Polícia Civil do estado distribuiu quase seis mil itens na Operação Noite Feliz

Quase seis mil itens entre alimentos, brinquedos e roupas foram arrecadados em menos de um mês de campanha realizada nas delegacias do estado. O 1º ano da Operação Noite Feliz da Polícia Civil de Pernambuco superou as expectativas dos policiais e levou alegria a muitas crianças carentes. A atitude dos policiais, que cada vez mais se aproxima da comunidade, vem conquistando muitos adeptos nas campanhas sociais promovidas pela polícia.

Doações foram recebidas nas delegacias do estado. Fotos: Polícia Civil/Divulgação

Doações foram recebidas nas delegacias do estado. Fotos: Polícia Civil/Divulgação

A primeira entidade a receber as doações foi a Creche de Tia Socorro, no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, onde vivem mais de 50 crianças na faixa etária de zero a seis anos. “A solidariedade é contagiante. A vontade de fazer o bem se espalha entre as pessoas com a proximidade dos festejos de final ano”, disse o Chefe da Polícia Civil, Osvaldo Morais. A dona da creche, Zenilda Bezerril, parabenizou a iniciativa. “Se cada um fizesse um pouco, muita gente estaria feliz nos dias de hoje”, afirmou.

 

Donativos foram levados nos carros da polícia e chamaram a atenção da comunidade

Donativos foram levados nos carros da polícia e chamaram a atenção da comunidade

A ideia de fazer a Operação Noite Feliz surgiu do delegado Glaukus Menck, gestor de Polícia do Interior 2, no Sertão Pernambucano. Tudo começou com a Operação Caixa de Sorriso no Dia das Crianças. A ação foi realizada apenas no Sertão e foi um sucesso. Com a Noite Feliz não podia ser diferente. O Sertão foi a área que mais arrecadou donativos: 1.257 quilos de alimentos; 1.200 refrigerantes; 1.015 brinquedos e  472 peças de roupas para todas as idades.

Delegado Osvaldo Morais fez entregas numa creche em Prazeres

Delegado Osvaldo Morais fez entregas numa creche em Prazeres

A Diretoria do Interior 1 – Agreste do Estado – também se engajou na luta e conseguiu arrecadar 160 brinquedos, 120 quilos de alimentos e 110 peças de roupas. A Delegacia do Idoso, no Recife arrecadou 14 brinquedos. O Departamento de Crimes Patrimoniais – Depatri,  conseguiu 340 brinquedos e 65 quilos de alimentos. O Departamento de Narcotráfico – Denarc recolheu 160 brinquedos  e a Delegacia de Paulista 230 brinquedos.

A Corregedoria da Secretaria de Defesa Social, Delegacia Crimes Contra a Administração e  Serviços Públicos, Delegacia de Jaboatão dos Guararapes e tantas outras  também se engajaram na campanha. Cada delegacia ficou responsável pela escolha da instituição para a entrega dos donativos.

Polícia Civil de Pernambuco faz “operação” para arrecadar donativos

A Polícia Civil de Pernambuco está realizando a Operação Noite Feliz em todas as delegacias do estado. No entanto, dessa vez, o nome não se refere a um trabalho policial efetivamente e, sim, de uma campanha com o objetivo de recolher donativos para instituições de caridade que atendam a idosos, crianças abandonadas e mulheres em situação de violência.

A campanha pretende integrar as equipes das delegacias, bem como familiares, amigos, policiais militares e a sociedade civil organizada para a arrecadação de alimentos, roupas e brinquedos. Cada delegacia terá uma caixa de coleta decorada que ficará em local acessível aos policiais e ao público em geral, onde devem ser depositadas as doações.

A Operação Noite Feliz teve início no dia 2 deste mês e seguirá até o dia 20 de dezembro. As doações devem ser contabilizadas e entregues às instituições no dia 23.

Gêmeos siameses recebem apoio de aprovados do concurso da PM

Os gêmeos siameses que nasceram ligados pelo abdômen, no Recife, irão receber doações do grupo de jovens que foram aprovados no concurso da Polícia Militar de Pernambuco – Ano 2009. Neste sábado e domingo, uma campanha de arrecadação de leite, fraldas descartáveis e pomadas será realizada, a partir das 8h, em frente à Escola Superior de Educação Física ESEF/UPE, no campus do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro.

Irmãos nasceram na maternidade do IMIP. Foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press

Irmãos nasceram na maternidade do IMIP. Foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press

Ao mesmo tempo, eles vão realizar um PRÉ – TAF (Teste de Aptidão Físico). Foi feito um cadastro de 100 candidatos, que foram divididos em dois grupos. Diariamente, centenas de candidatos aprovados no concurso da PMPE, do ano de 2009, treinam na capital e no interior de Pernambuco, na esperança de uma convocação por parte do governo do estado, que prorrogou o certame até 2015.

Alguns aprovados treinam às escuras, sem ao menos, ter prestado o serviço militar obrigatório. No caso das mulheres, que aspiram um cargo nas “forças auxiliares” PM/PC/ CBMPE, o alto índice de reprovação nos testes físicos é ainda maior, um indicativo da falta de treino e simulação.