Assaltos a banco duplicam no estado

Por Afonso Bezerra, do Diario de Pernambuco

De janeiro a agosto deste ano, já foram registrados 23 assaltos a agências bancárias em Pernambuco. Esse número é mais que o dobro do mesmo período em 2014, quando foram anotadas 10 investidas contra os estabelecimentos. O mês de março foi o mais preocupante em 2015, com um índice de seis ocorrências, o que indica mais de um assalto por semana.

CEF de Casa Caiada foi alvo de investida nessa quinta-feira. Foto: WhatsApp/Divulgação

CEF de Casa Caiada foi alvo de investida nessa quinta-feira. Foto: WhatsApp/Divulgação

Esse número assusta e faz vítimas. Ontem, Claudete Maria de Oliveira Dantas, 44 anos, foi baleada durante um assalto à agência da Caixa Econômica Federal de Casa Caiada, em Olinda. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital da Restauração. A bala não chegou a perfurar a barriga e ficou alojada no tecido subcutâneo. De acordo com a assessoria do HR, até o final da tarde o quadro dela era estável e aguardava transferência para o Hospital Português, onde foi submetida a um cirurgia para retirar a bala.

Os assaltantes agiram por volta do meio-dia. De acordo com informações de um soldado do 1° Batalhão, o assalto foi praticado por seis homens armados, que chegaram em um HB-20 e numa motocicleta Titan vermelha. Na abordagem, eles levaram as armas dos vigilantes, um colete e uma quantia em dinheiro não foi informada. A cliente foi ferida no abdômen.

Presa dupla suspeita de assaltos nas zonas Norte e Sul do Recife

A Polícia Civil apresentou na manhã desta terça-feira a prisão de dois homens suspeitos de praticarem assaltos nos bairros de Casa Forte, Parnamirim, Boa Viagem e Pina usando simulacros (imitações) de pistolas. Renato Tibúrcio de Oliveira, 28 anos, e Arllon Freire de Melo, 23, foram presos na quinta-feira da semana passada após roubarem dois mil euros de duas mulheres que estavam em um carro e tinham acabado de sair de uma casa de câmbio.

Suspeitos foram levados para o Cotel. Fotos: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Suspeitos foram levados para o Cotel. Fotos: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Segundo o delegado de Casa Amarela, Paulo Berenguer, contra os suspeitos podem pesar ainda outras acusações de assaltos na mesma modalidade. Isso porque apenas na Delegacia de Casa Amarela existem 10 queixas prestadas de assaltos ocorridos na Zona Norte. Ainda segundo a polícia, as armas utilizadas pelos suspeitos para intimidar as vítimas eram compradas pela internet. “A venda desse tipo de arma é controlada pelo Exército Brasileiro e essas pessoas não têm autorização para fazer essa compra”, ressaltou Berenguer.

Simulacros foram comprados pela internet, segundo a polícia

Simulacros foram comprados pela internet, segundo a polícia

Com a dupla, a polícia conseguiu recuperar uma quantia em dinheiro, vários telefones celulares e alguns óculos de sol femininos, o que indica que as vítimas, em sua maioria, eram mulheres. “Eles sempre agiam em uma moto de cor vermelha, que foi apreendida junto com eles no momento do flagrante. Os dois foram autuados em flagrante e encaminhados ao Cotel. Esperamos que novas vítimas procurem a delegacia para fazer o reconhecimento das fotos e registrar outras queixas para abrir novas investigações, ressaltou o delegado.

Caso foi apresentado pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira

Caso foi apresentado pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira

Ainda segundo a polícia, uma das armas foi comprada de uma empresa do Paraná. “Essa arma comprada do Paraná foi fabricada pela Taurus. A outra ainda estamos investigando a origem. Elas podem ser comprada por desportistas, colecionadores ou pelas forças de segurança para treinamento de policiais. Elas são pistolas de 6mm e suas munições podem ferir as vítimas atingidas. Os dois suspeitos receberam as armas pelos Correios. Agora vamos repassar as informações para o Exército, para que seja investigada a compra e venda das armas”, explicou Paulo Berenguer.

