Reforço de segurança para bairros mais violentos do Recife

Do Diario de Pernambuco, por Larissa Rodrigues

Um levantamento da Secretaria de Segurança do Recife identificou os 15 bairros mais violentos da cidade. Uma das armas para combater a criminalidade será um reforço no controle urbano dessas áreas. O município anunciou a contratação de mais 321 guardas municipais para atuar na proteção do patrimônio público. A conta da depredação chega a R$ 2 milhões por ano.

Guardas municipais ajudarão a combater a depredação. Foto: Joao Velozo/ Esp. DP/ D. A Pres

Guardas municipais ajudarão a combater a depredação. Foto: Joao Velozo/ Esp. DP/ D. A Pres

A ideia é economizar esses recursos por meio da prevenção. São estátuas pichadas, bancos, brinquedos e lâmpadas quebrados pela própria população nas praças e espaços públicos, além de materiais como fios de eletricidade roubados. O Parque 13 de Maio, no Centro, é alvo de vandalismo, mesmo com quatro agentes na segurança e câmeras 24h. O projeto de revitalização do parque, orçado em R$ 40 mil ainda não tem data para começar. O local padece com bancos quebrados e pichações, apesar de lá haver seis câmeras de segurança instaladas.

De acordo com o secretário municipal de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti, a prioridade são os bairros mais violentos dos 94 que compõem e capital. Entre eles, estão Ibura, Várzea e Torrões. Os guardas novatos trabalharão em escolas, postos de saúde, praças e parques, além do Centro Comunitário da Paz (Compaz) do Alto Santa Terezinha, na Zona Norte, que deve ser inaugurado até o fim deste ano. Atualmente, o Recife conta com 1.104 guardas, sendo 427 lotados na Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), 642 no Patrimônio e 35 na Brigada Ambiental.

Os novos guardas receberam cursos de trânsito e de preservação ambiental e podem atuar tanto no patrimônio quanto na CTTU. Mas, segundo Murilo Cavalcanti, uma porcentagem pequena e ainda não definida irá para a CTTU. O treinamento dos novatos incluiu seis aulas sobre cultura cidadã ministradas pelo próprio secretário. Todos tomam posse no dia 30 de outubro, em solenidade no Centro de Convenções.
“Mapeamos a cidade e verificamos que o Recife não é violento, mas tem bairros violentos. Dos 94 bairros da capital, pelo menos 60% da violência se concentra em 16.

Vamos priorizar a atuação nesses locais. A guarda hoje está sobrecarregada porque o quantitativo é pequeno”, afirmou Murilo Cavalcanti. Segundo ele, a melhoria no controle urbano irá ajudar de forma indireta no combate à violência. “Os guardas também vão combater agressões a professores e agentes de saúde”, acrescentou o secretário.

O concurso foi realizado em janeiro deste ano. Foram 1.355 vagas oferecidas e 45 mil candidatos inscritos. Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança Urbana, o restante dos aprovados devem ser chamados até o final desta gestão. Serão pelo menos outras três turmas formadas. “O Brasil vem perdendo a luta contra a violência e é necessária a participação de todos os agentes da sociedade para reverter a situação”, ressaltou o prefeito. O gestor também citou outras ações de combate à violência como o Pacto pela Vida do Recife, inspirado na política estadual.

Saiba mais:

Em 2013, 51% dos homicídios do Recife aconteceram nos seguintes bairros:

Pina
Imbiribeira
Vasco da Gama
Água Fria
Campo Grande
Ibura
Cohab
Torrões
Ilha Joana Bezerra
Jardim São Paulo
Várzea
Areias
Dois Unidos
Nova Descoberta
Afogados

Esses 15 bairros juntos somam 157 praças e áreas verdes onde os 321 novos guardas vão atuar

133 é o número de escolas e creches nos 15 bairros

R$ 36 milhões é o valor que a Secretaria de Educação do Recife investiu em manutenção preventiva e corretiva em 268 escolas e creches municipais entre 2013 e 2015

