Reforço de segurança para bairros mais violentos do Recife

Do Diario de Pernambuco, por Larissa Rodrigues

Um levantamento da Secretaria de Segurança do Recife identificou os 15 bairros mais violentos da cidade. Uma das armas para combater a criminalidade será um reforço no controle urbano dessas áreas. O município anunciou a contratação de mais 321 guardas municipais para atuar na proteção do patrimônio público. A conta da depredação chega a R$ 2 milhões por ano.

Guardas municipais ajudarão a combater a depredação. Foto: Joao Velozo/ Esp. DP/ D. A Pres

Guardas municipais ajudarão a combater a depredação. Foto: Joao Velozo/ Esp. DP/ D. A Pres

A ideia é economizar esses recursos por meio da prevenção. São estátuas pichadas, bancos, brinquedos e lâmpadas quebrados pela própria população nas praças e espaços públicos, além de materiais como fios de eletricidade roubados. O Parque 13 de Maio, no Centro, é alvo de vandalismo, mesmo com quatro agentes na segurança e câmeras 24h. O projeto de revitalização do parque, orçado em R$ 40 mil ainda não tem data para começar. O local padece com bancos quebrados e pichações, apesar de lá haver seis câmeras de segurança instaladas.

De acordo com o secretário municipal de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti, a prioridade são os bairros mais violentos dos 94 que compõem e capital. Entre eles, estão Ibura, Várzea e Torrões. Os guardas novatos trabalharão em escolas, postos de saúde, praças e parques, além do Centro Comunitário da Paz (Compaz) do Alto Santa Terezinha, na Zona Norte, que deve ser inaugurado até o fim deste ano. Atualmente, o Recife conta com 1.104 guardas, sendo 427 lotados na Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), 642 no Patrimônio e 35 na Brigada Ambiental.

Os novos guardas receberam cursos de trânsito e de preservação ambiental e podem atuar tanto no patrimônio quanto na CTTU. Mas, segundo Murilo Cavalcanti, uma porcentagem pequena e ainda não definida irá para a CTTU. O treinamento dos novatos incluiu seis aulas sobre cultura cidadã ministradas pelo próprio secretário. Todos tomam posse no dia 30 de outubro, em solenidade no Centro de Convenções.
“Mapeamos a cidade e verificamos que o Recife não é violento, mas tem bairros violentos. Dos 94 bairros da capital, pelo menos 60% da violência se concentra em 16.

Vamos priorizar a atuação nesses locais. A guarda hoje está sobrecarregada porque o quantitativo é pequeno”, afirmou Murilo Cavalcanti. Segundo ele, a melhoria no controle urbano irá ajudar de forma indireta no combate à violência. “Os guardas também vão combater agressões a professores e agentes de saúde”, acrescentou o secretário.

O concurso foi realizado em janeiro deste ano. Foram 1.355 vagas oferecidas e 45 mil candidatos inscritos. Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança Urbana, o restante dos aprovados devem ser chamados até o final desta gestão. Serão pelo menos outras três turmas formadas. “O Brasil vem perdendo a luta contra a violência e é necessária a participação de todos os agentes da sociedade para reverter a situação”, ressaltou o prefeito. O gestor também citou outras ações de combate à violência como o Pacto pela Vida do Recife, inspirado na política estadual.

Saiba mais:

Em 2013, 51% dos homicídios do Recife aconteceram nos seguintes bairros:

Pina
Imbiribeira
Vasco da Gama
Água Fria
Campo Grande
Ibura
Cohab
Torrões
Ilha Joana Bezerra
Jardim São Paulo
Várzea
Areias
Dois Unidos
Nova Descoberta
Afogados

Esses 15 bairros juntos somam 157 praças e áreas verdes onde os 321 novos guardas vão atuar

133 é o número de escolas e creches nos 15 bairros

R$ 36 milhões é o valor que a Secretaria de Educação do Recife investiu em manutenção preventiva e corretiva em 268 escolas e creches municipais entre 2013 e 2015