Metrô, o transporte do medo

Do Diario de Pernambuco, por Afonso Bezerra e João Vitor Pascoal

O metrô do Recife tem se transformado em um transporte do medo. Só este ano já foram registradas mais de 100 ocorrências de roubo ou furto dentro dos vagões. E nos últimos 30 dias, um total de cinco assaltos, mais de um por semana. Um número que assusta e já resulta em morte. Ontem, um policial civil à paisana reagiu a um assalto e matou dois suspeitos dentro do vagão, na Estação Largo da Paz, em Afogados. Perto dali, a polícia apreendeu um menor que confessou que estava indo à estação matar um desafeto, mas foi apreendido antes pelos policiais.

Foto: João Velozo/ Esp. DP/ D. A Press

Mortes aconteceram por volta das 14h. Foto: João Velozo/ Esp. DP/ D. A Press

O principal sistema de transporte de massa da Região Metropolitana transporta cerca de 400 mil usuários por dia, mas a insegurança traz medo não apenas para os usuários, mas também para os trabalhadores. Depois de três paralisações no ano passado, o Sindicato dos Metroviários participa hoje de uma audiência pública em Brasília para pedir por uma solução para a onda de terror.

Ontem, de acordo com informações fornecidas por funcionários da estação, os três homens embarcaram na estação Imbiribeira, Zona Sul, por volta das 14h. E logo que o trem iniciou o movimento, eles anunciaram o assalto. Um policial civil à paisana estava presente no vagão e deu voz de prisão aos homens. Um deles estava armado com um revólver calibre 38 e teria tentado atirar três vezes, mas a arma falhou. Com isso, o policial reagiu e deu dois tiros. O segundo tentou pegar a arma do morto para atirar e também foi morto. Já o adolescente não teria reagido e foi apreendido e encaminhado para o Departamento de Proteção à Criança e ao Adolescente(DPCA). Os suspeitos não foram identificados. O Instituto de Medicina Legal IML) vai aguardar dez dias para o reconhecimento.

De acordo com a perita do Instituto de Criminalística Vanja Coelho, não houve uma troca de tiros e os suspeitos foram atingidos de forma letal. O policial civil prestou depoimento na DPCA acompanhado do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol). “Ele agiu em defesa da própria vida e dos usuários”, afirmou Áureo Cisneiros, presidente do Sinpol.

De acordo com a assessoria da CBTU, o departamento de segurança já vinha monitorando o movimento dos suspeitos, que sempre ocorria no mesmo horário. Algumas imagens fornecidas pela CBTU podem servir de prova da ação dos assaltantes.

O presidente do Sindicato dos Metroviários, Diogo Morais, disse que serão feitas novas mobilizações para pedir por mais segurança. “Na próxima semana, vamos nos reunir em assembleia e discutir nossas posições no futuro”. Ele relembrou do plano de segurança que está sendo elaborado, que prevê contratação de funcionários e a possibilidade parceria com a Polícia Militar. “O documento está pronto, mas ainda não foi apresentado oficialmente. Continua em debate”, apontou. Já a CBTU informou que está em busca de mais recursos para nomeação dos candidatos aprovados em concurso.

Assaltos assustam Porto de Galinhas

Moradores e turistas que frequentam Porto de Galinhas, no Litoral Sul, estão assustados com assaltos cometidos entre as 21h e as 23h, na PE-009, estrada de 5,5 km que liga à praia de Maracaípe. Segundo uma moradora, os criminosos interditam a via tocando fogo em pneus e abordam os veículos. O perigo chegou também à beira-mar. Um grupo de assaltantes vem roubando telefones celulares, carteiras e outros objetos de quem caminha à noite.

Foto: André Marins/DP/D.A Press

Crimes estão sendo praticados à noite na estrada que liga à Maracaípe. Foto: André Marins/DP/D.A Press

A delegada Angela Patrícia afirmou que embora não tenha recebido queixas, iniciou as investigações. “Soube de uma ocorrência na estrada no dia 11, mas as vítimas não compareceram à delegacia. Com isso nosso trabalho fica difícil. Apesar disso, já estamos em diligências para chegar à autoria”, disse a delegada. No horário da noite, a  Delegacia de Porto de Galinhas funciona apenas para o registro de queixas.

