 – 29ª rodada

A classificação da 29ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Sentimentos bem distintos entre os representantes pernambucanos após a 29ª rodada da Série B. Em Florianópolis, o tricolor perdeu a terceira partida seguida. Com isso, manteve a distância de cinco pontos sobre o 16º colocado. Pior: ainda viu a aproximação do rival. Também no sábado, mas já à noite, o alvirrubro venceu o bugre paulista, tirando três pontos de diferença sobre o primeiro time fora da zona de rebaixamento, justamente o adversário em Caruaru. Apesar da esperança alimentada, ainda são oito pontos para fugir.

Agora, a Segundona terá uma ‘terça-feira cheia’, que pode indicar os caminhos de Santa e Náutico em relação à próxima temporada. O tricolor precisa de pelo menos cinco vitórias para escapar. Como ainda tem cinco jogos em casa, o restante da confiança está depositada aí. A série ‘começa’ agora, contra o Oeste. Já o timbu enxerga no CRB a possibilidade de finalmente voltar a pontuar como visitante (perdeu os últimos cinco jogos disputados fora de casa). Tem bola pra isso? Rodada quente…

Resultados da 29ª rodada
Internacional 1 x 0 Brasil
Paysandu 0 x 0 CRB
Paraná 2 x 1 Criciúma
Juventude 0 x 2 Londrina
Figueirense 2 x 1 Santa Cruz
América 2 x 1 Luverdense
Vila Nova 0 x 0 Goiás
ABC 1 x 0 Boa Esporte
Oeste 0 x 1 Ceará
Náutico 2 x 0 Guarani 

Balanço da 29ª rodada
6V dos mandantes (10 GP), 2E e 2V dos visitantes (6 GP)

Agenda da 30ª rodada
17/10 (19h15) – Londrina x Figueirense (Estádio do Café)
17/10 (19h15) – Guarani x ABC (Brinco de Ouro), SporTV*
17/10 (19h15) – Boa Esporte x Internacional (Dilzon Melo)
17/10 (20h30) – Santa Cruz x Oeste (Arruda)
17/10 (20h30) – Criciúma x Vila Nova (Heriberto Hulse)
17/10 (20h30) – Brasil x América (Bento Freitas)
17/10 (20h30) – Ceará x Paraná (Castelão)
17/10 (21h30) – CRB x Náutico (Rei Pelé)
17/10 (21h30) – Luverdense x Paysandu (Passo das Emas)
17/10 (21h30) – Goiás x Juventude (Serra Dourada), SporTV*
* Considerando as transmissões para o Recife, fora o Premiere (PPV)

As probabilidades de rebaixamento e acesso a 10 rodadas do fim da Série B

As projeções de campanha para acesso e rebaixamento na Série B de 2017 após 28 rodadas. Arte: Cassio Zirpoli/DP

Faltando apenas dez rodadas para o fim da Série B do 2017, chegou a hora de reapresentar as probabilidades sobre acesso e descenso de cada um dos vinte participantes. Considerando as 280 partidas disputadas na competição de acesso à elite do futebol nacional, vamos às estatísticas de três sites especializados no assunto: Chance de GolInfobola e UFMG, através do departamento de matemática da universidade mineira.

A partir de cálculos sobre o desempenho em casa, histórico em confrontos e campanha atual, o Chance de Gol e a UFMG também projetam as pontuações finais necessárias, com os percentuais que dão mais “garantia” a cada opção. Na segunda divisão, a média histórica de pontuação para o acesso (4º lugar), considerando as onze edições nos pontos corridos, é de 63 pontos. Nesta temporada, essa campanha tem, na pior das hipóteses, 76% de confiança. Em relação ao rebaixamento, o índice histórico para escapar, na 16ª posição, é de “45,18″. Arredondando para 45, significaria 83% de chance de sucesso.

Veja as classificações da Série B após a 28ª rodada clicando aqui.

Náutico
Acesso: 0% a 0,009%
Rebaixamento: 93,3% a 95,2%

Santa Cruz
Acesso: 0% a 0,009%
Rebaixamento: 76,4% a 76,5%

Classificação da Série B 2017 – 28ª rodada

A classificação da 28ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

Os dois representantes pernambucanos já estavam no Z4 do Campeonato Brasileiro, mas as derrotas na 28ª rodada potencializaram bastante a situação já delicada, com o fantasma da Série C cada vez mais assustador. No sábado, o alvirrubro perdeu um confronto direto no Serra Dourada. Ainda na vice-lanterna, o time estava a 8 pontos do 16º colocado, o primeiro fora da zona. Agora está a 11. No dia seguinte, o tricolor perdeu no Arruda, resultando num aumento considerável para sair da atual situação. Manteve-se em 18º, mas agora a 5 pontos do do 16º. Ou seja, o time precisa de, no mínimo, duas rodadas perfeitas para deixar a zona de rebaixamento. Faltam apenas dez.

