Reservas da PM fazem novo protesto

Reservas do concurso da Polícia Militar de 2009 programaram para as 8h desta quarta-feira mais um protesto para tentar chamar a atenção do governo do estado. O encontro do grupo será na Praça do Derby de onde os reservas devem sair às 10h em direção à Assembleia Legislativa, e, em seguida, ao Palácio do Governo.

Em nota enviada ao blog, os reservas alegam que nem todos os aprovados no concurso foram chamados para iniciar o curso de formação de soldado. A validade para a nomeação das pessoas que passaram nesse concurso termina na segunda quinzena deste mês. O governo do estado já havia dito que não haveria novos chamamentos e, sim, a realização de um novo concurso público.

Estado, finalmente, divulga lista dos 2 mil candidados do concurso da PMPE 2009

A Academia Integrada de Defesa Social – ACIDES, considerando o previsto na Portaria Conjunta SAD/SDS nº. 101, de 31 de agosto de 2009, prorrogada pela Portaria Conjunta SAD/SDS n° 09 de 18 de fevereiro de 2013 e a deliberação Ad Referendum da Câmara de Política de Pessoal – CPP nº. 045, de 01 de abril de 2014, autorizando a convocação de mais 2.000 (dois mil) candidatos, para prosseguirem no certame público destinado ao preenchimento de cargos de Soldado da Polícia Militar de Pernambuco,

RESOLVE:

1. Divulgar a lista dos candidatos, que serão convocados para serem submetidos aos Exames de Aptidão Física, Exames Médicos e Avaliação Psicológica, todos eliminatórios, conforme o itens b, c e d da Portaria Conjunta SAD/SDS nº. 101, de 31 de agosto de 2009.

2. Na listagem fornecida pela instituição que à época realizou o certame público, os candidatos estão relacionados por ordem de classificação e por critério de desempate de maior idade, respeitando o limite previsto na Lei Complementar nº. 108, de 14 de maio de 2008, alterada pela na Lei Complementar nº. 256, de 17 de dezembro de 2013 (no máximo, 28 anos de idade completos na data de inscrição no concurso público).

Confira a lista clicando AQUI

Aprovados no concurso da PM de 2009 fazem ato na Alepe

A comissão de aprovados no concurso da Polícia Militar de Pernambuco de 2009 promete realizar mais um ato nesta terça-feira na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para mostrar que o estado precisa contratar esse pessoal que ainda não foi convocado.

Cansados de espera por uma resposta do governo do estado para as novas contratações, eles irão apresentar hoje um dossiê aos deputados estaduais revelando a falta de policiais militares em Pernambuco. “O quadro da Polícia Militar está muito abaixo do ideal e estamos querendo começar a trabalhar”, disse um dos aprovados.

Apesar de já ter sinalizado que os aprovados seriam contratados, o governo do estado ainda não precisou uma data para as nomeações. Enquanto isso, resta ao grupo brigar com as armas que têm para chamar a atenção das autoridades e da sociedade. Eles devem chegar à Alepe por volta das 13h.

Reservas do concurso da PM farão Caminhada da Convocação

Depois de vários outros atos já realizados e de ainda continuarem esperando por uma resposta, os aprovados no concurso da Polícia Militar de Pernambuco do ano de 2009 prometem mais um ato para chamar a atenção do governo do estado.

O grupo está preparando uma Caminhada da Convocação para o próximo dia 5 de fevereiro, a partir das 12h30, na Praça do Derby, no Centro do Recife. A organização do protesto convoca ainda os aprovados em concursos de outros estados como Paraíba, Alagoas e Rio Grande do Norte e afirma que o ato deve ser pacífico e organizado, já que os mesmos serão futuros policiais militares.

Aprovados no concurso da PMPE 2009 recolhem alimentos em ato

A comissão de aprovados no concurso da Polícia Militar de Pernambuco de 2009 e a Associação de Cabos e Soldados reliazaram no último domingo, no Parque 13 de Maio, mais um protesto pacífico para chamar a atenção da sociedade e das autoridades para as suas contratações.

