Edifícios do Rosarinho conectados com a polícia para conter violência

Assim como já acontece em Setúbal, na Zona Sul do Recife, vários edifícios localizados no bairro do Rosarinho, na Zona Norte, estão envolvidos num projeto em parceria com a Polícia Militar. Adesivos com as descrições “Propriedade monitorada – Rede de vizinhos protegidos” são vistos em dezenas de condomínios da região.

Placas estão em vários prédios do Rosarinho. Fotos: Julio Jacobina/DP

Placas estão em vários prédios do Rosarinho. Fotos: Julio Jacobina/DP

Ewerton Gayo é síndico de um desses prédios e conta que a comunicação entres os responspáveis pelos edifícios e o comando do 19º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na área, é de grande importância. O projeto recebe ainda o apoio da Prefeitura do Recife e da Polícia Civil de Pernambuco e tem deixado os moradores do local mais confiantes.

“Entrei nesse grupo do WhatsApp em outubro do ano passado, mas o grupo já existia. Somente síndicos e subsíndicos podem fazer parte, o que já traz um certo filtro nas informações. Além disso, o grupo tem várias regras e o comando do batalhão da área faz parte também”, destacou Ewerton. Ainda segundo ele, informações sobre suspeitos de crimes, fotos e filmagens podem ser compartilhadas no grupo.

Projeto é realizado em parceria com os poderes públicos

Projeto é realizado em parceria com os poderes públicos

“Atualmente, existem 79 pessoas no grupo. Com isso, as informações compartilhadas pelos moradores e encaminhadas pelos síndicos ou subsíndicos podem ser avaliadas pelos responsáveis pelo policiamento na localidade”, destacou. “Sei que isso não é garantia de que vamos estar livres de assaltos, mas pelo menos ajuda a diminuir o medo de andar pelas ruas do bairro”, disse um morador do bairro que preferiu não ter o nome publicado.

Leia mais sobre o assunto em:

Moradores de Setúbal unidos para combater insegurança na localidade