R$ 10 milhões foi gasto com reparos a depredações de cobertas, pichações nos muros, além de portas, luminárias e vasos sanitários quebrados em atos de vandalismo

Em algumas escolas, a Secretaria precisou voltar quatro vezes para refazer serviços por conta de depredações. Em uma delas, foi investido mais de R$ 400 mil

Fonte: Prefeituta do Recife

Recife agora tem 15 bairros no programa Pacto pela Vida

Os bairros do Pina, da Imbiribeira e do Vasco da Gama entraram na lista de áreas prioritárias do Pacto Pela Vida do Recife, programa municipal que busca contribuir com a redução da violência através de ações de ordenamento urbano e a vigilância através de câmeras. O acréscimo foi anunciado ontem pela prefeitura. No ano passado, quando o projeto foi criado, a relação tinha 13 bairros, mas São José foi excluído pois não registra homicídios há seis meses.

Imbiribeira estará fazendo parte dos locais atendidos. Foto: Alcione Ferreira/DP/D.A Press

Imbiribeira estará fazendo parte dos locais atendidos. Foto: Alcione Ferreira/DP/D.A Press

Em 2013, o número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) na cidade foi de 453, contra 597 em 2012, em uma redução de 24,13%, equivalente ao dobro da meta de 12%. Foi a maior diminuição nesse tipo de ocorrência, na capital, desde 2004. Dos crimes registrados no ano passado, 19 aconteceram no Vasco da Gama, 16 na Imbiribeira e 14 no Pina, bairros que ocupam a quarta, a sexta e a nova posição, respectivamente, no ranking de assassinatos em 2013, quando a capital passou 140 dias sem nenhum caso.

O Vasco da Gama, na Zona Norte da cidade, exige maior preocupação, pois o número de assassinatos subiu de 9 para 19 entre 2012 e 2013. O número de homicídios também cresceu na Várzea e em Nova Descoberta. Além dessas três localidades, o programa, que realiza ações nos 94 bairros da cidade, tem como prioridades Dois Unidos, Torrões, Cohab, Ibura, Água Fria, Campo Grande, Jardim São Paulo, Areias, Ilha de Joana Bezerra e Afogados.

Leia matéria completa na edição impressa do Diario deste sábado

Jovens começam formação no programa Trampolim

Os primeiros 40 jovens de 27 bairros do Recife que farão parte do programa Trampolim participaram na manhã desta quarta-feira do lançamento do projeto. A iniciativa é resultado de uma parceria da Prefeitura do Recife com o Centro Cultural Picadeiro, que vai transformar em arte-educadores 160 jovens com mais de 18 anos, egressos da Funase ou usuários em liberdade assistida.

Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Programa foi lançado nesta terça-feira. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

O programa que integra o eixo Recuperação de Situação de Risco do Pacto Pela Vida do Recife vai formar quatro turmas que receberão durante três meses aulas de arte, teatro, coreografia, cidadania, direitos humanos e código de trânsito brasileiro. Cada jovem receberá uma bolsa de R$ 200 no primeiro mês; R$ 250 no segundo e R$ 300 no terceiro. Após o curso, os jovens poderão trabalhar em secretarias da PCR, como a de Mobilidade ou Segurança.

Jovens participaram do lançamento do programa. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Jovens participaram do lançamento do programa. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

A PCR investirá R$ 341 mil no programa, que integra o eixo Recuperação de Situação de Risco do Pacto Pela Vida do Recife – os alunos moram nos bairros prioritários do pacto. Os estudantes da primeira turma atuarão como orientadores de trânsito da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano. Outros jovens também serão capacitados para trabalhar como orientadores de cultura de paz em parques e avenidas da cidade, assim como mobilizadores comunitários dos Centros Comunitários da Paz (Compaz).

