Governo do estado anuncia concursos para policiais e ações para o Pacto pelo Vida

O governo do estado vai lançar até o início do segundo semestre deste ano os editais para concursos públicos para a área de segurança pública. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pelo governador Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas. Serão oferecidas 1,5 mil vagas para soldados da Polícia Militar, 500 para agentes da Polícia Civil, 50 para escrivães e ainda 316 vagas para a Polícia Científica.

Anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

O governador Paulo Câmara espera que esses novos policiais estejam nas ruas no próximo ano. De acordo com o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, os 1,1 mil novos policiais que estão em treinamento devem ir para as ruas no mês de agosto. Além do concurso público, o governo do estado anunciou ainda que vai oferecer atendimento jurídico por meio da Defensoria Pública aos policiais civis, militares e bombeiros que precisaram de assistência para resolver questões envolvidas em questões ligadas ao trabalho.

Outra novidade apresentada ontem como alternativa para conter a violência no estado vai ser instalar 100 câmeras de monitoramento no alto de prédios localizados na Região Metropolitana do Recife (RMR). Segundo Alessandro Carvalho, essas câmeras terão alcance de aproximadamente três quilômetros. “Os equipamentos atuais conseguem captar imagens em um raio de 400 metros de distância. Quando essas câmeras forem colocadas nos prédios com a nova tecnologia, teremos uma maior visibilidade para coibir a violência”, declarou o secretário da SDS.

Pacto pela Vida fecha o mês de abril com 323 mortes em Pernambuco

O governo de Pernambuco anunciou nesta quarta-feira que o mês de abril contabilizou 323 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em todo estado. O número é um pouco menor do que o registrado em março, quando 334 pessoas foram assassinadas. Os números foram apresentados durante reunião do Pacto pela Vida. O programa de segurança pública completa oito anos nesta sexta-feira e tem recebido muitas críticas por parte de policiais civis e militares.

Mortes em abril diminuíram em relação ao mês de marçoo. Foto: TV Clube/Reprodução

Mortes em abril diminuíram em relação ao mês de marçoo. Foto: TV Clube/Reprodução

“Foi ainda uma pequena inflexão, mas são números que vejo de forma positiva, uma avaliação de que as mudanças que fizemos no início do ano começam a dar resultados. O Pacto pela Vida é isso: um programa que é acompanhado de forma permanente, fazendo as correções de rumo necessárias para atingir o nosso objetivo, que é salvar vidas, reduzir a violência e criar uma cultura de paz”, disse o governador Paulo Câmara.

Nos quatro primeiros meses deste ano, um total de 1.304 morreram de forma violenta em Pernambuco. No mês de janeiro, 323 CVLIs foram computados no estado e 324 registrados em fevereiro. A melhor semana de 2015 ocorreu no período de 24 a 30 de abril passado, com redução de 12%. Apenas no Recife, o CVLI caiu 6,25% em comparação com abril de 2014. O CVLI contra as mulheres também teve uma redução, de 5,5% nos quatro primeiros meses do ano, comparados com 2014.

Apesar do governo do estado afirmar que o Pacto pela Vida tem dado bons resultados, quem trabalha na rua diretamente no combate à violência afirma que o programa está falido. “Não temos condições de trabalhar com segurança porque as viaturas estão velhas, os coletes à prova de bala estão vencidos e a cobrança por resultado tem sido muito grande”, desabafou um policial militar que preferiu não ter o nome publicado.

Durante a reunião do Comitê Gestor, o governador Paulo Câmara determinou a elaboração de planos de ação específicos nas regiões mais violentas, com o aprofundamento e ações preventivas a serem executadas pela Secretaria de Defesa Social e pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, respectivamente.

Com informações da assessoria de imprensa

Mil e cem novos PMs estarão nas ruas em 1º de agosto

Apesar da solenidade de formatura dos novos mil e cem alunos do curso de soldados da Polícia Militar de Pernambuco ter acontecido nesta quinta-feira, os praças só estarão, de fato, nas ruas a partir do dia 1º de agosto. O auditório do Teatro Guararapes, no Centro de Convenções de Pernambuco, ficou lotado nesta manhã com os novos militares e seus familiares que, assim como eles, esperavam ansiosamente por essa convocação.

Participaram da solenidade desta quinta-feira o governador do estado, Paulo Câmara, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Pereira Neto e outras autoridades da segurança pública de Pernambuco. Na ocasião, o governo do estado voltou a falar na criação de dois novos batalhões e de uma companhia de policiamento.

Cúpula da segurança participou do evento.  Fotos: Roberto Pereira/SEI

Cúpula da segurança participou do evento. Fotos: Roberto Pereira/SEI

Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), dos 1.100 novos PMs, 591 são da capital, 397 vieram do interior do estado e 112 de outros estados do Brasil. O novo efetivo é composto por 897 homens e 203 mulheres. As aulas do curso de Formação Básica de Soldados tiveram início em 26 de janeiro e foram concluídas em 10 de fevereiro com a duração de 90 horas/aula.

