Organização do protesto monitorada pelas redes sociais

O serviço de inteligência da Secretaria de Defesa Social (SDS) está monitorando os passos da organização do protesto desta quinta-feira no Recife. As redes sociais são um dos instrumentos. “As informações abertas dos perfis estão sendo acompanhadas pela inteligência”, admitiu o secretário Wilson Damázio.

Alegando questão estratégica, Damázio não divulgou o número de policiais que vão participar do esquema montado para fazer a segurança do protesto. “Será o suficiente para manter a tranquilidade”, disse. Em reunião da Polícia Militar, realizada ontem, o comando geral da PM explicou que todos os 21 batalhões e companhias sediadas na Região Metropolitana estarão de prontidão.

Secretário garantiu pagamento das bolsas. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

Secretário confirmou monitoramento das redes. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

Os policiais, segundo o esquema da PM, serão distribuídos ao longo do percurso da manifestação. Grande parte deles atua na polícia comunitária. O Batalhão de Choque e o Regimento de Polícia Montada vão ficar em locais estratégicos, podendo entrar em ação caso o comandante geral da PM, coronel Carlos Pereira, ordene. Não haverá armas letais e a corporação não utilizará balas de borracha.

O contigente policial demonstra uma preocupação não só com a multidão que deve participar do protesto, mas com possíveis atos de vandalismo. “A procedência é grave. Temos informação de que entidades e grupos de fora do estado, que patrocinam badernas, se mobilizam para infiltrar pessoas”, informou Damázio. Se houver vandalismo, acrescentou, a polícia terá que agir.

O esquema envolve ainda o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal do Recife e a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, diz que os agentes de trânsito vão acompanhar a manifestação e, caso necessário, mudarão o tráfego dos ônibus das vias principais, como a Avenida Conde da Boa Vista, para as paralelas. Isso para facilitar a passagem dos manifestantes.

Do Diario de Pernambuco, por Jailson da Paz

One thought on “Organização do protesto monitorada pelas redes sociais

  1. Não adianta só baixar o preço da passagem, tem que baixar tudo, preço da gasolina, dos alimentos, impostos, para podermos ter uma melhor qualidade de vida. Os políticos são surdos, tem problema de ouvido, ou pra eles está tudo bem ganhando altos salario e não se importando com o resto! Simplismente vão ficar sentados na cadeira até o povo cansar! Vai adiantar baixar somente o preço da passagem, a qualidade de vida não aumenta, não podemos aproveitar o pouco dinheiro que nos sobra! Ta mais do que na hora dos políticos criarem vergonha na cara, diminuirem o preço de tudo e não só da passagem! 10 centavos a menos na passagem ajuda sobrando 6 reais por mes do povo brasileiro, ta na hora de baixarem os impostos em tudo! E não digo um valor de 10 centavos, digo para um valor justo que vá aumentar a qualidade de vida de todo mundo! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR! TA NA HORA DE MUDAR!