Grupo se reuniu no domingo. Foto: Divulgação

Grupo se reuniu no domingo. Foto: Divulgação

O grupo gravou um vídeo para entregar ao governo do estado e cada aprovado fez a doação de três quilos de alimentos não-perecíveis, que foram entregues ao Hospital Evangélico. Participaram do ato pessoas do Grande Recife, bem como os aprovados do Agreste, Sertão e ainda de outros estados que passaram no certame de Pernambuco.

Doações foram entregues a um hospital. Foto: Divulgação

Doações foram entregues a um hospital. Foto: Divulgação

Agora, o grupo espera uma resposta do governo do estado para as novas contratações. Os aprovados acreditam que com a proximidade da Copa do Mundo possam fezer parte da Polícia Militar.

Aprovados no concurso da Polícia Militar de 2009 fazem novo ato no Recife

Os aprovados do último concurso da Policia Militar de Pernambuco, realizado em 2009,  novamente se reúnem para mais uma campanha de solidariedade. Dessa Vez a ação vai beneficiar o Hospital Evangélico de Pernambuco. Com o apoio da Associação de Cabos e Soldados ( ACS), os aprovados irão se reunir e arrecadar alimentos não perecíveis no Parque 13 de Maio, no bairro da Boa Vista, neste dia 3 de Novembro, às 8h.

O foco da campanha, segundo os organizadores, é informar e sensibilizar a população pernambucana sobre a necessidade que o Hospital Evangélico está passando atualmente. Eles também querem conseguir o apoio da população para solicitar agilidade sobre a convocação deles junto ao governador Eduardo Campos. A comissão dos aprovados vai gravar um vídeo para levar às secretarias competentes para mostrar que os aprovados estão prontos para contribuir com a segurança de Pernambuco.

Leia mais sobre o assunto em:

Governo diz que não haverá contratações de policiais por enquanto

SDS não tem prazo para convocar aprovados no concurso da PM de 2009

O grupo de aprovados no último concurso da Polícia Militar de Pernambuco, realizado em 2009, e que ainda não foi contratado pelo governo do estado, infelizmente, vai ter que esperar mais um pouco por boas notícias. O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, afirmou ao blog que, por enquanto, as novas contratações estão sendo analisadas pelo governo. Isso faz com que não se tenha uma data definida para que os reservas iniciem o Curso de Formação de soldados.

Damázio não tem data para contratações. Foto: wagner Oliveira/DP/D.A Press

Damázio não tem data para contratações. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

“O Pacto pela Vida é uma política pública que um dos seus pilares é o recompletamento das polícias. Neste ano de 2013, nós já contratamos 2 mil novos policiais. Agora, temos que seguir a responsabilidade fiscal do estado. As novas contratações dependem de um estudo que está sendo feito pela Secretaria de Administração do estado e pela Fazenda. Ao secretário de Defesa Social cabe dizer das suas necessidades. Agora, as minhas necessidades não podem ser supridas em detrimento, em prejuízo do equilíbrio da folha de pagamento”, ressaltou Damázio.

Questionado se os aprovados em 2009 estariam na Polícia Militar antes da Copa de 2014, o secretário disse que esse tempo não dependeria dele. “Nós estamos trabalhando para fazer novas contratações. Agora, eu não posso adiantar se vão ser feitas ou não, porque não depende só de mim. Depende também desse estudo que o núcleo do governo está fazendo”, finalizou. Alô, então, Secretaria de Administração e da Fazenda, quando serão feitas as contratações? Os aprovados e a população esperam por essa resposta e por mais PMs nas ruas de Pernambuco.

Leia mais sobre o assunto em:

Aprovados no concurso da PMPE de 2009 cobram nomeações

Aprovados no concurso da PMPE 2009 cobram nomeações ao governador

Faz tempo que o grupo de aprovados no último concurso da PMPE espera uma resposta do governo do estado sobre as convocações. Eles esperam estar trabalhando antes da Copa do Mundo.