Recife terá mais 60 câmeras de monitoramento até o final deste ano

Mais 60 câmeras de monitoramento serão instaladas no Recife até o fim do ano. Essa é a previsão da Secretaria de Segurança Urbana da cidade, que inaugurou ontem o Centro de Operações da Prefeitura do Recife. A central, que está funcionando no 1º andar da PCR, monitora as 40 câmeras instaladas em 13 bairros da capital e em dois grandes parques – o Parque 13 de Maio recebeu seis (o maior número de equipamentos) e o da Jaqueira, cinco. O investimento para a compra dos equipamentos e a montagem da central foi de R$ 1,8 milhão.

Centro de Operações foi inaugurado nessa quinta-feira. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

Centro de Operações foi inaugurado nessa quinta-feira. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

De acordo com o prefeito do Recife, Geraldo Julio, a meta da prefeitura é ter 400 câmeras instaladas na cidade até o fim da gestão. “Essa é uma ação concreta da Pacto pela Vida do Recife, que mostra a força da integração da segurança entre a cidade e o estado, pois nessa central estamos visualizando as outras câmeras da Secretaria de Defesa Social (SDS)”, destacou o prefeito.

Além dos dois principais parques, as câmeras estão espalhadas pelos bairros do Cabanga, Ilha Joana Bezerra, Coelhos, Ilha do Leite, Boa Vista, Soledade, Graças, Jaqueira, Santo Amaro, Santo Antônio, Bairro do Recife, Espinheiro e Torrões. “Com a inauguração dessa central, estamos passando a monitorar não só a questão da segurança, mas também de defesa civil, controle urbano e mobilidade. A nossa previsão é chegar até o fim do ano com 100 equipamentos em operação. Para isso, devemos instalar mais 60 câmeras nos próximos três meses”, declarou o secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti.

Prêmios para bairros que se destacarem no Recife

O Pacto pela Vida do Recife também prevê um grande desafio à população. Será lançado até dezembro deste ano o programa “Eu amo meu bairro”. O secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti, explicou que será uma espécie de gincana em que os moradores de cada um dos 94 bairros da cidade terão que cumprir metas como diminuir a quantidade de lixo nas ruas, acabar com as depredações ao patrimônio público e mediar conflitos entre vizinhos.

Os bairros que obtiverem os resultados estipulados pela prefeitura serão contemplados com investimentos em obras de lazer, como cinema, por exemplo. “O mutirão feito pelos moradores é que garantirá o sucesso desse programa, cujos detalhes iremos apresentar em breve”, pontuou Cavalcanti.

Campo Grande receberá ações de combate à violência (CRISTIANE SILVA/ESP.DP/D.A PRESS)

Os espaços de convivência e áreas de lazer da cidade, além de mercados populares e ambulantes, também passarão por constante fiscalização e ordenamento para contribuir com a queda da violência. Outra proposta, já prevista em lei estadual desde 1990, é retirar de forma efetiva bares, quiosques, barracas e fiteiros que vendam bebidas alcoólicas e cigarros em um raio de 100 metros das instituições de ensino. “Não podemos achar normal que, na porta de uma escola, vendam bebidas”, destacou o governador Eduardo Campos.

O programa estuda ainda gratificar a população que fornecer informações ao Disque-Denúncia para que a polícia apreenda armas de fogo. Os PMs também podem ser contemplados com remuneração extra, assim como já é feito no Pacto pela Vida estadual. Essa possibilidade está sendo analisada pela Secretaria de Assuntos Jurídicos.

Pacto pela Vida do Recife será lançado nesta quarta-feira

Será lançado nesta quarta-feira, no auditório do Banco Central, na Rua da Aurora, o Pacto pela Vida do Recife. A iniciativa é inspirada no programa contra a violência do governo do estado. A meta do programa é reduzir por ano 12% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) da cidade, mesmo índice utilizado pelo governo do estado desde 2007, quando o programa foi lançado. O Pacto pela Vida da capital atuará, prioritariamente, em 13 bairros que concentraram 42% dos homicídios registrados no ano de 2012.

