Governo do estado gastará R$ 48 mil por mês com locação de 20 viaturas

O governo do estado terá um gasto mensal de R$ 48 mil com o pagamento da locação de 20 veículos do tipo Spin a partir de agora. É que a Secretaria de Defesa Social (SDS) vai apresentar nesta quinta-feira as novas ferramentas de combate à criminalidade.

Além desse custo mensal, o governo investiu aproximadamente R$ 704 mil na comprar de 30 Segways, equipamentos que serão utilizados pela Polícia Militar de Pernambuco. Os veículos Spin serão caracterizados no padrão GATI/PMPE.

Os Segways são equipamentos diciclos (duas rodas) elétricos, não poluentes, próprios para serem utilizados em ambientes externos como parques, praças, ciclovias e também em ambientes fechados como terminal marítimo, aeroporto e terminal de passageiros. Um total de 120 PMs foram capacitados para usar os equipamentos.

Eles serão empregados nas áreas com grande fluxo de pessoas e em áreas turísticas, entre elas Recife Antigo, orlas de Boa Viagem, Piedade e Olinda e nos grandes parques do Recife como 13 de Maio, Jaqueira e Parque da Macaxeira.

As unidades contempladas serão: 1º BPM, 6º BPM, 11º BPM, 12º BPM, 13º BPM, 18º BPM, 19º BPM e Companhia Independente de Apoio ao Turista – CIATur. Espera-se que com um investimento tão alto, os resultados sejam positivos na redução da criminalidade. Porque a sociedade não tem sentido muita redução de assaltos e número de mortes nos últimos meses em Pernambuco.

Com informações da assessoria de imprensa da SDS

PJALLB tem novo diretor

O agente de segurança penitenciária José Sidnei de Souza é o novo gerente do Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (PJALLB), no Complexo de Curado. Acompanhado do secretário de Ressocialização, Humberto Inojosa, o gestor iniciou os trabalhos visitando as instalações do presídio.

Humberto nomeou José Sidnei. Foto: Seres/Divulgação

Humberto nomeou José Sidnei. Foto: Seres/Divulgação

Com 20 anos de serviços no sistema, José Sidnei faz parte das primeiras turmas de agentes penitenciários. Nesse período, exerceu diversas funções, como diretor do antigo Aníbal Bruno e do Presídio de Igarassu. Há um ano e oito meses estava à frente da Gerência de Gestão de Pessoas da Seres.

“Vamos trabalhar alinhado às perspectivas dos direitos humanos. O objetivo é dar mais dignidade ao tratamento dado aos presos e seus familiares”, disse Sidney. Durante seu tempo de trabalho no sistema, Sidnei já enfrentou diversas rebeliões e conhece bem o funcionamento das unidades prisionais.

Com informações da assessoria da Seres

W9! tenta acordo com formandos

O irmão do proprietário da empresa de eventos W9!, Leonildo Cosme, propôs ontem, em reunião com os formandos lesados pelo fechamento da firma, que as festas sejam feitas pela empresa Megaeventus. Lídio é investigado pela polícia por estelionato e teve a prisão decretada pela Justiça.

Irmão de proprietário se reuniu com alunos na Unicap (ELIANE NÓBREGA/DP/D.A PRESS)

Leonildo informou que os estudantes que se formam de outubro a dezembro teriam prioridade. Ele disse ainda que fará o possível para ressarcir o prejuízo de quem não quiser entrar em acordo (o rombo total é estimado em R$ 10 milhões). Segundo Leonildo, na segunda-feira a empresa reabrirá as portas para que seja definida a forma de reembolso.

Hoje, ele se reunirá com outras comissões de formatura na Universo, Imbiribeira.  “Eu estou com o pé atrás. Prefiro o dinheiro de volta”, afirmou a estudante do último período de publicidade e propaganda da Unicap, Maria Eduarda Gayoso.

Lídio Gomes é investigado por fechar a firma e desaparecer sem realizar cerca de 150 formaturas já contratadas. Antes das eleições, a juíza da 18ª Vara do Trabalho do Recife, Solange Moura, determinou o bloqueio de qualquer conta bancária mantida no nome dele e de Adriana Karla Diniz Alves Cosme, sua sócia, além do rastreamento dos veículos e de imóveis deles para penhora.

Leia mais sobre o assunto em:

Justiça bloqueia os bens da W9!