“Os assaltantes agem na hora que os moradores estão voltando para casa, após largarem do trabalho. Ainda há o movimento dos turistas que costumam sair à noite para conhecer os bares e restaurantes ou passear na praça”, acrescentou a moradora.

Porto de Galinhas faz parte da Área Integrada de Segurança 10, formada por 43 localidade de Ipojuca e Cabo. A Secretaria de Defesa Social informa que de janeiro a julho de 2014 foram 2.866 ocorrências de furtos na área, contra 1.485 no mesmo período de 2015. No primeiro semestre de 2014 foram 1.487 roubos, contra 1.866 este ano.
O 18º Batalhão da Polícia Militar informou que a segurança em Porto de Galinhas e Maracaípe é feita por viaturas, duplas de SegWay e motopatrulhamento.

Bancos assaltados após encerrar expediente no Recife

Assaltantes de bancos da Região Metropolitana do Recife (RMR) estão escolhendo um novo horário para fazer suas investidas criminais. Duas agências foram assaltadas ontem por volta das 17h, uma na Zona Norte outra na Zona Sul do Recife. Nos dois casos, segundo a polícia, os vigilantes tiveram as armas levadas pelos criminosos. Também nos dois assaltos, os suspeitos foram quatro homens que estavam em duas motos. Segundo o Sindicato dos Bancários, 33 bancos foram assaltados em Pernambudo do início do ano até ontem. Nas duas ocorrências não houve registro de feridos e até o fechamento desta edição nenhum suspeito havia sido preso.

Motoqueiros levaram dinheiro dos caixas e celulares em Boa Viagem. Fotos: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Motoqueiros levaram dinheiro dos caixas e celulares em Boa Viagem. Fotos: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

A primeira agência assaltada foi a da Caixa Econômica Federal (CEF) da Rua da Hora, no bairro do Espinheiro. De acordo com a polícia, os assaltantes chegaram à agência após o horário de expediente e entraram pela porta do auto-atendimento. O grupo seguiu até a porta que dá acesso à área interna do banco e ordenou que o segurança abrisse a porta. Com a negativa do segurança, os suspeitos deram chutes na porta e conseguiram entrar no local. Todos os suspeitos estavam com os rostos cobertos por capacetes. “Eles renderam o vigilante e levaram o revólver dele, além disso, fugiram com dois malotes, sendo um de documentos e outro de dinheiro. Os criminosos estão agindo no horário de fragilidade na segurança dos bancos”, ressaltou o diretor executivo do Sindicato dos Bancários, Wellington Trindade.

Porta do Banco do Brasil foi destruída com um tiro

Porta do Banco do Brasil da Domingos Ferreira foi destruída com um tiro

O segundo caso foi registrado na Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem. Nesse banco, os suspeitos também entraram como se fosse utilizar o auto-atendimento e seguiram armados para a porta que isolava a área interna do banco. Um dos criminosos fez um disparo e quebrou uma das portas de vidro da agência. “Eles levaram dinheiro dos caixas e telefones celulares de clientes e funcionários. Três foram até a área interna do banco e um deles ficou no salão do auto-atendimento. Chegamos a fazer rondas no bairro, mas, infelizmente, não encontramos ninguém”, revelou um militar do 19º Batalhão.

Na CEF da Rua da Hora criminosos estavam todos de capacetes

Na CEF da Rua da Hora criminosos estavam todos de capacetes

Investigação
O assalto à agência da CEF será investigado pela Polícia Federal (PF). Já a investida ao Banco do Brasil será apurada pela Delegacia de Repressão ao Roubo da Polícia Civil. “Os dois grupos realizaram os assaltos com as mesmas características e praticamente no mesmo horário. Os bancos precisam estar mais atento a esse horário em relação ao número de vigilantes nas agências e a polícia precisa se fazer mais presente”, ressaltou Wellington Trindade.

Moradores farão protesto contra onda de assaltos na Lagoa do Araçá

Mora perto da Lagoa do Araçá, na Imbiribeira, tem sido sinônimo de medo. Foto: Jailson da Paz/DP.D.A Press

Morar perto da Lagoa do Araçá, na Imbiribeira, tem sido sinônimo de medo. Foto: Jailson da Paz/DP.D.A Press

Um protesto organizado por moradores das proximidades da Lagoa do Araçá, na Imbiribeira, vai ganhar as ruas do bairro nesta sexta-feira. Cansados da onda de assaltos na localidade e da ausência de policiamento, moradores estarão concentrados a partir das 18h na Praça de Eventos da Lagoa para chamar a atenção do poder público para a violência no local. Na manhã desta quinta-feira, pelo menos dois assaltos já foram praticados por suspeitos em motos nas proximidades da Lagoa do Araçá, um na Rua David Kauffman e outro na Engenheiro José Brandão Cavalcante.