R$ 10 milhões foi gasto com reparos a depredações de cobertas, pichações nos muros, além de portas, luminárias e vasos sanitários quebrados em atos de vandalismo

Em algumas escolas, a Secretaria precisou voltar quatro vezes para refazer serviços por conta de depredações. Em uma delas, foi investido mais de R$ 400 mil

Fonte: Prefeituta do Recife

Segurança será reforçada na Várzea

Por Raphael Guerra, do Diario de Pernambuco

Considerado um dos bairros da capital pernambucana mais preocupantes em relação à violência, a Várzea passará por ações conjuntas envolvendo órgãos da prefeitura e as polícias Civil e Militar. Ontem, uma reunião discutiu a situação da Várzea e definiu as primeiras estratégias.

Localidade está sendo considerada uma das mais violentas do Recife. Fotos; Bernardo Dantas/DP/D.A Press

Localidade da Zona Oeste está sendo considerada uma das mais violentas do Recife. Fotos:  Bernardo Dantas/DP/D.A Press

Medidas como reforço na iluminação pública, maior empenho na repressão ao tráfico de drogas e fechamento de bares irregulares serão algumas prioridades para os próximos meses.

As polícias Civil e Militar serão responsáveis por identificar as medidas que devem ser tomadas pela prefeitura para contribuir com a reorganização do espaço público e, consequentemente, coibir a ação da criminalidade.

Na avaliação da Secretaria de Segurança Urbana do Recife, o combate ao crime na Várzea é peça fundamental para tentar frear o aumento contínuo das estatísticas de assassinatos no município – que fechou o mês de fevereiro com aumento de 26,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

AJHJKahsjk

A falta de iluminação é um dos problemas apontados pela população

“Estamos discutindo uma série de providências para reverter a escalada da violência. Poderemos também colocar câmeras em alguns locais do bairro”, disse o secretário Murilo Cavalcanti. Além da Secretaria de Segurança Urbana, participarão a de Mobilidade e Controle Urbano e a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb).

A dona de casa Maria Cândida de Melo, 62 anos, vive no bairro há mais de cinco anos. Ela afirmou que é preciso investir mais para que a população se sinta mais segura ao sair de casa. “Vejo que as viaturas da Polícia Militar passam pelas ruas, mas poderiam passar mais vezes”, disse. A opinião é compartilhada por outros moradores  que relataram terem receio de sair de casa à noite por conta de assaltos.

Compaz
Principal ação anunciada no início da gestão municipal para reduzir a violência, os Centros Comunitários da Paz (Compaz) continuam com as obras bastante atrasadas. A unidade do Cordeiro, primeira a começar a ser construída, deveria ter sido entregue em 2013. A nova previsão, segundo Cavalcanti, é de que a população a receba até o final do ano. Os Compaz terão bibliotecas, cursos, mediação de conflitos entre a população e áreas de lazer e esportes.

Prefeitura do Recife lança campanha 30 segundos contra o crack

Será lançada na noite desta segunda-feira, pela Prefeitura do Recife, a campanha 30 segundos contra o Crack. O lançamento acontece às 19h, no Cinema São Luiz, no bairro da Boa Vista. No evento, serão exibidos oito vídeos de meio minuto produzidos por cineastas pernambucanos para prevenir o uso da droga, além dos depoimentos dos participantes sobre a ação.

Crack está em vários pontos do Recife. Foto: Juliana Leitao/DP/D.A Press

Crack está em vários pontos do Recife. Foto: Juliana Leitao/DP/D.A Press

O material será veiculado gratuitamente em todas as principais emissoras locais. O projeto, idealizado pela Secretaria de Segurança Urbana, tem parceria com a Fundação Van Leer, ONG holandesa voltada para a defesa dos direitos de crianças e adolescentes e o Centro Josué de Castro.

