Seres ainda não divulgou os nomes dos foragidos do presídio

Dois dias após a fuga em massa ocorrida na unidade prisional Frei Damião de Bozzano, no complexo do Curado, que deixou moradores das proximidades do presídio assustados, a Secretaria de Ressocialização do estado (Seres) ainda não divulgou a lista com os nomes do foragidos.

Presos saíram pela porta da frente da unidade. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A.Press

Em nota oficial, o governo do estado afirmou que 20 presos fugiram do local e que 16 deles foram recapturados ainda na manhã do sábado. No entanto, fontes do blog que trabalham no complexo prisional afirmam que a quantidade de fugitivos foi bem maior e que pode passar de 50 homens.

Embora a Seres siga afirmando que a apenas quatro presos estão foragidos, é muito estranho que os nomes e as fotos desses homens não tenham sido divulgados ainda para a imprensa. Estranho porque essa seria uma das melhores formas de a população saber quem são os presos que estão foragidos e de poder denunciar os paradeiros deles.

PMs e agentes caçaram os presos nas casas. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A.Press

Procurada na tarde dessa segunda-feira, a assessoria de imprensa da Seres disse que estava acontecendo uma reunião para traçar estratégias na captura dos fugitivos e que ainda não sabia se os nomes e as imagens dos mesmos seriam revelados.

Ainda no sábado, 16 presos foram recapturados. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A.Press

Pânico

Durante toda a manhã do sábado, o clima foi de tensão nas proximidades do complexo. A polícia fez buscas na comunidade, com auxílio de helicóptero e chegou a prender dois fugitivos que se escondiam em casas vizinhas à unidade prisional.  Os detentos fugitivos saíram de uma das unidades consideradas mais perigosas do complexo, que abriga 1,4 mil acusados de assaltos a banco, latrocínio, estupro e outros crimes considerados hediondos. Apesar dos riscos de serem atingidas, muitas pessoas acompanharam a recaptura dos presos no meio da rua.

 

Os comentários estão fechados.