No bairro dos Torrões,
a comunidade de Roda
de Fogo receberá ações (JULIO JACOBINA/DA/D.A PRESS)

Serão quatro eixos de atuação: controle urbano, prevenção, recuperação de situação de risco e participação popular. Todas as secretarias municipais estarão envolvidas no desenvolvimento do plano, que irá investir em segurança, infraestrutura, esporte, cultura e lazer. Foram mapeados os grupos de risco, entre eles os adolescentes e jovens maiores de 18 anos que não estudam e não trabalham.

Entre as ações a serem implementadas pela gestão municipal estão o reforço na iluminação pública, a interação da Polícia Militar com a guarda municipal e a criação de mais espaços de lazer nas comunidades. As bibliotecas municipais e comunitárias deverão ser reformadas para integrar ações de combate à violência. Outra ação já definida é a instalação de câmeras de segurança em parques e algumas vias da periferia do Recife, que serão monitoradas diretamente pela Secretaria de Segurança Urbana.

O bairro dos Torrões, na Zona Oeste da cidade, foi escolhido pela Secretaria de Segurança Urbana como modelo para redução da criminalidade, com investimentos que vão desde mudanças urbanísticas até a inserção dos jovens ao mercado de trabalho. Torrões, que abriga a comunidade de Roda de Fogo, foi considerada uma das cinco áreas mais críticas da capital pernambucana. No ano passado, 18 homicídios foram registrados nos Torrões. Neste ano, pelo menos cinco já foram contabilizados pela polícia no local.

Com informações do Diario de Pernambuco

Patrulha do Bairro ganha reforço

A partir da próxima segunda-feira, as ruas do Recife contarão com reforço na segurança, principalmente durante a madrugada. As 105 viaturas da Patrulha do Bairro passarão a circular 24 horas por dia. De acordo com o coordenador do programa, tenente coronel Josué Limeira, o objetivo é garantir ainda mais a queda dos índices de crimes contra o patrimônio (CVP). Desde que foi criada, a Patrulha do Bairro funciona, em média, das 7h às 23h.

Vários bairros irão receber novas viaturas. Foto: Glynner Brandão/DP/D.A.Press

Vários bairros irão receber novas viaturas. Foto: Glynner Brandão/DP/D.A.Press

A mudança foi possível graças à formatura de 800 policias militares no início deste mês. As equipes serão substituídas a cada 12 horas. Outra novidade, que será anunciada hoje à tarde pelo governador Eduardo Campos, é a entrega de mais 70 viaturas que vão contemplar os municípios de Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Paulista, Abreu e Lima, Itamaracá, Itapissuma, Igarassu, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, São Lourenço da Mata e Camaragibe. O número de viaturas do programa vai saltar de 190 para 260.

“O critério para a escolha dos bairros e cidades que devem receber o reforço é justamente aqueles que apresentam maior quantidade de crimes contra o patrimônio. Em breve, outras 19 irão ser entregues em cidades da Zona da Mata, Agreste e Sertão”, afirmou Josué Limeira. A Patrulha do Bairro foi relançada pelo governo do estado em agosto do ano passado. Seis meses depois, a Secretaria de Defesa Social comemorou a redução de 21,3% nos CVPs.

Do Diario de Pernambuco

 

Polícia Militar inicia Operação Foco Itinerante

A Diretoria Integrada Especializada (DIRESP) da Polícia Militar de Pernambuco deu início à Operação Foco Itinerante, na semana passada. O primeiro lugar visitado foi o bairro de Água Fria, na Zona Norte do Recife. A ação reuniu policiais militares das unidades especializadas da Corporação como Radiopatrulha, 1º BPTran, Rocam, BPRv, BPChoque, CIPCães e Cipoma.

Ações serão itinerantes. Foto: Polícia Militar/Divulgação

Ações serão itinerantes. Foto: PM/Divulgação

O objetivo da operação é lançar diariamente a tropa especializada nos bairros com intuito de realizar abordagens, sem estabelecer previamente local e horário para combater o tráfico de drogas e armas, bem como inibir a criminalidade.

Com informações da Polícia Militar.