Junto ao material visual, irá ao ar o hotsite da campanha (www.30scontraocrack.com.br), que contém seções informativas de como ajudar ao usuário junto aos endereços e telefones dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) especializados no tratamento da droga. Os vídeos tiveram a curadoria do jornalista André Dib e retratam visões diferentes sobre o tema para garantir um debate mais abrangente sobre o uso e prevenção do entorpecente. Participaram do projeto os cineastas Antônio Carrilho, Camilo Cavalcante, Kátia Mesel, Kleber Mendonça, Marcelo Lordello, Marcelo Pedroso, Neco Tabosa e Tuca Siqueira.

” Com essa campanha pretendemos alertar a população sobre a epidemia do crack. Estes filmes trazem perspectivas diferentes sobre o mesmo problema e os autores tiveram total liberdade para fazê-los. Queremos também promover o debate nas casas, nas escolas e na sociedade para mudarmos essa realidade”, disse o secretário de segurança urbana do Recife, Murilo Cavalcanti. Junto aos filmes, também serão exibidos depoimentos do curador André Dib e do gerente do Programa Atitude do Governo do Estado, Rafael West, sobre o projeto.

Com informações da Secretaria de Segurança Urbana

PMs de Boa Viagem e Pina ganham 20 bicicletas para patrulhas

Os policiais militares que trabalham em Boa Viagem ganharam 20 bicicletas para ajudar no deslocamento e patrulhamento do bairro. A doação foi uma parceria da Secretaria de Segurança Urbana do Recife com a Sertel. Os equipamentos serão utilizados por policiais do 19º Batalhão e serão usados na orla das praias de Boa Viagem e Pina e no entorno das escolas dos dois bairros.

Bikes irão ser usadas para atender dois bairros. Foto: Luciano Ferreira/PCR

Bikes serão usadas para atender dois bairros. Foto: Luciano Ferreira/PCR

A entrega das bikes é resultado da parceria entre os pactos Pela Vida do Recife e de Pernambuco. “Esses equipamentos vão potencializar o trabalho da polícia e aumentar a sensação de segurança da população e dos turistas que frequentam a cidade”, afirmou o secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti.

“Desde 2009 nossa frota de bicicletas não era renovada. Com esse reforço, vamos poder intensificar nossa atuação, principalmente nos horários de pico e nos finais de semana, quando a circulação de pessoas na orla aumenta”, explicou a Tenente-coronel Conceição Antero, comandante do 19º BPM.

Com informações da assessoria da Secretaria de Segurança Urbana do Recife

Recife passou 140 dias do ano de 2013 sem registrar um assassinato

A Secretaria de Segurança Urbana informou que o município passou 140 dias não consecutivos em 2013 sem registrar assassinatos. Em números absolutos, foram 453 mortes contabilizadas no ano passado. Em 2012, foram 597. Para se ter uma ideia do avanço da capital pernambucana, em 2005 a marca foi de 1.020 homicídios – mais que o dobro do registrado atualmente.

O secretário Murilo Cavalcanti, presente na coletiva do balanço do Pacto pela Vida, destacou a parceria entre o governo e a prefeitura para garantir a queda da violência. Ele afirmou que neste ano os 13 bairros considerados mais vulneráveis, como Dois Unidos, Várzea, Torrões e Campo Grande, continuarão sendo alvos de ações prioritárias para diminuir a criminalidade, mas o bairro de Vasco da Gama, na Zona Norte, que até então não configuarava na lista, também terá atenção especial.

O bairro de Campo Grande apresentou queda de 36,94% na taxa de homicídios no ano passado. Dados foram divulgados ontem (BLENDA SOUTO MAIOR/DP/D.A PRESS)

“Observamos um aumento da criminalidade na localidade, por isso vamos realizar um ordenamento dos bares, que funcionam até 5, 6, 7 horas da manhã. Se preciso, vamos fechar esses bares”, disse Cavalcanti. De acordo com o delegado Charles Gutiergues, a área mais crítica deste bairro está localizada no Alto 13 de Maio.