No G4, o Ceará foi a novidade na semana, trocando de lugar com o Vila Nova. Graças à vitória no confronto direto, em jogo disputado no Castelão.

Resultados da 28ª rodada
Ceará 2 x 0 Vila Nova
Paraná 1 x 0 Internacional
Brasil 1 x 0 Juventude
Boa 1 x 2 Paysandu
CRB 1 x 0 ABC
Goiás 2 x 0 Náutico
Oeste 3 x 0 Guarani
Criciúma 2 x 1 Londrina
Luverdense 3 x 0 Figueirense
Santa Cruz 0 x 1 América 

Balanço da 28ª rodada
8V dos mandantes (16 GP) e 2V dos visitantes (4 GP)

Agenda da 29ª rodada
09/10 (20h00) – Internacional x Brasil (Beira-Rio), SporTV*
13/10 (19h15) – Paysandu x CRB (Curuzu), SporTV*
13/10 (20h30) – Paraná x Criciúma (Durival Britto)
13/10 (21h30) – Juventude x Londrina (Alfredo Jaconi), SporTV*
14/10 (16h30) – Figueirense x Santa Cruz (Orlando Scarpelli), Globo*
14/10 (16h00) – América x Luverdense (Independência)
14/10 (16h30) – Vila Nova x Goiás (Serra Dourada), SporTV*
14/10 (16h30) – ABC x Boa (Arena das Dunas)
14/10 (19h00) – Oeste x Ceará (Arena Barueri)
14/10 (19h00) – Náutico x Guarani (Lacerdão)
* Considerando as transmissões para o Recife, fora o Premiere (PPV)

Podcast – A análise da vitória do Náutico em Caruaru e da derrota do Santa no Sul

Série B 2017, 27ª rodada: Náutico 2x0 Boa (Léo Lemos/Náutico) e Inter 2x0 Santa (Ricardo Duarte/Internacional)

Os pernambucanos jogaram no sábado, em horários simultâneos, pela 27ª rodada da Série B. De volta ao Lacerdão, uma semana após a “estreia”, desta vez o alvirrubro alcançou o resultado positivo – e a sobrevida. Lá em Porto Alegre, o tricolor não foi páreo para o líder, voltando ao Z4. O 45 minutos comentou as duas partidas em gravações exclusivas, nas questões técnica e tática, além de análises individuais. Ao todo, 53 minutos de podcast.

Participei das duas gravações. Ouça!

30/09 – Náutico 2 x 0 Boa Esporte (29 min) 

30/09 – Internacional 2 x 0 Santa Cruz (24 min)

Classificação da Série B 2017 – 27ª rodada

A classificação da 27ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesporte2

As vitórias de Figueirense e Goiás, abrindo a rodada na noite de sexta-feira, complicaram bastante a situação dos pernambucanos na Segundona, embora outros clubes estejam chegando à briga contra o descenso, como CRB e Paysandu. Em Porto Alegre, o tricolor foi derrotado pelo líder e voltou ao Z4 após três rodadas ‘respirando’. Pior. Perdeu, duas colocações e terminou em 18º, já ficando a dois pontos do primeiro time fora da zona. Em Caruaru, o alvirrubro voltou a vencer, mas praticamente não andou. Se manteve na penúltima posição, mas a 8 pontos do 16º colocado – estava a 9.

Na briga pelo título, o Inter abriu seis pontos sobre o vice-líder. Encaixado, deve disparar na pona. Em relação ao 5º lugar já são nove pontos. Passeou.

Resultados da 27ª rodada
Figueirense 1 x 0 Paraná
Londrina 4 x 1 CRB
ABC 0 x 1 Goiás
Juventude 1 x 0 Paysandu
Internacional 2 x 0 Santa Cruz
Vila Nova 1 x 1 Brasil
Náutico 2 x 0 Boa
Luverdense 0 x 1 Ceará
Guarani 0 x 0 Criciúma
América 1 x 2 Oeste 

Balanço da 27ª rodada
5V dos mandantes (12 GP), 2E e 3V dos visitantes (6 GC)

Agenda da 28ª rodada
03/10 (19h15) – Ceará x Vila Nova (Castelão)
03/10 (20h30) – Paraná x Internacional (Arena da Baixada)
03/10 (21h30) – Brasil x Juventude (Bento Freitas)
06/10 (19h15) – Boa x Paysandu (Dilzon Melo)
06/10 (20h30) – CRB x ABC (Rei Pelé)
06/10 (21h30) – Goiás x Náutico (SerraDourada
07/10 (16h30) – Oeste x Guarani (Arena Barueri)
07/10 (16h30) – Criciúma x Londrina (Heriberto Hulse)
07/10 (19h00) – Luverdense x Figueirense (Passo das Emas)
07/10 (19h00) – Santa Cruz x América (Arruda)