Policiais civis de Pernambuco em estado de greve

Os policiais civis de Pernambuco deflagraram estado de greve em assembleia realizada na noite dessa quinta-feira. Após 72 horas, eles estão respaldados pela lei a paralisarem as atividades. De acordo com o sindicato da categoria, o Plano de Cargos e Carreiras dos funcionários está congelado há dois anos.

Além disso, os policiais afirmam que estão sem pagamento de horas extras e adicional noturno. “Neste ano, 38% dos policiais civis pediram exoneração”, afirmou o presidente do sindicato, Cláudio Marinho.

Categoria vai fazer mobilizações nas delegacias (ROBERTO RAMOS/DP/D.A PRESS)

Os policiais querem a equiparação da gratificação de risco com os delegados. O benefício dos delegados é de 225%. O dos policiais é de 100%. A partir desta sexta-feira, o sindicato vai fazer mobilizações nas delegacias. No dia 17 de outubro haverá nova assembleia. Até lá, a expectativa é que o governo sinalize quanto à negociação.

O titular da pasta de Defesa Social, Wilson Damázio, afirmou que os policiais civis estao recebendo os reajustes anuais que foram acertados no ultimo acordo com o governo e que para 2014 a categoria receberá um novo reajuste de 14%.

 

 

One thought on “Policiais civis de Pernambuco em estado de greve

  1. É um verdadeiro absurdo delegados receberem 225% de adicional de risco, enquanto os agentes só recebem 100%. Desde quando delegado se arrisca mais que um agente? A verdade é que 99% dos delegados mal comparecem às delegacias, quanto mais saírem paras as ruas. Todo o trabalho é feito pelos agentes e escrivães, delegado só faz assinar e sair bonito na entrevista na televisão. Esses 225% são mais que devidos aos agentes.