Outra ação de reforço do Pacto pela Vida do Recife, neste ano, será a abertura de concurso para a guarda municipal. O objetivo é elevar o efetivo de homens para 2.500. Atualmente, 1.150 profissionais fazem a guarda do patrimônio público e trabalham na organização do trânsito da cidade.

Leia a matéria completa sobre os resultados do Pacto pela Vida, escrita pelo repórter Raphael Guerra, na edição impressa do Diario de Pernambuco desta sexta-feira

Recife registrou 381 assassinatos entre os meses de janeiro e outubro

O Recife contabilizou entre os meses de janeiro e outubro deste ano um total de 381 assassinatos. O número foi divulgado pelo secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti, durante entrevista à rádio CBN Recife, na manhã desta terça-feira. Ainda segundo Cavalcanti, desse total de mortes, 153 foram registradas no 13 bairros prioritários listados pela Prefeitura do Recife como os que estão sendo atendidos pelo Pacto pela Vida.

Murilo pretende se reunir com outros secretários depois do carnaval. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press

Murilo anunciou números nesta terça. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press

No ano de 2012, o Recife computou 598 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). Nos seis primeiros meses deste ano, segundo a prefeitura, 249 pessoas tinham sido assassinadas na capital pernambucana. Para que a cidade consiga bater a meta do Pacto de 12% de redução, o Recife teria que encerrar o ano com até 526 mortes.

Mortes violentas cresceram no Brasil. Foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A.Press

Pacto pela Vida tem meta de reduzir mortes violentas em 12%. Foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A.Press

Como até o mês de outubro 381 pessoas foram mortas, é possível que o ano de 2013 registre uma redução em percentual maior que o esperado. “Até agora, estamos com uma redução de 26,7% no número de assassinatos. É um percentual bem acima dos 12% previstos”, comentou o secretário.

Parceria para prevenir drogas nas escolas municipais do Recife

O Recife deverá receber um reforço no combate de prevenção às drogas. Até o ano de 2016, todos os alunos da rede municipal de ensino estarão participando do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS). A parceria entre o governo do estado e a prefeitura foi firmada nesta semana, através das Secretarias de Educação e Segurança Urbana. A previsão é de que as aulas aconteçam entre a primeira semana de novembro e a primeira quinzena de dezembro.

Parceria foi firmada entre a PCR e SDS. Foto: Inaldo Lins/PCR/Divulgação --

Parceria foi firmada entre a PCR e SDS. Foto: Inaldo Lins/PCR/Divulgação

As aulas serão ministradas por policiais militares e envolverão não só os alunos, mas também os professores, gestores e pais. “Temos algumas ações de prevenção às drogas nas escolas, mas esse programa é mais amplo. É uma ótima oportunidade de combater logo cedo essa problemática”, disse a gerente de projetos especiais da Secretaria de Educação, Fernanda Morais.

O curso terá duração total de duas semanas e será realizado com crianças da educação infantil e do 5º e 7º anos nos 13 bairros prioritários do Pacto Pela Vida do Recife. A meta deste ano é capacitar 5 mil alunos. “Esse programa é fundamental para combatermos essa epidemia, principalmente a do crack, e evitar que mais crianças e jovens caiam no mundo das drogas”, afirmou o secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti.

Com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Urbana do Recife

Jogo virtual ajuda os pequenos a identificarem boas e más ações

Ben é um personagem fictício que busca fazer o melhor por aqueles que cruzam seu caminho. Quando presencia alguém praticando bullying contra uma criança obesa, escolhe ficar na companhia dela no lugar de seguir com a turma de amigos. Se testemunha um idoso tentando atravessar a rua sozinho, aproxima-se e ajuda no percurso. Cenas corriqueiras, que são parte de nosso cenário real, mas que nem sempre recebem a atenção que deveriam ter.