Aprovados sonham em usar a farda da PM e trabalhar. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

Aprovados sonham em usar a farda da PM e trabalhar. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

Veja abaixo o texto enviado pela Comissão dos Aprovados 2009

“A Comissão dos Aprovados do concurso da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) do ano de 2009 vem por meio deste cobrar um posicionamento do governo do estado quanto à convocação dos Remanescentes do Concurso da Polícia Militar de Pernambuco e da falta de explicação em não convocar mais aprovados. O estado está com um déficit de policiais militares altíssimo e necessita de novos profissionais na área de segurança devido aos grandes eventos que estão prestes a acontecer, como a Copa do mundo de 2014, além de melhorar o programa Pacto pela Vida. Um total de 3.400 aprovados já foram nomeados, mas cerca de 12.000 ainda aguardam convocação.
O Exmo Sr governador Eduardo Campos em entrevista concedida em outubro de 2012, relatou que se pronunciaria ao final do curso de formação de Soldados PMPE daquele mesmo ano, terminado o curso em 04 de maio 2013, o mesmo falou que se pronunciaria em setembro. Em entrevista realizada este mês o mesmo falou que no início do próximo ano faria a convocação. Queremos ouvir algo de concreto. Vale lembrar que o Pacote de Segurança Pública lançado pelo Governo em 2011, já visando a Copa do Mundo, além de outras medidas, ficou destacado o aumento de Efetivo da Polícia Militar em 30%, por isso da prorrogação do atual concurso.
Vale destacar que nos últimos 4 anos, uma quantidade significativa tem deixado a corporação seja por aposentadoria, invalidez, mortes, e por companheiros que deixaram a instituição por melhores salários, uma prova disso, só no mês de abril de 2013, 300 policiais deixaram a corporação. A estimativa é que até 2014, mas de 3.000 deixarão a corporação pela compulsória.
Gostaríamos de pedir o pronunciamento do Dr. Eduardo Campos e do Dr. Wilson Damásio sobre nossa convocação para as demais etapas do certame, para que possamos dar entrada no Curso de Formação de Soldados PMPE, tendo em vista o pouco tempo que nos falta para a Copa do Mundo, e assim ficar mais próximos do exigido pelos padrões da ONU. Solicitamos dentro da competência que lhe estabelece dar prioridade a esses candidatos aprovados no concurso da PMPE realizado em 2009 cuja homologação foi no dia 18 de fevereiro de 2011, e foi prorrogado no dia 18 de fevereiro de 2013 até 18 de fevereiro de 2015. ”

Sem mas, Comissão dos Aprovados PMPE2009.

Convocação de candidatos do concurso da PM de 2009 em análise

A respeito da nota publicada no blog na semana passada sobre a indefinição na contratação dos candidatos que fizeram concurso da Polícia Militar no ano de 2009, o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, garantiu que o governo do estado está estudando a possibilidade de chamar outras pessoas para fazer o Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar.

De acordo com Wilson Damázio, a Secretaria de Administração está estudando as finanças públicas estaduais para que as contratações não fiquem fora da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Não temos nenhuma previsão de quando essas nomeações serão realizadas, mas o governador determinou que a situação fosse analisada. Assim que tivermos alguma novidade, a informação será repassada”, garantiu o secretário.

Leia mais sobre o assunto em:

Candidatos do concurso da PM de 2009 ainda esperam convocação

Concurso da Polícia Militar de 2009 prorrogado por mais dois anos

O governo do estado resolveu, através de portaria conjunta das secretarias de Defesa Social e Administração, prorrogar, por mais dois anos, a vigência do concurso público para soldados da Polícia Militar de Pernambuco realizado no ano de 2009. A portaria conjunta de Nº 09 foi publicada no Diário Oficial no último dia 19 de fevereiro. O resultado final foi homologado pela Portaria Conjunta SAD/SDS nº 15, de 17 de fevereiro de 2011.

Muitas pessoas que não tinham conseguido se classificar e perguntavam se ainda teriam uma chance para entrar na PM podem ter essa oportunidade agora. Atualmente, 1.390 alunos do curso de formação para soldados estão terminando o estágio para se formarem e irem atuar no policiamento ostensivo.

A Secretaria de Defesa Social ainda não disse quando irá começar a chamar os classificados, mas adiantou que eles serão convocados de acordo com a necessidade do governo de aumentar o efetivo, o que, aos nossos olhos, é mais que necessário para ontem.