Recife terá mais 40 câmeras da Secretaria de Segurança Urbana

Num prazo de 60 dias, o Recife vai ganhar mais 40 câmeras de monitoramento para reforçar a segurança. A iniciativa é da Secretaria de Segurança Urbana municipal que deverá ganhar em breve uma central de monitoramento para acompanhar a movimentação de grande parte da cidade.

Parque 13 de Maio receberá seis câmeras. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Parque 13 de Maio receberá seis câmeras. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

De acordo com o secretário Murilo Cavalcanti, os equipamentos serão utilizados para acompanhar não apenas a questão da segurança, mas também a mobilidade urbana, o recolhimento de lixo, problemas relacionados à saúde e ainda os entornos das escolas da capital. “Já temos todos os pontos mapeados e, por enquanto, vamos usar a central de monitoramento da CTTU até que a nossa seja construída”, detalhou Cavalcanti.

A ideia da instalação das câmeras pela Secretaria de Segurança Urbana nasceu das experiências bem sucedidas de outras cidades como Rio de Janeiro, Campinas, Cidade do México e Medellín. “Serão equipamentos de alta qualidade e que estarão servindo de olhos onde antes não havia monitoramento. Com essas câmeras, vamos poder ter um controle da cidade na questão do trânsito, do deslocamento das ambulâncias do Samu e dos parques.

…Continue lendo…

Pacto pela Vida do Recife começa a ser preparado

Depois de criar o Pacto pela Vida do estado e ser apresentado para a população do Recife pelo governador Eduardo Campos como o grande responsável pelo sucesso do programa, agora é a vez do prefeito do Recife, Geraldo Julio, arrumar a própria “casa” no quesito segurança. Na tarde desta segunda-feira, o prefeito comanda reunião com todo seu secretariado para começar a definir quais ações de cada pasta serão priorizadas na elaboração do plano de segurança.

Feira da Joana Bezerra foi retirada do local. Foto: Thiago Neres/DP/D.A.Press

Feira da Joana Bezerra foi retirada do local. Foto: Thiago Neres/DP/D.A.Press

No estado, a meta é reduzir em 12% ao ano o índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). No Recife, algumas ações inclusive já começaram a sair do papel como a retirada da feira de carros e motos na Ilha da Joana Bezerra e a liberação das calçadas onde havia comerciantes vendendo espetinhos no bairro de Boa Viagem. Segundo a PCR, além de melhorar a mobilidade, ambas ações ajudam a prevenir a criminalidade.

Na reunião desta segunda-feira, todo o primeiro escalão da prefeitura terá a missão de apontar projetos que contribuam para reduzir a criminalidade na capital pernambucana. A segunda parte da elaboração do Plano Municipal de Segurança Pública será realizada no Centro de Formações de Professores da Prefeitura do Recife, na Madalena, no próximo sábado, dia 6 de abril.