Nessa primeira etapa do curso, os alunos passaram pelas etapas médica, física, psícológica e de investigação social. A partir de agora, prosseguem no Módulo de Formação Técnica, que complementa a capacitação dos concluintes para o desenvolvimento das funções inerentes ao soldado da PM, atuando no policiamento ostensivo.

Novos PMs fizeram juramento de defender a sociedade e honrar a farda

Novos PMs fizeram juramento de defender a sociedade e honrar a farda

A última etapa da formação dos novos militares terá início no dia 15 de julho. Nessa data eles começarão o estágio prático que seguirá até o dia 31 de julho. No dia seguinte, já estarão nas ruas. “Vocês iram exercer uma função muito importante no estado. O Pacto pela Vida vai precisar muito da ajuda de vocês para reduzir ainda mais os índices de criminalidade. Bandidos não terão vez em Pernambuco”, afirmou Paulo Câmara.

O governador falou ainda sobre a criação do 25º Batalhão da PM, que funcionará em Jaboatão dos Guararapes; do Batalhão de Polícia Especializado do Interior, com sedes em Palmares e Toritama; e da Companhia Independente de Goiana, na Mata Norte, para onde irão a maior parte dos novos soldados. “Segurança não é uma questão que se cuida de vez em quando. Segurança se cuida todo o dia”, declarou Paulo.

Marcos Cunha disse que todos os formandos esperavm muito por essa data. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Marcos Cunha disse que todos os formandos esperavm muito por essa data. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Marcos Cunha tem 30 anos e prestou concurso para a Polícia Militar no ano de 2009 quando tinha 25 anos. Morador de São Lourenço da Mata ele falou um pouco sobre a expectativa dos novos militares para as nomeações. “Falo em nome de todos os meus colegas guerreiros que estamos muito felizes. Tínhamos certeza de que esse dia iria chegar e estamos prontos para seguir a nossa carreira”, destacou Cunha.

Pedido de socorro ao Ministério da Justiça para salvar Sistema Prisional

Uma equipe do Departamento Penitenciário do Ministério da Justiça estará no estado nos dias 24 e 25 deste mês para ver de perto a situação do sistema prisional de Pernambuco. A visita dos técnicos foi acertada nessa terça-feira, em Brasília, durante reunião do governador Paulo Câmara (PSB) com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Um documento detalhado sobre os problemas que contribuíram para a crise no sistema foi apresentado pelo governador para conseguir o apoio do governo federal.

Cardozo prometeu a Câmara enviar uma equipe do ministério nos dias 24 e 25. Foto: Humberto Pradera/Divulgação

Cardozo prometeu a Câmara enviar uma equipe do ministério nos dias 24 e 25. Foto: Humberto Pradera/Divulgação

Além do relatório, Paulo Câmara também levou na bagagem uma série de propostas. As sugestões fazem parte de um programa de ação que o governo estadual pretende executar no setor. Entre elas estão a construção de quatro novos presídios, conclusão e reforma das unidades já existentes, aquisição de equipamentos e sistema de monitoriamento eletrônico.

Rebelião durou três dias e deixou três mortos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Complexo Prisional do Curado registrou várias confusões nos últimos dias, inclusive com mortos e feridos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

A crise no sistema prisional do estado começou em janeiro, a partir de uma rebelião no Complexo Prisional do Curado, antigo Aníbal Bruno. Os detentos exigiam mais agilidade no julgamento dos processos, melhoria das instalação e nomeação de novos agentes penitenciários. Foram mostradas imagens dos detentos portando facões e usando celular no pátio do presídio.

Paulo Câmara considerou o encontro com o ministro “transparente, esclarecedor e de alinhamento de informações”. Segundo ele, José Eduardo Cardozo se mostrou sensibilizado com a situação de Pernambuco e entendeu o papel do governo federal em relação ao tema. O governador viajou a Brasília acompanhado dos secretários Danilo Cabral (Planejamento e Gestão) e Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos).

Situação no complexo ainda está complicada. Foto: Thais Arruda/Esp/DP/D.A Press

Detentos de Pernambuco apareceram com várias armas e celulares durante as rebeliões. Foto: Thais Arruda/Esp/DP/D.A Press

Receptividade
De acordo com Pedro Eurico, o ministro foi bastante receptivo às demandas de Pernambuco. “Ele reconheceu que a questão penitenciária é uma questão de estado e está acima das partidárias”, observou, referindo-se à postura de oposição adotada pelo PSB em relação ao governo Dilma Rousseff. O ministro José Eduardo Cardozo, por sua vez, teria afirmado que o caso pernambucano merecia uma atenção especial, mesmo diante do quadro econômico de restrição fiscal que se apresenta para o país.

Saiba mais

Números de Pernambuco

5.396 vagas, em um prazo de dois anos, precisam ser criadas em Pernambuco, segundo recomendação do Conselho Nacional de Justiça, após inspeção feita no primeiro semestre de 2014

30.727 é o número total de presos cumprindo pena no estado atualmente, segundo a Seres

25.094 presos estão no regime fechado

20 unidades prisionais existem no estado

3,1 mil presos é a previsão da capacidade carcerária do Centro de Ressocialiação de Itaquitinga

R$ 350 milhões era a previsão do orçamento da obra

Reservas do concurso da PMPE fazem apelo ao governador

À espera de uma resposta do governo do estado, os aprovados no concurso da Polícia Militar em 2009 fizeram mais um protesto nessa quarta-feira. Eles se concentraram no Parque Treze de Maio, Região Central do Recife, de onde caminharam até o Palácio do Governo.

