Missa em memória do promotor será celebrada neste domingo

Será celebrada na manhã deste domingo, na Capela de São Sebastião, no centro de Águas Belas, a missa de sétimo em memória do promotor Thiago Faria Soares, 36 anos, que foi assassinado com quatro tiros de espingarda, na última segunda-feira. A celebração está prevista para as 10h, na igreja que fica a poucos metros da casa de Mysheva Ferrão Martins, noiva de Thiago.

Missa será na capela de São Sebastião. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Missa será na capela de São Sebastião. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Já que Thiago era natural do Rio de Janeiro, é provável que nenhum familiar dele participe da missa. Mysheva e seus familiares devem comparecer à igreja. A celebração será realizada pelo padre Evandro da Silva. Na noite deste sábado, a capela estava lotada de fiéis e alguns deles comentavam sobre a celebração pela alma do promotor. Algumas pessoas, inclusive, disseram que iriam participar. “Estou hoje aqui na missa para pedir o fim da violência em nossa cidade. Amanhã (domingo), estarei aqui novamente”, disse uma dona de casa.

 

Noiva do promotor Thiago Faria está sob proteção da Polícia Militar

A noiva do promotor Thiago Faria Soares, assassinado no início dessa semana, Mysheva Ferrão Martins, passou a ter escolta da Polícia Militar. A proteção foi uma determinação da Secretaria de Defesa Social (SDS), diante também das ameaças que teriam sido feitas a ela pelo fazendeiro José Maria Rosendo Barbosa, segundo funcionários da Fazenda Nova, apontado pela polícia como o mandante do assassinato do promotor. A advogada contou aos delegados que recebeu a informação, depois do crime, de que uma pessoa teria ouvido comentários de que o noivo seria morto com um tiro de 12 na cabeça.

Mysheva tem prestado vários depoimentos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Mysheva tem prestado vários depoimentos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Diante das muitas dúvidas que estão surgindo nas investigações, é possível que, neste final de semana, a advogada seja novamente ouvida. Funcionários da fazenda relataram que Zé Maria teria declarado que iria usar uma faca para “rolar o pescoço dela e colocar a cabeça em cima de uma estaca do lado de fora da fazenda”. Ainda em conversa com os policiais, Mysheva contou que não está esperando um filho do promotor, como se comenta na cidade de Águas Belas. Apesar disso, e de a cerimônia do casamento marcada para o dia 1º de novembro não ter acontecido, ela poderá pedir a pensão junto ao MPPE.

Leia mais sobre o assunto em:

Suspeito de mandar matar promotor se reuniu com pistoleiros antes do crime

Disque-Denúncia oferece R$ 10 mil por pista sobre mandante do crime

Onze promotores acompanham caso de Itaíba

Suspeito de mandar matar promotor se reuniu com pistoleiros antes do crime

Uma reunião entre três pistoleiros e o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, o Zé Maria, ocorrida 15 dias antes do assassinato do promotor Thiago Faria Soares, além das imagens de câmeras de pontos comerciais de Águas Belas que mostram José Maria e Edmacy Cruz Ubirajara circulando pelo município na manhã do crime, fazem a polícia relacionar diretamente a dupla ao assassinato.

Polícia continua buscando suspeitos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Polícia continua buscando suspeitos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

No entanto, embora a disputa de terra entre o fazendeiro Zé Maria e Mysheva Martins continue sendo a principal linha de motivação para a execução do promotor, a polícia disse que ainda não descartou nenhuma outra possibilidade para o assassinato. Ontem, a Polícia Civil afirmou que existe a possibilidade de Zé Maria, que ainda está foragido, ter sido o motorista do veículo que interceptou o carro do promotor, e de onde saíram os disparos de espingarda calibre 12 que o mataram.

Já as imagens que foram solicitadas de um estabelecimento na PE-300, via onde o atentado ocorreu, foram encaminhadas para o Instituto de Criminalística (IC), no Recife, para serem melhoradas. A polícia informou que elas têm baixa qualidade. Segundo o chefe da Polícia Civil do estado, delegado Osvaldo Morais, através dos depoimentos colhidos até agora, foi constatado que havia vários rumores na localidade de que o promotor seria executado por defender os interesses da noiva.

Parceria para prevenir drogas nas escolas municipais do Recife

O Recife deverá receber um reforço no combate de prevenção às drogas. Até o ano de 2016, todos os alunos da rede municipal de ensino estarão participando do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS). A parceria entre o governo do estado e a prefeitura foi firmada nesta semana, através das Secretarias de Educação e Segurança Urbana. A previsão é de que as aulas aconteçam entre a primeira semana de novembro e a primeira quinzena de dezembro.

Parceria foi firmada entre a PCR e SDS. Foto: Inaldo Lins/PCR/Divulgação --

Parceria foi firmada entre a PCR e SDS. Foto: Inaldo Lins/PCR/Divulgação

As aulas serão ministradas por policiais militares e envolverão não só os alunos, mas também os professores, gestores e pais. “Temos algumas ações de prevenção às drogas nas escolas, mas esse programa é mais amplo. É uma ótima oportunidade de combater logo cedo essa problemática”, disse a gerente de projetos especiais da Secretaria de Educação, Fernanda Morais.

O curso terá duração total de duas semanas e será realizado com crianças da educação infantil e do 5º e 7º anos nos 13 bairros prioritários do Pacto Pela Vida do Recife. A meta deste ano é capacitar 5 mil alunos. “Esse programa é fundamental para combatermos essa epidemia, principalmente a do crack, e evitar que mais crianças e jovens caiam no mundo das drogas”, afirmou o secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti.

Com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Urbana do Recife