Rotina de medo toma conta das proximidades da Lagoa. Foto: Pedro da Hora/Esp. DP/D. A Press

Moradores temem estar nas ruas.  Foto: Pedro da Hora/Esp. DP/D. A Press

Através das redes sociais, a população está convocando o maior número possível de pessoas para participarem do protesto. A saída está prevista para as 19h e o percurso será as ruas, Leôncio Soares Pessoa, Av. Engenheiro Alves de Souza, Arquiteto Luiz Nunes, Grasiela e José Brandão de Cavalcante. A caminhada deve terminar por volta das 21h em frente ao Núcleo de Seguraça Comunitária da Lagoa.

Cartaz está sendo divulgado nas redes sociais

Cartaz está sendo divulgado nas redes sociais

Organizadores do protesto pedem que as pessoas levem cartazes, apitos, panelas ou qualquer coisa que faça barulho para chamar a atenção das autoridades. Também está sendo pedido que quem foi assaltado leve o Boletim de Ocorrência para anexar ao ofício que será entregue à Prefeitura do Recife e à Polícia Militar. Segundo os moradores da área, os assaltos são, geralmente, praticados por suspeitos em motos e em cinquentinhas e acontecem a qualquer hora do dia.

Dupla de assaltantes é reconhecida por 82 vítimas após prisão

Uma dupla de assaltantes que agia em 16 bairros das zonas Norte e Oeste, além de São Lourenço da Mata, Camaragibe, Paulista e Jaboatão, foi reconhecida por 82 vítimas após ter sido presa na semana passada. O número de pessoas que procuraram a Delegacia da Várzea para registrar queixa contra Alisson Martins da Silva, 23 anos, e Klaidson Fernandes da Silva Fonseca, 20, aumentou após a divulgação das imagens deles pela Polícia Civil.

Alisson Martins, 23 anos, e Klaidson Fernandes, 20 foram presos na semana passada. Foto: Reprodução TV Clube

Alisson Martins, 23 anos, e Klaidson Fernandes, 20 foram presos na semana passada. Foto: Reprodução TV Clube

Segundo a polícia, a dupla utilizava uma moto de cor verde e um dos suspeitos abordava as vítimas com um revólver. Alisson e Cleidson estão no Cotel. Os assaltos estavam sendo praticados pelos suspeitos há três anos. Eles roubavam principalmente relógios, dinheiro e aparelhos celulares. A dupla foi presa no dia 19 em Vila Rica, Jaboatão, após investigação da Delegacia da Várzea. Com os suspeitos, que costumavam agir de maneira agressiva, foram apreendidos relógios, celulares, cartões e chips de telefone.

 

“Eles realizaram dois assaltos numa mesma rua em 20 minutos. Estamos agora tentando identificar o receptador”, detalhou o delegado Joel Venâncio. A dupla chegava a faturar R$ 5 mil por mês. Joel Venâncio ressaltou a importância de as vítimas registrarem ocorrência quando forem assaltadas. “Muitas vítimas não tinham feito BO. Com esse documento nós observamos o modus operandi e o veículo que é utilizado no crime, o que ajuda muito na identificação dos suspeitos.”

BR-232: a rodovia do medo

Viajar pela BR-232 virou sinônimo de medo. Desde o início deste ano, os assaltos a ônibus na rodovia vêm assustando passageiros e motoristas. Na madrugada de ontem, dois coletivos foram abordados por bandidos armados perto  Pesqueira, no Agreste, e os passageiros tiveram seus pertences roubados. Em um dos casos, a polícia chegou ao local do crime e trocou tiros com os assaltantes. Uma professora foi baleada de raspão no pescoço.

