Primeiro Compaz do Recife não será entregue no prazo previsto

Prometido para ser entregue à população neste mês, o primeiro Centro Comunitário da Paz do Recife não ficará pronto no período previsto. Com obras iniciadas no mês de junho do ano passado, cinco meses após a assinatura do protocolo de intenções, a Prefeitura do Recife fixou um novo prazo para a inauguração do equipamento.

A previsão agora é de que o Compaz seja entregue à população no segundo semestre deste ano. O espaço vai funcionar no bairro do Cordeiro, no prédio onde já foi o Clube da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf).

Maquete do centro foi exposta na quadra. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

Maquete do Compaz do Cordeiro. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

O principal objetivo do Centro é oferecer alternativas para prevenir a criminalidade, combater o consumo de drogas, principalmente entre os jovens, além de funcionar como uma ferramenta de inclusão social, criar alternativas de lazer, esportes e cultura e fortalecer a cidadania dos recifenses. O obra total está orçada em R$ 7,7 milhões.

O primeiro Compaz, que vai funcionar em uma área de 17 mil metros quadrados, contará com biblioteca, cine teatro, piscina, ginásio coberto, quadra de tênis, campo de futebol; entre outros equipamentos de cultura e lazer. Além disso, o espaço oferecerá aos moradores do entorno cursos de capacitação profissional para jovens em situação de risco, mediação de conflitos, acesso à Justiça, políticas de prevenção às drogas e violência e apoio psicológico para pessoas em situação de desagregação social.

Julgamento dos suspeitos de matar Jota Cândido é adiado

Adiado ainda sem nova data, o julgamento de quatro suspeitos de terem assassinado o ex-vereador e radialista José Cândido Amorim, o Jota Cândido. Poucas horas antes do início da sessão, que seria realizada nesta quinta-feira no Fórum Joana Bezerra, no Recife, foiu divulgada a informação que um dos advogados dos acusados teria desistido da defesa do cliente.

Diante disso, o processo volta a etapa inicial, para que a nova defesa tenha tempo de analisar os autos. O réus Edilson Soares Rodrigues, Tairone César da Silva Pereira, André Luiz Carvalho e Jorge José da Silva foram presos alguns dias depois do crime, mas estão aguardando o julgamento em liberdade.

Caso sejam condenados, eles poderão pegar uma pena de até 30 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado. O radialista Jota Cândido foi morto quando chegava à Rádio Alternativa, em Carpina, onde trabalhava.

Do Diariodepernambuco.com.br

Pernambuco tem mais de 13 mil armas em situação irregular

A Polícia Federal (PF) de Pernambuco divulgou balanço sobre o número de armas irregulares no estado. Segundo a PF, o registro de uma arma de fogo tem validade de três anos e precisa ser renovado após esse período. No entanto, foi detectado através de consulta e levantamentos feitos ao SINARM – (Sistema Nacional de Armas) em janeiro de 2014 que 13.023 armas, encontram-se irregulares no estado. Ou seja, seus proprietários não fizeram o recadastramento dos seus registros, o que deve ser providenciado agora com urgência.

Armas entregues à PF. Foto: Polícia Federal/Divulgação

Armas entregues à PF. Foto: Polícia Federal/Divulgação

Ainda segundo a PF, é importante ressaltar que quem não renova o registro da arma de fogo comete crime federal e pode ser preso. Quem for pego com uma arma sem registro ou porte poderá terá sua arma apreendida e será preso em flagrante delito pela prática de crimes previstos no Estatuto do Desarmamento – Lei nº. 10.826/03 e dependendo do calibre (permitido ou proibido) e da irregularidade (posse ou porte) poderá pegar penas que variam de 01 (um) ano de detenção a 06 (seis) anos de reclusão anos de reclusão, e multa. Quem não quiser renovar o registro de sua arma pode optar pela entrega dentro da campanha do desarmamento.

Art. 12. Possuir ou manter sob sua guarda arma de fogo, acessório ou munição, de uso permitido, em desacordo com determinação legal ou regulamentar, no interior de sua residência ou dependência desta, ou, ainda no seu local de trabalho, desde que seja o titular ou o responsável legal do estabelecimento ou empresa: Pena – detenção, de 01 (um) a 03 (três) anos, e multa.

Isto posto, a PF convoca todos os possuidores de armas de fogo que estão com seus registros irregulares e vencidos a comparecerem até uma unidade mais próxima da Polícia Federal em Recife/PE, Caruaru/PE ou Salgueiro/PE,  a fim de regularizarem sua situação evitando assim, futuras convocações por intimação, no intuito de atribuir responsabilidades pela prática de posse irregular de arma de fogo de uso permitido.
Nesta quinta-feira, a PF vai divulgar como foi o recebimento de 1,8 mil armas na campanha do Desarmameto no estado.

Saiba mais:

PROCEDIMENTOS QUE DEVEM SER FEITOS PARA TER UMA ARMA REGISTRADA:

Ter no mínimo 25 anos;

Foto 3×4;

Preenchimento do formulário SINARM – Sistema Nacional de Armas;

Cópias autenticada dos documentos (CPF, RG, comprovante de residência, contracheque, carteira de trabalho);

Declaração que justifique a efetiva necessidade de aquisição da arma e onde ficará guardada;

Declaração que não responde a inquérito ou processo criminal;

Certidão negativas (Justiça Federal/PE, Tribunal de Justiça/PE, Justiça Eleitoral/PE, Justiça Militar da União/PE, Instituto de Identificação Tavares Buril;

Avaliação psicológica – R$ 200,00;

Avaliação em teste de tiro – R$ 100,00;

Pagamento da concessão do registro – R$ 60,00;

Se o interessado tiver outra arma de modelo diferente só aproveitará o exame psicológico. E terá que arcar com o custo de outro exame de capacidade.

 

Suspeitos de matar radialista Jota Cândido serão julgados nesta quinta-feira

Está previsto para a manhã desta quinta-feira o julgamento de quatro suspeitos de terem assassinado o ex-vereador e radialista José Cândido Amorim, o Jota Cândido. O réus  Edilson Soares Rodrigues, Tairone César da Silva Pereira, André Luiz Carvalho e Jorge José da Silva serão julgados no Fórum Rodolfo Aureliano, em Joana Bezerra, no Recife.

Familiares de Jota Cândido estarão no Fórum. Foto: Reprodução/TV Globo

Familiares de Jota Cândido estarão no Fórum. Foto: Reprodução/TV Globo

Os suspeitos foram presos alguns dias depois do crime, mas estão aguardando o julgamento em liberdade. Caso sejam condenados, poderão pegar uma pena de até 30 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado. O radialista Jota Cândido foi morto quando chegava à Rádio Alternativa, em Carpina, onde trabalhava.

O crime

O homicídio aconteceu no dia 1º de julho de 2005, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Jota Cândido chegava à Rádio Alternativa, local onde trabalhava, quando foi abordado por Tairone e por outros dois homens, todos policiais militares, que, a bordo de duas motocicletas e de um automóvel, efetuaram vários disparos em sua direção. O radialista foi atingido por cerca de vinte tiros em diversas partes do corpo, morrendo em seguida.