Governo diz que não haverá nomeações de policiais por enquanto

Após a publicação no blog sobre o questionamento da contratação dos aprovados no concurso da Polícia Militar de Pernambuco do ano de 2009, o governo do estado enviou uma nota em resposta às pessoas que esperam fazer parte da PM e também da Polícia Civil do estado.

Aprovados sonham em usar a farda da PM e trabalhar. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

Aprovados sonham em usar a farda da PM e trabalhar. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria de Administração informa que, através da Portaria Conjunta SAD/SDS nº101 de 31 de agosto de 2009, foi aberto o concurso público destinado ao preenchimento de 2.100 vagas para soldado da Polícia Militar de Pernambuco. Até o dia 18 de fevereiro de 2013 haviam sido nomeados* 2.100 aprovados. Em 1º de março de 2013, através do Ato nº 1089, mais 1.390 soldados foram nomeados*, perfazendo um total de 3.490 contratações.

A SAD informa ainda que de 2007 até hoje, foram nomeados* 2.807 servidores da Polícia Civil, entre agentes e escrivães. Só em 2013, foram 611contratações. No início de 2011, por meio de um processo na Mesa Específica de Negociação, o governo de Pernambuco implementou política salarial para a categoria referente ao quadriênio 2011-2014, resultando nos seguintes reajustes: reestruturação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) para todos cargos da Polícia Civil em 2011 e reajustes lineares de 8,4%, 8,14% e 14, 55%, para os anos de 2012, 2013 e 2014, respectivamente.

No início do governo Eduardo Campos a remuneração média dos agentes e correlatos era de R$ 1.598,26. Atualmente, essa remuneração média é de R$ 4.020,85. A pactuação trouxe recuperação salarial com ganho de 108% acima da inflação do período. 

Pensando ainda na melhoria dos serviços, o atual governo, com o intuito de profissionalizar o quadro, alterou o requisito de ingresso de nível médio para nível superior. Tendo em vista essa realidade, a SAD esclarece que não há previsão de novas nomeações. Estas poderão ocorrer de acordo com a demanda da Secretaria de Defesa Social e dentro da validade do concurso.

*Nomeações – A Secretaria de Administração esclarece que a diferença entre o número total de nomeados e a quantidade do efetivo deve-se a motivos como pedidos de exoneração, óbitos, reprovações no curso de formação, desistências, etc. Em setembro, o efetivo de soldados e alunos da PM referente ao último concurso é de 3.330 e de 2.286 o de agentes e escrivães da Polícia Civil.

5 thoughts on “Governo diz que não haverá nomeações de policiais por enquanto

  1. COMO SEMPRE PROMESSAS NOS FORAM FEITAS AONDE O PRÓPRIO GOVERNADOR DIZIA QUE IRIA CHAMAR OS RESERVAS.E AGORA AQUI ESTAMOS NÓS DEIXAMOS EMPREGOS,DEIXAMOS VARIAS OUTRAS COISAS EM BUSCA DE UM SONHO E VEM UMAS PALAVRAS DESTAS DESMOTIVADORAS.

  2. 4.020,85 onde ?????????
    de qual Pernambuco estamos falando??? o da inglaterra????
    ta de brincadeira né sds…
    ano que vem tem eleição ja começaram as mentiras

  3. SÓ NOS RESTA LEMBRAR BEM DESSAS PALAVRAS NAS ELEIÇÕES DO ANO QUE VEM…

    SE EDUARDO CAMPOS NÃO CUMPRE A QUE DIZ NO ESTADO DE PERNAMBUCO, O QUE SERÁ DO BRASIL ELE SENDO ELEITO PRESIDENTE?

    NÃO TENHAMOS A MEMÓRIA FRACA, POIS “ACABAR COM O NOSSO SONHO É DESTRUIR A ESPERANÇA QUE NOS MOVE EM BUSCA DE DIAS MELHORES”

  4. 4020,85 de salário?!!?”Há se cesse”!!!!O salario inicial de um PC-PE é de 2 mil e pouco.Vergonhoso até demais.No Piaui,Estado muito e muito mais pobre que o nosso pernambuco os policiais civis ganham isso ai Wagner:
    NO PIAUÍ:
    Agentes e escrivães de polícia receberão:
    Em novembro deste ano R$ 3.194,53.
    Em 2014, no mês de maio recebem R$ 3.494,35 e novembro 4.094,35. Em 2015,maio R$ 4.844,35 e em novembro R$ 5.275,36.
    -Isso ai é o subsidio,junta-se a estes valores as gratificações!
    -Isso com base em profissionais da 3ª classe,ou seja,a classe inicial.
    -Esse salário é no PIAUI.Em pernambuco o salário é de R$2500!!!

  5. Seria muito bom se pelo menos o governador definisse se ainda existe a possibilidade dos aprovados no concurso da polícia civil de 2006, que já fizeram todas as etapas, serem chamados. Na minha opinião é o mínimo que ele pode fazer. Estamos todo esse tempo na espera sem ter certeza de nada pois uma hora dizem que todos os aprovados serão chamados outra dizem que não, e a nossa expectativa? Se pelo menos nós tivessemos a certeza de que, mesmo sem previsão, um dia seremos chamados, ficaríamos mais tranquilos.