Evento em Boa Viagem debaterá sobre políticas de segurança

A Carta Capital realizará o debate Políticas de Segurança e Bem-Estar Social, com a participação de gestores públicos e especilistas. O objetivo é discutir esse problema vivido pelas magacidades, mostrar as soluções disponíveis, avaliar o papel do setor público, da sociedade civil e da iniciativa privada na construção de cidades melhores.

O evento que acontecerá no dia 30 de setembro das 8h às 13h no Hotel Golden Tulip Refice Palace, na Avenida Boa Viagem (nº 4.070), terá entre os palestrantes Regina Miki, secretária Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, José Luiz Ratton, sociólogo e idealizador do Pacto pela Vida estadual e Cesar Barreira, coordenador do Laboratório de Estudos da Violência da Universidade Federal do Ceará e ex-diretor da Academia de Polícia do Ceará.

Palestraram ainda o coronel Edmilson Cavalcante, secretário de Direitos Humanos, Segurança Comunitária e Cidadania da Prefeitura de Maceió, Elkin Velasquez, diretor regional do ONU-Habitat e o prefeito do Recife, Geraldo Julio. As inscrições gratuitas podem ser feitas pelos telefones: (81) 326.5229- 9334.8248.

Governo investirá R$ 53 milhões em perícias criminais

Da Agência Brasil

A chefe da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Regina Miki, anunciou, em Brasília, R$ 53 milhões em investimentos, medida que vai equipar todos estados com itens necessários para perícias criminais. “Não faremos um repasse de verba ao estado e sim a aquisição com a entrega de materiais. A princípio, pode parecer pouco, mas é quase dez vezes mais do que se investia antes”. A medida foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (17).

Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press

Todos os estados serão beneficiados com a verba. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press

O anúncio foi feito na abertura do 23º Congresso Nacional de Criminalística, iniciado nessa segunda. O principal objetivo do congresso é promover debates e troca de experiências entre os peritos criminais do país. Regina explicou que o encontro contribuirá para aperfeiçoar o trabalho dos peritos, auxiliado pelo manual Procedimento Operacional Padrão, que orienta os profissionais sobre todos os tipos de perícias. A obra foi lançada durante o evento.

“Isso (a publicação) nos facilitará na perícia primária e também na mais avançada. Um perito regional, quando receber uma peça a ser examinada, saberá qual o procedimento tomar, conferindo agilidade às perícias e aos autos. Foram os peritos do Brasil que formataram esse procedimento. E agora, os ‘pais da criança’ devem ajudar a criá-la”, disse Regina.

O congresso vai até quinta-feira (19) e terá debates, apresentação de trabalhos científicos e oferecerá cursos na área de crimes ambientais, crimes de informática, química forense, dentre outros. Outras informações podem ser obtidas no site do evento.