Grupo se concentrou no Parque 13 de Maio. Foto: Anônimo/Divulgação

Grupo se concentrou no Parque 13 de Maio. Foto: Anônimo/Divulgação

O objetivo da movimentação, que reuniu pessoas de todo o estado, foi tentar pressionar o governador para convocar os mais de oito mil aprovados no último concurso, cujo prazo termina no mês de fevereiro. “O problema mais sério para a maioria de nós é que, para tentar o concurso, é preciso ter menos de 28 anos. Eu fui aprovado na prova em 2009 com 27 anos e, se não entrar agora, nunca vou poder realizar o sonho de ser policial”, explica o estudante de engenharia Santiago Junior, 31 anos.

O Frentista Adriano Alexandre Dias, 27 anos, também será impossibilitado de tentar ser policial novamente. Fez o teste em 2006, com 19, mas não passou. Já em 2009 foi aprovado mas não foi nomeado ainda. “Esse é o sexto protesto que venho. Sempre fomos ouvidos pelo governador, estamos esperando que Paulo Câmara também nos receba. Sou de Macaparana e percorri 120km para isso”, explicou Dias. O grupo, no entanto, não foi atendido pelo governador, que estava em Brasília nessa quarta-feira.

Veja abaixo nota divulgada pelos reservas:

Senhor excelentíssimo governador Paulo câmara nos alegramos muito com sua vitória e realização de seu sonho, mais ainda por dizer em todas as frentes de campanha que seguiria o mesmo modelo administrativo de governar do nosso digníssimo Eduardo Campos, que o tornaria mais cedo ou mais tarde o presidente da República, pela forma de governar. Forma essa que era baseada em três partes: (resgatar sonhos, realiza-los, da o direito de sonhar a outros. ), e fez isso na íntegra desde o primeiro momento em que esteve governando diante dos pernambucanos e brasileiros. Ocasião em que se mostrou de forma clara além das vistas em todas as áreas, foi no momento em que existiam cerca de 8.000 cidadão, na expectativa de seu sonho realizar ou não mais, os aprovados da PM de 2006, estava a expirar da mesma forma que o nosso quando então surge Eduardo com seu plano de governo e o coloca em prática, que é: RESGATAR SONHOS, REALIZAR, DA O DIREITO DE SONHAR, E CHAMOU A TODOS trazendo segurança a todos…..E VOCÊ PODE SEGUIR CUMPRINDO ESSE LEGADO, TRAZENDO MAIS SEGURANÇA PRAS RUAS DANDO SEGURANÇA AOS PERNAMBUCANOS. MUITOS SONHOS PODEM DEIXAR DE EXISTIR POR NÃO SEREM CHAMADOS AGORA. ..

ASSINADO

RESERVAS DO CONCURSO DA PM /2009 QUE AGUARDAM CONVOCAÇÃO

Paulo Câmara promete concursos para a PMPE E PCPE no próximo ano

O governador eleito Paulo Câmara passou a manhã deste sábado reunido com seus futuros secretários para discutir a nova estrutura do governo e os desafios para o ano de 2015. Após o encontro, que contou também com a participação do vice-governador eleito, Raul Henry, e do deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa, Waldemar Borges, Câmara falou com os jornalistas.

Após reunião, Paulo Câmara conversou com os jornalistas. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Após reunião, Paulo Câmara conversou com os jornalistas. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Um dos assuntos da conversa foi a segurança pública de Pernambuco. O futuro governador adiantou que tem alguns planos para o programa Pacto Pela Vida, mas preferiu não antecipar os detalhes. Nos últimos meses, o governo do estado não conseguiu atingir a meta de redução de 12% nos crimes violentos letais intencionais. No entanto, Câmara disse que irá realizar concursos para as policiais Militar e Civil do estado.

“Em fevereiro do próximo ano vai terminar o prazo do concurso da PM feito em 2009. O governador João Lyra já autorizou a nomeação de mais 2 mil policiais e essas pessoas irão começar a academia nos próximos dias. Infelizmente, não houve tempo hábil para convocar todo mundo. Mas vamos preparar os concursos tanto para a Polícia Militar como para a Polícia Civil”, ressaltou o governador eleito.

Durante a reunião, o futuro secretariado assistiu a uma palestra de Tânia Bacelar sobre as perspectivas e os cenários econômicos a longo prazo, além do contexto em que o novo governo assumirá Pernambuco.

“Pernambuco se destaca pelos grandes investimentos, por suas novas cadeias produtivas e o efeito renda também é percebido, porém, minha maior mensagem é o olhar para frente, no sentido de um investimento a longo prazo. Devemos focar 2015, mas devemos também pensar mais adiante, como aonde queremos chegar e quais os investimentos estratégicos devemos trabalhar”, pontuou Tânia.