Reservas da PM fazem novo protesto

Reservas do concurso da Polícia Militar de 2009 programaram para as 8h desta quarta-feira mais um protesto para tentar chamar a atenção do governo do estado. O encontro do grupo será na Praça do Derby de onde os reservas devem sair às 10h em direção à Assembleia Legislativa, e, em seguida, ao Palácio do Governo.

Em nota enviada ao blog, os reservas alegam que nem todos os aprovados no concurso foram chamados para iniciar o curso de formação de soldado. A validade para a nomeação das pessoas que passaram nesse concurso termina na segunda quinzena deste mês. O governo do estado já havia dito que não haveria novos chamamentos e, sim, a realização de um novo concurso público.

Agentes penitenciários podem parar sábado e domingo

Está marcada para as 15h desta quarta-feira uma reunião entre os representantes do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco e o secretário de Justiça e Direitos Humanos do estado, Pedro Eurico. Diante da situação nas unidades prisionais, que estão em estado de emergência decretado pelo governo, os agentes penitenciários estão com medo de trabalhar. Depende do resultado desse encontro uma possivel paralisação dos agentes nos próximos sábado e domingo. A categoria já tem também uma assembleia marcada para o dia 10.

Rebelião durou três dias e deixou três mortos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Agentes correm riscos ao trabalhar em unidades onde presos estsão sempre armados com facas e barras de ferros. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Segundo o presidente do sindicato, Nivaldo Oliveira, a categoria espera ter suas reivindicações atendidas. “Vamos pedir, principalmente, condições de trabalho e respeito para desempenhar nossas atividades. Não estamos nem falando melhorias salarias nesse momento”, adiantou Oliveira.

Após um final de semana com duas mortes e pelo menos 12 detentos feridos no Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (PJALLB), no Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife, policiais militares do Batalhão de Choque entraram na unidade para a realização de uma vistoria na última segunda-feira. Um total de 170 armas brancas, mais de 40 celulares e drogas foram apreendidas na unidade.

Número de assassinatos aumenta no mês de janeiro

Por Raphael Guerra

O mês de janeiro registrou aumento de 20,7% nos assassinatos, em comparação com o mesmo período de 2014, em Pernambuco. Até o dia 30, pelo menos 309 pessoas foram mortas. No ano passado, foram contabilizadas 256. O resultado negativo ainda sofrerá maior variação, já que os assassinatos que aconteceram no dia 31 ainda não foram contabilizados.

As estatísticas da SDS demonstram que as primeiras mudanças feitas no Pacto pela Vida, pelo governo do estado, não surtiram o efeito esperado. No primeiro dia útil do ano, a nova cúpula das polícias Civil, Militar e Científica tomou posse no Palácio do Campo das Princesas. Na ocasião, Câmara anunciou esforços para garantir redução da violência em Pernambuco para uma chegada tranquila do período carnavalesco.

Ao longo do mês passado, comandantes da PM e delegados titulares também foram trocados na tentativa de trazer novo gás. Outra ação foi aumentar o efetivo da PM em Jaboatão dos Guararapes – um dos municípios que teve maior crescimento no número de mortes em 2014.

O aumento nos assassinatos registrados em Pernambuco começou em março de 2014. Deste então, o governo do estado não conseguiu mais reduzir as estatísticas. O ano fechou com crescimento de 9,4% de aumento em relação a 2013. Em oito anos do programa de segurança Pacto pela Vida, criado pelo ex-governador Eduardo Campos, foi a primeira vez que as estatísticas contabilizadas fecharam o período de 12 meses com saldo negativo.