Assaltos estão assustando passageiros e motoristas que trafegam à noite. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press

Assaltos estão assustando passageiros e motoristas que trafegam à noite. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press

Após reunião entre representantes da PRF, Polícia Civil e PM, ainda na segunda-feira, antes dos crimes, ficou decidido que a fiscalização na BR-232 será intensificada. A Polícia Rodoviária Federal diz que não sabe quantos assaltos ocorreram neste ano porque nem todos os casos são levados aos seus postos.

Os crimes geralmente acontecem à noite ou de madrugada e os bandidos costumam agir entre Arcoverde (Sertão) e Pesqueira (Agreste). Um coletivo da empresa Progresso foi abordado por cinco homens que estavam em dois carros e mandaram o motorista dirigir até um canavial. A polícia foi acionada e trocou tiros com os criminosos, que conseguiram fugir. A professora Rejane Alves dos Santos, 37 anos, foi atingida, mas não corre risco de morte.

De acordo com o cunhado de Rejane, Davi Sampaio, ela está muito assustada e disse que não iria mais viajar de ônibus. “Esses assaltos acontecem com muita frequência nessa rodovia. Minha cunhada disse que não entra mais em ônibus.” Dos dois carros utilizados na ação, um que havia sido roubado em Arcoverde na semana passada foi recuperado.

BR-232 faz a ligação do Agreste e Sertão do estado com a Região Metropolitana. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

BR-232 faz a ligação do Agreste e Sertão do estado com a Região Metropolitana. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

O segundo coletivo assaltado seguia do Crato (CE) ao Recife. O veículo da Princesa do Agreste, que levava 50 passageiros, foi abordado em Pesqueira. Um carro ultrapassou o ônibus e obrigou o motorista a parar.

Quatro homens encapuzados e armados entraram no ônibus e mandaram o motorista dirigir até uma estrada de terra. Todos os passageiros foram obrigados a entregar dinheiro, aparelhos de telefone celular e relógios. Os casos estão sendo investigados pela Delegacia de Pesqueira.

Saiba mais

42 km
separam Arcoverde de Pesqueira

40 minutos
é o tempo médio de viagem entre as
duas cidades

5 homens
formavam quadrilha que assaltou o ônibus e causou o tiroteio na qual uma passageira foi atingida

256 km
é a distância do
Recife a Arcoverde

215 km
separam Pesqueira
do Recife

BR-232, a rodovia do medo

Nos últimos dias, a BR-232, principal via de acesso ao Agreste e ao Sertão do estado, transformou-se na rodovia do medo. Ontem, em pouco mais de três horas, dois assaltos foram registrados, com um resultado trágico. Na cidade de Pombos, o motorista de uma van que levava um grupo de advogados morreu após ser baleado pelos bandidos. Em Bezerros, sulanqueiros tiveram celulares e dinheiro roubados.

A via é uma importantíssima rota comercial entre a capital e polos do interior (JULIO JACOBINA/DP/D.A PRESS)

Na última sexta-feira, um grupo de 10 pessoas foi assaltado na subida da Serra das Russas, em Gravatá. Não houve mortos nem feridos. Nos três casos, ninguém foi preso. Segundo o chefe da Polícia Civil, delegado Osvaldo Morais, os assaltos estão sendo investigados. A polícia acredita que o alvo dos bandidos é quase sempre os sulanqueiros, vítimas constantes de investidas na rodovia.

O mais chocante dos três crimes ocorreu ontem, por volta das 3h, quando bandidos se aproximaram de carro e atiraram na van que levava os advogados caruaruenses, que teria sido confundida com transporte de sulanqueiros. Os advogados voltavam para Caruaru (vindos do Aeroporto Internacional do Recife – Guararapes/Gilberto Freyre) após um congresso em Belo Horizonte. “As vítimas prestaram depoimento e relataram que se tratava de uma tentativa de assalto. As investigações já foram iniciadas”, disse a delegada Danúbia Andrade, que responde pela Delegacia de Pombos.

Veículo que transportava advogados ficou crivado de tiros (CIRO GUIMARAES/TV CLUBE)

O motorista Gilberto Costa de Morais, 50 anos, mesmo baleado, conseguiu dirigir até um posto de combustíveis, onde morreu. As marcas das balas encontradas no veículos seriam de pistola 380 milímetros. Os assaltantes fugiram num Palio preto. Em nota, a OAB-PE lamentou o ocorrido.