Arthur e Heitor Santos, de 4 e 3 anos, aprovaram o jogo e, apesar da pouca idade, acertaram todas as respostas (CRISTIANE SILVA/ESP.DP/D.A PRESS)

Escolher entre o certo e o errado pode parecer simples, mas às vezes o discurso fica só na teoria. E as crianças podem fazer a diferença caso aprendam desde cedo a praticar a chamada cultura de paz. Baseada em uma experiência desenvolvida de forma pioneira na Colômbia, a equipe da Secretaria de Segurança Urbana do Recife criou o jogo virtual A turma do Ben. Com leves toques na tela de um tablet, meninos e meninas de até 12 anos avançam no jogo quando optam por ajudar o próximo. Se a escolha é inversa, a brincadeira volta para o início. Quando ganham o desafio, ficam imunizados contra a violência. É algo como uma vacina do bem.

A ideia será lançada no Dia das Crianças, neste sábado, no Parque da Jaqueira e em mais quatro pontos da capital (Parque 13 de Maio, Parque Dois Irmãos, Parque Dona Lindu e Academia das Cidades dos Torrões). Cerca de 15 mil meninos e meninas deverão ser “imunizados”. “Especialistas afirmam que a idade crucial para a formação cidadã está entre 1 e 7 anos. Se a criança cresce em um ambiente de agressão familiar ou de uso de drogas, por exemplo, tenderá a repetir o comportamento mais tarde”, analisou o secretário Murilo Cavalcanti. A brincadeira estará disponível para as famílias das 8h às 17h.

Secretários municipais de Segurança da RMR reunidos em Itamaracá

Acontece nesta sexta-feira, na Ilha de Itamaracá, o 1º Encontro dos Secretários Municipais de Segurança da Região Metropolitana. No evento, o gestor da pasta no Recife, Murilo Cavalcanti, realizará palestra sobre o papel dos municípios na questão da violência urbana. O encontro acontece no Iate Clube de Itamaracá.

Foram convidados representantes de todas as cidades que integram a Região Metropolitana, inclusive das que não têm uma pasta específica para cuidar do tema segurança. O secretário-executivo de Defesa Social do estado, Alessandro Carvalho, também participa do evento e fará palestra sobre como as prefeituras podem contribuir para a prevenção da violência.

Recife terá mais 60 câmeras de monitoramento até o final deste ano

Mais 60 câmeras de monitoramento serão instaladas no Recife até o fim do ano. Essa é a previsão da Secretaria de Segurança Urbana da cidade, que inaugurou ontem o Centro de Operações da Prefeitura do Recife. A central, que está funcionando no 1º andar da PCR, monitora as 40 câmeras instaladas em 13 bairros da capital e em dois grandes parques – o Parque 13 de Maio recebeu seis (o maior número de equipamentos) e o da Jaqueira, cinco. O investimento para a compra dos equipamentos e a montagem da central foi de R$ 1,8 milhão.

Centro de Operações foi inaugurado nessa quinta-feira. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

Centro de Operações foi inaugurado nessa quinta-feira. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

De acordo com o prefeito do Recife, Geraldo Julio, a meta da prefeitura é ter 400 câmeras instaladas na cidade até o fim da gestão. “Essa é uma ação concreta da Pacto pela Vida do Recife, que mostra a força da integração da segurança entre a cidade e o estado, pois nessa central estamos visualizando as outras câmeras da Secretaria de Defesa Social (SDS)”, destacou o prefeito.

Além dos dois principais parques, as câmeras estão espalhadas pelos bairros do Cabanga, Ilha Joana Bezerra, Coelhos, Ilha do Leite, Boa Vista, Soledade, Graças, Jaqueira, Santo Amaro, Santo Antônio, Bairro do Recife, Espinheiro e Torrões. “Com a inauguração dessa central, estamos passando a monitorar não só a questão da segurança, mas também de defesa civil, controle urbano e mobilidade. A nossa previsão é chegar até o fim do ano com 100 equipamentos em operação. Para isso, devemos instalar mais 60 câmeras nos próximos três meses”, declarou o secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti.