Polícia Militar alerta sobre nova modalidade de sequestro

A Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) está divulgando através do seu perfil no Facebook uma suposta nova modalidade de crime de sequestro. Leia abaixo:

ALERTANDO E REPASSANDO. FAÇA O MESMO!

ALERTEM SEUS FILHOS, SOBRINHOS, FILHOS DE AMIGOS, OS PRÓPRIOS AMIGOS, CONHECIDOS, ETC
PRINCIPALMENTE AQUELES QUE, POR ALGUM MOTIVO, NECESSITAM SAIR A NOITE.
SE VOCÊ ENCONTRAR UMA CRIANÇA CHORANDO PELA RUA OU ALGO SEMELHANTE, DIZENDO QUE SE PERDEU DOS PAIS OU COISA ASSIM, MAS COM UM ENDEREÇO NA MÃO E LHE PEDIR PARA ACOMPANHA-LA ATÉ SUA CASA, NO ENDEREÇO CITADO, NÃO LEVE-A.
SOLICITE IMEDIATAMENTE UMA VIATURA DA POLÍCIA, PARA QUE FAÇA A ENTREGA DA CRIANÇA NO ENDEREÇO DADO.
E NÃO A SIGA ATÉ O ENDEREÇO MENCIONADO PELA CRIANÇA.
ISTO É UM NOVO MÉTODO DE SEQUESTRO EM QUE VC LEVA A CRIANÇA AO ENDEREÇO DADO E LÁ ESTÃO MARGINAIS PARA TOMAR O SEU CARRO E SEQUESTRÁ-LO LEVANDO-O PARA UM OUTRO PONTO (O CATIVEIRO).
A IMAGINAÇÃO DOS MARGINAIS NÃO PARA. O PIOR É QUE ESTÃO ENVOLVENDO CRIANÇAS.
ESTA MODALIDADE DE CRIME JÁ VEM OCORRENDO EM VÁRIOS ESTADOS DO BRASIL.

Procurado pelo blog, o delegado titular do Grupo de Operações Especiais (GOE), Cláudio Castro, afirmou que não há qualquer registro em sua delegacia, que é a especializada nesse tipo de crime. “Estou sabendo desse alerta agora, mas se a Polícia Militar está dizendo que existe em vários estados do Brasil, o alerta é válido”, ponderou Castro. A Polícia Militar de Pernambuco, por meio da assessoria de imprensa, também informou que não notificou nenhum caso no estado e que a divulgação está sendo feito a título de alerta para a população.

 

 

Quatro novos TRFs podem ser criados no Brasil até o final deste ano

Quatro novos tribunais regionais federais (TRFs) podem ser instalados no país nos próximos seis meses. O prazo depende da formulação, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), de um projeto de lei que regulamente a instalação e da previsão de orçamento. Com a promulgação hoje (6) da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 544, o Congresso Nacional definiu que os novos órgãos serão constituídos em Curitiba, para atender aos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul; em Belo Horizonte, para atender aos estados de Minas Gerais e da Bahia; em Salvador, com jurisprudência na Bahia e em Sergipe e em Manaus, para atender a processos do Amazonas, Acre, de Rondônia e Roraima.

“Os estados serão mais bem contemplados. Não se trata de uma questão regional, mas de questão nacional”, avaliou o presidente do Congresso em exercício, André Vargas. “Hoje três estados da Região Norte, por exemplo, têm que se dirigir a Brasília para apresentar demandas de segunda instância [julgadas pelos desembargadores dos TRFs]. Isso ocorre também em outros estados, como Minas Gerais”, completou.

A criação dos órgãos é apontada como medida essencial para dar mais celeridade aos julgamentos de processos na segunda instância da Justiça. Mesmo com essa justificativa, a proposta, que tramita há mais de dez anos no Congresso Nacional, enfrentou fortes pressões nos últimos meses.

Atualmente, cinco TRFs funcionam no país, com sedes em Brasília, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. “Estamos descentralizando a Justiça para aproximar da população que quer uma Justiça rápida, segura, que combata a impunidade. A rapidez da Justiça ajuda a melhorar o Brasil. A prestação do serviço jurídico será facilitada”, disse o senador Romero Jucá.

…Continue lendo…

Documentário mostra a realidade da guerra do tráfico no Rio de Janeiro

De um lado a polícia, do outro, traficantes fortemente armados e prontos para morrer em combate. Este documentário mostra a ação de criminosos do Rio de Janeiro e o trabalho de policiais no combate ao tráfico de drogas – uma guerra sem fim. Uma equipe da TV Record foi autorizada a acompanhar uma ocupação de uma favela e mostra as imagens que muita gente jamais pensou em ver. As imagens são fortes.

Confira o especial: