Promoções de PMs não afasta a possibilidade de greve

A terceira rodada de negociações entre governo do estado, policiais e bombeiros militares terminou nessa quarta-feira com o anúncio de 3.791 promoções, além de promessas de aumento no valor do tíquete-refeição e na gratificação de motorista. O percentual de reajuste dos benefícios ainda está sendo estudado e somente deve ser anunciado à categoria na próxima segunda-feira, em mais um encontro na Secretaria de Administração do estado.

Tropa espera que outros pedidos sejam atendidos. Foto: Nando Chiappetta/DP/ D. A Press

Tropa espera que outros pedidos sejam atendidos. Foto: Nando Chiappetta/DP/ D. A Press

Representantes da categoria, no entanto, ainda se dizem insatisfeitos com a proposta do governo. Eles pleiteiam a implantação de um plano de cargos e carreiras. Segundo eles, são 2,2 mil soldados com mais de 10 anos sem promoção e 4,7 mil cabos com mais de 20 anos, nas mesmas condições, quando o aumento de salário deveria acontecer com base no tempo de serviço ou merecimento. A tropa apresentou proposta de pelo menos cinco mil promoções. “Vamos explicar as sugestões em assembleia com a categoria na terça-feira e decidirmos se aceitamos ou não”, disse Albérison Carlos, da Associação de Cabos e Soldados.

O maior número de atendidos com o aumento de salário está na PM, onde 1.579 soldados serão promovidos a cabo. Entre os bombeiros, 375 soldados promovidos para cabo e 369 cabos elevados a 3º sargento. “As promoções são a principal demanda da tropa. Mas a criação de um plano de cargos e carreiras em 15 dias, período das últimas negociações, é impossível. Vamos manter a conversação e ver o que é possível”, disse o secretário de Administração, Milton Coelho.

Aprovados de 2009 fizeram mais um protesto. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press

Aprovados de 2009 fizeram mais um protesto. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press

O secretário, no entanto, não quis falar sobre os concursados da PM do ano de 2009, cujo prazo de contratação expira no dia 18 deste mês. “Esse assunto é da PM, que segue os critérios do edital do concurso”. Ontem pela manhã, um grupo que participou do exame fez uma passeata no Centro do Recife. Eles alegam que dos 19 mil classificados, oito mil aguardam as próximas fases do processo. Em 2 de janeiro, o governador Paulo Câmara anunciou que fará novo concurso para as polícias Civil e Militar este ano.

Saiba mais

As promoções definidas pelo governo

3.791
policiais e bombeiros serão promovidos, sendo:

2.909 policiais militares
882 bombeiros

1.579
soldados serão promovidos a cabo, o maior contingente envolvido na decisão

27.492
profissionais formam o efetivo da PM

2.637
bombeiros integram o Corpo

SDS manda alerta aos candidatos do concurso da PMPE de 2009

Comunicado aos candidatos do concurso público para soldado da PMPE

A Secretaria de Defesa Social (SDS) comunicamos aos candidatos que foram aprovados no exame de conhecimento (Fase da 1ª Etapa) do Concurso Público, disciplinado pela Portaria Conjunta SAD/SDS Nº 101, de 31 de agosto de 2009, que as informações, concernentes às convocações de candidatos para realizar as fases complementares (Exames Medico, Testes Fiscos e exames psicológicos), serão divulgadas no SITE: www.acides.pe.gov.br , assim que os procedimentos legais forem concluídos.

Fonte: Academia Integrada de Defesa Social – ACIDES/SDS

Reservas do concurso da PM de 2009 fazem novo protesto

Os reservas do concurso da Polícia Militar de 2009 prometem para esta terça-feira um novo protesto cobrando mais contratações. No mês de março, o então governador do estado, Eduardo Campos, autorizou a nomeação de dois mil candidatos para a Polícia Militar de Pernambuco. No entanto, até hoje, essas nomeações não foram feitas.

Aprovados sonham em usar a farda da PM e trabalhar. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

Aprovados sonham em usar a farda da PM. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

No protesto marcado para a partir das 12h desta terça, os reservas irão seguir da Assembleia Legislativa de Pernambuco até o Palácio do Governo, onde querem pedir que o número de PMs nomeados seja maior. “Ainda restam 12 mil pessoas para serem chamadas e o governo do estado não contrata ninguém. A segurança de Pernambuco está em estado de calamidade. Estamos querendo trabalhar para reduzir essa criminalidade”, disse um dos reservas ao blog.

Segundo o governo do estado, os dois mil novos convocados serão submetidos às fases complementares da primeira etapa do certame, que compreende o exame físico, exame médico e avaliação psicológica. Na sequência, serão submetidos ao curso de formação, para serem nomeados, o que ainda não tem data prevista.

Aprovados no concurso da Polícia Civil esperam que governador faça nomeações

Assim como sofreram os aprovados no concurso da PMPE, as pessoas que passaram nas provas do concurso da Polícia Civil de Pernambuco estão angustiadas para que o ainda governador Eduardo Campos faça as nomeações dos aprovados na seleção ocorrida no ano de 2006. Campos, que deixa o governo nesta sexta-feira para concorrer à Presidência da República, segundo a comissão dos aprovados no concurso, teria prometido algumas nomeações, o que ainda não aconteceu.

Como recentemente o governador autorizou a nomeação de dois mil policiais militares para fazer a etapa final do concurso, os aprovados da Civil esperam ter a mesma oportunidade. O blog tem recebido dezenas de e-mails das pessoas que passaram para os cargos de agentes e escrivães e estão esperando o chamamento há mais de sete anos. Não é novidade para ninguém que as forças de segurança do estado estão defasadas. Tanto a PM quanto a Civil precisam de policiais urgentemente.

Os grupos de aprovados no concurso da Polícia Civil, assim como os PMs, estão fazendo diversas manifestações, inclusive, acompanhando Campos em seus últimos atos à frente do executivo estadual pelo interior de Pernambuco. Os aprovados brigam há sete anos para começarem a trabalhar.

No mês passado, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) afirmou que o concurso tem validade até fevereiro de 2015. No entanto, os aprovados não estão dispostos a esperar mais tanto tempo, nem a sociedade aguenta mais viver com tanta impunidade e a grande quantidade de crimes que seguem sem investigação.

Reservas do concurso da PM farão Caminhada da Convocação

Depois de vários outros atos já realizados e de ainda continuarem esperando por uma resposta, os aprovados no concurso da Polícia Militar de Pernambuco do ano de 2009 prometem mais um ato para chamar a atenção do governo do estado.

O grupo está preparando uma Caminhada da Convocação para o próximo dia 5 de fevereiro, a partir das 12h30, na Praça do Derby, no Centro do Recife. A organização do protesto convoca ainda os aprovados em concursos de outros estados como Paraíba, Alagoas e Rio Grande do Norte e afirma que o ato deve ser pacífico e organizado, já que os mesmos serão futuros policiais militares.

Aprovados no concurso da PMPE 2009 recolhem alimentos em ato

A comissão de aprovados no concurso da Polícia Militar de Pernambuco de 2009 e a Associação de Cabos e Soldados reliazaram no último domingo, no Parque 13 de Maio, mais um protesto pacífico para chamar a atenção da sociedade e das autoridades para as suas contratações.

Grupo se reuniu no domingo. Foto: Divulgação

Grupo se reuniu no domingo. Foto: Divulgação

O grupo gravou um vídeo para entregar ao governo do estado e cada aprovado fez a doação de três quilos de alimentos não-perecíveis, que foram entregues ao Hospital Evangélico. Participaram do ato pessoas do Grande Recife, bem como os aprovados do Agreste, Sertão e ainda de outros estados que passaram no certame de Pernambuco.

Doações foram entregues a um hospital. Foto: Divulgação

Doações foram entregues a um hospital. Foto: Divulgação

Agora, o grupo espera uma resposta do governo do estado para as novas contratações. Os aprovados acreditam que com a proximidade da Copa do Mundo possam fezer parte da Polícia Militar.

SDS não tem prazo para convocar aprovados no concurso da PM de 2009

O grupo de aprovados no último concurso da Polícia Militar de Pernambuco, realizado em 2009, e que ainda não foi contratado pelo governo do estado, infelizmente, vai ter que esperar mais um pouco por boas notícias. O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, afirmou ao blog que, por enquanto, as novas contratações estão sendo analisadas pelo governo. Isso faz com que não se tenha uma data definida para que os reservas iniciem o Curso de Formação de soldados.

Damázio não tem data para contratações. Foto: wagner Oliveira/DP/D.A Press

Damázio não tem data para contratações. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

“O Pacto pela Vida é uma política pública que um dos seus pilares é o recompletamento das polícias. Neste ano de 2013, nós já contratamos 2 mil novos policiais. Agora, temos que seguir a responsabilidade fiscal do estado. As novas contratações dependem de um estudo que está sendo feito pela Secretaria de Administração do estado e pela Fazenda. Ao secretário de Defesa Social cabe dizer das suas necessidades. Agora, as minhas necessidades não podem ser supridas em detrimento, em prejuízo do equilíbrio da folha de pagamento”, ressaltou Damázio.

Questionado se os aprovados em 2009 estariam na Polícia Militar antes da Copa de 2014, o secretário disse que esse tempo não dependeria dele. “Nós estamos trabalhando para fazer novas contratações. Agora, eu não posso adiantar se vão ser feitas ou não, porque não depende só de mim. Depende também desse estudo que o núcleo do governo está fazendo”, finalizou. Alô, então, Secretaria de Administração e da Fazenda, quando serão feitas as contratações? Os aprovados e a população esperam por essa resposta e por mais PMs nas ruas de Pernambuco.

Leia mais sobre o assunto em:

Aprovados no concurso da PMPE de 2009 cobram nomeações

Aprovados no concurso da PMPE 2009 cobram nomeações ao governador

Faz tempo que o grupo de aprovados no último concurso da PMPE espera uma resposta do governo do estado sobre as convocações. Eles esperam estar trabalhando antes da Copa do Mundo.

Aprovados sonham em usar a farda da PM e trabalhar. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

Aprovados sonham em usar a farda da PM e trabalhar. Foto: Carolina Braga/Esp. DP/D.A Press

Veja abaixo o texto enviado pela Comissão dos Aprovados 2009

“A Comissão dos Aprovados do concurso da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) do ano de 2009 vem por meio deste cobrar um posicionamento do governo do estado quanto à convocação dos Remanescentes do Concurso da Polícia Militar de Pernambuco e da falta de explicação em não convocar mais aprovados. O estado está com um déficit de policiais militares altíssimo e necessita de novos profissionais na área de segurança devido aos grandes eventos que estão prestes a acontecer, como a Copa do mundo de 2014, além de melhorar o programa Pacto pela Vida. Um total de 3.400 aprovados já foram nomeados, mas cerca de 12.000 ainda aguardam convocação.
O Exmo Sr governador Eduardo Campos em entrevista concedida em outubro de 2012, relatou que se pronunciaria ao final do curso de formação de Soldados PMPE daquele mesmo ano, terminado o curso em 04 de maio 2013, o mesmo falou que se pronunciaria em setembro. Em entrevista realizada este mês o mesmo falou que no início do próximo ano faria a convocação. Queremos ouvir algo de concreto. Vale lembrar que o Pacote de Segurança Pública lançado pelo Governo em 2011, já visando a Copa do Mundo, além de outras medidas, ficou destacado o aumento de Efetivo da Polícia Militar em 30%, por isso da prorrogação do atual concurso.
Vale destacar que nos últimos 4 anos, uma quantidade significativa tem deixado a corporação seja por aposentadoria, invalidez, mortes, e por companheiros que deixaram a instituição por melhores salários, uma prova disso, só no mês de abril de 2013, 300 policiais deixaram a corporação. A estimativa é que até 2014, mas de 3.000 deixarão a corporação pela compulsória.
Gostaríamos de pedir o pronunciamento do Dr. Eduardo Campos e do Dr. Wilson Damásio sobre nossa convocação para as demais etapas do certame, para que possamos dar entrada no Curso de Formação de Soldados PMPE, tendo em vista o pouco tempo que nos falta para a Copa do Mundo, e assim ficar mais próximos do exigido pelos padrões da ONU. Solicitamos dentro da competência que lhe estabelece dar prioridade a esses candidatos aprovados no concurso da PMPE realizado em 2009 cuja homologação foi no dia 18 de fevereiro de 2011, e foi prorrogado no dia 18 de fevereiro de 2013 até 18 de fevereiro de 2015. ”

Sem mas, Comissão dos Aprovados PMPE2009.

Aprovados no concurso para agentes penitenciários cobram nomeações

Os agentes penitenciários aprovados no último concurso e ainda não convocados estão distribuindo uma carta aberta à sociedade pernambucana. O grupo espera receber o apoio da sociedade para a nomeação. Eles foram aprovados no ano de 2009 e até agora não estão trabalhando. Além disso, eles pedem a criação de um lei estadual para o porte de arma fora do horário de serviço, tendo em vista que existe um normativo interno previsto no art. 34º do decreto 5123/04, que trata da regulamentação do estatuto do desarmamento.


O grupo pretende fazer uma caminhada nesta terça-feira (19) com saída às 10h da Praça do Derby com destino à Assembleia Legislativa. Na carta, os agentes não nomeados afirmam que Pernambuco tem apenas 1.568 agentes penitenciários para tomar conta de mais de 27 mil presos, o que daria uma média de 1 agente para cada 17 detentos. Segundo resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária , o ideal seria 1 agente para cada 5 presos. Ainda de acordo com a carta, restam aptos para a 2ª etapa da 1ª fase do concurso de 2009 um total de 2.800 candidatos.

Agentes aprovados na Polícia Civil a um passo da academia

 

A Polícia Civil de Pernambuco esclareceu ao blog que os agentes aprovados no último concurso da corporação, realizado no ano de 2006, estão na fase de entrega de documentação para iniciarem a academia de formação ainda no mês de outubro. De acordo com a assessoria de comunicação da Civil, um total de 419 pessoas aprovadas foram chamadas para preparar todos os documentos necessários para o ingresso na polícia. A expectativa é a de que eles entrem na Academia de Polícia Civil de Pernambuco (Acadepol) no próximo mês. Essa notícia veio para acabar com a angústia e sofrimento dos aprovados no concurso e de todos os seus familiares e amigos que sonhavam com tal convocação.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, foram chamados 217 aprovados para o cargo de escrivão. Esses já passaram da fase de entrega de documentos e iniciaram a academia desde o dia 10 deste mês. Agora, é esperar que esses novos profissionais sejam treinados e capacitados para contribuirem ainda mais com as investigações dos muitos crimes ocorridos em Pernambuco. O número de convocados ainda é pouco diante da tamanha demanda de serviço. O governo do estado precisa aumentar ainda mais o efetivo visto o grande número de policiais que têm deixado a corporação devido às aposentadorias.