Por volta das 6h, comerciantes da Paraíba também foram interceptados na BR-232. Depois de atingir o veículo com dois disparos, homens encapuzados e armados com espingardas calibre 12 e pistolas forçaram o motorista a seguir até uma estrada de barro. Lá, as vítimas foram obrigadas a entregar celulares e R$ 15 mil em espécie. Uma das comerciantes foi agredida com pancada nas costas com o cabo da espingarda.

Os assaltos a sulanqueiros na BR-232 são velhos conhecidos da polícia. Nos últimos anos, esse tipo de crime cinha ocorrendo com tanta frequência que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou a oferecer escoltas para vans e ônibus de comerciantes, que costumam seguir para o interior com grandes quantias em dinheiro. Os principais destinos são Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, todos no Agreste.

“Não trabalhamos com repressão nas rodovias federais. Nossa parte é investigar e prender os criminosos que praticaram os crimes. Estamos dando apoio às delegacias, e o setor de inteligência está trabalhando na elucidação dos últimos assaltos”, disse Oswaldo Morais. O Diario tentou contato com a assessoria da PRF, mas os telefonemas não foram atendidos.

Violência muda rotina da cidade de Pombos

O medo está tirando o sono de moradores e comerciantes da cidade de Pombos, na Mata Sul, a 64 km do Recife. Eles relatam que nos últimos seis meses a violência tem crescido, sendo constante os assaltos no local. A denúncia se reflete nos dados registrados pela Secretaria de Defesa Social (SDS). De janeiro a junho, o número de furtos aumentou 88%, passando de 34 ocorrências para 64, se comparado com o mesmo período em 2013. Já a quantidade de roubos pulou de 51 para 68, um crescimento de 33,3% também comparado ao ano anterior.

Cidade que sempre preservou clima pacato agora está assustada com assaltos constantes (PREFEITURA DE POMBOS/DIVULGAÇÃO)

Conhecida como a terra do abacaxi, Pombos em nada se parece hoje com o município pacato lembrado pelos que lá vivem. Dono de uma loja na Rua do Comércio, no centro do município, há 10 anos, um comerciante que não quis se identificar contou que instalou câmeras. Ele disse que outros lojistas contrataram seguranças. Mas as medidas não têm sido suficientes para coibir a ação dos bandidos.

“Uma loja de roupas vizinha à minha foi assaltada. Levaram dinheiro e celulares das vendedoras. A cidade é pequena e todo mundo se conhece. Temos medo até de procurar a polícia”, disse. Outra comerciante creditou os crimes ao crescimento do município. “Quase todos os dias tem assalto, principalmente nas ruas. Uma amiga minha já foi roubada”, contou. A população estava estimada em 26.716, segundo o IBGE, em 2013. Em 2000 eram 23.351 moradores.

Diante da situação, moradores pretendem sair em passeata pelas ruas da cidade, às 15h da próxima quinta-feira, pedindo providências ao poder público. “O comércio colocará balões brancos em suas portas e os carros vão rodar com fitas brancas. O protesto foi marcado após a morte de um empresário no domingo passado. Ele estava sendo perseguido por dois homens numa moto, bateu numa árvore e morreu”, afirmou uma das organizadoras e moradora Marimuth Coelho, 58.

Em nota, a SDS informou que detectou os principais gargalos que elevaram o número de roubos e furtos e alterou os locais de policiamento ostensivo, além de reforçar a segurança com motocicletas no período noturno. Uma viatura e três motocicletas da CIPMotos atuam na área. O delegado Frederico Lapenda informou que uma das ocorrências de maior repercussão na cidade, o assassinato de um idoso, foi solucionada em apenas uma hora e meia após o crime.

De acordo com o tenente-coronel Lindjonhson Felix da Silva, comandante do 21º Batalhão da PM, o desenvolvimento da cidade e municípios vizinhos é um dos motivos para o aumento da violência. “É importante que a população passe informações e preste queixa, iniciativa não muito comum no interior. Sem esses dados não há como identificar a ação delituosa”, acrescentou o oficial. O telefone do 21º BPM é (81) 3526-8901 e o da Delegacia de Pombos é (81) 3536-2803.

Do Diario de Pernambuco